conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende dupla por tráfico que quase atropelou policiais

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Acusado de tráfico de drogas, dois homens de 30 anos foram presos em Rondonópolis (212 km ao Sul), em ação da Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), com apoio da Polícia Militar. O suspeito Vagner da Silva, 30 anos, e Carlos Henrique dos Nascimento, 30 anos, também foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio contra policiais, que quase foram atropelados pelo veículo dos envolvidos.

A prisão da dupla foi efetuada na manhã de segunda-feira (19), após apuração de uma denúncia do comércio de drogas em uma região de chácaras, usando uma picape Strada. No local, os policiais avistaram os suspeitos, que logo reconheceram os investigadores dando início à fuga.

Na perseguição, desobedecendo a ordens de paradas, os policiais conseguiram interceptar o veículo nas proximidades de um condomínio, momento que o suspeito Vagner da Silva, que estava na direção da picape, acelerou o veículo partindo para cima de um dos investigadores, que por pouco não foi atropelado.

Veja Também:  Polícia Civil localiza no Distrito Industrial dois semirreboques com sinais de adulteração

Diante da situação, os policiais efetuaram disparos nos pneus traseiros do veículo, mas mesmo assim, o suspeito continuou em fuga até chegar a MT 270, onde jogou um pacote de material entorpecente, aparentemente. Mais a frente, perdeu o controle do veículo e rodou na estrada, abandonando logo sem seguida a picape  e fugindo a pé, no entanto eles foram alcançados e presos pelos investigadores.

Dentro do veículo foram apreendidos uma balança de precisão, um invólucro com resquícios de maconha, que deixou forte odor da droga dentro do veículo.

O suspeito Vagner é irmão de um traficante que está preso por tráfico de drogas. Ele seria um dos responsáveis pela distribuição de drogas na cidade de Rondonópolis, e após sua prisão teria recrutado seu irmão, para manter as entregas de entorpecentes.

Em pesquisa, os policiais identificaram que o segundo preso, Carlos Henrique, tem várias passagens nos crimes de tráfico de drogas, corrupção de menores, roubo, receptação e desobediência.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Policial

Jovem passa cédulas de R$100,00 falsas e é preso pela Polícia Civil de Água Boa-MT

Publicado

Na tarde de hoje (17/01/2020), compareceu na delegacia de polícia judiciária civil de Água Boa-MT, a vítima que recebeu cédulas de R$ 100,00 (cem reais) falsificadas, as quais foram repassadas por um jovem morador desta cidade.

Na ocasião, e munidos de informações sobre a possível autoria do delito, foram realizadas diligências no intuito de localizar o suspeito.

Diante as investigações, o suspeito foi localizado e encaminhado à autoridade policial. Ele confessou o crime e afirmou que possuía outras cédulas falsificadas, essas que foram devidamente apreendidas e periciadas.

Assim, diante a situação elencada, e os procedimentos realizados pela PJC, o suspeito se comprometeu a ressarcir a vítima.

Fica o alerta para a população!

Confiram as cédulas que receberem de terceiros, e se possível, utilizem canetas para detecção de notas falsas.

Agua Boa News

Comentários Facebook
Veja Também:  Polícia Civil apreende adolescente suspeito de roubo a loja no interior do estado
Continue lendo

Policial

General Carneiro – PM liberta rapaz em cárcere privado

Publicado

Policiais militares de General Carneiro (MT), libertaram na madrugada desta sexta-feira (17.01), um rapaz de 18 anos mantido em cárcere privado e sob tortura, em uma casa no bairro Dauri Riva. Foram encaminhados à delegacia cinco pessoas, sendo dois adultos e três adolescentes.

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais foram informados que uma pessoa estava sendo mantida presa. Foi iniciado patrulha nas proximidades, quando os militares perceberam um dos suspeitos na frente do imóvel. Quando ele viu a viatura, saiu correndo, mas antes, jogou porções de pasta base de cocaína e maconha no chão.

Durante a perseguição e tentativa de abordagem, os militares entraram na casa e encontraram o grupo, além do rapaz que alegou estar sendo mantido preso há dois dias por ter furtado porções de entorpecente e uma arma de fogo. O material seria de membros de uma organização criminosa. Ele acrescentou que foi agredido com fio de luz e os suspeitos já tinham até pedido resgate a seus familiares, cobrando R$ 3 mil para libertá-lo.

Veja Também:  Sete detentos fogem da cadeia pública de Alta Floresta, um é recapturado

Dentro da casa, os policiais encontraram 160 gramas de pasta base de cocaína, 465 gramas de maconha, 37 pedras de pasta base de cocaína, duas balanças, além de comprovantes de depósitos e anotações relacionados a venda de entorpecentes e um drone.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte Agua Boa News

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende receptador que comercializava produtos ilícitos no shopping popular

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um homem que receptava produtos adquiridos através de falsas vendas em uma loja de pneus e peças automotivas em Várzea Grande foi preso pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (17.01), em trabalho realizado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município (DERF-VG).

A prisão do suspeito aconteceu após a equipe de policiais da DERF-VG receber informações de que peças compradas ilegalmente na empresa, através de compras não autorizas pelos clientes cadastrados, estavam sendo entregues a um terceiro que as comercializava no estabelecimento conhecido como “Shopping Popular” na Capital.

Segundo as investigações, um funcionário era o responsável pelas vendas paralelas, utilizando o cadastro dos clientes para simular as compras e repassar o produto para o terceiro, sem que o valor entrasse para a empresa.

Com informação de que a mercadoria seria entregue no shoppingo popular, os policiais da DERF-VG diligenciaram até o local, onde conseguiram realizar a abordagem do suspeito no momento da entrega dos produtos.

O proprietário da banca do shopping popular, responsável pela venda dos produtos foi encaminhado a especializada, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante pelo crime de receptação qualificada, o qual não cabe fiança, sendo o suspeito encaminhado para audiência de custódia.

Veja Também:  Jovem passa cédulas de R$100,00 falsas e é preso pela Polícia Civil de Água Boa-MT

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana