conecte-se conosco


Policial

Em investigação de homicídio, Polícia Civil apreende armas, munições e pescado ilegal

Publicado

Assessoria | PJC-MT 

Armas de fogo, munições e materiais para prática de pesca ilegal foram apreendidos pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (06.12), na cidade de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá), durante diligências para apurar um crime de homicídio. 

A ação foi deflagrada pela Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (Dhpp) do município, para cumprimento de mandado de busca e apreensão decretado pela 1ª Vara Criminal da Comarca local. Além das apreensões, uma mulher foi presa. 

J.S.S. de 28 anos foi autuada por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito ou proibido, posse irregular de arma de fogo de uso permitido e por transportar, comercializar, beneficiar ou industrializar espécimes provenientes da pesca proibida.

O crime em investigação ocorreu na noite do dia 24 de outubro, em uma rua do bairro Sagrada Família. Na ocasião, dois homens armados, em uma motocicleta, se aproximaram de Cleyton Freitas Vieira, 27, e disparam contra ele. A vítima foi atingida na região das costelas e ombro, indo a óbito no local.

No decorrer das diligências, o marido da conduzida, O.P.S. de 51 anos, foi identificado como um dos envolvidos no homicídio. Diante dos indícios, a Polícia Civil representou pelo pedido de busca e apreensão domiciliar do investigado, deferido pela Justiça.

De posse da ordem judicial os policiais civis foram até o endereço alvo, no bairro Residencial Azaleias. O investigado não estava na casa e a equipe foi recebida pela mulher dele. 

Durante as buscas foram encontradas uma pistola calibre 380 com treze munições intactas, um cartucho calibre 36, diversos objetos de pesca como tarrafas, além de um freezer repleto de pescado e carne, aparentemente, de animal silvestre.

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental foi acionada para dar apoio na diligência e confirmou as irregularidades e localizou ainda mais uma espingarda calibre 32, um carregador calibre 22 e outra arma modelo Magnum de uso restrito.

Após as apreensões, a moradora, J.S.S., foi encaminhada para delegacia onde foi interrogada e autuada em flagrante por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito ou proibido, posse irregular de arma de fogo de uso permitido e por transportar, comercializar, beneficiar ou industrializar espécimes provenientes da pesca proibida.

As investigações continuam para esclarecimento do homicídio, entre outras providências que o caso requer.
 

Veja Também:  Polícia Civil prende três pessoas suspeitas de latrocínio em Aripuanã

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil apreende 17 quilos de maconha e prende um suspeito em Várzea Grande   

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Durante diligências na manhã deste sábado, equipes da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) apreenderam 17 quilos de maconha tipo skank e prendeu uma pessoa em flagrante suspeita pelo comércio de entorpecentes . A apreensão foi realizada em uma casa no Jardim Eldorado, em Várzea Grande.

Além da maconha, os policiais apreenderam substâncias utilizadas para mistura ao entorpecente, embalagens e apetrechos para a distribuição de drogas, celulares e uma motocicleta.

A equipe da delegacia localizou a residência após investigações que apontavam a casa como um provável ponto utilizado para o tráfico de entorpecentes. Durante a ação foi constatado que a residência é um ponto de armazenagem, empacotamento e distribuição de entorpecentes.

A droga e os materiais apreendidos foram encaminhados à DRE. O delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira autuou o suspeito em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. O suspeito confessou que estava sendo pago para cuidar da droga. Ele foi encaminhado para audiência de custódia na justiça.

As diligências continuam para apurar se há envolvimento de outras pessoas com o comércio de drogas na região.

Veja Também:  Mulher monitorada por tornozeleira tem prisão cumprida em Sorriso

Denúncia

A Polícia Civil tem o serviço de denúncia pelo número 197 e também um canal exclusivo via WhatsApp para recebimento de informações referentes ao tráfico de drogas: (65) 9 9989-0071. O sigilo é absoluto.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Mulher monitorada por tornozeleira tem prisão cumprida em Sorriso

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma mulher teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Judiciária Civil, na quinta-feira (23.01), no município de Sorriso. A jovem, de 19 anos, já era monitorada por tornozeleira eletrônica e foi flagrada com o dispositivo desligado.

A suspeita que tinha passagem por tráfico de drogas estava com a ordem de prisão decretada pela 1ª Vara Criminal de Sorriso, por descumprimento de medidas cautelares. Os policiais localizaram a jovem, no bairro Mário Raiter, ocasião em foi dado cumprimento ao mandado de prisão.

Diante dos fatos, a jovem foi conduzida a Delegacia de Sorriso para as providências de praxe e posteriormente encaminhada para Cadeia Pública de Colíder.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Veja Também:  Projetos sociais da PJC atendem mais de 25,3 mil pessoas durante o ano
Continue lendo

Policial

Polícia Civil realiza buscas para localizar menino desaparecido em Nova Ubiratã

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, através da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção (DHPP) de Sorriso (442 km a Oeste de Cuiabá), realizou diligências no distrito de Entre Rios, município de Nova Ubiratã (502 km ao Norte) para tentar localizar o menino, Claudemir Quintino Ramos, de 10 anos, desaparecido há aproximadamente 40 dias. 

A ação, que visava dar cumprimento a três mandados de busca e apreensão domiciliar entre outras verificações, contou com apoio da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e da equipe especializada de Operações de Buscas com Cães do Corpo de Bombeiros Militar.

O desaparecimento do menor foi registrado no dia 19 de dezembro, pela mãe da criança, na Delegacia de Nova Ubiratã. Segundo a comunicante, o filho havia saído de casa há cerca de quatro dias e não retornou. Desde então, a Polícia Civil realiza diligências para encontrar o garoto, sendo o caso encaminhado para a DHPP de Sorriso.

Segundo o delegado de Sorriso, André Eduardo Ribeiro, as buscas realizadas em casas de pessoas que tinham relacionamento próximo com o menino, tinham o objeto de apreender aparelhos celulares que possam auxiliar nas investigações do desaparecimento.

Veja Também:  Polícia Civil prende três pessoas suspeitas de latrocínio em Aripuanã

Durante os trabalhos, a equipe do Corpo de Bombeiros com auxílio dos cães farejadores também realizaram buscas em locais em que pudessem ser encontradas pistas do paradeiro do menino. “As investigações estão em andamento e todo o material colhido durante a ação será averiguado com objetivo de levantar alguma informação que possa auxiliar na localização da vítima”, disse o delegado.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana