conecte-se conosco


Agro News

Programa Agrosolidário atende 22 mil pessoas em 2019

Publicado

Fortalecimento Institucional

Programa Agrosolidário atende 22 mil pessoas em 2019

São 89 instituições atendidas

15/11/2019

“Esse projeto é um presente de Deus para minha vida! Porque só quem passa por um tratamento oncológico sabe a dificuldade que é para se alimentar. Durante a quimioterapia eu tinha reações adversas, não conseguia me alimentar, mas com a bebida de soja consegui controlar minha imunidade que é tudo no processo de cura”. Essas são palavras da paciente Vânia Silvério de Souza, do Hospital de Câncer de Mato Grosso (Hcan), uma das entidades assistidas pelo Programa Agrosolidário da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), que em 2019 aumentou aproximadamente 83% na quantidade de pessoas atendidas em comparação a 2018. Só neste ano, foram mais de 22 mil atendimentos, em 89 instituições localizadas em 36 município.

O programa de responsabilidade social dos cerca de 6 mil produtores de soja e milho, associados a Aprosoja Mato Grosso, atua em três frentes: distribuição de bebida de soja em seus mais variados sabores, palestras com orientação nutricional para mães de baixa renda e ajuda financeira para incentivo ao esporte, cultura, cidadania e manutenção de entidades não governamentais.

A gerente administrativa da Aprosoja-MT, Gisele Lima, explica que a iniciativa vai muito além dos números. “Eu costumo dizer que o Agrosolidário é mais que um programa de responsabilidade social dos produtores rurais. Esse programa é um ato de amor, doação, carinho e solidariedade”, pontuou.

Por meio do Agrosolidário, os quase seis mil associados da Aprosoja-MT conseguem chegar aos quatro cantos do Estado colaborando com creches, Apaes, lares de idosos, centros de reabilitação, igrejas, escolas, hospitais, projetos esportivos, culturais, ente outros. Este ano um dos diferenciais foi a participação em eventos como o Pantanal Cozinha Brasil e a Semana do Deficiente no Centro de Reabilitação Integral Dom Aquino Corrêa (Cridac), em Cuiabá.

Veja Também:  Aprosoja busca solução definitiva ao Funrural

“São parcerias que mudam muitas vidas. E os recursos investidos em projetos sociais são importantes porque aumentam possibilidades para crianças carentes, de praticarem um esporte, aprenderem instrumento e ficarem fora da rua. É uma oportunidade de vida, e eu falo tanto de saúde quanto de oportunidade social”, enfatizou Gisele.

Já diretor administrativo da Aprosoja-MT, Lucas Costa Beber, destacou os principais avanços da ação que, no início de 2018, atendia 72 instituições e hoje trabalha com 89 instituições. “São 16 mil atendimentos diretos e outros 6.450 indiretos com a realização de eventos. Ajudamos tanto com a distribuição da bebida de soja, quanto com o aporte financeiro. Apoiamos projetos esportivos como Karatê, Vôlei Kids, e de incentivo à cultura como o Flauta Mágica. Portanto, a Aprosoja-MT tem dedicado grande parte de seus esforços e seus recursos ajudando a sociedade e promovendo trabalhos sociais”, enaltece.

Um dos maiores cases de sucesso do Agrosolidário é o Hospital de Câncer. Além de estar presente com trabalho social, como doação de bonecas para crianças e recursos financeiros para manutenção e reformas, também são entregues as bebidas de soja. Os pacientes em tratamento oncológico, crianças, adultos e idosos, ingerem o complemento alimentar inclusive via sonda. O que tem proporcionado a boa nutrição deles para continuarem os procedimentos como quimioterapia e radioterapia.

Veja Também:  Aliança Internacional de produtores discute rumos da soja no mundo

Para a presidente da Associação Mato-grossense dos Cegos (AMC), Kelli Cristina Ramos de Oliveira, o apoio financeiro do Agrosolidário que é destinado a manutenção da associação, significa muito. “Somos uma instituição filantrópica e sobrevivemos de doações. E temos nos mantido de portas abertas graças a essa ajuda da Aprosoja. Agradeço a todos os produtores em nome dos 540 associados que têm no instituto uma porta de integração com a sociedade”, agradeceu.

Na AMC, os cegos recebem vários serviços nas mais diversas áreas como educação, esporte, lazer, cultura e saúde. Das pessoas com deficiência que chegam lá para se cadastrar, 98% precisam passar por uma reabilitação e aprender a ser independente. "E muitos são extremamente carentes e por isso também participam de cursos profissionalizantes, como informática. O investimento na área do esporte já trouxe resultado: o goalball feminino ficou em 3º lugar e os meninos do Futsal em 4º lugar em nível de Brasil”, comemorou Keli.

Entre os 36 municípios atendidos pelo programa em 2019 estão Cuiabá, Várzea Grande, Alto Garças, Campo Novo do Parecis, Canarana, Cláudia, Confresa, Cocalinho, Ribeirão Cascalheira, Santa Rita do Trivelato e Vila Rica.

“Esse projeto significou para mim um afeto, um carinho muito bem-vindo num momento tão difícil que é passar por um tratamento oncológico, só tenho a agradecer”, finaliza Vânia Silvério de Souza.

 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Comentários Facebook
publicidade

Agro News

Aprosoja busca solução definitiva ao Funrural

Publicado

Fortalecimento Institucional

Aprosoja busca solução definitiva ao Funrural

Na próxima quarta-feira (11.12) deve acontecer uma nova reunião

05/12/2019

Em busca de um posicionamento definitivo do Governo Federal quanto ao passivo do Funrural, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) participou de uma reunião na sede da Secretaria da Receita Federal, na última quarta-feira (04.12), em Brasília, para tratar principalmente sobre as Certidão Negativa de Débitos (CND’S) positivadas e a remissão do passivo.

A reunião foi liderada pelo Deputado Federal, Jeronimo Goergen e contou com a presença do presidente da Aprosoja Mato Grosso, Antonio Galvan, vice-presidente, Fernando Cadore, diretor administrativo, Lucas Costa Beber, e diretor-executivo, Wellington Andrade. Representantes do Ministério da Economia e da Andaterra também estiveram presentes.

“Nessa reunião não houve nenhum posicionamento conclusivo, porém ficou acordado que na próxima semana o Governo deve se posicionar em definitivo sobre o passivo do Funrural”, explicou Lucas Costa Beber.

Na próxima quarta-feira (11.12) deve acontecer uma nova reunião com o Governo Federal, que contará com  “mais deputados representantes dos produtores, o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) e líderes das principais entidades do Agro, para que um posicionamento definitivo por parte do governo seja anunciado”, contou presidente da Aprosoja Mato Grosso, Antonio Galvan.

Veja Também:  Aliança Internacional de produtores discute rumos da soja no mundo

“Não estamos medindo esforços e trabalhamos para que o Governo honre seu posicionamento de campanha que é a extinção do passivo do Funrural.” finalizou o vice-presidente, Fernando Cadore.

 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Comentários Facebook
Continue lendo

Agro News

Aliança Internacional de produtores discute rumos da soja no mundo

Publicado

Fortalecimento Institucional

Aliança Internacional de produtores discute rumos da soja no mundo

O fórum se reúne cerca de duas vezes ao ano

03/12/2019

Membros da Aliança Internacional dos Produtores de Soja (ISGA- International Soybean Growers Alliance) se reúnem nesta terça-feira (03.12) para discutir temas relacionados à cultura da soja. Entre os assuntos, o fórum discute limites máximos de resíduos (LMR’s), impactos globais da relação entre a China e os Estados Unidos, inovação do melhoramento genético de plantas e teor de proteína da soja. O encontro acontece na sede da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), em Brasília, sob organização da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), que atualmente está na Secretaria da Aliança. A reunião conta também com participantes da Aprosoja Mato Grosso do Sul, e entidades representantes da cadeia de soja do Paraguai, Argentina, Estados Unidos e Canadá.

Além dos assuntos acima relacionados, a Aliança também discute a sustentabilidade do sistema produtivo, o que envolve as boas práticas agrícolas, a inclusão do plantio direto para recuperação de carbono, e a certificação global da produção.

Veja Também:  Aprosoja busca solução definitiva ao Funrural

Conforme o vice-presidente da Aprosoja Mato Grosso, Fernando Cadore, a guerra comercial tem sido assunto recorrente nas reuniões do ISGA por se tratar de tema de grande impacto econômico entre os países produtores. Além disso, o encontro deve formalizar um documento sobre o tema Limites Máximos de Resíduos (LMR’s), com o posicionamento da cadeia mundial da soja para embasar as ações governamentais de cada país.

“É um fórum onde se discute assuntos inerentes à cultura da soja em cada país, e de que maneira podem impactar cada ente desse processo. É provável que desse encontro saia um documento relacionado aos limites de resíduos internacionais de agroquímicos, que servirá de suporte técnico para os governos trabalharem, para que se equalize em nível mundial, com objetivo de chegar em um denominador comum, que cause o menor impacto possível para cadeia de soja”, pontuou Cadore.

Outro tema tratado nesta reunião do ISGA é o possível banimento do uso do glifosato na Europa e os impactos para os países produtores de soja. De acordo com Fernando Cadore, a proibição desse defensivo nos países que compõe o ISGA torna a produção inviável. “Hoje o glifosato é uma ferramenta indispensável para nossa produção da América do Sul”, afirmou.

Veja Também:  Aliança Internacional de produtores discute rumos da soja no mundo

O fórum se reúne cerca de duas vezes ao ano para debater temas internacionais relacionados à produção de soja.

A próxima agenda será uma missão internacional para a Europa, ainda no primeiro quadrimestre do próximo ano, principalmente para tratativas com órgãos regulamentadores e com a nova Comissão Europeia, instalada no último dia primeiro de dezembro.

A Aliança Internacional dos Produtores de Soja – ISGA congrega 95% da produção mundial de soja, com a participação dos países Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Bolívia, Estados Unidos e Canada.

 

 

Colaborou a ascom da Aprosoja Brasil.

 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Comentários Facebook
Continue lendo

Agro News

Apresentação dos resultados do CAD Parecis supera expectativas

Publicado

Defesa Agrícola

Apresentação dos resultados do CAD Parecis supera expectativas

Próxima apresentação será dia 9 de janeiro de 2020 em Campo Novo

02/12/2019

 
 
As apresentações de resultados de pesquisas, realizadas nas últimas três safras pelo CAD Parecis, reuniu mais de 200 produtores das regiões Leste e Norte de Mato Grosso. Os eventos realizados pela Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado (Aprosoja-MT), ocorreram em novembro nos núcleos de Primavera do Leste, com a palestra do pesquisador Leandro Zancanaro e Nova Mutum, com a palestra do pesquisador e um dos fundadores do projeto, Taimon Semler.
 
Para o gerente de Defesa Agrícola da entidade, Daniel Pasculli, o número de participantes superou as expectativas. “Se comparar com eventos da área comercial dificilmente você consegue reunir 30 ou 40 produtores. Tivemos a participação maciça nas duas regiões. Isso demonstra a força e credibilidade de duas instituições que se unem e trabalham em prol do produtor rural. E a qualidade do resultado que está sendo produzido reforça a confiança nesse projeto”, enaltece.
 
Foram apresentados resultados dos três anos de estudos no CAD Parecis propondo ferramentas e soluções para dificuldades encontradas no manejo de solos arenosos. “Já estamos trabalhando as pesquisas da quarta safra e com esses dados em mãos poderemos subsidiar o produtor para produzir mais e melhor”, reforça.
 
A próxima apresentação dos resultados dos experimentos vai ser dia 9 de janeiro de 2020, na Câmara dos Vereadores de Campo Novo do Parecis, com início a partir das 19h. O público alvo do evento é o produtor rural, mas a palestra é gratuita e aberta ao público em geral, abrangendo estudantes, agrônomos, consultores e revendas.

Veja Também:  Aprosoja busca solução definitiva ao Funrural

Conforme a programação do próximo ano, no dia 10 de janeiro será o ‘Dia de Campo’ na sede do CAD Parecis, a partir das 7h manhã.
 

Fundado na safra 2016/2017, o Centro de Aprendizagem e Difusão, em Campo Novo do Parecis, mais conhecido como CAD Parecis, é uma parceria entre a Aprosoja-MT e a Fundação Mato Grosso. 
 
Objetivo é desenvolver pesquisas com foco no manejo do sistema produtivo da soja em solos arenosos. Os trabalhos são voltados à compreensão da fitotecnia, uso e conservação do solo, dinâmica de nutrientes, sistemas de produção, correção do solo, pragas e doenças.
 

Fonte: Ascom Aprosoja

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: comunicacao@aprosoja.com.br

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana