conecte-se conosco


Policial

Mato Grosso registra 12 feminicídios no primeiro trimestre

Publicado

Nara Assis / Sesp-MT

Dos 207 homicídios registrados em Mato Grosso no primeiro trimestre deste ano, 24 envolvem vítimas femininas, e 12 foram identificados como feminicídios. O levantamento foi feito pela Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEAC) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), com base nos dados lançados no Sistema de Registro de Ocorrências Policiais (SROP) e informações fornecidas pelas Diretorias Metropolitana e de Interior da Polícia Judiciária Civil (PJC-MT).

Os números foram apresentados à Câmara Temática de Defesa da Mulher da Sesp, em reunião realizada nesta terça-feira (14.05). Os casos tipificados como feminicídios correspondem a 50% das mortes de mulheres no estado, registradas entre janeiro e março de 2019. Vale ressaltar que este é um levantamento prévio, que ainda pode sofrer alteração, em função do andamento das investigações. Isso porque em alguns casos o feminicídio é uma circunstância que surge no decorrer do inquérito.

A Região Integrada de Segurança Pública (Risp) de Cuiabá não registrou feminicídio. Os casos estão distribuídos pelas Risp’s de Várzea Grande (3), Sinop (1), Rondonópolis (2), Tangará da Serra (1), Primavera do Leste (2), Pontes e Lacerda (1), Água Boa (1) e Nova Mutum (1).

Veja Também:  Crime marca corpo e alma de 181 mulheres de 18 a 59 anos em Mato Grosso

A CEAC da Sesp-MT também fez o levantamento das principais ocorrências envolvendo vítimas femininas de 18 a 59 anos no período de janeiro a abril de 2019. Em Mato Grosso, o crime de ameaça continua sendo o de maior incidência, com 6.781 casos, mas apresentou redução de 2% em relação ao mesmo período de 2018, quando houve 6.936 ocorrências. Lesão corporal aumentou de 3.255 para 3.263, e o estupro apresentou redução de 146 para 122 casos.

Ciclo de violência

Nesta faixa etária e neste período, foram registrados 22 homicídios em Mato Grosso, mesmo número constatado em 2018. Já o assédio sexual teve aumento de 40% nos registros, já que no primeiro quadrimestre de 2019 foram 70 casos, contra 50 no ano passado.

Segundo a coordenadora da Câmara Temática de Defesa da Mulher da Sesp-MT, Jozirlethe Criveletto, a compreensão a respeito do início do ciclo de violência é essencial para evitar mortes. “Temos visto, principalmente no interior do nosso estado, mulheres que são vítimas de feminicídios, a maioria praticados dentro de casa. Este é o último grau do ciclo de violência, e é preciso combater desde o início, quando começam as ameaças, as injúrias, o relacionamento abusivo e, nesse sentido, é necessária a reeducação de toda a sociedade”, frisou.  

Veja Também:  De Cara Limpa Contra as Drogas participa de acampamento em aldeia indígena em Campo Novo dos Parecis

Canais de ajuda

As mulheres que precisam de auxílio podem recorrer ao Disque 180, e às Delegacias Especializadas de Defesa da Mulher ou qualquer delegacia do município que reside. Em Cuiabá, a DEDM está localizada na Rua Joaquim Murtinho, nº 789, Centro Sul. Há ainda o Núcleo de Defesa da Mulher (Nudem) da Defensoria Pública de Mato Grosso, que atende pelo telefone (65) 3613-8204, e no Edifício Top Tower Center, na Capital, e o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso: (65) 3613-9934.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil apreende 232 bolsas réplicas de grifes famosas

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Civil apreendeu 232 produtos (bolsas e carteiras) réplicas de grifes famosas na sétima fase da operação Fictus VII, realizada na manhã desta quarta-feira (17), pela Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) em conjunto com o Procon de Cuiabá e apoio da equipe da Diretoria de Execução Estratégica (DEE).

A mercadoria, sendo  211 bolsas e 21 carteiras, foi apreendidas em duas lojas do Shopping Popular, no bairro Dom Aquino,  na Capital. Em um Box foram 138 cópias de bolsas de marcas Victor Hugo e Louis Vuitton, e no segundo foram 21 carteiras e 73 bolsas, falsificadas da marca brasileira e francesa.

Um dos proprietários informou aos policiais que os produtos são oriundos de São Paulo e que tem conhecimento serem de “segunda linha”, ou seja, falsificados.

O Procon lavrou auto de constatação e infração contra os dois estabelecimentos.

O delegado da Decon, Antônio Carlos Araújo, informou que serão instaurados dois inquéritos policiais e após perícia da Politec ficar constatado que os produtos são falsificados os responsáveis pelos estabelecimentos serão indiciados. 

Veja Também:  Policiais resgatam criança de 1 ano subtraída e ameaçada pelo pai em Cáceres

Os dois proprietários foram conduzidos à Delegacia do Consumidor e poderão ser responsabilizados em crimes relativos a condutas praticadas no comércio de produtos falsificados ou pirateados, que estão tipificadas no artigo 190, inciso 1 da Lei 9.279/96, do Código de Propriedade Industrial, pena detenção de 3 meses a 1 ano; artigo 7, inciso 7, VII, da Lei 8.137/90 da lei contra as Relações de consumo, pena de 2 a 5 anos ou multa; por fraudes no comércio, previsto no artigo 175, inciso I do CPB, e ainda por infrações praticadas dentro do Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90 em seu artigo 67).

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Operação Peça Segura apreende 12 câmbios de carros roubados

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Doze câmbios de veículos foram apreendidos na operação Peça Segura, realizada na manhã desta quarta-feira (17), pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos (Derrfva). Duas autopeças foram vistoriadas e em uma delas apreendidos os produtos.

As fiscalizações foram realizadas em dois endereços diferentes, um estabelecimento localizado na Avenida Fernando Correa da Costa, e outro na Miguel Sutil. Nesse segundo, uma grande variedade de produtos, entre peças, câmbio e outros itens foram encontrados, e durante averiguação, os policiais e peritos confirmaram adulteração em 12 câmbios.

O proprietário da autopeça foi conduzido em flagrante até a Delegacia e será autuado por receptação qualificada.

Já a autopeças da região do Coxipó, apesar de ter mais de mil veículos em seu pátio, nada de irregular foi detectado.

O objetivo da fiscalização, que será feita constantemente,  é a redução dos roubos e furtos de veículos na região metropolitana e também coibir o comércio irregular de peças de automóveis populares e motocicletas, os mais visados nesse segmento.

Veja Também:  Operação Peça Segura apreende 12 câmbios de carros roubados

O delegado reforçou a necessidade de se combater esse tipo de comércio por fomentar os roubos e furtos de veículos, que são levados para pontos de desmanches e suas peças revendidas para estabelecimentos, como as autopeças de produtos usados.  

“Criamos operações sistemáticas e periódicas para combater várias modalidades criminosas de roubos e furtos de veículos”, afirmou.

Participaram dos trabalhos equipes policiais composta por delegados, investigadores, escrivães e peritos da Politec, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e a Delegacia Fazendária.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Operação integrada cumpre 20 mandados de prisão por tráfico de drogas

Publicado

As ações foram concentradas nos municípios de Marcelândia e Sinop

Assessoria | Sesp-MT 

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) deflagrou na manhã desta quarta-feira (17.07), no município de Marcelândia (a 537 km ao Norte de Cuiabá), a “Operação Progressão II” para cumprimento de 20 mandados de prisões e mandados de buscas e apreensões pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas.

Dentre os pedidos de prisões, 11 foram cumpridos na Penitenciária Dr. Osvaldo Florentino Leite Ferreira, conhecida como ‘Ferrugem’. As investigações quanto ao comércio de drogas começaram no ano passado e apontaram a participação de reeducandos no tráfico.

A ação repressiva foi deflagrada em conjunto com a Polícia Militar e Polícia Judiciária Civil e contou com o apoio operacional dos profissionais dos municípios de Marcelândia, Matupá, Guarantã do Norte, Peixoto de Azevedo, Itaúba e Sinop.

Segundo o delegado regional de Guarantã do Norte, Geraldo Gezoni Filho, durante a investigação foram reunidas provas contra os indivíduos presos nesta ação, que comprovaram o vínculo de traficantes com pessoas de dentro do presídio no comércio de drogas.

O comandante regional da Polícia Militar, tenente-coronel PM James Jacio Ferreira, destaca que as operações integradas contribuem nas ações ostensiva e prevenção, resultando em apreensões e prisões.

Os presos foram encaminhados para a delegacia, onde prestam depoimento.

Veja Também:  Operação Peça Segura apreende 12 câmbios de carros roubados

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana