conecte-se conosco


Policial

Com novo prédio, unidade de Cáceres tem missão de combater violência

Publicado

Débora Siqueira | Sesp-MT

Cáceres registrou 488 casos de violência doméstica no primeiro semestre de 2019. No ano passado foram registrados cerca de 2 mil boletins de ocorrência, 681 inquéritos policiais relatados e outros 640 instaurados por mulheres agredidas. O número chamou a atenção da delegada titular da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso, Judá Maali Pinheiro Marcondes.

Desde dezembro do ano passado quando assumiu a unidade, ela percebeu que o antigo prédio estava pequeno demais para os trabalhos desenvolvidos em parceria com o Alcoólicos Anônimos (AA) – que atua com palestras com agressores, uma vez que o abuso do álcool está presente na maioria dos casos de violência doméstica – e em parceria com o Ministério Público Estadual, por meio do projeto Luz, em que uma psicóloga recebe um único depoimento da criança agredida, para que ela não precise reviver os momentos de trauma mais de uma vez durante o processo judicial.

A nova sede, inaugurada na sexta-feira (09.08), é uma das seis delegacias da mulher em Mato Grosso, que buscam um atendimento mais humanizado à vítima. As crianças vítimas de violência também terão uma brinquedoteca para quando forem ouvidas em casos de violência e abuso sexual.

Veja Também:  Polícia Civil cumpre prisão de autor de bárbaro feminicídio em Primavera do Leste

“Temos o objetivo de combater a violência doméstica, trabalhando não só a repressão, mas na prevenção dos crimes, fazer um atendimento mais humanizado para mulheres, crianças, adolescentes e idosos”, disse a delegada.

Por meio do projeto Luz, muitos casos de violência e abuso sexual foram denunciados na delegacia, com atendimento psicológico. A promotora Liane Amélia Chaves comentou que agora o atendimento para crianças e adolescentes está consolidado com o que a lei prevê, como uma sala para o depoimento sem danos para que a vítima não sofra ao falar sobre o crime reiteradas vezes.

“A cidade de Cáceres tem muita carência e esse déficit econômico acaba influenciando na família. Temos muitas famílias numerosas, de filhos de vários pais e os problemas familiares são muito grandes. Muita mulher ainda não tem coragem de denunciar e às vezes se mantém no relacionamento com agressor do filho por uma dependência financeira”.

Para a magistrada Hanae Oliveira, o novo prédio mostra que o Governo de Mato Grosso está preocupado com Cáceres e se importa em levar o melhor atendimento para a população. “Toda essa estrutura lúdica faz com que a vítima relembre os momentos de agressão, mas se sentindo segura. O depoimento é colhido apenas uma vez e a vítima não precisará ser ouvida novamente em juízo, pois cada vez que fala revive os momentos de tortura”.

Veja Também:  Polícia Civil prende foragido da Justiça na região de fronteira

O secretário adjunto de Inteligência Policial de Secretaria de Estado de Segurança Pública, Wilton Massao Ohara, destacou que os 13 anos da Lei Maria da Penha, recém celebrados, mostram que houveram muitos avanços, especialmente no tratamento das vítimas. “Em alguns estados aumentaram em 98% o número de casos, o que especialmente neste tipo de crime não é ruim que ocorra, isso significa que as vítimas estão perdendo o medo e denunciando. Elas não aceitam mais viver sob uma vida de agressões e abusos. A delegacia está de parabéns pelo espaço e por atuar não só na repressão, mas em projetos para a prevenção”, destacou.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Policial

Mulher é detida por apropriação de celular achado

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma jovem na posse de um aparelho celular furtado foi presa pela Polícia Judiciária Civil, na manhã desta terça-feira (20.08), no município de Confresa (1.160 km a Nordeste), durante investigação do furto.

M.C.A.N., 24 anos, responderá pelo delito de apropriação de coisa achada. A suspeita foi surpreendida em uma residência no bairro Setor Genoveva, em poder o telefone móvel que foi recuperado.

Em diligências para elucidar o furto do celular da marca Samsung, ocorrido no mês de maio, em uma residência no bairro Jardim Vitória, os policiais civis conseguiram identificar o local onde o aparelho estava, em um imóvel no bairro Setor Genoveva

Em checagem pelo número de IMEI foi constatado se tratar do produto de furto. Na ocasião, uma encontrada na posse do aparelho celular e alegou que havia achado o telefone caído em um canteiro de plantas, nas proximidades de um cartório, bem como acabou se apropriando do objeto sem procedência. 

Diante dos fatos, M.C.A.N. foi conduzida à Delegacia de Confresa para esclarecimentos. Ela foi ouvida  e será indiciada por apropriação de coisa achada, conforme artigo 169 do CP, com pena de detenção de 1 mês a 1 ano ou multa. Já o aparelho celular recuperado será restituído para vítima.

Veja Também:  Polícia Civil de MT debate diferentes temas no 54º Encontro de Chefes de Polícia

A Polícia Civil destaca a importância do cidadão, que vier a apropriar-se de coisa alheia, tem o prazo de 15 dias para devolução do objeto, sendo assim para não incorrer no crime.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Órgãos de defesa do consumidor fiscalizam posto de combustível alvo de denúncia

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Mais um posto de combustível da Capital foi alvo de fiscalização em uma ação conjunta da Delegacia Especializada do Consumidor, da Polícia Civil, em parceria com Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem/Inmetro) e Procon Municipal, realizada na manhã desta terça-feira (20.08), na Capital.

A ação de fiscalização tinha o objetivo de averiguar uma denúncia referente a erros de vazão na bomba de combustível, ou seja, quando o abastecimento no tanque do carro é menor do que o registrado na bomba,

Segundo o delegado da Decon, Antonio Carlos de Araújo, a denúncia foi realizada via Centro Integrado de Operações Especiais (Ciosp) contra um posto de combustível de bandeira Shell, no bairro Jardim Petrópolis, em Cuiabá.

As bombas de combustível do estabelecimento apresentaram vazão regular dentro dos limites, sendo que o erro máximo admissível para as bombas de -0,5% (que apesar de negativo, tem efeito em favor do consumidor) e 0,3% (positvo, mas em prejuízo ao consumidor).

Veja Também:  Polícia Civil prende traficante flagrado com dois quilos de maconha em Confresa

“As equipes foram até o local, onde foram realizadas as devidas vistorias, não sendo encontrada nenhuma irregularidade no estabelecimento, porém ficando demonstrado que os órgão de Defesa do Consumidor estão atentos e vigilantes a qualquer prejuízo ao cliente”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende dupla por tráfico que quase atropelou policiais

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Acusado de tráfico de drogas, dois homens de 30 anos foram presos em Rondonópolis (212 km ao Sul), em ação da Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), com apoio da Polícia Militar. O suspeito Vagner da Silva, 30 anos, e Carlos Henrique dos Nascimento, 30 anos, também foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio contra policiais, que quase foram atropelados pelo veículo dos envolvidos.

A prisão da dupla foi efetuada na manhã de segunda-feira (19), após apuração de uma denúncia do comércio de drogas em uma região de chácaras, usando uma picape Strada. No local, os policiais avistaram os suspeitos, que logo reconheceram os investigadores dando início à fuga.

Na perseguição, desobedecendo a ordens de paradas, os policiais conseguiram interceptar o veículo nas proximidades de um condomínio, momento que o suspeito Vagner da Silva, que estava na direção da picape, acelerou o veículo partindo para cima de um dos investigadores, que por pouco não foi atropelado.

Veja Também:  Mandante de tentativa de homicídio em Nova Canaã do Norte tem prisão cumprida em Dourados (MS)

Diante da situação, os policiais efetuaram disparos nos pneus traseiros do veículo, mas mesmo assim, o suspeito continuou em fuga até chegar a MT 270, onde jogou um pacote de material entorpecente, aparentemente. Mais a frente, perdeu o controle do veículo e rodou na estrada, abandonando logo sem seguida a picape  e fugindo a pé, no entanto eles foram alcançados e presos pelos investigadores.

Dentro do veículo foram apreendidos uma balança de precisão, um invólucro com resquícios de maconha, que deixou forte odor da droga dentro do veículo.

O suspeito Vagner é irmão de um traficante que está preso por tráfico de drogas. Ele seria um dos responsáveis pela distribuição de drogas na cidade de Rondonópolis, e após sua prisão teria recrutado seu irmão, para manter as entregas de entorpecentes.

Em pesquisa, os policiais identificaram que o segundo preso, Carlos Henrique, tem várias passagens nos crimes de tráfico de drogas, corrupção de menores, roubo, receptação e desobediência.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana