conecte-se conosco


Economia

Saldo de empregos formais no Brasil foi de 157 mil novas vagas em setembro

Publicado

source

Agência Brasil

carteiras de trabalho arrow-options
Jana Pêssoa/Setas

Setembro de 2019 teve o melhor resultado em abertura de vagas com carteira assinada para o mês desde 2013

Beneficiada pelos serviços e pela indústria , a criação de empregos com carteira assinada atingiu, em setembro, o maior nível para o mês em seis anos e o sexto mês seguido de crescimento.

De 10 empresas que abriram em 2012, pelo menos 6 já fecharam as portas

Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), da Secretaria de Trabalho do MInistério da Economia, 157.213 postos formais de trabalho foram criados no último mês. O indicador mede a diferença entre contratações e demissões.

A última vez em que a criação de empregos tinha superado esse nível foi em setembro de 2013, quando as admissões superaram as dispensas em 211.068. A criação de empregos totaliza 761.776 de janeiro a setembro , 6% a mais que no mesmo período do ano passado.

Setores

Governo vai propor extinção da multa de 10% do FGTS para patrões; entenda

Na divisão por ramos de atividade, sete dos oito setores pesquisados criaram empregos formais em setembro. O campeão foi o setor de serviços , com a abertura de 64.533 postos, seguido pela indústria de transformação (42.179 postos). Em terceiro lugar, vem o comércio (26.918 postos).

O nível de emprego aumentou na construção civil (18.331 postos); na agropecuária (4.463 postos), no extrativismo mineral (745 postos) e na administração pública (492 postos).

Veja Também:  Apostas na Mega da Virada começam nesta segunda e prêmio pode chegar a R$ 300 mi

O único setor que demitiu mais do que contratou foram os serviços industriais de utilidade pública, categoria que engloba energia e saneamento, com o fechamento de 448 postos.

Tradicionalmente, a geração de emprego é alta em setembro, por causa da produção da indústria para o natal e do aquecimento do comércio e dos serviços para as festas de fim de ano. Na agropecuária , o início da safra de cana-de-açúcar é a principal responsável pela geração de empregos, principalmente no Nordeste.

Regiões

Jair Bolsonaro arrow-options
Agência Brasil – Alan Santos/PR

Presidente Jair Bolsonaro comemorou o resultado divulgado pelo Caged via Twitter nesta quinta-feira

Todas as regiões brasileiras criaram empregos com carteira assinada em setembro. O Nordeste liderou a abertura de vagas, com 57.035 postos, seguido pelo Sudeste (56.833 vagas) e pelo Sul (23.870 vagas). O Centro-Oeste criou 10.073 postos, e o Norte abriu 9.352 vagas formais no mês passado.

Na divisão por estados, todas as 27 unidades da Federação geraram empregos no mês passado. As maiores variações positivas no saldo de emprego ocorreram em São Paulo (abertura de 36.156 postos), em Pernambuco (17.630), em Alagoas (16.529) e no Rio de Janeiro (13.957).

Pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro comentou que se trata do melhor resultado para o mês em seis anos. “Estamos mudando o Brasil para melhor”, afirmou. 

Rais

O Ministério da Economia também divulgou os números da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2018. O ano passado fechou com 46, 63 milhões de vínculos, 349,52 mil a mais do que em 2017, ou um aumento de 0,8% nos postos com carteira assinada no país.

Veja Também:  União Europeia suspende análise da fusão Boeing-Embraer à espera de dados

FGTS deve impulsionar criação de vagas temporárias no Natal deste ano; entenda

No ano passado, foram abertos na iniciativa privada 371.392 postos de trabalho com carteira assinadaa, 1,02% a mais do que em 2017. Houve crescimento em quatro das cinco regiões do país, com liderança para o Nordeste, onde a oferta de vagas subiu 1,21%.

A segunda maior alta foi registrada no Sul (1,1%), seguido pelo Norte (0,96%) e pelo Sudeste (0,67%). Apenas no Centro-Oeste , houve fechamento de postos de trabalho, com queda de 0,52%.

Das 27 unidades da federação, 19 fecharam com desempenho positivo no emprego formal – principalmente Maranhão, Mato Grosso, Amapá, Santa Catarina e Amazonas.

O aumento no emprego foi maior na faixa de trabalhadores de 40 a 49 anos , com a abertura de 258 mil vagas. Em segundo lugar, vieram os empregados de mais de 50 anos (153 mil vagas), seguido pela faixa de 30 a 39 anos (83 mil vagas).

A diferença entre homens e mulheres diminuiu levemente, com o emprego feminino subindo de 40% em 2017 para 40,1% dos postos de trabalho em 2018.

Em relação à escolaridade , o maior crescimento foi registrado entre os trabalhadores com ensino superior completo (458 mil vagas), seguido pelos que têm o ensino médio (373 mil) e o superior incompleto (69 mil). Nos demais níveis de educação, houve fechamento de vagas.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
publicidade

Economia

Veja como garantir frete grátis para suas compras na Black Friday

Publicado

source

Uma preocupação para muita gente que costuma ou pretende comprar na Black Friday é o custo do frete. Para a edição 2019 do evento é possível resolver essa questão com antecedência. Isso porque a gigante do varejo  Amazon lançou um programa de assinatura que disponibiliza  frete gratuito e ilimitado para todo o Brasil.

Leia também: Esquenta Black Friday! Dez jogos para PS4 que estão em promoção na Amazon

frete arrow-options
shutterstock

Amazon tem plano de assinatura barato e que conta com frete gratuito e ilimitado

Entre as vantagens do Amazon Prime estão acesso à plataforma de streaming Amazon Prime Video, ao streaming de música Amazon Prime, ao Kindle, com diversos livros e todas as revistas da Editora Abril, e o já mencionado frete gratuito. Tudo pelo valor de R$ 9,90 mensais. Os primeiros 30 dias são grátis para teste do serviço. E a grande sacada está justamente no fato que dentro desse período de 30 dias está a Black Friday , que em 2019 acontece no dia 29 de novembro.

Veja Também:  Brasil estuda área de livre comércio com a China, diz Guedes em cúpula do Brics

Não há valor mínimo de compras para as entregas gratuitas e, se o comprador for residente de qualquer uma das capitais do Sul e Sudeste, ou do Distrito Federal, a entrega é realizada em até dois dias úteis.

Leia também: Smartphones lideram preferência na Black Friday; veja campeões de venda no País

Com a garantia de frete grátis , fica mais fácil se planejar para comprar na Black Friday 2019.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Pagamento de abono do PIS/Pasep é liberado: veja quem tem direito

Publicado

source

Agência Brasil

carteira de trabalho arrow-options
Reprodução

Parte dos saques do abono do PIS/Pasep começam nesta quinta-feira e vão até 30 de junho de 2020

O abono salarial dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) do calendário 2019/2020 começa a ser pago nesta quinta-feira (14) para os beneficiários nascidos em novembro e servidores públicos com final de inscrição 04.

A Caixa Econômica Federal é responsável pelo pagamento do abono salarial do PIS. Os pagamentos são disponibilizados de forma escalonada conforme o mês de nascimento do trabalhador.

Caixa e BB perdem exclusividade de pagar seguro-desemprego e abono PIS/Pasep

Os titulares que possuem conta individual na Caixa com cadastro atualizado já receberam o crédito automático antecipado na última terça-feira (12).

Os primeiros a receber o abono foram os nascidos em julho, no caso dos trabalhadores da iniciativa privada. Quanto aos servidores públicos, os que têm inscrição iniciada em zero.

Os trabalhadores que nasceram até dezembro recebem o PIS ainda este ano. Os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque em 2020.

Os servidores públicos com o dígito final de inscrição do Pasep de 0 e 4 também recebem este ano. Já no caso das inscrições com o final entre 5 e 9, o pagamento será no próximo ano.

Saque do FGTS aumentou para R$ 998: saiba quando você poderá tirar o dinheiro

O limite para sacar os recursos do exercício 2019/2020 será no dia  30 de junho  de 2020.

Quem tem direito

O benefício é pago ao trabalhador inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos , que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias ao longo de 2018 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos .

Para ter direito ao abono também é necessário que o empregador tenha informado os dados do empregado na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) 2018.

Para os trabalhadores que tiverem os dados declarados na Rais 2018 fora do prazo e entregues até 25 de setembro de 2019, o pagamento do abono salarial ficou disponível no último dia 4. Após esse prazo de entrega da declaração, o abono será pago no calendário seguinte.

Veja Também:  União Europeia suspende análise da fusão Boeing-Embraer à espera de dados

Os trabalhadores que tiverem os dados dos últimos cinco anos corrigidos e declarados pelos empregadores na Rais também terão seu abono liberado conforme o calendário regular . Se os empregadores encaminharem correções do cadastro a partir de 12 de junho de 2020, os recursos serão liberados no próximo calendário.

O teto pago é de até um salário mínimo (R$ 998), com o valor calculado na proporção de 1/12 do salário. A quantia que cada trabalhador vai receber é proporcional ao número de meses trabalhados formalmente em 2018.

Governo extingue multa adicional de 10% do FGTS em demissões sem justa causa

Os herdeiros também têm direito ao saque. No caso de falecimento do participante, herdeiros têm que apresentar documentos que comprovem a morte e a condição de beneficiário legal.

Como sacar o PIS

O pagamento do PIS é feito pela Caixa e o do Pasep, pelo Banco do Brasil. Os clientes da Caixa e do Banco do Brasil recebem o dinheiro diretamente na conta.

Segundo a Caixa, beneficiários que não têm conta no banco, mas possuem Cartão do Cidadão com senha cadastrada podem pegar o recurso em casas lotéricas, ponto de atendimento Caixa Aqui ou terminais de autoatendimento da Caixa.

Caso não tenha o Cartão do Cidadão, o valor pode ser retirado em qualquer agência do banco. Nesse caso, é preciso apresentar um documento de identificação oficial .

O valor do benefício pode ser consultado no aplicativo Caixa Trabalhador , no site da Caixa ou pelo Atendimento Caixa ao Cidadão pelo 0800 726 0207.

De acordo com o banco, o total disponibilizado para o pagamento do PIS no atual calendário é de R$ 16,4 bilhões, beneficiando 21,6 milhões de trabalhadores .

Veja Também:  Apostas na Mega da Virada começam nesta segunda e prêmio pode chegar a R$ 300 mi

Como receber o Pasep

No caso do Pasep, pago pelo Banco do Brasil , mais de 2,9 milhões de trabalhadores têm direito ao abono, totalizando R$ 2,6 bilhões.

Este ano, a novidade é que correntistas de outras instituições financeiras podem enviar transferência eletrônica disponível (TED) sem custos. Para os clientes Banco do Brasil, o crédito automático em conta será feito dois dias antes da liberação dos pagamentos.

Entre os servidores públicos e militares, com direito ao saque do abono no exercício 2019/2020, cerca de 1,6 milhão não têm conta no Banco do Brasil. Para facilitar o recebimento, esse público não precisará se deslocar a uma das agências do banco.

Na página da internet criada pelo BB para o pagamento do benefício, o servidor poderá solicitar a transferência bancária do valor do seu abono, de acordo com o calendário de pagamento. A transferência também pode ser feita em qualquer terminal de autoatendimento do Banco do Brasil.

Os demais beneficiários (cerca de 1,3 milhão de trabalhadores) são correntistas do banco. Para saber se tem direito ao abono, o trabalhador pode consultar o site  www.bb.com.br/pasep ou telefonar para a Central de Atendimento do Banco do Brasil, nos telefones 4004-0001 e 0800-729-0001.

Histórico

As leis complementares nº 7 e 8 de 1970, respectivamente, criaram o PIS e o Pasep . A partir de 1976, foi feita a unificação dos programas no Fundo PIS/Pasep.

Até outubro de 1988 os empregadores contribuíam ao Fundo de Participação PIS/Pasep, que distribuía valores aos empregados na forma de cotas proporcionais ao salário e tempo de serviço.

Após a promulgação da Constituição de 1988 , as contribuições recolhidas em nome do PIS/Pasep não acrescentam saldo às contas individuais.

Os recursos passaram a compor o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) , para o custeio do Programa do Seguro-Desemprego, do Abono Salarial e a financiamento de programas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O abono salarial que não for retirado dentro do calendário anual de pagamentos será devolvido ao FAT.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Oferta de emprego é denunciada na Polícia Militar por racismo e gordofobia

Publicado

source
cuidador de idosos arrow-options
Divulgação

vagas com conteúdo discriminatório eram para cuidador de idosos

Uma mensagem recebida por WhatsApp motivou a cuidadora de idosos Eliangela Carlos Lopes, de 41 anos, a procurar a Polícia Militar de Minas Gerais no início deste mês para registrar um Boletim de Ocorrência. 

Moradora de Belo Horizonte pagará R$ 36 mil de indenização por revista ilegal

A publicação continha um anúncio de vagas para cuidadores de idosos , porém, no texto, dizia “únicas exigências : não podem ser negras, gordas e precisam de pelo menos 3 meses de experiência”. As informações são do site G1.

Ao canal de notícias, Eliangela conta que se revoltou ao ler o texto. “Eu não preencheria a vaga por causa do meu tom de pele. Eu fiquei estarrecida , em estado de choque, com o meu coração dilacerado. Eu sou negra, de cabelo ruim, moradora de Ribeirão das Neves e estou com 41 anos. Que chance eu teria?”, indaga.

Latam dificulta voo de autista para Rock in Rio e mãe pede ajuda no Twitter

Ela informa que está empregada há dois anos e, portanto, não precisava da vaga, mas se colocou no lugar de colegas desempregados ao fazer a denúncia. 

Segundo reportagem do site G1, a oferta de emprego era da Home Angels BH Centro-Sul, que trabalha com serviço de cuidadoras. Ela foi encaminhada para a empresa de treinamento Leveza do Afeto, que repassou a informação por meio de uma linha de transmissão do WhatsApp. 

Eliangela chegou a questionar a responsável pela Leveza do Afeto, Fernanda Spadinger, de quem recebeu a mensagem, sobre o caráter discriminatório da vaga. Ao G1, Fernanda afirmou que “a minha intenção foi empregar . Eu copiei e colei para atender a demanda”. 

Desemprego recua para 11,8%, mas ainda atinge 12,5 milhões, revela IBGE

Veja Também:  Brasil estuda área de livre comércio com a China, diz Guedes em cúpula do Brics

Depois de questionada por Eliangela, Fernanda desculpou-se e enviou outra mensagem corrigindo. Nesta quinta-feira (14), o site da Leveza do Afeto e sua página no Facebook estavam fora do ar. 

“Eu repudio qualquer tipo de preconceito. Não é uma postura minha e nem da minha empresa. Eu deveria ter filtrado ou dito que eu não trabalho com esse tipo de empresa, mas na pressa eu enviei para a lista de transmissão das cuidadoras criadas por mim”, se defendeu Fernanda ao G1.

A franqueada Home Angels Centro Sul, de Belo Horizonte, enviou uma nota onde afirma que não mantém “qualquer vínculo jurídico com a psicóloga Sra. Fernanda Spadinger (citada na reportagem)”. Em outro ponto da nota, a empresa afirma que “repudia com veemência todo e qualquer ato de injúria racial ou racismo, em todas as suas formas de manifestação”.

A franqueadora , Home Angels de São Paulo também se manifestou sobre o caso. Veja a íntegra da nota das duas empresas:

Home Angels – Unidade Centro Sul

A empresa “Home Angels – Centro Sul”, por meio de sua diretoria, vem a público esclarecer e manifestar-se acerca das denúncias publicadas na imprensa, nos seguintes termos:
Primeiramente, a empresa acima citada, atuante no segmento de cuidadores de pessoas em domicílio há mais de 8 anos na capital mineira, esclarece que repudia com veemência todo e qualquer ato de injúria racial ou racismo, em todas as suas formas de manifestação. Da mesma forma, a empresa repudia, com a mesma veemência, todo e qualquer ato discriminatório no tocante ao peso, estatura ou a qualquer outra característica física de seus prestadores de
serviços.
Ressaltamos que inexiste qualquer requisito para contratação de seus funcionários e/ou prestadores de serviços, salvo a avaliação quanto a aptidão técnica, qualificação e experiência profissional dos candidatos à vagas porventura existentes.
Informa-se ainda que a empresa não possui qualquer vínculo jurídico com a psicóloga Sra. Fernanda Spadinger (citada na reportagem), ressaltando que a mesma jamais compôs o quadro de funcionários da empresa, não sendo autorizada a emitir qualquer juízo de valor em nome desta. Noutro tanto, a empresa informa que está apurando todo e qualquer desvio de
conduta profissional de seus funcionários, noticiados na reportagem, adotando-se a cautela exigida, visando repelir com o devido rigor, o objeto das denúncias em apuração.
De certo, a empresa “Home Angels – Centro Sul” enfatiza que não coaduna com
o teor da mensagem citada na reportagem e tomará as medidas cabíveis.

 Franqueadora Home Angels

Tomamos conhecimento de que um colaborador de uma unidade franqueada Home Angels teria  realizado atos discriminatórios em face de negros e obesos em processo seletivo para a contratação de cuidadores plantonistas. O referido ato teria sido realizado através de envio de solicitação de interessados por meio da ferramenta whatsapp, e que teria sido endereçado a uma única pessoa.
Repudiamos veementemente o fato ocorrido. Somos uma empresa com valores sociais e humanos e que tem entre os seus valores o respeito ao próximo e a igualdade de tratamento, independente de sexo, cor, credo, etc.
A Home Angels é uma empresa franqueadora que atua através do sistema de franquias, sendo que a administração das unidades franqueadas ocorre de forma independente e as pessoas jurídicas não se confundem, havendo um instrumento contratual que regula os direitos e obrigações entre as partes.
Tomamos providências imediatas para a apuração dos fatos mencionados com a unidade franqueada, a qual o colaborador está vinculado, com o intuito de que após apurado e ouvidos os envolvidos, sejam aplicadas as medidas cabíveis em relação às obrigações do contrato de franquia.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana