conecte-se conosco


Sem categoria

A serra do Roncador e seus enigmas, por Genito Santos

Publicado

A Serra fica situada no Nordeste do Mato Grosso e é um centro místico e metafísico, muitas pessoas quando pensam na Serra do Roncador lembram do coronel Percy Harrison Fawcett, inglês que veio ao Brasil desbravar estas terras  buscando uma civilização perdida e o que aconteceu com ele ? Ele desapareceu.

Conhecida por alguns como Dedo de Deus, esta formação encontra-se na Serra do Roncador entre Barra do Garças-MT e Nova Xavantina-MT. Toda esta região é considerada mística pelos esotéricos.

Algumas teorias em volta do desaparecimento de Fawcett em 1925 são as que ele teria sido morto por tribos locais e também a de uma suposta carta enviada a sua esposa Nina escrevendo: “Você não precisa ter medo de qualquer falha.”

O documentário ” Enigmas da Serra do Roncador” faz menção ao historiador Wolgang Dankmar Gunther. Este teria encontrado relatos que a família de Fawcett foi levada por uma tribo até o local onde o corpo estava enterrado, e ainda recusaram-se de fazer teste de DNA. Surge assim em meio de enigmas um palco esotérico e também ufológico dentro do Mato Grosso: A Serra do Roncador. O nome Roncador surgiu devido ao ronco provocado pelo som do vento a transitar pela Serra.

Ufólogos: Muitos pesquisadores acreditam que a Serra é um local ideal para o contato com outros seres, o Núcleo Araguaia de Pesquisas Ufológicas do Roncador é quem realiza as vigílias naquele espaço.

Alguns mistérios rondam a Serra do Roncador, muitos acreditam em civilizações intraterrenas que habitam o mundo da Terra Oca também a cidade de Kephises (cidade grega citada no manuscrito 512 que teria sido destruída pelo Governo Português depois de 1754). O sinal na imagem abaixo é a grafia do nome grego Kephises como foi encontrado no documento 512 durante a oitava expedição portuguesa de 1754 [fonte] para o desconhecido.

Dia 22/06 o fantástico programa da Rede Globo fez uma reportagem a respeito da ” Comunidade tem ritual de cura com pirâmides de 400kg suspensas no ar”.

Assistindo ao programa sem piscar os olhos percebi algo que provavelmente muitas pessoas perceberam: Um físico falando a respeito de campos magnéticos confrontando o conhecimento esotérico daquela comunidade. Como sempre a mídia tenta a partir da ciência dar respostas, por isso a Ufologia e outros conhecimentos “se engessam”, pois as informações são interpretadas por métodos científicos ultrapassados. (by mentô)

Você concorda que aquelas pessoas que participam de um ritual de cura realmente estão livres de seus problemas?

 

Este documentário foi produzido na região do Vale do Araguaia pelo Cineasta Genito Santos.

Comentários Facebook
publicidade

ARAGUAIA

Milagre em Campinápolis – Criança de 4 anos é atropelada por camionete

Publicado

Uma criança de 4 aninhos foi atropelada por uma camionete em uma rua da cidade de Campinápolis/MT e saiu apenas com ferimentos leves. Quem presenciou o acidente dia que foi um milagre a criança não ter perdido a vida.

Segundo informações a criança é filho de um proprietário de uma borracharia na cidade, local onde trabalham e residem, e, quando a criança avistou a mãe do outro lado da rua, saiu correndo, momento em que foi atropelada por uma camionete.

A criança foi socorrida, levada para o hospital da Cidade, porém, em que pese a gravidade do acidente, a criança sofreu apenas alguns arranhões e está em casa com saúde.

O vídeo que circula pelas redes sociais tem imagens muito forte:

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

UNEMAT- Projetos de extensão vão levar cultura e informação para a sociedade via rádio web

Publicado

Ixpia Rádio Web Unemat é um projeto de extensão coordenado pelo professor Alcione Lescano de Souza Júnior, do Curso de Medicina da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), em Cáceres e foi criada com o objetivo de valorizar e difundir a cultura mato-grossense, em especial a música produzida pelos artistas do Estado.

Buscando ampliar o alcance da proposta, a Ixpia Rádio Unemat junta-se com mais dois projetos de extensão: o Unemat na Estrada, coordenado pelo professor Rubens José Bedin, e o NX Interativa, coordenado pelo professor André Luiz Borges Milhomem, ambos do Câmpus de Nova Xavantina. O primeiro tem por objetivo levar informações sobre a Universidade e os cursos que oferta para estudantes do ensino médio do Vale do Araguaia e o segundo objetiva produzir e distribuir informações sobre a Unemat para a sociedade.

Os três projetos juntos criam o Programa de Extensão Universitária “Nas ondas da Unemat” que, além de difundir a cultura e valorizar a música produzida no Estado de Mato Grosso, vai criar espaços na programação da rádio para levar informações para os estudantes do ensino médio do Estado e para veicular as notícias sobre a Universidade: os programas “Nas ondas da Unemat” e “Unemat notícias”.

Acesse! Clique no link a seguir (play.google.com/), baixe o aplicativo e ouça a Ixpia Rádio Unemat.

IXPIA O FESTIVAL – 2ª edição

A segunda edição do Ixpia O Festival foi lançado no último domingo (30), em uma live no perfil do evento (@ixpiaofestival), comandada pelos comunicadores Dewis Caldas, jornalista e músico maranhense que atuou por dez anos em Mato Grosso, e a cuiabana Aline Rarara.

Ixpia O Festival – 2ª edição ocorre na rede social Instagram, com duração de 28 dias, entre 7 de setembro e 4 de outubro. A programação conta com performances musicais, teatrais, de pintura, fotografia, cinema, literatura e suas interlocuções e hibridismos, além de conversas sobre produção cultural, direitos autorais e marketing, entre outros assuntos. Esse encontro de formas de expressão marca um lugar das Artes – vinculadas por um lugar geográfico – em coexistência, sem delimitação em formas artísticas engessadas. Ixpia O Festival é lugar de diversidade.

As apresentações ocorrem, uma a uma, nos perfis de cada artista participante, coordenadas pelo @ixpiaofestival. Na sequência, em uma transmissão ao vivo no mesmo perfil, o apresentador do dia entrevista os artistas que se apresentaram ao longo da tarde, repercutindo os shows e as reações do público.

Uma das inovações do Ixpia O Festival é a parceria com três rádios mato-grossenses. Continua o apoio da Rádio Assembleia 89.5 FM, que transmitirá parte da programação e seguirá com a cobertura completa do festival. A rádio Capital FM 101.9, de Cuiabá, por sua vez, soma com um programa dedicado a canções dos participantes, sempre aos domingos, às 11h, com produção e apresentação de Raul Fortes. Por fim, a novíssima Ixpia Rádio Unemat, online e idealizada pelo compositor e professor Lescano, é mais uma parceira na difusão dos trabalhos dos artistas.

 IXPIA O FESTIVAL

Primeiro festival de lives de Mato Grosso, IXPIA O FESTIVAL estreou em abril de 2020, como resultado de um trabalho colaborativo. A iniciativa surgiu de uma conversa entre os compositores Rauni Vilasboas e André Coruja. Um breve encontro virtual que serviu de impulso para a soma de outras tantas vozes.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo exonera secretária de Educação Básica do MEC

Publicado

Na última quarta-feira, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, havia anunciado que convidou Izabel Lima Pessoa para o cargo no lugar de Ilona, mas nomeação não foi publicada

O governo federal exonerou a secretária Educação Básica do Ministério da Educação, Ilona Maria Lustosa Becskehazy Ferrão de Sousa. A exoneração foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (7), com assinatura do ministro chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto.

Também foi publicada no DOU a exoneração de Maria Fernanda Nogueira Bittencourt do cargo de secretária-executiva adjunta da Secretaria-Executiva do Ministério da Educação.

Nos dois casos, a publicação não inclui a nomeação de quem passará a ocupar os postos. No entanto, na última quarta-feira (5), o ministro da Educação, Milton Ribeiro, já havia anunciado que convidou Izabel Lima Pessoa para o cargo no lugar de Ilona na Secretaria de Educação Básica.

Ilona Becskehazy estava à frente da pasta desde que Janio Macedo pediu demissão do cargo, em 9 de abril. Macedo esteve no cargo por quase um ano.

Em 18 de julho, Ilona publicou o texto “Quem será que gostaria de ver a Ilona fora do MEC/SEB?” em que rebate acusações como a de ser “globalista” por ter trabalhado na Fundação Lemann, de ser “cirista” (neologismo ligado à família dos políticos Ciro Gomes e Cid Gomes) por ter estudado a educação em Sobral (CE), e de ser “jornalista de esquerda” por ter trabalhado na CBN.

No mesmo texto, Ilona afirma que nos primeiros 90 dias à frente da pasta ela trabalhou para “melhorar processos de gestão”, montar equipe, melhorar a interação com o Conselho Nacional de Educação (CNE), entre outras ações. Nesta quarta, ela participou de uma audiência pública no Senado sobre a educação na pandemia.

Ilona Becskeházy é mestre e doutora pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ) e pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FEUSP), respectivamente. Antes de assumir o cargo no MEC, ela atuou como consultora na área de educação e contribuiu, segundo o ministério, com um estudo sobre o modelo de ensino de Sobral, no Ceará.

Já Maria Fernanda Bittencourt possui graduação em engenharia civil pela Universidade de Brasília, com mestrado em administração pública e especialização em engenharia de saúde pública. A ex-secretária- executiva adjunta da Secretaria-Executiva do MEC integra a carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

G1

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana