conecte-se conosco


Economia

Rodrigo Maia lança ‘agenda legislativa’ para combater pobreza e desigualdades

Publicado

source
Rodrigo Maia arrow-options
Câmara dos deputados/Divulgação

Rodrigo Maia apresenta agenda para desenvolvimento social e cria grupo de parlamentares

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou nesta terça-feira (19) uma agenda legislativa para o desenvolvimento social , com o objetivo de propor uma série de propostas voltadas ao combate à pobreza e à redução das desigualdades.

Maia designou um grupo de parlamentares, que vai ser coordenado pela deputada Tábata Amaral (PDT-SP) , para apresentar um pacote de medidas legislativas, a fim de equilibrar as ações de recuperação econômica e fiscal do Estado com a necessidade de uma pauta consistente de proteção social.

Rodrigo Maia fala em votar reforma tributária em março de 2020

A agenda de desenvolvimento social terá cinco eixos principais:

  • garantia de renda;
  • inclusão produtiva;
  • rede de proteção ao trabalhador;
  • incentivo à governança responsável com uma Lei de Responsabilidade Social;
  • promoção do acesso à água e ao saneamento.

Rodrigo Maia destacou que as reformas econômicas no País precisam ter um viés social para que haja mais contribuição dos que possuem mais renda. Segundo ele, a Câmara já deve dar inícios aos debates sobre o tema com a criação de comissões especiais.

“O Brasil, ao longo dos últimos 30 anos, construiu um Estado que concentra a renda na mão de poucos, em detrimento da maioria da sociedade”, afirmou o presidente.

Veja Também:  Brasileira está entre as 100 mulheres mais poderosas do mundo

Governo prepara ‘pacotão’ de medidas pós-Previdência; confira temas aguardados

“Que comecemos hoje a discutir os projetos e mostrar que nossa agenda vai além das reformas econômicas para que possamos ter um País com igualdade de oportunidades”, declarou Maia.

Bolsa Família e primeira infância

Tábata Amaral arrow-options
Divulgação

Deputada Tábata Amaral vai coordenar grupo que irá elaborar agenda de desenvolvimento social

A prioridade do grupo será trabalhar alternativas de garantia de renda . Uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) deve ser elaborada para alterar o artigo 203 da Constituição Federal.

O objetivo seria assegurar a transferência de renda a famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza. Uma das ideias é tornar programas de transferência de renda, como o Bolsa Família , constitucionais. A proposta visa, ainda, garantir o crescimento real (acima da inflação) dos repasses do programa.

Servidores públicos na mira do governo: entenda a reforma administrativa

Também será apresentado um projeto de lei para criar um benefício específico voltado à primeira infância.   O foco serão os primeiros cinco anos de vida, fase decisiva para o desenvolvimento cerebral. Esse incentivo incluirá 3,2 milhões de crianças.

Veja Também:  Indústria cresce em 7 das 15 regiões em outubro, diz IBGE

Tábata Amaral afirmou que cabe à Câmara dar respostas para a sociedade sobre o combate à pobreza e à desigualdade no País.

“O pouco que reduzimos de desigualdade foi revertido com a crise econômica e, diante disso, fica um sentimento desta Casa de que um ajuste fiscal e as reformas econômicas não podem vir sozinhos. Temos de encampar uma agenda de desenvolvimento social ”, disse a parlamentar.

“O Brasil é um dos países mais desiguais do mundo e isso só está piorando. Cabe à Câmara dar uma resposta para a extrema pobreza, para a pobreza multidimensional e para a desigualdade”, acrescentou Amaral.

Lei de Responsabilidade Social

Para o deputado Felipe Rigoni (PSB-ES), o resultado do ajuste fiscal feito pelo País vai permitir que se possa combater de forma mais efetiva a desigualdade de oportunidades. Segundo ele, a Lei de Responsabilidade Social vai ser um instrumento importantíssimo para reduzir as disparidades no Brasil.

“Há 20 anos, fizemos a Lei de Responsabilidade Fiscal, e agora estamos tentando ver como a gente tira as pessoas que estão em estado de vulnerabilidade . Em vez de punir, vamos premiar os municípios e os estados que conseguirem tirar de forma integral e perene pessoas que estão nessa situação”, comentou Rigoni.

Outros parlamentares também participaram do evento , como os deputados Pedro Cunha Lima (PSDB-PB), Raul Henry (MDB-PE), João H. Campos (PSB-PE) e o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE).

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
publicidade

Economia

CEO britânico faz confissão na web e viraliza: “não tenho amigos”

Publicado

source
Mark Gaisford arrow-options
Reprodução

Executivo britânico confessa não ter amigos mesmo com vida profissional bem sucedida

“Coloco meu coração e minha alma nos negócios e amo isso. Mas tenho certeza que não estou sozinho quando digo que  adoraria conhecer pessoas novas fora do ambiente de trabalho” (tradução livre). Essa é uma das frases que a apresenta o vídeo “Não tenho amigos”, publicado no mês passado pelo executivo britânico Mark Gaisford.

O vídeo publicado no Youtube e no LinkedIn, rede social corporativa, viralizou no Reino Unido e em outros países alcançando mais de um milhão de vizualizações.

Confira: Vida nova? 6 dicas para mudar (ou entrar) em uma carreira diferente em 2020

 Nele, Gaisford, que é CEO de uma empresa de recrutamento  no sudeste da Inglaterra, afirma que mesmo tendo “colegas de trabalho sensacionais”, lhe faltava um amigo para jantar e fazer “longas caminhadas no campo”.

“Não tenho amigos. É uma coisa assustadora admitir isso, especialmente aqui no LinkedIn, mas é verdade”, admite na gravação. 

Quando produziu o vídeo, Gaisford sabia que não estava sozinho. No relato, ele apresenta alguns dados, entre eles que 18% dos homens admitem não ter amigos próximos e 32% que não contam com um melhor amigo. 

Veja Também:  Motel fazenda? Projeto de lei quer proibir motéis em áreas urbanas

Seu chefe é legal? Aprenda a reconhecer e lidar com 5 tipos diferentes

Ele defende que homens precisam gastar mais tempo com socialização e iniciando um hobby.

O vídeo também do  não fica na autopiedade. O executivo toma uma atitude e se cadastra em um grupo com pessoas que não se conhecem mas querem se encontrar. No fim da gravação, ele diz animado que se aquelas pessoas “brilhantes” ainda não eram suas amigas, poderiam ser no futuro.

Final feliz

Além de entrevistas na rede de TV britância “BBC” e no jornal “The Mail on Sunday”, o vídeo de  Gaisford lhe rendeu o que ele queria: um amigo . O executivo produziu um outro vídeo saindo com o amigo Joe, que conheceu nos comentários das redes sociais de primeiro relato. 

Confira os dois:







Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Lulinha usou empresas falsas para dissimular operações milionárias, diz Receita

Publicado

source
LLF arrow-options
Receita Federal / Divulgação

Sede da LLF Participações.

A empresa Gamecorp , que tem como sócio Fábio Luís Lula da Silva , mais conhecido como Lulinha, contratou empresas inexistentes para dissimular lucros milionários. O esquema filho do ex-presidente Lula foi descoberto por uma equipe especial de fiscalização da Receita Federal, de acordo com a revista Veja

As declarações de renda de Lulinha referente aos anos de 2013 a 2015 apontam que a Gamecorp fez repasses de 2,8 milhões para a G4 Entretenimento e Tecnologia Digital e  a LLF Participações. Lucros isentos de tributação foram distribuídos no montante de 2,9 milhões de reais. 

Leia mais: Caixa reduz juros para financiamento da casa própria e cheque especial

“Além da anormalidade de contratante e contratado serem a mesma pessoa, chama a atenção os valores envolvidos, muito acima daqueles pagos às demais prestadoras de serviços”, diz a Receita .

A Fisco acredita que a transação foi realizada para Lulinha com o intuito de que o empresário deixasse de pagar tributos. O órgão fez uma representação fiscal para fins penais, que pode se transformar em processo e se converter em uma pena de dois a cinco anos de prisão em regime fechado. Mais quatro empresas que negociaram com a Gamecorp também não existiram, incluindo empresas da área de engenharia. 

Veja Também:  Programa Verde-Amarelo: relator quer retirar taxação do desempregado

“Os serviços foram prestados por estas duas empresas, G4 e LLF, na pessoa de Fábio Luís , o qual, desta forma, contratou a si mesmo através de duas empresas diferentes no período, de forma contínua e não cumulativa, recebendo remuneração para executar as mesmas atividades que realizava enquanto diretor presidente da Gamecorp ”, segundo o relatório apresentado pelo órgão federal.

Leia também: Sol em crença, ascendente em negócios: o mercado crescente da astrologia

Ao ir em busca das empresas contratadas pela firma em que o filho de Lula é sócio, a Receita Federal descobriu sobre a “inexistência fática das prestadoras de serviço”. O órgão dedicou um capítulo exclusivo sobre o fato no relatório do caso. 

O que existe no domicílio tributário informado pela prestadora de serviço LLF Participações é um terreno vazio, murado, com uma antena parabólica no lote. “A LLF nem mesmo possui empregados em qualquer época”, segundo a Receita Federal

O filho do ex-presidente petista Luis Inácio Lula da Silva também é alvo de uma nova fase da Operação Lava Jato, que tem como foco investigar se o dinheiro recebido por Lulinha foi usado para pagar a compra do sítio de Atibaia. 

Veja Também:  Caixa reduz juros para financiamento da casa própria e cheque especial

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Patrão presenteia funcionários com R$ 42 milhões em confraternização

Publicado

source
. arrow-options
Foto: Reprodução/Internet

Imobiliária norte-americana decidiu surpreender seus funcionários e agradecer o empenho de todos no trabalho

Uma imobiliária de Maryland, nos Estados Unidos, decidiu surpreender seus funcionários ao anunciar uma surpresa. Durante o tradicional jantar de Natal da empresa, a St. John Properties, anunciou a distribuição de 10 milhões de dólares (42 milhões de reais) entre os seus 198 funcionários, de acordo com o número de anos que lá trabalham.

As quase duas centenas de funcionários estavam se divertindo na confraternização de fim de ano, quando foi entregue a cada um envelope vermelho personalizado – que sabiam ser uma “surpresa”, mas não sabiam o quê.

Lawrence Maykrantz, presidente da empresa, fez as declarações iniciais. Ele explicou tinham avançado e conquistado um belo patamar, o desenvolvimento de 20 milhões de metros quadrados em imóveis, duplicando o valor da organização em apenas 14 anos (para 3,5 bilhões de dólares).

O fundador da empresa, Edward St. John, fez o anúncio. Ele explicou que os 10 milhões de dólares seriam para a força de trabalho. Cada um dos funcionários recebeu uma quantia baseada no número de anos que já tinha dado à casa, ou seja, a quantia mínima foi de 100 dólares (420 reais) e a quantia máxima foi de 270 mil dólares (cerca de um milhão de reais).

Veja Também:  Inadimplência do consumidor tem primeira queda após dois anos

Confira o vídeo:

Houve quem dissesse que já conseguia pagar o resto do financiamento da casa, ou pagar os estudos dos filhos na totalidade, segundo a reportagem da CNN. “Foi, verdadeiramente, uma das coisas mais incríveis que pude presenciar na minha vida. Todos estavam dominados pelas emoções. Houve gritos, lágrimas, riso, abraços”, disse o presidente à mesma publicação.

“As pessoas fizeram fila para nos abraçar, beijar, apertar as mãos. Ouvimos histórias atrás de histórias sobre o que iam fazer com o dinheiro. Agora, estão livres de dívidas, vão pagar os créditos, as casas, as mensalidades dos filhos”, continuou.

“Estamos muito orgulhosos dos nossos colaboradores, eles são a razão do sucesso desta empresa”, disse ainda Maykrantz.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana