conecte-se conosco


Mato Grosso

Mato Grosso realiza visita técnica à Rondônia para promover a cultura do café

Publicado

Gestores e técnicos ligados à cadeia produtiva do café participam nesta quarta-feira (15.05) em Porto Velho (RO) do intercâmbio promovido entre os estados para a revitalização da cultura cafeeira. A equipe pretende buscar informações e oficializar parcerias para o fomento da cadeia em Mato Grosso. Rondônia é o quinto maior produtor de café do país e está entre os três maiores estados produtores da espécie Coffea Canephora.

A iniciativa do encontro é da Secretaria de Agricultura Familiar de Mato Grosso (Seaf) e Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), em parceria com a Secretaria de Agricultura de Rondônia (Seagri), Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO) e Embrapa Rondônia – referência em pesquisa e geração de tecnologia para a cafeicultura. 

A cultura do café vem passando por transformações positivas nos últimos anos no Estado em função da adoção de novas tecnologias de cultivo, principalmente pela utilização de mudas clonais e práticas adequadas de manejo.

De acordo com o Secretário de Estado de Agricultura Familiar, Silvano Amaral, que participa da visita à Rondônia, além das informações técnicas para o incremento das lavouras, Mato Grosso também irá priorizar a capacitação de técnicos em novas tecnologias e o repasse de orientações aos produtores. 

Veja Também:  Representantes dos poderes e órgãos autônomos discutem cronograma de adesão ao MTPREV

“O Governo de Mato Grosso, por meio da Seaf e Empaer, não medirá esforços para expandir a cultura do café pelas demais regiões do estado, assegurando competitividade à nossa produção, não apenas com o aumento na oferta do grão, mas em qualidade e tecnologia. A garantia de aumento na renda do pequeno produtor é outro dos nossos objetivos, senão o principal”, concluiu Silvano.     

Câmara setorial 

Entre as decisões para alavancar a cafeicultura em Mato Grosso, será proposta ao Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (CEDRS) a criação da Câmara Setorial do Café. Na visita, o secretário Silvano Amaral deve oficializar o convite para que a Embrapa Rondônia integre a Câmara.  

As Câmaras Setoriais são importantes ferramentas para a discussão dos diversos elos da cadeia produtiva, reunindo entidades representativas de produtores, instituições governamentais, terceiro setor, iniciativa privada e outros parceiros do segmento.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

PM inicia curso de qualificação voltado a cabos e sargentos

Publicado

A Polícia Militar realizou na tarde desta segunda–feira (20) a aula inaugural da 4ª Edição dos Estágios de Qualificação e Atualização de Praças, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT), no Centro Político Administrativo, em Cuiabá.

A aula inaugural reuniu cerca de 380 policiais entre cabos e sargentos, inclusive militares do interior do Estado, que estão matriculados nos cursos de EQC (Estágio de Qualificação de Cabos) e EQS (Estágio de Qualificação de Sargentos), que serão oferecidas pela Escola Superior de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Esfap) por meio de aulas presenciais e virtuais através da plataforma da PM.

O comandante–geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, esteve na aula inaugural e frisou que a qualificação profissional dos militares reflete na prestação de serviço à sociedade. “Voltar aos bancos da escola permite ao policial aperfeiçoar seu trabalho para a sociedade mato-grossense. É uma oportunidade ímpar de rever conceitos e técnicas, melhorando ainda mais a nossa doutrina de policiamento”.

Além do aperfeiçoamento para o exercício das atividades policiais, os estágios atendem exigências legais para a progressão nas carreiras de praças da PM e serve como pré-requisito para promoção que prevista para o mês de setembro, ainda deste ano. 

Veja Também:  Inscrições abertas para curso direcionado aos professores de creches estaduais e municipais

A comandante da Esfap, major Talitta Fernandes, explica que os estágios agregam conhecimentos científicos que trazem segurança jurídica e física ao policial durante a execução da atividade policial. 

“Esses estágios permitem que os policiais, principalmente do interior, voltem à Esfap para passar por essa capacitação de três semanas com disciplinas importantes que fazem toda a diferença e também os motiva no cotidiano do trabalho”, ressalta a major.

O EQC terá a carga horária de 180/horas-aula e o EQC com 270/horas- aula; os policiais terão acesso às disciplinas de Procedimento Operacional Padrão, Legislação Policial, Planejamento Estratégico, Liderança, dentre outras qualificações. Os estágios seguem até o dia 31 de junho na sede da Esfap, em Cuiabá.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Mães servidoras partilham experiências e histórias inspiradoras em palestra

Publicado

Histórias de superação, conquistas e aprendizados da maternidade ao ambiente de trabalho foram compartilhadas pelas profissionais durante o Politec Talks, Mulheres e Mães compartilhando experiências, que aconteceu nesta sexta-feira (17.05), em comemoração ao dia das mães.  

O evento foi realizado pela Coordenadoria de Gestão de Pessoas da Secretaria de Estado de Segurança Pública, e consiste em apresentações que buscam fomentar mudanças de atitude por meio de temáticas inspiradoras.  

As participantes realizaram mini palestras com os temas: “Mães Heroínas?”; “Missão & Retorno”; “Profissional sim, mãe também”; “Mulher na Segurança: uma questão de coragem”, “Mãe: Desafio a todo momento”.

A Perita Oficial Médica Legista, Alessandra Carvalho Mariano, abriu o evento com a partilha dos desafios de conciliar a carreira de médica com a criação da filha de cinco anos, que agora passa pelo processo de alfabetização.

“Escolhi abrir mão da minha carreira na urgência e emergência para me dedicar à criação da minha filha. Graças a Deus eu tive a oportunidade de estudar e ser aprovada em dois concursos públicos, para médica legista na Politec e docente da faculdade de medicina da UFMT, com hora para entrar e sair que era tudo o que eu precisava”.  

“Profissional sim, mãe também” foi a palestra da papiloscopista Valeria Rodrigues Fonseca, lotada na Coordenadoria de Identificação Criminal. Ela falou sobre os sentimentos vivenciados durante o período de transição da licença maternidade para o retorno ao trabalho, quando seu primeiro filho ainda tinha seis meses de idade.

“Há treze anos anos, quando tive meu primeiro filho, não sabia lidar muito bem com o sentimento de ter trabalhar e deixar o bebê. Frustação, emoções, culpa, e escolhas na maioria muito difíceis me deixaram em parafuso. Consegui me estabilizar emocionalmente tendo a referência da minha figura materna, onde mesmo na sua ausência por trabalhar o dia todo, nos momentos em que estava com os filhos eram sempre intensos.  No meu trabalho, aprendi a reverter experiências e sensações negativas em ações sociais positivas, com determinação e profissionalismo, ao ver o exemplo de uma colega papiloscopista, como ocorreu quando a auxiliei na identificação de criança vítima de maus tratos’’, relembrou.  

Veja Também:  Representantes dos poderes e órgãos autônomos discutem cronograma de adesão ao MTPREV

A técnica em necropsia, Marcelia Oliveira da Costa, descreveu o exemplo de coragem e profissionalismo que requer a carreira de técnica em necropsia, e a conquista do espaço da mulher dentro da Segurança Pública.

“Temos vivido um momento ímpar na história do IML , nós nunca tivemos tantas mulheres como técnicas em necropsia. Profissão que assusta, é um desafio para nós. Sobretudo, é um ato de coragem. Atender a ocorrência, prestar auxílio à família das vítimas, tratar daquele corpo, aplicar todos os métodos e procedimentos que são necessários para a elucidação daquele caso da melhor maneira possível. Dedicação de tempo para que o legista consiga ver de forma clara, contribuindo para a investigação, e consequentemente, para que a pessoa responsável por aquele crime seja punida’’.

“Nós, técnicas em necropsia, vivemos o tempo todo no limiar entre sentir e não sentir. Eu preciso sentir o suficiente para que a gente trate aquele cadáver que é um ser humano que foi filho de alguém, pai de alguém, e sobretudo, mãe de alguém. E, não sentir, de forma que eu consiga trabalhar, é de extrema importância para a perícia. Das seis mulheres que entraram no último concurso, ninguém desistiu. Ali, temos mulheres e mães muito fortes, corajosas, que escolheram fazer o que fazem, todos os dias e em todos os plantões, com sensibilidade’’, completou.

Veja Também:  Secel promove primeiro Fórum de Gestores Municipais do 2019

A técnica de desenvolvimento econômico e social, lotada na Corregedoria Setorial, Debora Soares Floriano, relatou sua experiência com o filho adolescente que é portador de necessidades especiais.

“Eu  sou mãe de um adolescente de 14 anos e portador de necessidades especiais e diagnosticado com autismo e síndrome de down. Junto com o diagnóstico veio o luto o questionamento. Mas também a luta, que é incessante. Vivemos o desafio da inserção social, que a sociedade tem dificuldade de lidar com o que é diferente e foge dos padrões. Cerca de 24% dos brasileiros possuem algum tipo de deficiência, física, mental ou comportamental. E ninguém está livre de apresentar um diagnóstico desses. Com ele eu aprendi, que a gente vive um dia de cada vez”, disse.

A Perita Oficial Criminal, Rosangela Guarienti Ventura, lotada na Gerência de Perícias de Meio Ambiente, destacou a importância da figura materna no ambiente de trabalho, ao relatar o apoio e incentivo que recebeu dos colegas durante a sua gestação.

“No ambiente de trabalho, várias vezes os argumentos que a gente utiliza para convencer os nossos colegas tecnicamente é com a aquela cumplicidade materna de diálogo, de apoio, e de transmitir o sentimento de segurança de que a pessoa precisa. O apoio dos colegas de trabalho é fundamental, para que as mães sejam acolhidas no ambiente de trabalho e se sintam produtivas”, aconselhou.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Semana do Meio Ambiente debate gestão compartilhada

Publicado

A 15ª. edição da Semana de Meio Ambiente de Mato Grosso traz este ano o tema “Meio Ambiente – Gestão Compartilhada” com o objetivo de lançar um olhar integrado para diversos atores da sociedade que contribuem para o equilíbrio ecológico. Os participantes poderão participar de mesas redondas, palestras, apresentação de cases de gestão ambiental, oficinas, exposições fotográficas e exposição de atitudes sustentáveis.

Na manhã do dia 03 de junho será realizada caminhada ecológica no Parque Mãe Bonifácia, em Cuiabá, além de oficinas e exposições fotográficas. Durante toda a terça-feira (04), serão realizadas visitas técnicas Águas Cuiabá, Centro Sebrae de Sustentabilidade, Coca-Cola, Horta Estrela e Lacan – Laboratório de Permacultura e Bioconstrução.

No dia em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, 05 de junho, entidades governamentais e privadas apresentam projetos que são referência na área ambiental, como, por exemplo, o projeto Água para o Futuro do Ministério Público Estadual (MPE) que realiza um trabalho de mapeamento e recuperação de nascentes na Capital, já a empresa Águas Cuiabá irá apresentar o Plano de Saneamento para o município. A Fiemt expõe os resultados obtidos pelo Renovabio e o Juvam colabora com a apresentação do programa de arborização Verde Novo. O premiado Centro de Sustentabilidade do Sebrae e o modelo de ecoturismo implementado pelo Sesc Pantanal também estarão em pauta.

Os participantes do evento poderão acompanhar quatro mesas redondas que reunirão especialistas de diversos segmentos para debater o Combate ao Desmatamento Ilegal; Educação Ambiental Compartilhada; Ambiente Urbano e Mato Grosso no contexto das Mudanças Climáticas: Oportunidades e Desafios. Paralelamente aos debates, também serão realizadas exposição de trabalhos e feira demonstrativa. As palestras e debates serão realizadas no 06 de junho no Centro Universitário Unic – Beira Rio II. 

Veja Também:  Etapa regional dos Jogos Escolares começa na região Centro Norte

O encerramento das atividades será feito com palestra magna do doutor em Direito Tributário Ambiental, Werner Grau Neto. O advogado irá falar sobre “O Ambiente Institucional e o Risco de Judicialização da Questão Ambiental” no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT). As inscrições para todas as atividades são gratuitas e podem ser realizadas pelo link: http://bit.ly/XVSemanadoMeioAmbiente. A Programação completa está diponível no documento abaixo. 

Agricultura Familiar

No domingo à tarde (09), será realizada uma feira com produtos da Agricultura Familiar no Parque das Águas. Os frequentadores da área de lazer também poderão ver o desfile da fanfarra dos Desbravadores e Aventureiros e conhecer os projetos da Secretaria Adjunta de Turismo do Estado. Na oportunidade, será realizada ainda uma feira de adoção de animais.

05 de Junho

O Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 05 de junho, foi criado pelas Nações Unidas em 1972 durante a conferência de Estocolmo. Todos os anos, nesse dia, diversas organizações da sociedade civil lançam manifestos e tomam medidas para relembrar o público geral da necessidade de preservação do meio ambiente. Em Mato Grosso, a Semana do Meio Ambiente foi criada por meio da Lei 7937 de 2003 com a finalidade promover a participação da comunidade na preservação do patrimônio natural do Estado e é realizada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

Veja Também:  PM inicia aulas do 3º Curso de Policiamento Ambiental

Parceria

Para a realização da edição de 2019 da Semana do Meio Ambiente, a Sema terá a parceria do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), Prefeitura de Cuiabá, Ministério Público de Estado (MPE), Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM), Secretaria Adjunta de Turismo do Estado, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), Tribunal de Justiça – Juizado Volante Ambiental (JUVAM), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-MT), Federação das Indústrias de Mato Grosso (FIEMT), União dos Dirigentes Municipais de Educação de Mato Grosso (Undime), União Nacional do Etanol e do Milho, Associação de Catadores de Material Reciclável e Reutilizável (Asmats), Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA), Sebrae, Sesc Pantanal, Universidade de Cuiabá (Unic), Instituto Ação Verde, Desbravadores, Águas Cuiabá e Energisa.

Serviço

15ª. Semana do Meio Ambiente

Meio Ambiente – Gestão Compartilhada

Data: 03, 04, 05, 06 e 09 de Junho de 2019

Local: Instituto Federal de Mato Grosso

Inscrições: http://bit.ly/XVSemanadoMeioAmbiente

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana