conecte-se conosco


Nova Xavantina

Rio das Mortes: Águas da Vida – um projeto interdisciplinar realizado por professoras de Nova Xavantina-MT

Publicado

As professoras Gabriela Almeida Silva, Kelli Carvalho Melo e Luana Nobre Aquino de Lavor, das disciplinas de Biologia, Geografia e Português, respectivamente, estão desenvolvendo um projeto interdisciplinar com os alunos de duas turmas do primeiro ano da escola estadual Ministro João Alberto em Nova Xavantina.

O projeto busca proporcionar diferentes vivências para que o aluno tenha condições de exercitar o pensamento crítico; ampliar as habilidades investigativas e argumentativas; aprofundar as reflexões a respeito do impacto das ações humanas no meio ambiente.

O projeto foi desenvolvido em diferentes etapas, de forma a relacionar as três disciplinas. Para a contextualização e problematização inicial do tema a ser estudado, foram analisadas quais ações antrópicas impactam o Rio das Mortes, a partir do conhecimento prévio dos estudantes.

Para responder a esses questionamentos, foram realizadas aulas de campo nas margens do rio, na estação de tratamento de água e esgoto do município e em propriedades rurais que realizam ações de proteção das áreas de nascentes e córregos.

Segundo a professora Gabriela, o desenvolvimento da autonomia pela busca do conhecimento deve ser uma meta de longo prazo e trabalhada pelo conjunto de profissionais do ambiente escolar. “Se mais professores desenvolvessem projetos capazes de estimular o protagonismo do estudante, bem como a capacidade de apreender através da contextualização e da interdisciplinaridade, provavelmente os resultados de ensino-aprendizagem seriam muito mais satisfatórios”, finalizou.

Veja Também:  Confraternização de fim de ano do programa Feira e Viola da Rezende FM

Integração entre projetos

Uma das visitas realizadas pelos alunos foi na micro bacia do córrego Murtinho, para conhecer um pouco sobre o programa de recuperação ambiental “Viva o Murtinho” realizado por parcerias com diferentes instituições em Nova Xavantina-MT.

Projeto Viva o Murtinho

O Programa de Recuperação Ambiental, intitulado “ Viva o Murtinho”, realizado pela Associação do “Projeto Rio Limpo, Rio lindo” é uma parceria de diversas instituições, que nos últimos meses vem fazendo um diagnóstico sociambiental para ajudar na recuperação de preservação permanente de propriedades rurais da micro bacia do córrego Murtinho.

Parcerias

  1. Ministério Público do Estado de Mato Grosso – MPE/MT;
  2. Secretária Municipal de Turismo , Meio Ambiente e Agricultura Familiar;
  3. Instituto Socioambiental-ISA;
  4. Rede de Sementes do Xingu;
  5. Universidade do Estado de Mato Grosso- UNEMAT;
  6. Câmara Municipal de Vereadores (articulação Vereador Valteri Araújo da Silva);
  7. Projeflora- Plantio e Mudas Florestais Ltda.

Ações realizadas pelo projeto

Foram realizadas visitas as propriedades rurais que tinham dentro de sua extensão parte da microbacia do córrego do Murtinho. Durante as visitas era feito um diagnóstico sobre como estava o estado de preservação das Áreas de Preservação Permanente (APP’s) em torno de corpos hídricos  (córregos, nascentes, lagoas e rios), bem como das condições de vida da comunidade. Também foi explicado ao proprietários o que era uma APP’s, e quais medidas de preservação são necessária por lei para sua conservação.

Veja Também:  Homem de Nova Xavantina é preso após furtar bolsa em General Carneiro

As APPs são as matas na beira dos corpos hídricos protegidos por lei. Sendo a recuperação e retorno das condições da mata mediante ações de proteção, condução, regeneração, plantio e monitoramento.

Caso fosse encontrado alguma irregularidade o proprietário era notificado, e tinha um prazo para se adequar. Alguns exemplos de notificações feitas durante as vistorias foram:

  1. Isolamento das áreas de Preservação Permanente-APP- cerca (prazo: 6 meses);
  2. Delimitação do bebedouro (prazo: 6 meses);
  3. Retirada de chiqueiros, currais e galinheiros da beira do córrego (prazo: 10 meses);
  4. Fazer o CAR- Cadastro Ambiental Rural (prazo: 6 meses);
  5. Implantação de novos piquetes e bebedouros definitivos (prazo:10 meses)
  6. Preparação das áreas para plantio nas APPs (Prazo: 10 meses)
  7. Plantio de mudas e semeadura direta (prazo: 10 meses);
  8. Cuidados e manutenção: roçada, coroamento, aceiros e replantio (prazo: 1 ano);
  9. Monitoramento das áreas de plantio e emissão dos certificados (prazo: 2 anos).

Resultados

O Projeto ainda se encontra em andamento. Entretanto até agora, graças a essa iniciativa várias áreas de APP’s dentro da micro bacia do córrego Murtinho foram reflorestada.

Comentários Facebook
publicidade

Nova Xavantina

Japonesinha Rosa sofre agressão em sua própria residência em Nova Xavantina

Publicado

A japonesa Masako Tsutsui, conhecida como japonesinha Rosa, foi agredida na manhã desta quinta-feira, 12, em sua residência em Nova Xavantina.

Segundo o relato de Rosa para a Polícia Civil, um idoso que está trabalhando para o seu cunhado na construção de uma residência na chácara onde ela mora, conhecido por Índio, aproveitou quando ela estava dormindo na manhã desta quinta-feira, entrou em seu quarto e tentou beijá-la, como Rosa não aceitou, conta Rosa que o idoso a segurou pelos braços a empurrando contra a parede e dizendo que iria lhe matar.

Rosa veio para Mato Grosso no ano de 1972 em companhia de seus pais e, com a ajuda do padre Pedro, foram alocados na referida área, hoje pertencente ao Município de Nova Xavantina. Com a morte dos pais de Rosa, um irmão e um cunhado iniciaram obras no local, e, segundo Rosa relatou para a autoridade policial, eles querem tirar ela da chácara e interná-la em um asilo para ficarem com a posse do imóvel. 

“Ele já me deu veneno no copo, pedindo para mim beber, dizendo que é para eu morrer e ir morar com papai e mamãe; fala pra mim morrer logo, tranca a casa e me deixa de fora, quebra o cadeado da porta pra entrar e me rouba a comida que o Bombeiro e a Policia Militar me deu”. Disse Rosa para a policia. 

O fato está sendo apurado pela Polícia Judiciária Civil e o delegado de Polícia de Nova Xavantina, doutor Rafael, pediu para que a justiça decrete o afastamento dos agressores do local, por meio de medida protetiva.

Comentários Facebook
Veja Também:  Polícia Civil prende homem que matou o irmão em Nova Xavantina-MT
Continue lendo

Nova Xavantina

Candidato de Cebola a prefeito de Nova Xavantina-MT será definido até março de 2020

Publicado

O prefeito João Batista Vaz – Cebola (PSD), afirmou que o grupo de situação deve escolher entre fevereiro e março o nome que disputará a Prefeitura de Nova Xavantina nas eleições de 2020.

Segundo ele, os pré-candidatos a vereadores têm pressionado para o grupo definir um nome. Para Cebola, a escolha precisa ocorrer o quanto antes para que se consiga estruturar o grupo tanto na majoritária (Prefeitura) quanto na disputa proporcional (Câmara Municipal).

Precisamos fazer a chapa de vereadores. A primeira coisa que os pré-candidatos fazem é perguntar quem é o nosso candidato. Normal, todo mundo quer saber o rumo que vai ser tomado”, acrescentou.

Cebola revelou que o grupo da situação teve uma reunião em que ficou definido que no final de fevereiro para começo de março o grupo irá ter uma definição do candidato. Ainda de acordo com o prefeito, o candidato da situação poderá ser uma pessoa fora do meio político.

Estamos trabalhando um nome fora do cenário político. Estou preparando uma surpresa, surpreendente.”, finalizou Cebola.

Veja Também:  Mutirão Fiscal arrecadou mais de R$ 1 milhão para a Prefeitura de Nova Xavantina-MT

Fonte: NX1

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Polícia Civil prende homem que matou o irmão em Nova Xavantina-MT

Publicado

A Polícia Civil de Nova Xavantina prendeu na tarde desta segunda feira, 09, o homicida confesso Sebastião Claro da Costa, de 52 anos, que na noite de domingo, 08, matou seu irmão Joaquim Claro da Costa, à golpes de faca, na casa onde reside a família, no bairro Toneto.

Nesta terça feira, 10, enquanto se preparava para seguir para o presídio Major Zuzi, em Água Boa, após os procedimentos de praxe, Sebastião falou à reportagem sobre as circunstâncias do crime.

Sobre o crime

Segundo ele, o irmão sofria de distúrbios mentais e não costumava tomar os remédios. Em razão disso o mesmo agredia sua mãe constantemente, o que estava acontecendo na noite do domingo, quando Sebastião chegou em casa, segundo suas palavras, “já tinha tomado uns goles”.

Ao chegar, encontrou a mãe trancada no quarto para se proteger, e o irmão batendo na porta, querendo entrar. Foi quando falou para o irmão que não fizesse aquilo, e o irmão reagiu com um “tapa na cara” segundo ele,  que o fez cair e bater e cabeça. Neste momento, ele não sabe explicar como, já levantou com uma faca na mão e desferiu no irmão, sem saber dizer quantas facadas foram.

Veja Também:  Confraternização de fim de ano do programa Feira e Viola da Rezende FM

Ele não soube dar mais detalhes, pois nesta hora sua mãe saiu do quarto, lhe repreendeu pelo fato, foi quando ele se deu conta do que tinha acontecido. A vítima faleceu no local. Segundo ele, sem saber o que fazer, se acudia o irmão, a mãe, ou se fugia, decidiu pela fuga.

Ele foi localizado pela polícia na tarde do dia seguinte, preso, e conduzido ao presidio Major Zuzi.

Sebastião trabalha em fazenda, e só vinha para casa aos finais de semana. Ele estava pronto para seguir para uma fazenda fazer um serviço, quando o fato aconteceu. Suas bebedeiras já causaram alguns B.Os, como dirigir veículo em estado de embriagues.

Fonte: Sintonia News

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana