conecte-se conosco


Policia Federal

Operação Níquel combate contrabando de cigarros e mercadorias estrangeiras no RN

Publicado

Natal/RN – A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (14/1) a Operação Níquel, para desarticular organização criminosa armada, que contava da participação de policiais militares para a prática de contrabando de cigarros e outras mercadorias estrangeiras, no Rio Grande do Norte.

Participam da operação cerca de 130 policiais federais, para fins de cumprimento de 7 mandados de prisão e 16 mandados de busca e apreensão, nas cidades de Natal/RN, São Paulo/SP e Abaetetuba/PA. Durante o cumprimento de um dos mandados de busca e apreensão, foram encontradas dezenas de caixas cigarros e um dos investigados foi preso em flagrante delito. 

 

Após investigação criminal, a PF identificou uma associação criminosa formada por mais de 4 pessoas, estruturalmente ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas, com atuação no RN, estados vizinhos e no exterior, desde o ano de 2001. De acordo com o que foi apurado, o objetivo do grupo era obter vantagem econômica, por meio da prática de contrabando, que é a importação clandestina de produtos estrangeiros, em especial cigarros. Esse grupo também desafiava a ordem pública, pois dentre as ações criminosas valia-se de policiais militares para escolta de cargas ilegais de cigarros no território nacional.  

Veja Também:  PF promove sequestro de mais de R$ 650 milhões do tráfico de drogas em 2019

Após representação policial, a Justiça Federal, com parecer favorável do Ministério Público Federal no RN, deferiu várias ordens judiciais, dentre elas as de prisão preventiva e sequestro de cerca de R$ 16 milhões em bens dos investigados. Todo material colhido na investigação será compartilhado com a polícia civil e militar, bem como com o Ministério Público Estadual, para providências de competência dessas instituições, considerando a verificação de indícios de prática de outros crimes durante as investigações. 

 

Os crimes investigados estão previstos no art. 2º, §2º, §3º, §4º, inciso II e V, da Lei 12.850/2013 (organização criminosa) e art. 334-A (contrabando) e art. 317 (corrupção) do Código Penal.

Não haverá entrevista coletiva.

 

                            

                                                                                        cs.srrn@dpf.gov.br | @pfnorn | www.pf.gov.br

 

(*) O nome da operação faz dupla referência. A primeira se deve ao componente cancerígeno do cigarro. A segunda ao aspecto rentável da atividade ilícita.

Combater o contrabando e a ação de organizações criminosas é atribuição da Polícia Federal e objetivo estratégico do órgão.

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
publicidade

Policia Federal

PF prende casal portando cocaína no Aeroporto do Galeão

Publicado

Rio de Janeiro/RJ – Na última sexta-feira (17/1), em mais uma ação de combate ao tráfico internacional de drogas, a Polícia Federal prendeu em flagrante um casal que tentava transportar para o exterior droga escondida em sua bagagem.

O casal foi preso no momento em que tentava embarcar em voo para a França. Foram encontrados no fundo falso de duas malas mais de 4 kg de cocaína.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

cs.srrj@dpf.gov.br | www.pf.gov.br
(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Veja Também:  Polícia Federal prende chinês condenado por homicídio ocorrido em São Paulo
Continue lendo

Policia Federal

PF prende 2 pessoas tentando embarcar para Portugal com droga no estômago

Publicado

Guarulhos/SP – A Polícia Federal, no Aeroporto Internacional de São Paulo, prendeu na tarde desta segunda-feira (20), um casal de brasileiros, identificados pela Receita Federal, tentando embarcar para o exterior transportando cocaína.

Servidores da Receita Federal, que fiscalizavam as malas despachadas para voo com destino a Portugal, por meio do raio-x, identificaram substância orgânica, com o formato de cápsulas, no interior da mala de dois passageiros.

As malas suspeitas foram separadas e seus proprietários localizados e conduzidos à PF para realização de perícia em seus pertences. Nas bagagens, foram encontradas 171 cápsulas contendo quase 2 Kg de cocaína.

Após serem ouvidos, confessaram ter engolido outras 29 cápsulas. Devido ao risco de morte, o casal foi encaminhado para um hospital público para que possam expelir as cápsulas que ingeriram.

Extinto o risco de morte, o casal será conduzido aos presídios estaduais, onde ficarão à disposição da Justiça, respondendo pelo crime de tráfico internacional de drogas.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos

Veja Também:  PF promove sequestro de mais de R$ 650 milhões do tráfico de drogas em 2019

Contato: (11) 2445-2212

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Continue lendo

Policia Federal

PF combate o crime de descaminho no Ceará

Publicado

Fortaleza/CE – A Polícia Federal prendeu no domingo (19/1), no Aeroporto Internacional de Fortaleza, um homem, natural do Ceará, com aparelhos celulares não declarados à Receita Federal.

Policiais federais, em fiscalização de rotina, abordaram o cearense no saguão do aeroporto, momento depois de desembarcar de um voo doméstico procedente de Guarulhos/SP, trazendo consigo quatro malas, com grande quantidade de bagagem.

No momento da abordagem o preso declarou que estava vindo de São Paulo com destino à capital cearense, ocasião em que foi convidado pelos policiais para acompanhá-los até a sala da PF no aeroporto, onde foram abertas as bagagens e constatado 117 aparelhos smartphones chineses novos.

O passageiro não tinha nota fiscal dos produtos e, diante das evidências da prática do crime de descaminho, foi dada voz de prisão.

O preso foi conduzido à sede da Superintendência Regional da PF no Ceará, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante e a apreensão da mercadoria pela autoridade policial competente.

Veja Também:  PF cumpre mandados de busca e apreensão em SP e prende uma pessoa por contrabando de cigarros

O crime de descaminho consiste na importação de mercadorias sem o pagamento do devido imposto ao fisco com penas de um a quatro anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal no Ceará

Contato: (85) 9.8970-0624

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana