conecte-se conosco


Política Nacional

80% dos brasileiros pelo menos desconfiam de falas de Bolsonaro, diz Datafolha

Publicado

Bolsonaro sério arrow-options
José Dias/PR – 19.11.19

Minoria de 19% diz confiar sempre nas declarações de Bolsonaro

Uma parcela de 80% da população brasileira pelo menos desconfia das declarações do presidente Jair Bolsonaro , mostra uma pesquisa divulgada neste sábado (7) pelo Datafolha . De acordo com o levantamento, 43% das pessoas entrevistas disseram que nunca confiam nas falas de Bolsonaro, enquanto 37% disseram que confiam às vezes. Os que dizem confiar sempre foram 19% dos entrevistados e 1% não soube responder.

A pesquisa, realizada nas últimas quinta (5) e na sexta-feira (7), ouviu 2.984 pessoas de 176 cidades de todo o Brasil . A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, dentro da margem de confiança de 95%. Isso significa que o resultado da pesquisa estaria correto, considerando a margem de erro, em 95% dos casos.

Leia também: Radicais, Lula e Bolsonaro enfrentam dificuldades em fazer candidatos a prefeito

Neste domingo (8), o instituto ainda deve divulgar uma pesquisa com as avaliações do governo do presidente Jair Bolsonaro.

Desde que assumiu a presidência, Bolsonaro tem assumido uma conduta mais combativa. Os ataques tem atingido principalmente veículos de comunicação e os próprios jornalistas.

Comentários Facebook
publicidade

Política Nacional

Bolsonaro sobrevoa manifestantes de helicóptero em Brasília

Publicado


source
Bolsonaro helicóptero
Reprodução Facebook Jair Messias Bolsonaro

Neste domingo (31) Bolsonaro usou helicóptero para sobrevoar apoiadores, em ato contra o STF

Neste domingo (31), atos pró-Bolsonaro acontecem pelo Brasil. Em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro sobrevoou apoiadores de helicóptero e, ao encontrá-los na Praça dos Três Poderes, não usou máscara.

. Praça dos 3 Poderes (1):

Posted by Jair Messias Bolsonaro on  Sunday, May 31, 2020


O uso de máscara é obrigatório do Distrito Federal como medida de contenção da pandemia de Covid-19. As aglomerações, apesar de não recomendadas por conta da crise sanitária, ocorrem neste domingo e são transmitidas pelas redes sociais do presidente.

Veja: 72% discorda de Bolsonaro sobre armar população contra ditadura

O ato é em favor do governo e contra o Supremo Tribunal Federal . As críticas ao STF acontecem após a abertura inquérito contra fake news, que investiga aliados do presidente.

Leia ainda:  É preciso mudas as regras da república, diz ministro da educação

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Carla Zambelli justifica ausência em ato pró-Bolsonaro com laudo médico

Publicado


source
Zambelli
Divulgação/PSL na Câmara

Zambelli afirmou que pensa em desistir da política neste domingo (31)

Na manhã deste domingo (31), a equipe da deputada federal Carla Zambelli (PSL) foi ao Twitter justificar sua ausência nos atos pró-Bolsonaro. 

“A Deputada @CarlaZambelli38 passou mal às 5h40 e não estará presente no ato pró Bolsonaro deste domingo. Já foi medicada, mas recomendam que ela fique em repouso. Desejamos sorte e luz para quem for”, diz o post.

Veja:  Quem é Carla Zambelli? As polêmicas da deputada ex-fã de Moro

Em seguida, Zambelli respondeu ao próprio tuíte dizendo que houve pessoas que duvidaram do problema de saúde. A deputada postou a imagem um laudo médico como comprovação, mostrando diagnóstico de fibromialgia.


Em seguida, um internauta escreveu que ela “deveria desistir da carreira de política”. Zambelli respondeu: “É uma possibilidade que está sendo estudada”.

As  manifestações acontecem neste domingo em Brasília contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e em apoio ao presidente Jair Bolsonaro.

Leia:  Bolsonaro critica notícias: ‘Tudo aponta para uma crise’

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Datafolha: 72% discordam da frase de Bolsonaro sobre armar população

Publicado


source
Bolsonaro
Marcos Corrêa/PR

Segundo levantamento, população discorda de posicionamento do presidente sobre armas

Na noite deste sábado (30), uma nova  pesquisa do Datafolha mostrou que mais de 70% da população discorda da ideia do presidente de dar armas para a população, frase proferida por ele durante a reunião ministerial que se tornou pública após autorização do ministro Celso de Mello.

Leia também: Bolsonaro ataca imprensa e fala em “negociar bilhões” para acabar com fake news

Segundo o levantamento, que ouviu, por telefone, 2.069 pessoas nos dias 25 e 26 de maio e tem margem de erro de dois pontos percentuais, 72% discordam da frase de que “povo armado não é escravizado”, enquanto outros 24% concordam, 2% não concordam e nem discordam e 2% não souberam responder.

Entre os grupos ouvidos, as maiores desaproações são de pessoas que consideram o governo Bolsonaro ruim ou péssimo (92%), quem votou em Fernando Haddad no segundo turno das eleições de 2018 (91%), mulheres (80%, contra 62% dos homens) e de quem recebe até um salário mínimo (77%).

Por outro lado, o único grupo que registra aprovação maior do que desaprovação ao discurso armamentista do presidente é o de apoiadores do governo que avaliam a gestão como ótima ou boa (54% aprovam, contra 40%).

Leia também: Com máscaras e tochas, grupo “300 do Brasil” protesta em frente ao STF; assista

A pesquisa Datafolha mostra que, mesmo em grupos que estão sintonizados com Bolsonaro – como empresários, a faixa da população que recebe mais de dez salários mínimos e até mesmo os eleitores do presidente no segundo turno na última eleição -, a aceitação não é das maiores: 50% dos empresários discordam, 60% de quem tem maior renda e 52% dos eleitores de 2018.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana