conecte-se conosco


Sem categoria

A serra do Roncador e seus enigmas, por Genito Santos

Publicado

A Serra fica situada no Nordeste do Mato Grosso e é um centro místico e metafísico, muitas pessoas quando pensam na Serra do Roncador lembram do coronel Percy Harrison Fawcett, inglês que veio ao Brasil desbravar estas terras  buscando uma civilização perdida e o que aconteceu com ele ? Ele desapareceu.

Conhecida por alguns como Dedo de Deus, esta formação encontra-se na Serra do Roncador entre Barra do Garças-MT e Nova Xavantina-MT. Toda esta região é considerada mística pelos esotéricos.

Algumas teorias em volta do desaparecimento de Fawcett em 1925 são as que ele teria sido morto por tribos locais e também a de uma suposta carta enviada a sua esposa Nina escrevendo: “Você não precisa ter medo de qualquer falha.”

O documentário ” Enigmas da Serra do Roncador” faz menção ao historiador Wolgang Dankmar Gunther. Este teria encontrado relatos que a família de Fawcett foi levada por uma tribo até o local onde o corpo estava enterrado, e ainda recusaram-se de fazer teste de DNA. Surge assim em meio de enigmas um palco esotérico e também ufológico dentro do Mato Grosso: A Serra do Roncador. O nome Roncador surgiu devido ao ronco provocado pelo som do vento a transitar pela Serra.

Ufólogos: Muitos pesquisadores acreditam que a Serra é um local ideal para o contato com outros seres, o Núcleo Araguaia de Pesquisas Ufológicas do Roncador é quem realiza as vigílias naquele espaço.

Alguns mistérios rondam a Serra do Roncador, muitos acreditam em civilizações intraterrenas que habitam o mundo da Terra Oca também a cidade de Kephises (cidade grega citada no manuscrito 512 que teria sido destruída pelo Governo Português depois de 1754). O sinal na imagem abaixo é a grafia do nome grego Kephises como foi encontrado no documento 512 durante a oitava expedição portuguesa de 1754 [fonte] para o desconhecido.

Dia 22/06 o fantástico programa da Rede Globo fez uma reportagem a respeito da ” Comunidade tem ritual de cura com pirâmides de 400kg suspensas no ar”.

Assistindo ao programa sem piscar os olhos percebi algo que provavelmente muitas pessoas perceberam: Um físico falando a respeito de campos magnéticos confrontando o conhecimento esotérico daquela comunidade. Como sempre a mídia tenta a partir da ciência dar respostas, por isso a Ufologia e outros conhecimentos “se engessam”, pois as informações são interpretadas por métodos científicos ultrapassados. (by mentô)

Você concorda que aquelas pessoas que participam de um ritual de cura realmente estão livres de seus problemas?

Este documentário foi produzido na região do Vale do Araguaia pelo Cineasta Genito Santos.

Comentários Facebook
publicidade

Sem categoria

Colcha de Retalho com os artistas do Feira e Viola

Publicado

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Bezerra pode ter o mandato cassado; Deputado é acusado de ter se aproveitado de entrega de títulos feita pelo Incra no P.A. Safra em Nova Xavantina

Publicado

O deputado federal Carlos Bezerra (MDB) pode ter seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) pelo suposto cometimento de crime eleitoral. O político é acusado de ter se aproveitado da entrega de títulos definitivos de propriedade feita pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), na cidade de Nova Xavantina, para promover sua candidatura em 2018.

A denúncia foi feita pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) que afirma que no dia 2 de setembro de 2018, durante a solenidade de entrega do título de domínio do P.A. Safra, zona rural de Nova Xavantina, o prefeito João Batista Vaz (PSD), teria feito um discurso em que salientava que o registro das matrículas dos novos imóveis rurais seria gratuito e teria elogiado Bezerra, “vinculando o mandato parlamentar à obtenção daqueles títulos por aquelas pessoas e pedindo expressamente voto para Bezerra, sob o argumento de que deveriam ajudar quem os ajuda”, de acordo com a acusação.

Todo o ocorrido teria sido filmado por um dos presentes e o vídeo faz parte do processo, que pode resultar na cassação do mandato de Bezerra. A defesa do eterno cacique emedebista ainda tentou uma manobra protelatória arrolando novas testemunhas.

O pedido de oitiva argumentava que a apresentação de novas testemunhas poderia complementar a elucidação dos fatos. O objetivo era ouvir Anísio Aparecido Mariano, Engenheiro Agrimensor responsável pela elaboração do georreferenciamento; Marcelino Ferreira da Paixão, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Gilvan Ribeiro Gomes, mas o juiz Bruno D’Oliveira Marques, do TRE, negou o recurso, alegando que isso teria que ser pedido no início do processo.

“O embargante sequer fundamentou a utilidade da produção dessa prova, bem como ainda o motivo por que não foi requerida na fase respectiva do rito próprio”, escreveu o magistrado em sua decisão.
Anteriormente, o juiz eleitoral Antônio Veloso Peleja Júnior já havia rejeitado um pedido para anular a prova, no caso o vídeo do evento em que o crime teria sido cometido, no último dia 6 de agosto, afirmando que se tratava de prova obtida de forma ilícita, mas esse pedido também foi negado.

OUTRA ACUSAÇÃO

Entre outras acusações, Bezerra também é acusado de fazer parte do grupo de 14 políticos que são investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na apuração sobre compra de votos por Eduardo Cunha (MDB) para ser eleito presidente da Câmara em 2015.

De acordo com a Procuradoria Geral da República (PGR), esse grupo teria recebido R$ 30 milhões no ano de 2014 para que Cunha fosse eleito “para fazer contraponto à então presidente Dilma Rousseff (PT)” e o dinheiro teria sido repassado por meio de doações oficiais, entregas em dinheiro vivo e emissão de notas fiscais frias, sem a prestação do serviço.

Fonte: Água Boa News

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Aluno da escola Ministro João Alberto vence concurso de redação da Sicredi

Publicado

A Sicredi Araxingu desenvolveu pelo 3° ano consecutivo o projeto de educação financeira “Cuidar para Crescer”, no período de agosto a novembro de 2019. O projeto contemplou os alunos que estão cursando o 9° ano do ensino fundamental, nos 14 municípios onde a Cooperativa possui agência, sempre em parceria com a comunidade escolar.

A ação inicial foi uma palestra e, ao final, foi lançado aos alunos o desafio: desenvolver uma redação sobre a “Educação Financeira”. Para fazer a avaliação e classificação das redações, o projeto conta com duas grandes parceiras, as profissionais Noeli Maria Dunck Dalosto e Suely Aparecida Catalani Pirani. Ambas, com grande conhecimento e expertise na área.

Em Nova Xavantina, o aluno da escola Estadual Ministro João Alberto, Thariston Francis de Souza, autor da melhor redação recebeu uma poupança Sicredi no valor de R$: 500,00. A 2° melhor redação foi de autoria da aluna Ana Carolina Ribeiro Couto da escola Núcleo Comunitário Dom Bosco Escola Billy Gancho, ao qual, recebeu uma poupança Sicredi no valor de R$ 300,00. E a 3° melhor redação foi da aluna Isabella Oliveira Barichello da Escola Estadual Arlindo Estilac Leal, onde recebeu também uma poupança Sicredi no valor de R$: 200,00.

Com base no 5° princípio do Cooperativismo “Educação, formação e informação” e no 7° princípio “Interesse pela comunidade”, o projeto tem o objetivo de despertar nos envolvidos o interesse em conhecer, planejar e administrar sua vida financeira, de modo que haja possibilidade de sonhar e realizar sonhos, ter segurança financeira e qualidade de vida, através do conhecimento e do planejamento, visando o “olhar crítico e diferenciado” do aluno sobre o tema.

Fonte: NX1

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana