conecte-se conosco


Mulher

7 dicas para você fazer sexo por telefone sem se sentir completamente estranha

Publicado

Women's Health

Em um mundo onde o sexo é supremo e o FaceTime permite ver quem você está falando em HD (suspiro), o conceito de sexo por telefone parece tão desatualizado quanto um telefone fixo. Mas se Miranda em “Sex and the City” nos ensinou alguma coisa, é que esse tipo de relação à distância pode ser muito quente – se você souber como fazê-lo.

Mulher na cama falando ao telefone
shutterstock

Fazer sexo telefone é uma ótima maneira de apimentar a relação ou matar as saudades de quem está longe – e não sai de moda

Leia também: 30 mensagens picantes para você se inspirar e iniciar o sexting

Sexo por telefone – falar através de atos sexuais ou fantasias por telefone enquanto você e seu parceiro se masturbam – não é apenas uma intimidade que deve ser feita para casais de longa distância que não transam com frequência. “Essa também é uma ótima maneira para qualquer casal apimentar as coisas”, diz Janet Brito, psicóloga clínica e sexóloga de Honolulu (EUA). 

Mas exatamente como fazer sexo por telefone é um mistério, já que combina dois atos desconfortáveis (para muitas mulheres, pelo menos): narrar atos sensuais e vocalizar fantasias pessoais.

Então aqui está o seu plano de jogo: primeiro, estabeleça que você e seu parceiro estão de acordo com isso. Diga algo como: “Pensei que seria legal tentar sexo por telefone e compartilhar o que faríamos se estivéssemos juntos”, sugere Brito.

Em seguida, leia estas dicas aprovadas por especialistas sobre como ter sexo por telefone com toda a sensualidade e constrangimento zero!

Como fazer sexo por telefone

1. Misture suspense e emoção

Prepare o palco para seu sexo por telefone provocando o parceiro durante o dia. “Gravar um texto rápido e sedutor – ‘Pensei em você nu todo o dia’ – ou mandar um nude pode ajudá-lo gradualmente a entrar no clima”, diz Gigi Engle, treinadora sexual e sexologista (EUA).

Mas não pare por aí. À medida que você se aproxima da hora H, continue se estimulando lendo um romance erótico ou vendo um pouco de pornografia em casa.

Seu objetivo é ter inspiração para a cena que você configurará durante sua ligação. “Descrever algo que você tem em mente é mais fácil do que inventar algo imediatamente”, diz Engle.

Veja Também:  Mãe faz alerta após filha desenvolver doença grave e ficar com manchas na pele

2. Fique à vontade antes que o sexo por telefone realmente aconteça

“Não se sinta como se tivesse que correr para a promiscuidade. Em vez disso, relaxe perguntando ao seu parceiro sobre o dia dele”, sugere Brito. Ouvir sobre seu almoço pode parecer esquisito, mas cria a oportunidade de mudar rápida e naturalmente uma conversa chata para uma conversa empolgante.

Quando for a sua vez de falar sobre o seu dia, comece a pensar em momentos em que o seu parceiro cruzou sua mente, incluindo detalhes sobre ideias ou fantasias picantes específicas que surgiram durante as horas que antecederam sua chamada.

Além disso, ao começar a conversar, posicione-se em um lugar e fique fisicamente à vontade e compartilhe esses detalhes com seu parceiro. Por exemplo: “Fiquei tão excitada pensando nisso, acabei de tirar minhas roupas. Estou deitada na minha cama agora e amando a sensação fresca dos lençóis no meu corpo… A única coisa que falta é você.”

3. Seja clara

“Quanto mais descritiva for, mais seu parceiro será capaz de visualizar sua fantasia sexual e poder participar”, explica Brito. Ela também sugere dedicar um tempo para descrever as zonas erógenas usando uma variedade de sinônimos. Se isso significa preparar antecipadamente, elaborando um pouco de um script ou reunindo uma lista de verbos e adjetivos, faça isso. (Não, não é estranho).

Para transmitir o que você quer, comece usando frases preenchidas (sim, estilo Mad Libs). “Eu amo quando você _____ meu _____”, ou “Eu queria poder _____ para o seu _____ agora mesmo.” Conclusão: seja o mais específica possível.

4. Traga alguns brinquedos para a ação

Simplificando: os brinquedos podem ser uma ótima maneira de não apenas ajudá-la no sexo por telefone, mas também algo a mais para você falar. Então descreva exatamente como você está usando, digamos, o seu vibrador (onde você está colocando, o quanto você está pressionando o clitóris, o quão rápido você está se movendo, etc.) e como isso faz você se sentir .

Seu objetivo final aqui não é ter um orgasmo rápido. De fato, pelo menos de acordo com Engle, sexo por telefone não é sobre orgasmo. Então, faça sexo por telefone como uma oportunidade para brincar com novas técnicas de masturbação. Em vez de se concentrar apenas no clitóris, estimule mamilos, lábios ou abertura vaginal. E lembre-se: comente enquanto experimenta!

Veja Também:  E os namoradinhos? Jovem dá folheto para família dizendo por que está solteira

5. Escute seu parceiro

Ao prestar muita atenção em tudo o que seu parceiro diz e faz, incluindo seus padrões de respiração, você terá uma ideia melhor de estar ou não no caminho certo.

“Quanto mais rápido o ritmo da respiração, maior a probabilidade de ele estar prestes a terminar”, explica Stephanie Cathcart, operadora profissional de sexo por telefone e fundadora do Total Lip Service (EUA). Percebendo o quão animado ele está, deve te excitar ainda mais.

Nessa nota, não tenha medo de deixar escapar suas próprias respirações profundas e gemidos para indicar ao seu parceiro como você está e o que funciona para você.

Leia também: 8 dicas de como apimentar a relação mesmo quando ela é à distância 

6. Considere sexo por telefone com a dramatização

“O telefone é uma ótima maneira de falar coisas que você pode não se sentir tão confortável pessoalmente – ou pelo menos não no começo”, diz Cathcart.

Por esta razão, isso serve como uma incrível porta de entrada. Então, para um pouco de diversão extra, sinta-se à vontade para ser criativa com sua voz, como optar por um tom mais alto para uma “menina da escola” ou um mais baixo por uma “dominadora”.

Se você preferir apenas manter o sexo por telefone real (o que é perfeitamente ok), Cathcart recomenda abandonar o drama. “Há uma sedução natural na voz da mulher, especialmente quando está em um relacionamento com essa pessoa”, explica ela.

7. Relembre o passado durante o sexo por telefone

Se não souber o que dizer ou por onde começar, use uma lembrança que compartilharam juntos. Assim, você tem um roteiro fácil: pode conversar sobre o que cada um fez com o outro.
Enquanto isso, vá em frente e feche os olhos. Por quê? Pode ser mais fácil passar por uma experiência se as únicas coisas em que você está se concentrando são a voz de seu parceiro e as sensações de seu próprio corpo, como o formigamento de seu vibrador. “É como pornografia caseira auditiva”, diz Engle.

Se isso não te fez querer fazer sexo por telefone agora, eu não sei mais o que vai!

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

O sexo caiu na rotina? Confira 5 dicas para esquentar a relação

Publicado

Com o passar dos anos, o relacionamento pode cair na rotina e a temperatura entre quatro paredes dar uma esfriada – e fazer com que o sexo fique menos frequente. Para se ter uma ideia, uma pesquisa realizada pelo Instituto do Casal, em 2016, indica que 55,9% dos casais consideram a vida sexual ruim.

Leia também: Jovem de 21 anos fala sobre vida sexual com noivo de 74: “Não precisa de Viagra”

casal na cama
Shutterstock

Profissionais do Instituto do Casal listam cinco dicas que vão ajudar a esquentar a relação e beneficiar a vida sexual

De acordo com Marina Simas, psicóloga e sócia-diretora da empresa, falar sobre sexo é um dos assuntos mais frequentes nas terapias de casal. “Todo mundo faz, só que algumas pessoas com menos e outras com mais frequência. É impressionante como ainda existe um tabu sobre um tema natural e o quanto a vida sexual influencia uma relação”, ressalta. Mas, afinal, como esquentar a relação e deixar o clima cada vez melhor? Confira cinco dicas que vão ajudar!

1. Conheça seu corpo e estimule outros prazeres

Muitas pessoas ainda não sabem, mas não é só a área genital que garante prazer durante o sexo. Para aproveitar bem o momento, é preciso conhecer o corpo e as áreas que possam proporcionar prazer e, assim, garantir uma fuga da rotina para o casal. Para isso, o par também deve conhecer o outro e estimular áreas que possam ser diferentes. 

“Tem muitas mulheres e homens que não sabem onde fica o clitóris e o ponto G e não conhecem o próprio corpo ou o corpo do parceiro. Se são assim com a área genital que é básica, imagina com as outras partes do corpo se forem consentidas por ambos”, expõe Denise Figueiredo, psicóloga e sócia-diretora do Instituto do Casal. 

Veja Também:  Mãe faz alerta após filha desenvolver doença grave e ficar com manchas na pele

De acordo com Denise, o que vale nesses casos é apostar em brincadeiras com outras partes do corpo e sempre inovar para que o sexo não pareça igual e, assim, esquentar a relação. “O céu é o limite e, para estimular o prazer, vale todo tipo de investida”, explica. Já pensou em utilizar brinquedos eróticos ? Converse com o par e permita que a relação fiquei mais apimentada. 

2. Agende o sexo

No início, pode até parecer estranho, mas você já imaginou em ter um dia e horário para colocar o sexo em ação no relacionamento? De acordo com as profissionais, essa é uma forma de conseguir espaço e momentos juntos para viverem a intimidade.  

“Muitas pessoas acham que o sexo tem que ser de forma natural, mas é extremamente interessante também poder agendar o momento. Até por que quando você tem um encontro e espera pelo sábado a noite pra isso, você também acaba se programando para o momento. Isso também é válido no relacionamento”, ressalta Marina. 

3. Explore outros locais

Para variar o sexo, vale sair do quarto e ir para os outros cômodos, como sala, cozinha e até dentro do chuveiro no banheiro. Mas, além disso, por que não tentar também fora de casa? E nem precisa ser em um local distante. “Se não tem tempo de viajar, já pensou em passar um final de semana em um hotel na própria cidade? O casal pode explorar um ambiente diferente e sair da rotina”, aponta Denise.

Veja Também:  Modelo atacada no rosto por cão passa por tratamentos para diminuir cicatrizes

4. Deixe o celular de lado

No ano passado, outra pesquisa do Instituto do Casal aponta que 47% dos casais brigam com o par por conta do uso excessivo do celular. Atualmente, é difícil se manter desconectado, mas a tecnologia pode atrapalhar o relacionamento. “É muito comum o casal deixar de fazer sexo por causa do uso do celular. O mundo está tão conectado que nem o momento a dois é preservado como deveria”, destaca Marina.

5. Busque ajuda profissional

Terapia de casal é uma prática que pode ajudar a estimular o diálogo e dar alternativas para uma vida sexual que o casal acha que está fadada a monotonia. A ajuda profissional pode contribuir nos desenvolvimentos comportamentais e emocionais do casal e fortalecer o relacionamento.

“O que percebemos é que muitos casais só procuram terapia quando a relação já está para terminar e isso pode ser ruim. É muito importante já ter o hábito de buscar uma ajuda desde o início”, finaliza Denise.

Leia também: Terapeuta de 90 anos cita os piores erros que estão atrapalhando sua vida sexual

Ao seguir essas dicas, você conseguirá esquentar a relação e ter ainda mais prazer durante o sexo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Madrinha escolhe vestido ousado para casamento da irmã e gera confusão

Publicado

Ser madrinha de um casamento requer aceitar algumas exigências dos noivos que nem sempre são agradáveis, como uma mulher que pediu para a amiga perder alguns quilinhos para o dia do evento . Porém, a situação também pode ser inversa, como a irmã de uma noiva que quis seguir seus próprios gostos e provocou uma confusão a poucos dias da cerimônia ao querer usar um vestido ousado.

madrinha de casamento gera polêmica com vestido
Reprodução/Fashion Nova

O vestido que a madrinha gostaria de usar tem detalhes transparentes, além de estar na cor preta


Por meio do Facebook, a noiva desabafou sobre a atitude de sua irmã, que também seria sua madrinha de casamento. Na publicação, ela explica que pediu para as damas de honra usarem um vestido azul com flores, e elas deveriam ter procurado opções em janeiro de 2019.

Sua “irmãzinha”, entretanto, não ouviu os conselhos dela e quis inovar completamente na escolha do look. A noiva compartilhou uma foto da roupa que a madrinha gostaria de usar no casamento, e chamou a atenção a ousadia da mulher.

Veja Também:  Modelo atacada no rosto por cão passa por tratamentos para diminuir cicatrizes

Leia também: Sogra usa vestido de noiva no casamento da nora, mas história tem final feliz

“Meu casamento é daqui a oito dias e eu disse para minha irmãzinha comprar em janeiro um vestido azul-marinho com flores”, inicia ela. “Ela me disse hoje que ainda não pediu um vestido, mas gostou desse. Eu disse que não é apropriado para o meu casamento, especialmente como uma dama de honra”, complementa a noiva na legenda.

vestido ousado
Reprodução/Fashion Nova

Esse é o vestido que a madrinha gostaria de usar na cerimônia. A noiva compartilhou a imagem com os internautas


Indignada, a pretendida esclarece à irmã que, se ela não quer ser uma das testemunhas da união, basta dizer. A menina, então, abandonou o posto, mas ainda quer ter todas as regalias. “Ela deixou de ser minha dama de honra e eu acho que ela ainda pensa que pode ter toda a diversão de madrinha comigo, como a de despedida de solteira… Desculpe, não!”, diz a mulher.

Leia também: Mulher desabafa após achar que roupa escolhida para casamento irá ofuscar noiva

Veja Também:  Após 16 anos tingindo os cabelos brancos, mulher assume grisalho: “Sou livre”

Atitude da madrinha é criticada na web

Os internautas entenderam e apoiaram a noiva nessa história, fazendo críticas ao modo de agir da irmã e ao vestido ousado que ela gostaria de usar na cerimônia. “Isso deve ser usado em um quarto”, dispara um.

“Lingerie deslumbrante. Não é apropriado para nada ao ar livre, exceto uma festa na piscina”, opina outro. Um dos usuários do Facebook afirmou que esse tipo de roupa que a madrinha desejou colocar é adequado para outros eventos. “É um casamento, não o Coachella”, comenta ele.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Avó posa com neta em ensaio fotográfico e se emociona: “Idosos precisam disso”

Publicado

Ensaio sensual não tem idade, e se você tem alguma dúvida disso é porque você ainda não conheceu a Dona Zeza. Perto de completar 91 anos, Maria José de Mela da Silva posou ao lado da neta Renata, de 35 anos, e prova que as mulheres na sua idade podem, sim, ser sensuais e terem a beleza exaltada.

Leia também: Avó conquista web ao reproduzir ensaio fotográfico da neta

Mulher de 90 anos posando em ensaio fotográfico
Jaiel Prado

Dona Zeza, 90 anos, foi clicada em um ensaio fotográfico sensual e revela que a beleza pode existir em qualquer idade

O especialista em ensaios fotográficos femininos, Jaiel Prado, retratou avó e neta nas mesmas posições com o objetivo de valorizar a sensualidade feminina com arte e delicadeza, deixando a idade ser apenas um detalhe. “Todas as fases da vida têm a sua beleza, especialmente se você estiver feliz. Fui fotografada nas mesmas poses da minha neta.  O que o jovem faz o idoso também pode fazer”, conta Dona Zeza ao Delas

Jaiel fala que ela não se intimidou com as lentes. Para o profissional, os registros mostram a beleza não apenas ligada ao corpo ou ao rosto. “Beleza vem de dentro, das histórias, das paixões, das conquistas, das decepções, das alegrias, tristezas, das superações, da vida. Acredito que toda mulher pode, deve e merece ter uma foto que represente toda a beleza que ela sabe que tem”, diz. 

Veja Também:  Jovem sofre queimaduras graves no couro cabeludo durante descoloração dos fios

Nesse sentido, o ensaio contribui para reforçar os questionamentos sobre a pressão estética e os padrões de beleza. Será mesmo que só mulheres jovens e magras podem ser clicadas? Dona Zeza prova o contrário.

Leia também: 10 mulheres de corpos diferentes reunidas: ensaio fotográfico propõe aceitação

Sensualidade e empoderamento

mulher de 90 anos em ensaio fotográfico
Jaiel Prado

Para a avó, a experiência de ser fotografada foi transformadora e a fez com que ela se sentisse bonita e valorizada

Ser clicada por alguém que tem um olhar delicado e cuidadoso pode ser uma experiência transformadora. “Fiquei muito emocionada, me senti importante, levantou muito meu astral, até me senti mais jovem”, afirma Dona Zeza.

O fotógrafo explica que uma boa sessão é capaz de produzir imagens que retratam tanto a essência da pessoa quanto o que ela está vivendo naquele momento. Nesse processo, a pessoa acaba repensando alegrias, conquistas e outros momentos marcantes. “Ela se apropria da própria história e só isso já a fazer se sentir única”, relata Prado. 

“Acrescentar uma bela imagem desse instante de resgate/revisão de si equivale a uma injeção de autoestima na veia, chega a ser transformador. Isso é o verdadeiro empoderamento “, completa. 

Foi exatamente dessa forma que Dona Zeza se sentiu após ver os resultados: “Os idosos precisam disso. Me senti valorizada, mostrei as fotos para familiares, amigos e vizinhos e todos disseram que eu estava linda. Vivo recebendo mensagens de pessoas elogiando o ensaio.” 

Veja Também:  E os namoradinhos? Jovem dá folheto para família dizendo por que está solteira

Além disso, ela recomenda que outras mulheres façam o mesmo. “Incentivo todas não perder as oportunidades que a vida oferece. Devemos aproveitar a vida em todas as fases enquanto pudermos.”

Leia também: 9 dúvidas comuns sobre como é fazer um ensaio sensual respondidas

Como funciona o ensaio fotográfico sensual?

avó e neta em ensaio fotográfico
Jaiel Prado

Dona Zeza e a neta Renata, 35 anos, foram fotografadas por Jaiel Prado no mesmo ensaio sensual com as mesmas poses

O ensaio produzido por Jaiel é conhecido como Boudoir e inspirado em um estilo francês. Nele, o fotógrafo preza pela delicadeza e valoriza a beleza feminina com toques naturais e  muita arte. A sensualidade é expressada com sensibilidade, de forma elegante e suave.

Para conseguir isso, ele explica que antes de começar a sessão de fotos faz questão de conhecer bem suas modelos, escutar suas histórias, seus anseios, preocupações, saber o que gostam: “As poses são pensadas depois de muita conversa, variam de acordo com a pessoa retratada e são desenvolvidas a quatro mãos. Procuro produzir imagens esteticamente bonitas e que ao mesmo tempo transmitam o que a pessoa é”.

ensaio fotográfico
Jaiel Prado

As poses das fotos são pensadas para que a modelo se sinta confortável e consiga transmitir a sua essência

Além disso, o fotógrafo conduz uma conversa durante a sessão para que a modelo se sinta mais confortável. “Começo a fotografar durante a conversa de modo natural e aos poucos estabelecendo minha direção sem interromper a conversa. De modo geral a regra do jogo é ouvir mais do que falar, bom humor e muitos elogios”, detalha.

Segundo ele, os ensaios não utilizam truques de luz, nem excesso de retoques nas fotos, mas técnica. Também não há restrição para as mulheres que desejam fazer um ensaio fotográfico . “A fotografia boudoir valoriza o que a mulher tem de melhor”, finaliza o fotógrafo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana