conecte-se conosco


Esportes

Palmeiras empata com São Paulo e clássico termina em 1 a 1

Publicado

Lance

O começo do Choque-Rei deste sábado deu a impressão de que o Palmeiras poderia perder a invencibilidade no Brasileirão . Mas o Verdão contou com a sorte – e a qualidade do time – para empatar em 1 a 1 com o São Paulo, no Morumbi, com gols de Pablo e Dudu.

Leia também: Fim de uma era! Contrato de Romero com o Corinthians se encerra neste domingo

palmeiras e são paulo em campo arrow-options
Luis Moura/WPP/Agência O Globo

O clássico aconteceu neste sábado (13) no Morumbi e acabou empatado

Com o resultado, o Palmeiras chega a 26 pontos e vê o Santos diminuir a diferença entre o primeiro e o segundo colocado para três pontos. Com 15 pontos, o Tricolor é, agora, o oitavo colocado no Brasileiro. Na próxima rodada, o Verdão encara o Ceará no Castelão. Já o São Paulo recebe a Chapecoense, em casa.

Tricolor começa melhor

O São Paulo começou a partida mostrando que queria vencer. E, com Pablo, Pato, Hernanes e Tchê Tchê inspirados e comandando o setor ofensivo, o Tricolor logo chegou ao gol que abriu o placar. Aos 9 minutos, após troca de passes entre Hudson e Hernanes pela direita, o Profeta cruzou rasteiro, Pablo se adiantou sobre Antônio Carlos e tocou para o fundo do gol de Weverton. 

Com problemas na saída de bola, o Palmeiras pouco conseguiu criar. Enquanto isso, o São Paulo seguia comandando o jogo, mas já sem aparecer tanto no ataque. Nos 20 minutos iniciais, o Tricolor chegou a ter quase 65% de posse de bola.

Pablo preocupa

A partir da segunda metade do primeiro tempo, o Palmeiras conseguiu equilibrar a partida e chegou uma vez com perigo com Gustavo Scarpa, obrigando o goleiro Tiago Volpi a fazer grande defesa. Mas foi só. 

Veja Também:  Confira a agenda do futebol desta terça-feira, dia 23 de julho de 2019

Ainda antes do intervalo, uma cena preocupou o torcedor são-paulino. Aos 40 minutos, após uma disputa pelo alto com Thiago Santos, Pablo caiu de mau jeito sobre a própria perna e ficou sentindo muitas dores. Foi atendido e acabou voltando para o jogo, mas foi substituído no intervalo.

Leia também: Presidente do Atlético de Madri avisa Barcelona sobre Griezmann: “Temos provas”

Goleiros brilham

A segunda etapa começou com jogo aberto e boas oportunidades para os dois times. Mas ninguém conseguiu marcar graças a ótimas intervenções dos goleiros. O primeiro a brilhar foi Volpi. Logo no primeiro minuto, Deyverson pegou uma sobra de bola e, quase na pequena área, acabou finalizando em cima do goleiro tricolor, que saiu muito bem e defendeu o chute com o peito.

Depois, foi a vez de Weverton aparecer. O palmeirense fez duas grandes defesas num mesmo lance. Primeiro, defendeu um chute de Raniel. No rebote, Reinaldo finalizou de fora da área e o goleiro espalmou para escanteio. Aos 14, nova boa intervenção do palmeirense. Pato recebeu pela esquerda e chutou colocado. Weverton espalmou novamente para a linha de fundo.

Azar de Volpi, sorte de Dudu

Com a partida mais equilibrada, o São Paulo recuou e deixou o Palmeiras com a bola, tentando se aproveitar dos contra-ataques. Mas quem se aproveitou do momento foi o Verdão. Aos 25 minutos, Dudu recebeu na direita, na linha da grande área e finalizou. A bola desviou em Reinaldo, encobriu Volpi e pegou na trave. Na volta, pegou nas costas do goleiro e entrou no gol. 1 a 1 no placar e o líder Palmeiras mantém a invencibilidade do Brasileiro, enquanto o São Paulo segue com problemas nos clássicos.

Veja Também:  Mais uma polêmica! Jon Jones é acusado de assédio por garçonete

Leia também: Em jogo de arbitragem polêmica, Grêmio vence Vasco de virada

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 x 1 PALMEIRAS

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 13 de julho de 2019, às 19h
​Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ) – Nota LANCE!: 6,0 – Não atrapalhou o andamento da partida.
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
Árbitro de vídeo : Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Gramado: Bom
Público/Renda: 38.267/R$ 1.177.165,00
Cartão amarelo: Arboleda e Hudson (SAO), Moisés e Antônio Carlos (PAL)
Cartão vermelho: –

GOLS: Pablo, 9’/1ºT (1-0); Dudu, 25’/2ºT (1-1)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Hudson, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê e Hernanes (Igor Gomes, 30’/2ºT); Antony, Pato (Toró, 26’/2ºT) e Pablo (Raniel, Intervalo). Técnico : Cuca.

PALMEIRAS : Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Thiago Santos e Moisés; Dudu (Willian, 37’/2º), Gustavo Scarpa (Raphael Veiga, 18’/2ºT) e Zé Rafael (Carlos Eduardo, Intervalo); Deyverson. Técnico : Luiz Felipe Scolari.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Fluminense derrota o Peñarol fora e encaminha vaga às quartas da Sul-Americana

Publicado

Yony Gonzalez marcou para o Fluminense contra o Peñarol arrow-options
CONMEBOL/TWITTER

Yony Gonzalez marcou para o Fluminense contra o Peñarol

A péssima fase do Fluminense no Campeonato Brasileiro não atravessou a fronteira com o Uruguai e, na noite desta terça-feira, no Estádio Campeón del Siglo, o Time de Guerreiros venceu o Peñarol por 2 a 1 — gols de Yony González (duas vezes) e Gastón Rodríguez —, pelo compromisso de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana .

Na próxima terça-feira, às 21h30, no Maracanã, a equipe do Fluminense pode até perder por 1 a 0 que avança às quartas de final.

O Fluzão deverá enfrentar o vencedor de Corinthians e Montevideo Wanderers, outra equipe uruguaia. Caso o Peñarol devolva o marcador, a decisão da vaga será nos pênaltis, uma vez que o gol fora de casa serve como critério de desempate.

Com seu toque de bola característico, o Tricolor das Laranjeiras teve amplo domínio territorial em boa parte da etapa inicial. Aos 16 minutos, após saída de bola errada do goleiro Dawson, Marcos Paulo teve calma e paciência para fazer linda enfiada para Yony González, que ganhou da zaga e bateu na saída do arqueiro uruguaio: 1 a 0.

Veja Também:  Fluminense derrota o Peñarol fora e encaminha vaga às quartas da Sul-Americana

Na base da correria e da força, o Peñarol tomou conta do jogo depois do golpe sofrido. A situação do Flu poderia ter ficado melhor se o árbitro, após consulta ao VAR, tivesse tido coragem para expulsar Gargano, que deu uma cotovelada em Daniel e levou apenas o amarelo.

Pedro, de cabeça, ainda teve grande chance para ampliar, mas pulou todo atrapalhado. Nos minutos finais, o Peñarol fez uma blitz na defesa do Flu, que foi salvo pelo menos três vezes pelo estreante Muriel.

O segundo tempo continuou intenso. Com os donos da casa tentando de todas as maneiras o empate, o goleiro Muriel mais uma vez foi determinante aos 18, quando salvou uma chance à queima-roupa. Pouco tempo depois, aos 25, Yony foi lançado por Daniel e tocou com categoria por baixo de Dawson para ampliar.

Tranquilo e muito seguro em campo, o Fluminense dominava as ações e administrava o marcador. No entanto, aos 44 minutos, numa jogada pela direita da defesa tricolor, Gastón Rodríguez escorou cruzamento e diminuiu o placar. De qualquer forma, a vantagem do Tricolor é considerável para o jogo de volta.

Veja Também:  Após gol contra do meio de campo, Fortaleza reage e empata com o Atlético-MG

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Borja marca golaço e Palmeiras busca empate com Godoy Cruz na Argentina

Publicado

Lance

Palmeiras e Godoy Cruz duelaram na Argentina pela Libertadores arrow-options
CONMEBOL/TWITTER

Palmeiras e Godoy Cruz duelaram na Argentina pela Libertadores

Após um começo de jogo irreconhecível e sair perdendo, o Palmeiras conseguiu reagir e empatou em 2 a 2 com o Godoy Cruz , nesta terça-feira, na Argentina, pela primeira partida das oitavas de final da Libertadores . Felipe Melo e Borja marcaram para o Verdão, enquanto Santiago “Morro” Garcia fez os dois dos argentinos.

Palmeiras e Godoy Cruz voltam a se enfrentar na próxima terça-feira, às 21h30, no Allianz Parque. Agora, o Verdão tem a vantagem do empate sem gols ou até em 1 a 1. Quem vencer, avança. Antes disso, o Verdão volta a campo no sábado, também em casa, contra o Vasco, pelo Brasileiro.

“Morro” abaixo

Mesmo com três mudanças na escalação titular em relação a derrota para o Ceará, no último sábado – as entradas de Raphael Veiga, Willian e Borja -, o Palmeiras começou a partida na Argentina irreconhecível. E pagou por isso. Logo aos 5 minutos de partida, o Godoy Cruz abriu o placar. Num apagão da zaga alviverde, Andrada cruzou a bola pela direita, Brunetta, livre, escorou para o meio da área, e Santiago “Morro” García, também sem marcação, cabeceou para o gol.

Depois, o Palmeiras pareceu ter acordado em campo e chegou a ter duas chances, com Veiga e Borja, mas não aproveitou. Quem não desperdiçou a nova chance que teve foi Morro Garcia. Num belo contra-ataque, Bullaude achou o centroavante entrando livre nas costas de Diogo Barbosa. O camisa 18 chegou batendo de primeira e ampliou o placar.

Veja Também:  Após declaração de Felipão, Mancha Alviverde coloca técnico em “lista negra”

Felipe Melo diminui

Quando o cenário se mostrava desastroso para os visitantes, o time de Felipão contou com a sorte para diminuir o placar aos 33 minutos. Willian aproveitou uma sobra e ajeitou a bola para Marcos Rocha, que levantou na área. O goleiro argentino saiu mal do gol e Felipe Melo marcou, de cabeça, o tento que começou a reação do Palmeiras na partida.

Weverton salva

Se o gol de Felipe Melo animou o torcedor palmeirense, Weverton salvou o que poderia ser um banho de água fria no time. Três minutos após o tento, García recebe uma bola na entrada da área, teve a camisa puxada pro Gómez e o árbitro Wilmar Roldan marcou pênalti. O próprio atacante foi para a cobrança, mas bateu fraco no meio do gol e Weverton fez a defesa com os pés.

Borja desencanta

Se o começo do primeiro tempo do Palmeiras foi desastroso, o time voltou melhor para a etapa final. Depois de quase marcar com o Willian aos 9 minutos, o Verdão chegou ao empate aos 13. E logo com Borja. O atacante recebeu um bom passe de Luan, deu um belo giro sobre Varela e chutou por baixo do goleiro adversário. Golaço!

Veja Também:  Fluminense derrota o Peñarol fora e encaminha vaga às quartas da Sul-Americana

O colombiano não marcava desde fevereiro e foi apenas o seu quarto gol no ano – o primeiro na Libertadores.

Melhor em campo durante todo o segundo tempo, o Palmeiras quase conseguiu a virada no final. O goleiro Mehring defendeu uma bela cobrança de falta de Bruno Henrique aos 42. Depois, o Verdão até pressionou, mas ficou nisso. De bom tamanho pelo começo ruim do time.

FICHA TÉCNICA
GODOY CRUZ (ARG) 2 x 2 PALMEIRAS

Local : Malvinas Argentinas, Mendoza (Argentina)
Data-Hora : 23/7/2019 – 21h30
Árbitro : Wilmar Roldan (Colômbia)
Assistentes : Alexander Guzman e Dionisio Ruiz (ambos da Colômbia)
VAR : Victor Carrillo (Peru)
Gramado : Bom
Público/Renda : Não informados
Cartão amarelo : Aleo e Brunetta (GOD), Luan (PAL)
Cartão vermelho : –

GOLS : Santiago García, 5’/1ºT (1-0), Santiago García, 28’/1ºT (2-0), Felipe Melo, 33’/1ºT (2-1); Borja, 13’/2ºT (2-2)

GODOY CRUZ : Mehring; Arena, Héctor Varela, Tomás Cardona e Aleo; Kevin Gutiérrez, Juan Andrada, Bullaude (Manzur, 30’/2ºT) e Brunetta; Merentiel (Pietro, 20/2ºT) e Santiago García. Técnico: Lucas Bernardi.

PALMEIRAS : Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Raphael Veiga; Willian (Hyoran, 30’/2ºT), Dudu e Borja (Deyverson, 37’/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Mãe e filho hostilizados no Gre-Nal são recebidos no CT do Grêmio

Publicado

Bernardo e Taís encontram jogadores do Grêmio arrow-options
Reprodução/Twitter Grêmio

Bernardo e Taís encontram jogadores do Grêmio

O Grêmio abriu as portas na tarde desta terça-feira (23) para receber os torcedores tricolores Taís e Bernardo (mãe e filho). Depois de passarem maus momentos no último Gre-Nal, ambos puderam conhecer os jogadores gremistas e ainda levaram para casa algumas lembranças.

Mãe e filho foram recepcionados no CT Luiz Carvalho e receberam o carinho dos atletas gremistas e do técnico Renato Gaúcho . Para deixar de lado definitivamente as memórias ruins do último Gre-Nal , o garoto foi presenteado com camisas do Grêmio e ainda pôde conversar com seus ídolos.

A atitude do Tricolor de promover o encontro se deu após  Taís e Bernardo terem sido hostilizados por torcedores colorados no clássico entre Internacional e Grêmio, que aconteceu no último sábado, no estádio Beira-Rio.

Entenda o caso

Logo após o empate em a 1 a 1 no Gre-Nal do último sábado, Taís – que estava no Beira-Rio juntamente com Bernardo – pegou uma camisa do Grêmio e passou a agitá-la. O fato aconteceu no setor destinado à torcida do Internacional . A atitude causou revolta em alguns torcedores rivais, que retiraram a camisa do Grêmio das mãos de Taís com violência e deixaram o garoto Bernardo aos prantos. Todas as imagens foram flagradas pela RBS TV.

Veja Também:  Após gol contra do meio de campo, Fortaleza reage e empata com o Atlético-MG

Leia mais: Envolvidos em hostilização no Gre-Nal são identificados pela Polícia Civil do RS

O Ministério Público e a Polícia Civil abriram investigações para apurar o caso acontecido no Gre-Nal . Uma das torcedoras do Inter envolvidas na confusão foi suspensa provisoriamente pelo clube colorado.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana