conecte-se conosco


Esportes

Mancha Verde rebate Alexandre Mattos e dá sua versão para chamá-lo de ladrão

Publicado

Alexandre Mattos%2C dirigente do Palmeiras arrow-options
Site oficial

Alexandre Mattos, dirigente do Palmeiras

A Mancha Alviverde diz que o presidente André Guerra ainda não foi notificado na Justiça para responder a Alexandre Mattos , mas divulgou uma nota nesta quarta-feira com novas críticas ao diretor de futebol. O dirigente palmeirense cobra explicações após ser acusado de ladrão, e a organizada deu sua versão.

Leia também: Alexandre Mattos entra na justiça após acusações da Mancha Verde

“Segundo a imprensa, o empregado da S. E. Palmeiras foi à justiça pedir explicações para a torcida Mancha Verde sobre o fato de o chamarmos de ladrão e sobre uma suposta ameaça com envio de flores para a sua residência. Ainda não recebemos a intimação e responderemos na justiça, caso chegue para nós. Mas também responderemos por aqui.

Vejamos o significado da palavra LADRÃO no dicionário: 1. que ou aquele que furta, rouba; 2. FIGURADO INFORMAL – que ou o que é muito esperto; maroto.

Cada um pode interpretar da forma que quiser, afinal a língua portuguesa é complexa. Alguns são ladrões de sonhos, ladrões de esperança, ladrões de conquistas. A torcida do Palmeiras tem o direito de se sentir ‘roubada’ no sonho do título da Copa do Brasil, do Paulistinha, na esperança da Libertadores e, por fim, também das nossas conquistas.

Existem outros significados para a palavra ‘ladrão’ e cada um escolhe a carapuça que lhe serve”, diz trecho do texto.

Mattos formalizou uma notificação para que André Guerra explique as seguidas ofensas feitas contra ele por parte da torcida organizada. A partir do momento que o presidente da torcida receber a ação, ele tem cinco dias para responder. Dependendo das respostas, o diretor do Palmeiras pode abrir uma ação penal.

Torcedores do Palmeiras protestam contra Alexandre Mattos arrow-options
Reprodução

Torcedores do Palmeiras protestam contra Alexandre Mattos

Quanto ao envio de flores para a esposa de Alexandre Mattos com o bilhete “Minha Vida”, a torcida também deu sua versão no comunicado.

“A verdade é que enviamos um arranjo de flores em nome da esposa dele. Essa foi a maneira encontrada para termos certeza do endereço da sua residência em um condomínio de alto padrão, situado em Alphaville, para fazermos o protesto no lugar correto. Inclusive, notificamos as autoridades sobre esse protesto e sobre o envio do arranjo de flores”, acrescenta.

Assim como Mattos enviou perguntas para que André as respondesse, a Mancha Alviverde publicou questionamentos para o diretor (veja abaixo). O protesto pedindo sua demissão continuará por parte da uniformizada.

Veja Também:  México elimina Holanda nas penalidades e avança no Mundial Sub-17

Veja o texto completo:

INTIMAÇÃO CONTRA A MANCHA ALVI VERDE

Segundo a imprensa, o empregado da S. E. Palmeiras foi à justiça pedir explicações para a torcida Mancha Alvi Verde sobre o fato de o chamarmos de ladrão e sobre uma suposta ameaça com envio de flores para a sua residência. Ainda não recebemos a intimação e responderemos na justiça, caso chegue para nós.

Mas também responderemos por aqui.

Vejamos o significado da palavra LADRÃO no dicionário:

1.
que ou aquele que furta, rouba.

2.
FIGURADO INFORMAL
que ou o que é muito esperto; maroto.

Cada um pode interpretar da forma que quiser, afinal a língua portuguesa é complexa. Alguns são ladrões de sonhos, ladrões de esperança, ladrões de conquistas. A torcida do Palmeiras tem o direito de se sentir “roubada” no sonho do título da Copa do Brasil, do Paulistinha, na esperança da Libertadores e, por fim, também das nossas conquistas.

Existem outros significados para a palavra “ladrão” e cada um escolhe a carapuça que lhe serve.

Referente ao envio de um buquê de flores para a residência do Mattos, é uma mentira. A verdade é que enviamos um arranjo de flores em nome da esposa dele.

Essa foi a maneira encontrada para termos certeza do endereço da sua residência em um condomínio de alto padrão, situado em Alphaville, para fazermos o protesto no lugar correto.

Inclusive, notificamos as autoridades sobre esse protesto e sobre o envio do arranjo de flores. Lembrando que não obstruímos nenhuma via de acesso que pudesse prejudicar aos moradores, não houve nenhuma agressão e, além disso, a emissora Fox Sport acompanhou o nosso protesto, desde a saída da quadra, e o transmitiu ao vivo. A Polícia Militar e a Guarda Municipal também acompanharam. Só exercemos o nosso direito constitucional, que é da livre manifestação.

INTIMAÇÃO CONTRA ALEXANDRE MATTOS

O pau que bate em Chico também bate em Francisco, já diria um velho ditado.

A torcida do Palmeiras está intimando o Mattos a responder e prestar esclarecimentos de alguns fatos que nitidamente prejudicaram o Palmeiras:

1 – É ético, moral ou legal alugar seus imóveis para seus subordinados que têm auxílio-moradia no Palmeiras? Inclusive, você, como diretor, que determina os subordinados que merecem ter esse auxílio? Você que determina o valor? Não seria um conflito de interesses?

Veja Também:  Holanda e México vão se enfrentar nas semifinais do Mundial Sub-17

2 – Carlos Eduardo – Pode explicar o motivo de um investimento alto em um jogador com qualidades técnicas duvidosas? Você ganha comissões nessas negociatas?

3 – Eduardo Uram – Qual o motivo que levou o Palmeiras a contratar tantos jogadores desse empresário nos últimos anos?

4 – Deyverson – O mesmo questionamento levantado com relação ao Carlos Eduardo. Também gostaríamos de saber se ganha ou não comissão nessas negociatas?

5 – Qual o motivo de tantas contratações de atletas que eram do Cruzeiro? Seria essa a tal Máfia do Pão de Queijo?

6 – A demissão do Felipão foi decisão sua? Mesmo após tê-lo garantido no cargo em entrevista coletiva 48 horas antes de mandá-lo embora?

7 – É verdade que você negociava com o Mano um mês antes de mandar o Felipão embora?

8 – O planejamento de contratações de 2019, a decisão e as escolhas foram suas?

9 – Você ganha comissão nas compras e vendas de atletas? Por que alguns empresários te apoiaram recentemente? Seria medo de perderem comissões e “boas” negociatas para eles?

10 – O investimento que a S. E. Palmeiras fez em 2019 você não acha que foi muita grana jogada fora em jogadores machucados que custaram caro? Em contratar atletas com nível técnico ruim e que custaram caro? Em não chegar na final do Paulista, ser eliminado precocemente da Copa do Brasil e Libertadores? Com a estrutura que temos, os salários altos que pagamos em dia, não é pouco disputar o Brasileirão pensando somente em Libertadores?

Esse é o ponto que o futebol moderno chegou. Hoje um funcionário do clube, que precisa entender que é apenas um empregado, tem a cara de pau de ir na justiça contra a torcida.

Os valores estão invertidos.

Pena que nosso presidente é um banana (no dicionário também tem alguns significados para essa palavra). Se não fosse um presidente sem pulso, já teria mandado embora o empregado Alexandre Mattos por incompetência administrativa. O custo benefício é ruim.

A Diretoria da Mancha Alvi Verde e a torcida do Palmeiras ficam no aguardo dos esclarecimentos referentes a esses questionamentos.

Bora lá, mineirinho, ver quem vence esse braço de ferro?

A foto mostra que nossos inimigos têm o seu sinal.

FORA, MATTOS
MAURÍCIO OMISSO!

Diretoria Mancha Alvi Verde

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Brasil ganha da França de virada e vai à final do Mundial Sub-17

Publicado

source

A “escrita” foi quebrada. O Brasil eliminou a França nas semifinais do Mundial Sub-17, com o Estádio Bezerrão lotado. Diferentemente do que ocorreu com os jogadores profissionais nas Copas do Mundo de 1986, 1998 e 2006, os garotos do Brasil, todos nascidos em 2002 – que sequer viram essas “tragédias nacionais” – entraram em campo livres de qualquer tabu e sem pensar na possibilidade de sair mais cedo da festa.

Agora, os brasileiros, campeões mundiais Sub-17 em 1997, 1999 e 2003 têm a chance de reprisar o feito diante do México, bicampeão mundial Sub-17 em 2005 e 2011, na finalíssima de domingo, às 19 horas.

À França, restou brigar pelo terceiro lugar contra a Holanda, na preliminar, às 15 horas.

 Brasil e França se enfrentam pela semi-final da Copa do Mundo Sub-17

Brasil e França se enfrentam pela semi-final da Copa do Mundo Sub-17 – Marcelo Camargo/Agência Brasil

No jogo de hoje, logo aos 6 minutos, a França aplicou um grande golpe no Brasil. Kalimuendo Muinga apareceu livre, frente a frente com o goleiro Matheus Donelli. Ele não perdoou e chutou rasteiro. Gol deles. O árbitro titubeou em validar o lance, mas com a ajuda do vídeo, confirmou que o atacante estava em posição legal.

Aos 13 minutos, novo lance rápido do ataque francês, a tabelinha deixou M´Buku livre e ele colocou no gol com muita categoria: 2 a 0. Um balde de água fria. Quem estava no estádio passou a achar muita semelhança com uma outra semifinal traumática, a da Copa de 2014, entre Brasil e Alemanha.

Mas o ímpeto francês parou por aí. Depois, o time se fechou numa retranca com duas linhas de quatro jogadores em frente a área, para evitar os ataques brasileiros. Aos 45 minutos do 1º tempo, um lance que deu esperanças à torcida. O árbitro marcou pênalti para o Brasil, numa falta na linha da grande área. Porém, ao analisar as imagens do vídeo, o salvadorenho Barton desmarcou a infração, o que irritou ainda mais os jogadores. Logo em seguida, para evitar maiores problemas, apitou o final da primeira etapa.

Veja Também:  Holanda e México vão se enfrentar nas semifinais do Mundial Sub-17

O Brasil veio com uma nova postura no 2º tempo, fazendo uma transição mais rápida entre a defesa e o ataque, afinal, precisava aproveitar cada minuto. De tanto insistir, os brasileiros alcançaram o gol numa cobrança de escanteio. Depois de muito bate-rebate na área, Kaio Jorge se esticou e raspou de cabeça. O goleiro Zinga se esticou todo, mas não chegou: 2 a 1, aos 16 minutos.

Aos 30 minutos, todo o estádio foi à loucura. Cruzamento da linha de fundo, Yan Couto chutou, o goleiro Zinga espalmou para frente e Veron pegou o rebote de primeira: 2 a 2! Incrível! O Brasil, na raça, tinha empatado a partida. Haveria decisão por pênaltis? Não.

No lance seguinte, mais emoção. A França chega na área brasileira, o goleiro Matheus espalma para o lado e, livre, com o gol aberto à sua frente, Lihadji chuta na trave. O gol perdido fez o atacante desabar no gramado.

Aos 41 minutos, a França chega ao terceiro gol, numa falta alçada para a área. Mas Matsima estava impedido ao cabecear e o lance foi anulado sem sequer necessitar da ajuda do árbitro de vídeo.

Veja Também:  Flamengo vence Bahia e abre 10 pontos do Palmeiras

Aos 43, veio a redenção para os brasileiros. Na cobrança deste impedimento, chute direto do goleiro Matheus, a bola chegou até o atacante Lázaro que, dentro da área, dominou, preparou o míssil e soltou a bomba: indefensável para Zinga. O Brasil virava o placar: 3 a 2!

A classificação heroica foi muito comemorada pelos jogadores. Lázaro, autor do gol da vitória, disse que o importante é sempre acreditar. “O gol só saiu porque eu corri atrás da bola, acreditei que era possível chegar. Estou muito feliz por honrar essa torcida maravilhosa!” – disse o atacante da Seleção.

O improvável eles já tinham feito.

Ficha técnica: Quinta-feira, 14 de novembro de 2019
BRASIL 3 x 2 FRANÇA
Competição: Mundial Sub-17 (Semifinal)
Local: Estádio Bezerrão, Gama (DF)
Juiz: Ivan Barton (El Salvador)
Público: 13.587

Brasil: Matheus Donelli, Yan Couto (Sandry), Henri, Luan Patrick e Patryck; Daniel Cabral, Pedro Lucas (Garcia) e Diego (Lázaro); Veron, Kaio Jorge e Peglow. T: Guilherme Dalla Dea.
França: Zinga, Pembelé, Matsima, Kouassi e Soppy; Millot (Hassan), Aouchiche e Ahamada; Kalimuendo Muinga (Lepenant), M´Buku e Lihadji. T: Jean Claude Giuntini.

Gol: No 1o tempo: Kalimuendo Muinga (6) e M´Buku (13). No 2o tempo: Kaio Jorge (16), Veron (30) e Lázaro (43).

Edição: Liliane Farias

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Basquete feminino: Brasil inicia Pré-Olímpico das Américas com derrota

Publicado

source

A seleção brasileira de basquete feminino iniciou nesta quinta (14) a caminhada no Pré-Olímpico das Américas com derrota de 76 a 61 para a seleção dos Estados Unidos.

A equipe comandada pelo técnico José Neto conseguiu jogar de igual para igual com as atuais campeãs olímpicas e mundiais até o final do segundo quarto, quando o placar marcava 33 a 31 para as norte-americanas.

Mas com o passar do tempo a maior qualidade técnica do time dos EUA ficou evidente e o Brasil viu a distância no marcador aumentar.

A próxima partida da seleção brasileira acontece no sábado (16), quando enfrenta a Colômbia a partir das 18h30 (horário de Brasília).

Pré-Olímpico das Américas

A competição oferece três vagas para o Pré-Olímpico Mundial, que acontece em fevereiro do ano que vem. Duas delas vão para as duas melhores equipes do grupo A (Porto Rico, República Dominicana, Cuba e Canadá). Já o grupo B terá direito a apenas uma vaga, que será destinada a Brasil, Colômbia ou Argentina. Isto acontece porque os Estados Unidos, que também fazem parte da chave, já estão classificados para o Pré-Olímpico Mundial.

Edição: Fábio Lisboa

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Veja Também:  Claudiney Batista é ouro no Mundial de Atletismo Paralímpico
Continue lendo

Esportes

México elimina Holanda nas penalidades e avança no Mundial Sub-17

Publicado

source

Na primeira semifinal, Holanda e México travaram um duelo de equipes que se recuperaram dentro do Mundial Sub-17. As duas seleções só foram vencer um jogo na terceira rodada da fase de grupos. Mas, a partir daí, eliminaram seus rivais nas oitavas de final e nas quartas de final para chegarem até esta partida decisiva no estádio Bezerrão, no Gama/DF. Tamanha igualdade durante toda a campanha levou também a um empate nos 90 minutos, o que levou a decisão para os pênaltis.

A Holanda teve maior posse de bola e criou as melhores chances no 1º tempo. Aos 27 minutos, um lance polêmico. Num chute forte, o goleiro García espalmou, a bola subiu e o atacante Naci Unuvar disputou de cabeça, conseguindo marcar o gol, que foi devidamente anulado, por ter cometido falta no camisa 1 mexicano. Fora este gol invalidado, os poucos torcedores nas arquibancadas não tiveram outro motivo para vibrar.

No 2º tempo, a tônica da partida continuou muito semelhante. Os ataques eram comandados pela Holanda. Aos 11 minutos, Youri Regeer perdeu uma chance clara. Livre na área, ele tentou um voleio “a la Bebeto”, mas chutou a bola sobre o gol de García. Nos pênaltis, o México ganhou por 4 a 3 e se classificou para a final, gols de Muñoz, Alejandro Gómez, Pizzuto e Guzmán.

Veja Também:  Flamengo vence Bahia e abre 10 pontos do Palmeiras

Regeer era perigoso, mas estava com azar. Seis minutos depois, num cruzamento para a área, ele deu de joelho na bola e conseguiu acertar o travessão. A pressão só aumentava.

Aos 28 minutos, numa jogada individual de Bogarde, ele cruzou rasteiro e, enfim, Regeer, dentro da pequena área, só tocou para as redes: Holanda 1 a 0.

Precisando empatar, o México foi ao ataque. E conseguiu uma cobrança de falta frontal à meta do goleiro Raatsie. O reserva Álvarez, que acabara de entrar, bateu com curva, o goleiro pulou atrasado e a bola balançou as redes: 1 a 1. A igualdade levava a decisão do primeiro finalista para os pênaltis.

Nas cobranças de pênaltis, o próprio Álvarez abriu a série desperdiçando sua cobrança. Mas, foi salvo pelo goleiro García, que defendeu três penalidades dos holandeses (uma, inclusive, do artilheiro Regeer) e se tornou o heroi da classificação mexicana para a final.

Domingo, às 19 horas, o México voltará ao gramado do estádio Bezerrão para tentar o tricampeonato do Mundial Sub-17.

Ficha técnica: Quinta-feira, 14 de novembro de 2019
HOLANDA 1 x 1 MÉXICO (3 x 4)
Competição: Mundial Sub-17 (Semifinal)
Local: Estádio Bezerrão, Gama (DF)
Juiz: Guillermo Guerrero (Equador)
Público: 1.122

Veja Também:  Holanda e México vão se enfrentar nas semifinais do Mundial Sub-17

Holanda: Raatsie, Bogarde, Rensch, Salah Eddine e Van Der Sloot; Maatsen, Taabouni, Hansen e Regeer; Unuvar e Braaf. T: Peter Van Der Veen.
México: García, Alejandro Gómez, Rafael Martínez, Ruíz (Lara) e Guzman; Pizzuto, Josué Martínez, González e El Mesmari (Joel Gómez); Luna (Álvarez) e Muñoz. T: Marco Ruiz.

Gols: No 2o tempo: Regeer (28) e Álvarez (34).

Edição: Liliane Farias

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana