conecte-se conosco


Policia Federal

PF combate desvio de recursos públicos da União

Publicado

Maceió/AL – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (10/9) a Operação Casmurros, em conjunto a Controladoria Geral da União em Alagoas e Ministério Público Federal, com o objetivo de apurar desvios de recursos públicos do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar – PNATE e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação Básica – FUNDEB, na Secretaria Estadual de Educação – SEDUC. A ação ocorre nas cidades de Maceió, Arapiraca, Boca da Mata, Rio Largo e São Miguel dos Campos.

Cerca de 114 policiais federais e 11 auditores da Controladoria Geral da União cumprem 26 mandados de busca e apreensão, 15 mandados de prisão temporária, bem como de afastamento temporário do cargo ou função pública de 7 servidores da Secretaria Estadual de Educação e da AMGESP, expedidos pelo Juízo da 13. ° Vara Federal do Estado de Alagoas.

De acordo com as investigações, que tiveram início em abril de 2019, após fiscalização da Controladoria Geral da União, a organização criminosa, mediante fraudes licitatórias, lograram contratos com a Secretaria de Educação do Estado de Alagoas para execução do Serviço de Transporte Escolar da rede Pública Estadual.

Os processos administrativos que antecederam contratos celebrados com as empresas que se revezaram, entre os ano de 2017 e 2019, apresentam indícios de dispensa indevida de licitação, direcionamento da contratação, fraude e manipulação processual, sobrepreço, subcontratação irregular, pagamentos sem cobertura contratual e pagamentos sem documento hábil para liquidação e fraudes com superfaturamento na execução dos contratos, causando prejuízo estimado aos cofres públicos de mais de R$ 8 milhões, podendo superar a R$ 21 milhões.

Veja Também:  PF combate pesca ilegal na Baía Norte

A participação de servidores públicos, por ação ou omissão, era condição necessária para o sucesso do esquema criminoso e se materializava na inobservância de requisitos exigidos para contratação das empresas, ausência de fiscalizações adequadas das execuções de contratos e até mesmo mediante falsidades ideológicas em atestos e/ou declarações inseridas em processos de pagamento e de dispensa emergencial de licitação.

Nome da operação: O adjetivo CASMURRO, embora nos remeta imediatamente ao apelido do personagem BENTINHO da Obra de Machado de Assis, qualifica o sujeito teimoso, obcecado, turrão etc. mesmas característica observadas em alguns dos servidores públicos envolvidos, que, a despeito de pareceres contrários da Procuradoria Geral do Estado para contratação das empresas investigadas, resistiam e insistiam em busca de brechas no processo administrativo que permitissem a contratação.

Será concedida entrevista coletiva, às 10h, no auditório da Superintendência Regional da Polícia Federal em Alagoas.

 

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
publicidade

Policia Federal

PF apreende embarcação com aproximadamente 600 caixas de cigarros paraguaio

Publicado

Mercedes/PR – Nesta sexta-feira (17/1), mais uma grande apreensão foi realizada por equipes que participam da OPERAÇÃO HÓRUS, integrada pela POLÍCIA FEDERAL, COBRA/BPFRON/PMPR, COE/PMPR, TIGRE/PCPR, BOPE/PMMS, FORÇA NACIONAL e pelo EXÉRCITO BRASILEIRO, com apoio da SEOPI – Secretaria de Operações Integradas/MJSP.

Durante patrulhamento embarcado de rotina no Lago de Itaipu, policiais visualizaram movimentação suspeita em porto clandestino e resolveram realizar aproximação para melhor fiscalização. Na tentativa de abordagem, os envolvidos fugiram em meio à mata fechada e abandonaram todo o material ilícito no Porto clandestino.

No local foi apreendida uma embarcação carregada com aproximadamente 600 caixas de cigarros paraguaios.

Os materiais apreendidos foram encaminhados à Delegacia da Polícia Federal de Guaíra para os procedimentos de praxe.

 

Comunicação Social da Polícia Federal de Guaíra

Disque denúncia: (44) 3642-9131

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Veja Também:  PF apreende embarcação carregada com pneus de caminhão
Continue lendo

Policia Federal

PF promove sequestro de mais de R$ 650 milhões do tráfico de drogas em 2019

Publicado

Brasília/DF –  No ano de 2019, a Polícia Federal conseguiu atingir mais uma vez uma cifra expressiva de solicitações de sequestro de valores que circulavam no crime organizado. Em decorrência de investigações de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas, foi possível bloquear mais de R$ 650 milhões, dinheiro que deixou de financiar ações criminosas em vários países.

Os números confirmam o empenho da Instituição em promover a descapitalização financeira de organizações criminosas. O trabalho da PF consiste na identificação dos fluxos desses capitais provenientes de crimes e, em decorrência disso, posterior sequestro de bens e bloqueio de contas bancárias dos integrantes desses grupos.

O foco do trabalho da PF na descapitalização financeira de grupos envolvidos com lavagem de dinheiro do tráfico de drogas rendeu, nos últimos cinco anos, a retirada de circulação de mais de R$ 2 bilhões.

 

Divisão de Comunicação Social da Polícia Federal

Contato: 61 2024-8142

 

Montantes, em reais, de sequestros de bens e valores solicitados pela PF, entre 2010 e 2019.

Veja Também:  PF apreende embarcação contendo diversos celulares

2010: R$ 18,9 milhões
2011: R$ 40,4 milhões
2012: R$ 38 milhões
2013: R$ 83,3 milhões
2014: R$ 323,2 milhões
2015: R$ 233,5 milhões
2016: R$ 250 milhões
2017: R$ 665 milhões
2018: R$ 451,5 milhões
2019: R$ 653,9 milhões

Comparativo entre os anos de 2010 e 2019.

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Continue lendo

Policia Federal

Jampa Verde 2 combate extração ilegal de minérios em município paraibano

Publicado

João Pessoa/PB – A Polícia Federal deflagrou hoje (17/1), em conjunto com a SUDEMA e o Ministério do Trabalho, a Operação Jampa Verde 2, com objetivo de combater extração de recursos minerais, sem a competente autorização da ANM e da SUDEMA, bem como condições degradantes de trabalho.

A Operação conjunta contou com a participação 20 servidores, entre policiais federais e funcionários públicos dos demais Órgãos.

ENTENDA O CASO

A investigação apura a exploração ilegal de recursos minerais em pedreira situada no bairro Mandacaru, mais precisamente em área sem autorização ambiental. Relembra-se que, na data de 31/7/2019, a Polícia Federal, em parceria com a SUDEMA, o Batalhão Ambiental e a Agência Nacional, deflagrou a Operação JAMPA VERDE 1, a qual teve também teve como escopo a repressão de extração de recursos minerais, sem a competente autorização, nos municípios de Santa Rita/PB e Conde/PB.

CRIMES INVESTIGADOS

Os investigados serão indiciados nos crimes do art. 55 da Lei 9.605/1998, combinado com o art. 2 da Lei 8.176/1991, cujas penas somadas poderão ultrapassar 5 anos de prisão.

 

Comunicação Social da Polícia Federal na Paraíba

Veja Também:  PF realiza novas apreensões no âmbito da Operação Hórus em Guaíra

Telefone: (83) 3269-9422

Fonte: Polícia Federal
Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana