conecte-se conosco


Mulher

Quer emagrecer? Essas 5 mudanças de hábito simples vão te ajudar

Publicado

Não tem jeito: se você planeja emagrecer, vai ter que envolver exercícios e dieta. Infelizmente, não existe receita mágica que faz com que os números na balança simplesmente diminuam sem essa combinação.

Leia também: Saiba o que fazer para emagrecer sem precisar fazer ginástica


Mulher olhando geladeira
shutterstock

Organizar a geladeira, deixando alimentos saudáveis mais visíveis é um tipo de atitude que pode ajudar a emagrecer

Mas, tenha calma!  Emagrecer não precisa ser uma tarefa árdua. Existem algumas mudanças de hábito que podem ajudar a chegar no resultado que você deseja de um jeito mais fácil – e o melhor: não têm nada a ver com se privar de comer ou passar o resto do ano trancada em uma academia.

São pequenas transformações sustentáveis, ​​que melhoram o seu relacionamento com seu corpo e com sua alimentação. Ficou curiosa? Então, aqui estão cinco atitudes fáceis de implementar na sua busca pela perda de peso e que vão ter efeito.

1. Reorganize sua geladeira

via GIPHY

Somos visuais: tudo o que vemos, queremos. Por isso, em vez de manter todas as suas guloseimas nas partes mais fáceis de encontrar da geladeira, coloque-as em um só lugar, na área inferior, e deixe todas as frutas e vegetais coloridos para a frente.

Parece uma mudança boba mas, dessa forma, quando você estiver procurando algo para comer, será bombardeada com opções saudáveis ​antes mesmo de pensar no que você realmente quer.

E a dica não fica restrita apenas à sua geladeira. Armários e gavetas – incluindo aquela do trabalho, onde você guarda todos os tipos de tranqueiras possíveis – também podem ser modificados. Colocar as coisas mais calóricas e menos saudáveis em locais de difícil acesso ou mais escondidos te faz pensar bem antes de recorrer a elas, o que pode te ajudar a reconsiderar se você precisa mesmo daquele alimento.

Veja Também:  Ex-noivo de Alinne Araújo se pronuncia: “Estou acabado”

Leia também: Mulher revela exercício que a ajudou a emagrecer 44 kg em 8 meses

2. Opte por opções vegetarianas ou veganas em restaurantes

via GIPHY

É difícil manter a dieta balanceada quando se tem o hábito de comer fora, verdade. Mas você não precisa desistir de sair para continuar no caminho da perda de peso. Manter a atenção no que você come, seja em casa ou fora dela, é necessário para quem está querendo emagrecer e uma dica é substituir os pratos por suas versões veganas ou vegetarianas.

Isso porque essas opções tendem a ter menos calorias, já que são refeições à base de plantas e fibras de vegetais – o que te ajuda a ficar saciada por mais tempo. Vale lembrar que nem todo prato de origem vegetal segue essa regra. Batata frita e tempurá, por exemplo, são delícias vegetarianas mas isso não significa que são saudáveis.

3. Adicionais fazem diferença (inclusive na balança)

via GIPHY

Se você acha que está fazendo tudo certo e ainda assim não consegue perder peso , talvez seja hora de começar a observar alguns detalhes que podem estar passando batido – e colaborando para que os números na balança não abaixem.

Repare na sua alimentação: sempre que vai tomar café você o mistura com leite? Não vive sem catchup? Mantém uma gaveta de petiscos no trabalho? Se alguma dessas respostas for “sim”, então é hora de rever seus hábitos com mais cautela.

Comece deixando o leite e veja se você realmente gosta do sabor do café. Se não, por que não mudar para outro tipo de bebida quente ou tentar usar leite desnatado ou de amêndoa no café da manhã?

Veja Também:  Vale a pena investir em água de coco e isotônico para curar a ressaca?

Em relação aos molhos, você pode comprar um catchup diet e trocar maionese por um molho mais leve. Além disso, certifique-se de que todos os seus lanches estão escondidos para que você não esteja constantemente cercada por comida.

4. Cerque-se de gorduras saudáveis

via GIPHY

Se sente com fome o tempo todo? Esqueça todos os alimentos cheios de carboidratos e concentre-se nas chamadas “gorduras boas”, que são aquelas insaturadas, provenientes da natureza.

A gordura é um nutriente absolutamente vital, responsável por todos os tipos de funções, desde o equilíbrio hormonal até a manutenção da saciedade por mais tempo. Por isso, adicionar alimentos ricos nesse tipo de gordura pode ser um bom truque.

Peixes oleosos, linhaça, ovo, abacate e nozes são bons para dar aquela sensação de estofamento extra. 

5. Não tenha medo de sentir fome

via GIPHY

Você precisa se alimentar. Um erro comum cometido por quem está tentando diminuir alguns quilos é evitar comer, mesmo quando se está com fome. Negar a comida que realmente se quer só vai fazer com que sua vontade se acumule e quando você ceder, vai comer por impulso e muito mais do que deveria.

Leia também: Corpo em forma: 4 atitudes que vão te ajudar a emagrecer de vez

Não há nada de errado em se permitir ficar com fome, desde que a comida ingerida seja escolhida com atenção. Sem ignorar sua fome, prefira alimentos que irão te saciar mas que tenham baixo teor calórico. Opções como saladas, oleaginosas, cereais integrais e algumas frutas – banana, melão, melancia e kiwi, por exemplo – podem ser aliadas quando se está tentando emagrecer .

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Mulher desabafa na web após namorado fazer uma confissão para ela: “Chateada”

Publicado

Uma mulher, que não teve a identidade revelada, resolveu desabafar no Reddit  sobre uma situação complicada que passou com o namorado. Na postagem, ela diz que achou que ele fosse o “parceiro mais incrível” que poderia ter, mas ficou triste após uma conversa que teve com o rapaz.

Leia também: Noiva lê mensagens de traição no altar e desmascara futuro marido

casal brigando arrow-options
shutterstock

A mulher resolveu desabafar e pedir ajuda após o namorado dizer que as mulheres não deveriam ter o direito de votar

“Meu namorado há cinco anos acabou de me revelar que não acredita que as mulheres possam votar. Ele acha que as mulheres arruinaram o nosso país (somos americanos) e que elas não deveriam votar. Ele disse que não se sentiu confortável em me contar isso antes, pois achava que me perderia”, escreve. 

Na publicação, ela diz que está “chateada com toda a situação”. “Não posso dizer que estou errada em me sentir assim porque sei que todo mundo tem o direito de ter suas próprias opiniões, mas sinto como se ele não valorizasse minha própria opinião”, afirma. “Ele me garantiu que ainda acha que eu posso votar, mas que as mulheres em geral não deveriam”, completa. 

Veja Também:  Cabelo oleoso: o que fazer se os fios ficam com aspecto de “sujo”?

Leia também: Com ansiedade, jovem faz lista ensinando namorado a lidar com suas crises

Ainda na postagem, a mulher explica que não consegue imaginar sua vida sem ele. “Em todos os outros aspectos, ele é o parceiro perfeito e mais incrível. No entanto, isso, de repente, me fez repensar. Estou errada em questionar nosso relacionamento por conta de suas crenças?”, questiona. 

“Como sua namorada, deve ser tolerante e respeitosa com seus pontos de vista, embora eu possa fortemente discordar. Eu não sei dizer se estou exagerando ou não. Toda a situação fez eu me sentir terrível e estou tão confusa”, completa.

A publicação do Reddit  foi compartilhada por um usuário do Twitter e recebeu mais de 7 mil curtidas, mil compartilhamentos e diversos comentários. “Comece a imaginar sua vida sem ele”, diz um. “Diga a ele que você não acredita que os homens deveriam poder votar porque os homens arruinaram este país”, aponta outro. 

Leia também: Mulher descobre traição ao criar perfil falso em site de namoro e desmascara ex 

Veja Também:  4 lugares próximos a São Paulo para passar as férias com as crianças

“A única coisa a fazer é terminar o relacionamento. Ele é um adulto e precisa assumir as responsabilidades”, comenta mais um sobre a atitude do namorado

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Mãe de jovem que se suicidou: “Falou que ia fazer, mas não levei fé”

Publicado

Elizabete, mãe de Alinne Araújo,  jovem que cometeu suicídio na segunda-feira (15), participou do “Encontro”, na manhã desta quarta (17). Ela contou que a filha foi diagnosticada com depressão aos 15 anos e que já havia tentado tirar a própria vida antes. 

Elizabete arrow-options
Reprodução/TV Globo

Elizabete, mãe da jovem que morreu na segunda-feira (15), participou do “Encontro” na manhã desta quarta-feira (17)

“Ela falou comigo que ia fazer isso, mas eu não levei fé, não acreditei”, disse Elizabete, que escutou este desabafo da filha durante a festa de casamento. Alinne Araújo casou consigo mesma no último domingo, após o noivo terminar o relacionamento por WhatsApp um dia antes da cerimônia.

Elizabete contou que a jovem ficou muito decepcionada e isso agravou o quadro de depressão. “Minha filha era joia rara, meu amor, minha vida. Meu mundo acabou”, se emocionou. A tia de Alinne, Sayonara, também participou do ” Encontro ” e disse que as críticas que ela recebeu também agravaram o quadro depressivo.

Veja Também:  Noiva lê mensagens de traição no altar e desmascara futuro marido

“Ela não estava pronta para a quantidade de críticas. Tinham pessoas que acusaram ela de ter traído, que é uma inverdade, que ela só queria aparecer, foi muita coisa, foi uma avalanche”, disse.

Sayonara também falou que o noivo não teve culpa. “Ele não tem culpa, a gente não quer culpá-lo, é uma pessoa que foi muito boa pra ela. Ele cuidou dela o tempo todo. Mas aquilo foi a gota d’água”, afirmou.

Alinne Araújo tinha um quadro severo de depressão . De acordo com parentes, a jovem não tinha disposição para nada, nem para tomar banho.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Comissária choca ao pedir que mãe se cubra para amamentar filha em voo

Publicado

Shelby Angel‎, dos Estados Unidos, fez um desabafo no Facebook sobre uma situação desagradável que protagonizou ao amamentar a filha no avião. A mãe ia de São Francisco para Amsterdã em um voo da KLM Royal Dutch Airlines e não hesitou em manifestar sua indignação com a abordagem de uma das comissárias da empresa.

Leia também: Mãe se diz orgulhosa por amamentar filho de 4 anos e divide opiniões na web

comissária de bordo diz para mãe arrow-options
shutterstock

Mãe ouve de comissária de bordo que precisa “se cobrir” para amamentar a filha em voo. Empresa se pronuncia sobre o caso


A norte-americana elaborou um texto e divulgou na página oficial da empresa no Facebook. Ela afirma que a publicação é um alerta para todas as mães que quiserem  amamentar seus filhos em um voo da companhia. “Não voe com a KLM! Há um mês atrás eu estava voando com minha filha de um ano em um voo da KLM de São Francisco para Amsterdã. Foi o terceiro voo em que estive com ela. Eu a amamentei, isso a acalma, a ajuda a dormir e a deixa confortável”, conta a mãe.

Shelby explica que a criança não gosta de ser coberta e que ela faz o que pode para ser discreta na amamentação. “Antes mesmo de decolar, fui abordada por uma comissária de bordo carregando um cobertor. Ela me disse: ‘Se você quer continuar amamentando, precisa se cobrir’”, relembra.

Veja Também:  4 lugares próximos a São Paulo para passar as férias com as crianças

A mãe tentou argumentar que a filha não gosta de ser coberta e alegou que isso “a incomodaria quase tanto quanto não amamentá-la”, porém a comissária não recuou e afirmou que, se alguém reclamasse, o problema seria dela.

“Ninguém reclamou. Em nenhum dos voos que eu levei minha filha. Na verdade, ninguém nunca reclamou comigo sobre a amamentação em público . Exceto a atendente desse voo”, declara ela na postagem.

Leia também: Mãe infértil consegue amamentar filha adotiva e celebra: “Realmente emocionante”

KLM diz que essa é a política da empresa

Segundo Shelby, a divergência entre elas foi o suficiente para a comissária nem olhar mais em seus olhos o restante da viagem. Quando retornou para os Estados Unidos, a mãe enviou uma reclamação à empresa KLM e registrou o ocorrido.

A resposta da companhia aérea, contudo, não foi a esperada por ela. “Me disseram que eu precisava ser respeitosa com pessoas de outras culturas e que a resposta desta comissária de bordo estava em conformidade com a política da empresa”, pontua a mãe, indignada com a devolutiva.

Veja Também:  Vale a pena investir em água de coco e isotônico para curar a ressaca?

Para finalizar o texto, a norte-americana se mostra revoltada com a postura da organização. “Em vez de defender e proteger as mães que amamentam e nossos filhos, a KLM prefere manter valores antiquados que envergonham os corpos das mulheres”, diz ela.

“Espero que todos que pensem em um voo com seu filho em fase de amamentação possam escolher uma companhia aérea que respeite a autonomia corporal e o direito de cuidar de nossos filhos da melhor maneira que sabemos”, acrescenta.

Leia também: Perigoso? Mãe diz que crianças não devem ficar sozinhas em público e abre debate

O relato se tornou viral na web

A publicação de Shelby rendeu quase duas mil reações e teve mais de mil comentários, a maioria deles eram de pessoas chocadas com a atitude da empresa. Alguns declararam que a amamentação em público é normal e não deve ser motivo de escândalo.

“Respeitar a cultura dos outros é engraçado. Significa que se você for em companhias aéreas do Oriente Médio, terá que cobrir o corpo com um pano preto da cabeça aos pés”, sugere um. “Em que século nós estamos? Como isso ainda pode acontecer? Amamentar um bebê é uma coisa natural! E meu bebê também não gosta de ser coberto. Vergonha, KLM!”, comenta outra internauta.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana