conecte-se conosco


Esportes

Sorriso ausente nos últimos dias precisa vencer as polêmicas de Neymar

Publicado

“Preciso escrever alguma coisa”. Essa frase está me perseguindo por dias . É como se alguém já me acordasse dizendo: Guilherme, seu vagabundo, você precisa escrever. E até por isso quero pedir desculpas pelo tempo ausente. É que gostaria de evitar justamente isso: escrever por escrever, sem ter nada para acrescentar. Tivemos a Copa do Mundo feminina, a Copa América, Neymar e tantos outros pratos saborosos para explorar. Mas o assunto de hoje é felicidade . É sobre o único tema que consigo tratar.

Eu tenho me sentido feliz nos últimos dias . E é aquela alegria sem razão ou circunstância, sem obrigação ou devoção, causa ou aparência. Nos últimos dias tenho lembrado de coisas engraçadas que aconteceram comigo, como quando joguei uma bituca de cigarro na bolsa de uma mulher, num bar. Eu ainda fumava. Fui me livrar daquele troço fedorento e, como Michael Jordan, acertei precisamente o zíper aberto . Na mosca.

Leia também: Tite monta Seleção para duelo contra o Paraguai

Imaginei um incêndio de grandes proporções. De repente a bolsa pegando fogo. E depois a mesa. E o bar. E a rua. E depois o quarteirão. E o Pacaembu, que fica lá por perto, ficaria cheio de chamas e fumaça. Tive sorte e tempo, porém, de evitar uma calamidade. Enfiei a mão na bolsa e tirei a bituca atrevida. A moça riu – não entendendo muito bem o que estava acontecendo, mas riu – e demorou uns 10 minutos para entender como poderia ter alguém tão burro e idiota por perto. Eu, no caso.

Veja Também:  Mais uma polêmica! Jon Jones é acusado de assédio por garçonete

O herói , no futebol, é a razão da felicidade de todo torcedor. O jogador que dribla. No jogo, o drible é a definição mais precisa de sorriso. O gol é o ponto chave. O gol separa os campeões dos rebaixados. Os vencedores dos perdedores. O herói é quem decide a partida mais difícil. E nem sempre é o craque do time. O Brasil sempre teve os seus. Pelé e Garrincha; Bebeto e Romário; Sócrates e Zico; Rivaldo e Ronaldo; Ronaldinho e Kaká. Uma infinidade de duplas e trios e quartetos e etc.

Leia também: Eles me contaram quem foi Coutinho, atacante do Santos

Neymar , hoje, é o maior candidato a herói brasileiro de sua geração. Está longe dos outros. Lesões seguidas, acusações e dificuldade em lidar com a fama estão afastando o camisa dez do próprio potencial. Seu pai não ajuda. Seus empresários não ajudam. E ele, por fim, não se ajuda. Neymar é um craque. E um craque detestado . O brasileiro não gosta do seu melhor jogador.

Leia também: Somos tão insignificantes que jogamos enquanto choramos

Neymar surgiu sorrindo. E não gostavam. Chamavam o então moleque de inconsequente por só sorrir. Driblava e sorria o tempo todo, diante de quem quer que fosse: grandalhões de quase dois metros ou fortões de cento e poucos quilos. Neymar apanhava e sorria. E hoje só tem apanhado. O sorriso do jogador foi substituído pela pose do popstar. O riso sincero deixou de ser marca registrada. Ele precisa entender que não é o dono do mundo.

Veja Também:  Climão na Globo, provocações e polêmica… Veja os acontecimentos desta semana

Ontem me flagrei cantando no carro. Cantando o que tocava no rádio, sem quase nem saber a letra, enquanto os outros motoristas me olhavam de cima pra baixo. É a tradução: estou feliz. Realmente estou me sentindo feliz, inexplicavelmente feliz nesses dias . Se há alguma torcida de minha parte em relação a Neymar, saiba: é pelo sorriso. Ele diz muito mais do que depoimentos policiais, conversas no WhatsApp e entrevistas. A bituca de Neymar ainda não causou incêndio irreversível.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Fluminense derrota o Peñarol fora e encaminha vaga às quartas da Sul-Americana

Publicado

Yony Gonzalez marcou para o Fluminense contra o Peñarol arrow-options
CONMEBOL/TWITTER

Yony Gonzalez marcou para o Fluminense contra o Peñarol

A péssima fase do Fluminense no Campeonato Brasileiro não atravessou a fronteira com o Uruguai e, na noite desta terça-feira, no Estádio Campeón del Siglo, o Time de Guerreiros venceu o Peñarol por 2 a 1 — gols de Yony González (duas vezes) e Gastón Rodríguez —, pelo compromisso de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana .

Na próxima terça-feira, às 21h30, no Maracanã, a equipe do Fluminense pode até perder por 1 a 0 que avança às quartas de final.

O Fluzão deverá enfrentar o vencedor de Corinthians e Montevideo Wanderers, outra equipe uruguaia. Caso o Peñarol devolva o marcador, a decisão da vaga será nos pênaltis, uma vez que o gol fora de casa serve como critério de desempate.

Com seu toque de bola característico, o Tricolor das Laranjeiras teve amplo domínio territorial em boa parte da etapa inicial. Aos 16 minutos, após saída de bola errada do goleiro Dawson, Marcos Paulo teve calma e paciência para fazer linda enfiada para Yony González, que ganhou da zaga e bateu na saída do arqueiro uruguaio: 1 a 0.

Veja Também:  Sonhando com volta ao Barça, Neymar exalta Messi: “Fazíamos uma dupla genial”

Na base da correria e da força, o Peñarol tomou conta do jogo depois do golpe sofrido. A situação do Flu poderia ter ficado melhor se o árbitro, após consulta ao VAR, tivesse tido coragem para expulsar Gargano, que deu uma cotovelada em Daniel e levou apenas o amarelo.

Pedro, de cabeça, ainda teve grande chance para ampliar, mas pulou todo atrapalhado. Nos minutos finais, o Peñarol fez uma blitz na defesa do Flu, que foi salvo pelo menos três vezes pelo estreante Muriel.

O segundo tempo continuou intenso. Com os donos da casa tentando de todas as maneiras o empate, o goleiro Muriel mais uma vez foi determinante aos 18, quando salvou uma chance à queima-roupa. Pouco tempo depois, aos 25, Yony foi lançado por Daniel e tocou com categoria por baixo de Dawson para ampliar.

Tranquilo e muito seguro em campo, o Fluminense dominava as ações e administrava o marcador. No entanto, aos 44 minutos, numa jogada pela direita da defesa tricolor, Gastón Rodríguez escorou cruzamento e diminuiu o placar. De qualquer forma, a vantagem do Tricolor é considerável para o jogo de volta.

Veja Também:  É oficial! Flamengo anuncia contratação de lateral Filipe Luís

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Borja marca golaço e Palmeiras busca empate com Godoy Cruz na Argentina

Publicado

Lance

Palmeiras e Godoy Cruz duelaram na Argentina pela Libertadores arrow-options
CONMEBOL/TWITTER

Palmeiras e Godoy Cruz duelaram na Argentina pela Libertadores

Após um começo de jogo irreconhecível e sair perdendo, o Palmeiras conseguiu reagir e empatou em 2 a 2 com o Godoy Cruz , nesta terça-feira, na Argentina, pela primeira partida das oitavas de final da Libertadores . Felipe Melo e Borja marcaram para o Verdão, enquanto Santiago “Morro” Garcia fez os dois dos argentinos.

Palmeiras e Godoy Cruz voltam a se enfrentar na próxima terça-feira, às 21h30, no Allianz Parque. Agora, o Verdão tem a vantagem do empate sem gols ou até em 1 a 1. Quem vencer, avança. Antes disso, o Verdão volta a campo no sábado, também em casa, contra o Vasco, pelo Brasileiro.

“Morro” abaixo

Mesmo com três mudanças na escalação titular em relação a derrota para o Ceará, no último sábado – as entradas de Raphael Veiga, Willian e Borja -, o Palmeiras começou a partida na Argentina irreconhecível. E pagou por isso. Logo aos 5 minutos de partida, o Godoy Cruz abriu o placar. Num apagão da zaga alviverde, Andrada cruzou a bola pela direita, Brunetta, livre, escorou para o meio da área, e Santiago “Morro” García, também sem marcação, cabeceou para o gol.

Depois, o Palmeiras pareceu ter acordado em campo e chegou a ter duas chances, com Veiga e Borja, mas não aproveitou. Quem não desperdiçou a nova chance que teve foi Morro Garcia. Num belo contra-ataque, Bullaude achou o centroavante entrando livre nas costas de Diogo Barbosa. O camisa 18 chegou batendo de primeira e ampliou o placar.

Veja Também:  Climão na Globo, provocações e polêmica… Veja os acontecimentos desta semana

Felipe Melo diminui

Quando o cenário se mostrava desastroso para os visitantes, o time de Felipão contou com a sorte para diminuir o placar aos 33 minutos. Willian aproveitou uma sobra e ajeitou a bola para Marcos Rocha, que levantou na área. O goleiro argentino saiu mal do gol e Felipe Melo marcou, de cabeça, o tento que começou a reação do Palmeiras na partida.

Weverton salva

Se o gol de Felipe Melo animou o torcedor palmeirense, Weverton salvou o que poderia ser um banho de água fria no time. Três minutos após o tento, García recebe uma bola na entrada da área, teve a camisa puxada pro Gómez e o árbitro Wilmar Roldan marcou pênalti. O próprio atacante foi para a cobrança, mas bateu fraco no meio do gol e Weverton fez a defesa com os pés.

Borja desencanta

Se o começo do primeiro tempo do Palmeiras foi desastroso, o time voltou melhor para a etapa final. Depois de quase marcar com o Willian aos 9 minutos, o Verdão chegou ao empate aos 13. E logo com Borja. O atacante recebeu um bom passe de Luan, deu um belo giro sobre Varela e chutou por baixo do goleiro adversário. Golaço!

Veja Também:  Goiás usa mulheres sensualizando na divulgação da nova camisa e é criticado

O colombiano não marcava desde fevereiro e foi apenas o seu quarto gol no ano – o primeiro na Libertadores.

Melhor em campo durante todo o segundo tempo, o Palmeiras quase conseguiu a virada no final. O goleiro Mehring defendeu uma bela cobrança de falta de Bruno Henrique aos 42. Depois, o Verdão até pressionou, mas ficou nisso. De bom tamanho pelo começo ruim do time.

FICHA TÉCNICA
GODOY CRUZ (ARG) 2 x 2 PALMEIRAS

Local : Malvinas Argentinas, Mendoza (Argentina)
Data-Hora : 23/7/2019 – 21h30
Árbitro : Wilmar Roldan (Colômbia)
Assistentes : Alexander Guzman e Dionisio Ruiz (ambos da Colômbia)
VAR : Victor Carrillo (Peru)
Gramado : Bom
Público/Renda : Não informados
Cartão amarelo : Aleo e Brunetta (GOD), Luan (PAL)
Cartão vermelho : –

GOLS : Santiago García, 5’/1ºT (1-0), Santiago García, 28’/1ºT (2-0), Felipe Melo, 33’/1ºT (2-1); Borja, 13’/2ºT (2-2)

GODOY CRUZ : Mehring; Arena, Héctor Varela, Tomás Cardona e Aleo; Kevin Gutiérrez, Juan Andrada, Bullaude (Manzur, 30’/2ºT) e Brunetta; Merentiel (Pietro, 20/2ºT) e Santiago García. Técnico: Lucas Bernardi.

PALMEIRAS : Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Raphael Veiga; Willian (Hyoran, 30’/2ºT), Dudu e Borja (Deyverson, 37’/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Mãe e filho hostilizados no Gre-Nal são recebidos no CT do Grêmio

Publicado

Bernardo e Taís encontram jogadores do Grêmio arrow-options
Reprodução/Twitter Grêmio

Bernardo e Taís encontram jogadores do Grêmio

O Grêmio abriu as portas na tarde desta terça-feira (23) para receber os torcedores tricolores Taís e Bernardo (mãe e filho). Depois de passarem maus momentos no último Gre-Nal, ambos puderam conhecer os jogadores gremistas e ainda levaram para casa algumas lembranças.

Mãe e filho foram recepcionados no CT Luiz Carvalho e receberam o carinho dos atletas gremistas e do técnico Renato Gaúcho . Para deixar de lado definitivamente as memórias ruins do último Gre-Nal , o garoto foi presenteado com camisas do Grêmio e ainda pôde conversar com seus ídolos.

A atitude do Tricolor de promover o encontro se deu após  Taís e Bernardo terem sido hostilizados por torcedores colorados no clássico entre Internacional e Grêmio, que aconteceu no último sábado, no estádio Beira-Rio.

Entenda o caso

Logo após o empate em a 1 a 1 no Gre-Nal do último sábado, Taís – que estava no Beira-Rio juntamente com Bernardo – pegou uma camisa do Grêmio e passou a agitá-la. O fato aconteceu no setor destinado à torcida do Internacional . A atitude causou revolta em alguns torcedores rivais, que retiraram a camisa do Grêmio das mãos de Taís com violência e deixaram o garoto Bernardo aos prantos. Todas as imagens foram flagradas pela RBS TV.

Veja Também:  Mais uma polêmica! Jon Jones é acusado de assédio por garçonete

Leia mais: Envolvidos em hostilização no Gre-Nal são identificados pela Polícia Civil do RS

O Ministério Público e a Polícia Civil abriram investigações para apurar o caso acontecido no Gre-Nal . Uma das torcedoras do Inter envolvidas na confusão foi suspensa provisoriamente pelo clube colorado.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana