conecte-se conosco


Esportes

Organizada do Cruzeiro tenta invadir Centro de Treinamento do clube

Publicado

Lance

Torcedores do Cruzeiro protestam contra diretoria do clube arrow-options
Reprodução/Twitter

Torcedores do Cruzeiro protestam contra diretoria do clube

O dia foi tumultuado no Cruzeiro. Pelo terceiro dia seguido, um grupo de torcedores, formado por integrantes de uma organizada do clube, protestou contra a diretoria, apoiou Rogério Ceni e cobrou dos jogadores. O local do protesto foi a Toca da Raposa II, onde a equipe se prepara para os jogos.

Leia também: Schumacher usou nome falso e se escondeu em cobertor para entrar em hospital

Os cerca de 50 torcedores presentes ao protesto, estavam com faixas direcionadas à diretoria do Cruzeiro . O clima esquentou quando os presentes tentaram invadir a Toca da Raposa para cobrar diretamente dos atletas, que entraram por um portão alternativo do CT da Raposa. 

Os torcedores foram impedidos pela PM e seguranças do clube. Não houve mais transtornos, nem contato físico com jogadores ou comissão técnica. 

O carro do lateral Egídio foi cercado, pois não passou pela entrada alternativa e teve de escutar as demandas dos torcedores. Thiago Neves também foi alvo dos manifestantes, mas sem contato direto com eles. 

Veja Também:  Schumacher está mesmo consciente? Médicos contestam e falam em “falsa esperança”

A organizada Máfia Azul promete fazer protestos até o fim do Brasileiro e mostra que mudou radicalmente de lado, já que possuía um contrato com a atual gestão do Cruzeiro no valor de 8 mil reais mensais até 2020, além de terem recebido 80 mil reais em outro aporte do clube segundo denúncia do “Fantástico”, da TV Globo, em maio passado. 

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Comentarista diz que Lukaku só é parado com bananas e é afastado após racismo

Publicado

O atacante Romelu Lukaku sofreu um novo racismo na Itália. Desta vez, o ato discriminatório veio do comentarista de TV, Luciano Passirani, no canal italiano “Telelombardia”, no qual proferiu comentários racistas contra o jogador da Inter de Milão, que apelou a uma “reação forte” das Federações de Futebol do mundo todo.

Leia também: Torcida organizada da Inter de Milão defende gritos racistas contra Lukaku

Lukaku arrow-options
reprodução / Twitter

Lukaku


No domingo, o especialista em futebol afirmou que a única forma de travar Lukaku é dar-lhe “dez bananas para comer”. O jornalista foi afastado da emissora e, segundo o diretor do programa “Qui Studio a Voi Stadio”, ele não voltará a ser convidado.

Leia também: Inter de Milão anuncia Lukaku como novo reforço para a temporada

“Passirani tem 80 anos e, para elogiar Lukaku, usou uma metáfora racista. Foi uma terrível falta de lucidez momentânea. Não posso tolerar lapsos, mesmo que momentâneos”, afirmou Fabio Ravezzani, para quem o posterior pedido de desculpa do convidado não foi suficiente.

Lukaku já sofreu com o racismo dos torcedores do Cagliari. Nas redes sociais, o atacante da Inter pediu uma “reação forte” às federações de todo o mundo para “todos os casos de discriminação” e lamentou o retrocesso que constata no combate a este fenômeno.

Veja Também:  Cristiano Ronaldo vai às lágrimas com vídeo inédito de pai, morto há 15 anos

Veja o que Lukaku escreveu na íntegra em sua rede social:

“No último mês, muitos jogadores sofreram ofensas raciais. Eu sofri também. O futebol é um esporte para ser curtido, e não deveríamos aceitar nenhuma forma de discriminação que envergonhe nosso esporte. Espero que as federações de futebol de todo o mundo reajam com força em todos os casos de discriminação.

As redes sociais (Instagram, Twitter, Facebook) também precisam trabalhar melhor com os times de futebol, porque todos os dias você vê ao menos um comentário racista sob uma postagem de uma pessoa de cor. Estamos dizendo isso há anos, e nada de ação até agora.

Leia também: Destaque contra o Brasil, Lukaku perde primeiro treino da Bélgica para semifinal

“Senhoras e senhores, é 2019 – ao invés de avançar, estamos retrocedendo… como jogadores, precisamos nos unir e tomar posição nesta questão para manter este esporte limpo e prazeroso para todos”.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Fluminense tem 49% de chance de rebaixamento; Cruzeiro aparece com 44%

Publicado

ganso fluminense arrow-options
Ricardo Moreira / Fotoarena / Agência O Globo

Fluminense tem 49% de chance de rebaixamento

O primeiro turno do Campeonato Brasileiro acabou no fim de semana, e enquanto o Flamengo lidera de forma isolada, com 42 pontos e 66% de chance de ser campeão em dezembro, os outros três times cariocas têm chance de rabaixamento. A principal preocupação é com o Fluminense, que saiu da zona da degola ao vencer o Corinthians por 1 a 0 e subir para 16º, com 18 pontos.

Leia também: Seguranças do metrô são flagrados agredindo torcedores do Fluminense; assista

Segundo os dados do matemático Tristão Garcia, do site “Infobola”, o  Fluminense tem 49% de chance de rebaixamento para Série B de 2020. Outro grande clube com chances altas de cair é o Cruzeiro , com 44%.

A chance de rebaixamento para cada clube no Campeonato Brasileiro arrow-options
Reprodução / infobola

A chance de rebaixamento para cada clube no Campeonato Brasileiro

Já o Vasco, 12º colocado, com 23 pontos, também tem um percentual de probabilidade de cair, com 12%. Em décimo na tabela, o Botafogo tem chance remota de disputar a Série B de 2020, com apenas 1%, assim como Grêmio e Bahia.

Veja Também:  Globo escala Luís Roberto para narrar Flamengo x Santos e divide opiniões na web

Leia também: Torcida do Cruzeiro protesta e “presenteia” jogadores com garrafas de cachaça

Dos 20 times que disputam a Série A , somente os seis primeiros não aparecem com chance de rebaixamento . No lado contrário, o lanterna Avaí e a vice-lanterna Chapecoense, ambos de Santa Catarina, são os clubes com o maior risco de queda: 84% e 83%, respectivamente.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Daniel Alves critica a imprensa após empate com o CSA : “Nunca jogou futebol”

Publicado

Lance

Daniel Alves comemora gol pelo São Paulo arrow-options
Luis Moura / WPP / Agencia O globo

Daniel Alves comemora gol pelo São Paulo

Resultado e desempenho não foram os esperados pelos são-paulinos no Morumbi, no último domingo. O empate em 1 a 1 com o CSA foi conquistado na base do sufoco com uma atuação que ficou devendo em todos os aspectos. Daniel Alves, que pela primeira vez atuou na lateral direita com a camisa do São Paulo, também esteve abaixo do que pode apresentar e acabou ficando incomodado com alguns questionamentos feitos por parte da imprensa.

Leia também: Daniel Alves revela que recusou Barcelona e Juventus para acertar com São Paulo

Daniel Alves foi perguntado sobre o seu posicionamento em campo, que nos últimos jogos foi como meia, embora houvesse um clamor pela sua escalação como lateral-direito. Finalmente colocado em sua posição de origem, o jogador não teve um desempenho de acordo com a expectativa criada. Ao responder à questão, ele acabou devolvendo com uma certa crítica aos jornalistas .

“Estamos aqui para construir juntos, posso ajudar os meus companheiros a serem melhores do que são. Eu jogando de lateral passo muito tempo sem togar na bola, e é difícil fazer seus companheiros jogarem melhor. É evidente que a imprensa nunca vai saber disso, porque nunca jogou futebol. Não é uma crítica, quero passar uma mensagem que não temos que nos posicionar do que a imprensa fala. Se não gera uma instabilidade que normalmente a imprensa está para isso. Não estou criticando vocês, estou sendo honesto. Não podemos entrar nesses debates. Eu sou jogador do São Paulo e vou ajudar o São Paulo. Tudo que eu construí na minha vida foi sendo sereno e às vezes cego, surdo e mudo. Vou continuar sendo, porque essa é a forma de obter resultados”, declarou o camisa 10 tricolor na zona mista do Morumbi.

Veja Também:  Andrés Sanchez fala sobre dívida com a Caixa: “Corinthians deve e pagará”

Leia também: “Eita porra”! Neymar se assusta com inseto na cabeça de Daniel Alves; assista

Daniel também aproveitou para pedir um padrão de jogo para o time. Para ele, as mudanças acabam minando a evolução da equipe durante a competição e aviso que vai continuar na linha de frente para defender o clube.

“Temos que ter um padrão de jogo e definir esse padrão, ir até o final confiando que esse padrão é o melhor. Se começa a mudar, nunca vamos ter uma sequência. É um fato. Alternamos muito jogadores, precisamos manter um padrão ,que é assim que se constrói as coisas, defendendo os conceitos. Sei o quão difícil é o futebol brasileiro. Nunca pequei por omissão, sempre vou estar na linha de frente. Antes de vir para o futebol brasileiro, fiz uma lavagem cerebral, porque aqui só os fortes sobrevivem”, concluiu.

O São Paulo treina nesta segunda-feira, às 15h30, no CT da Barra Funda, de olho na preparação para enfrentar o Botafogo, fora de casa, às 11h do próximo sábado, pela 20ª rodada do Brasileirão-2019.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana