conecte-se conosco


Economia

Aéreas usam super desinfetantes para limpar aviões por causa do coronavírus

Publicado


source
aeroporto arrow-options
Agência Brasil

aeronaves utilizadas para evacuar regiões com contaminação de coronavírus são desinfetados

Companhias aéreas internacionais, inclusive aquelas que retiraram pessoas de locais com alta taxas de infecção pelo coronavírus, estão utilizando alguns dos desinfetantes mais fortes do mundo

Eles são capazes de impedir quase tudo, desde doenças sexualmente transmissíveis, herpes, até a superbactéria MRSA, e agora são utilizados para combater o coronavírus em aeronaves.

As companhias aéreas Qantas Airways (Austrália), Korean Air Lines (Coreia do Sul) e Singapore Airlines (Singapura) estão entre as transportadoras que ajudaram a evacuar pessoas do epicentro do surto, a cidade chinesa de Wuhan, e de um navio de cruzeiro no Japão.

Por coronavírus, empresa de cruzeiros veta quem visitou 12 cidades italianas

Por isso, elas intensificaram os esforços de limpeza de aeronaves , e buscam como resultado garantir que os aviões usados ​​nas missões de resgate sejam seguros para serem colocados novamente em uso comercial.

A limpeza padrão a vácuo e a limpeza a bordo se transformaram em esterilizações de nível hospitalar . As informações são do site Bloomberg.com

Produtos

A aérea australiana Qantas usou o Viraclean , um desinfetante de nível hospitalar fabricado pela Whiteley Corp, com sede em Sydney.

Dólar fecha o dia perto de R$ 4,45, e bolsa cai 7% com coronavírus

É um líquido rosa com aroma de limão que mata uma variedade de bactérias e vírus, incluindo hepatite B e herpes simplex , de acordo com o fabricante. Superfícies muito sujas de sangue ou suor devem ser ensopadas com Viraclean não diluído, informa a fabricante.

Já a Korean Air optou pelo MD-125 . Essa é uma versão diluída do D-125 , uma solução de limpeza fabricada pela Microgen e usada em indústrias de cuidados de saúde a avicultura .

A fabricante informa que o MD-125 age contra 142 bactérias e vírus , incluindo salmonela, gripe aviária, HIV e sarampo.

Comentários Facebook
publicidade

Economia

Mega-Sena: veja resultado do prêmio 2.247 deste sábado

Publicado


source
Mega-Sena arrow-options
Agência Brasil

Prêmio da semana é de 2.247; veja os detalhes

A Caixa Econômica Federal sorteou o prêmio acumulado de R$ 2,8 milhões neste sábado (28), para o concurso 2.247 da Mega-Sena . Os números sorteados foram 01 – 42 – 44 – 47 – 48 – 53. Vencedores e rateio ainda não foram divulgados.

Como funciona

O concurso é realizado pela  Caixa Econômica Federal  e pode pagar milhões ao sortudo que acertar as seis dezenas.

Os sorteios ocorrem ao menos duas vezes por semana – normalmente, às quartas-feiras e aos sábados. O apostador também pode ganhar prêmios com valor mais baixo caso acerte quatro ou cinco números, as chamadas Quadra e Quina, respectivamente.

Na hora de jogar, o apostador pode escolher os números ou tentar a sorte com a  Surpresinha  – nesse modelo, o sistema escolhe automaticamente as dezenas que serão jogadas. Outra opção é manter a mesma aposta por dois, quatro ou até oito sorteios consecutivos, a chamada Teimosinha.

Premiação

Os prêmios iniciais costumam ser de aproximadamente  R$ 3 milhões  para quem acerta as seis dezenas. O valor vai acumulando a cada concurso sem vencedor. 

 Também é possível ganhar prêmios ao acertar quatro ou cinco números dentre os 60 disponíveis no volante de apostas. Para isso, é preciso marcar de seis a 15 números  do volante.

O prêmio bruto da Mega-Sena corresponde a  46%  da arrecadação.

Desse total, 35% são  distribuídos  entre os acertadores dos seis números sorteados;

– 19% entre os acertadores de cinco números (Quina),

– 19% entre os acertadores de quatro números (Quadra),

– 22% ficam acumulados e distribuídos aos acertadores dos seis números nos concursos de final zero ou cinco e

– 5% ficam acumulado para a primeira faixa (Sena) do último concurso do ano de final zero ou cinco.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Desafios: Brasil tem 31,3 milhões de pessoas sem água encanada e casas lotadas

Publicado


source

A pobreza extrema, a falta de saneamento básico e a precariedade das moradias são desafios para conter a expansão no Brasil da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). Todos devem  lavar bem as mãos com água e sabão, manter a higiene pessoal e da casa. Quem está com suspeita de infecção deve se isolar, num cômodo separado de outras pessoas, como indica o Ministério da Saúde. Com o quadro social e econômico do país, como fazer isso em larga escala?

Leia também: É hoje! Mega-Sena sorteia R$ 2,5 milhões neste sábado 

Lavar as mão arrow-options
Pexels / Creative Commons

Lavar as mãos é uma das melhores armas contra o novo coronavírus, mas falta água e sabão para bilhões de pessoas no mundo

Leia também: Por coronavírus, Disney só garante salários de seus funcionários até abril 

A realidade do Brasil é a seguinte: 31,1 milhões de brasileiros (16% da população) não têm acesso a água fornecida por meio da rede geral de abastecimento; 74,2 milhões (37% da população) vivem em áreas sem coleta de esgoto e outros 5,8 milhões não têm banheiro em casa, de acordo com informações do G1.  São ainda 11,6 milhões de brasileiros (5,6% da população) que vivem em imóveis com mais de 3 moradores por dormitório, considerado de grande adensamento.

Os números sobre condições de habitação são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad) de 2018 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  Já os números sobre o saneamento são de 2018 do Instituto Trata Brasil, formado por empresas que atuam no setor de saneamento e proteção de recursos hídricos. Segundo o presidente-executivo do instituto, Édison Carlos, é possível afirmar que a situação continua a mesma da época em que os dados foram coletados.

“Temos tido um avanço [no saneamento básico], mas é muito pequeno, principalmente em relação à água tratada, cuja oferta está estagnada há mais ou menos dez anos. O que o país tem investido em água tem coberto apenas o avanço demográfico, a expansão das cidades – mas não consegue atacar o déficit”, afirma ele.

Leia também: Maia alerta empresários para risco de crise ao patamar de Itália e Espanha

Já há transmissão comunitária do novo coronavírus em todos os estados brasileiros. O vírus circula entre os moradores do Brasil e não somente com quem teve contato com pessoas que viajaram para o exterior.

“Como é que vai lavar as mãos se não tem água em casa?”, questiona o presidente do Trata Brasil. Édison Carlos destaca que mesmo em lugares com abastecimento de água tratada muitas vezes recebem fornecimento é intermitente, ou seja, a população não conta com água tratada em tempo integral. Segundo ele, faltam dados precisos para informar exatamente quantos domicílios brasileiros recebem água tratada 24 horas por dia, sete dias da semana, sem interrupção.

Raio-X

De acordo com informações do IBGE, o Nordeste – que até terça-feira (24) tinha 16% dos casos confirmados de coronavírus do país – tem a maior quantidade de gente sem fornecimento de água: são mais de 11 milhões de pessoas (37% de toda a população que não tem acesso à água).
Já o Sudeste – que tem 58% dos casos de Covid-19 – tem índices melhores de saneamento básico, mas, ainda assim, são perto de 7 milhões de pessoas sem água (21% de toda a população brasileira sem fornecimento de água) e mais de 10 milhões sem coleta de esgoto (14%).

Édison Carlos, do Instituto Trata Brasil, destaca ainda o fato de que a população mais vulnerável social e economicamente é, também, a que enfrenta maior escassez de saneamento. “São pessoas que moram nas periferias das grandes cidades, em favelas, áreas de invasão, áreas rurais, no semiárido”, disse. Diante deste cenário, todos os esforços de lavar bem as mãos com água e sabão, manter a higiene pessoal e da casa devem ser redobrados na medida do possível.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

É hoje! Mega-Sena sorteia R$ 2,5 milhões neste sábado

Publicado


source
mega-sena arrow-options
Foto: Reprodução

Saiba como apostar na mega sem sair de casa

O sorteio da Mega-Sena 2247 acontece neste sábado (28) e já tem prêmio acumulado em R$ 2,5 milhões esperando ganhadores na primeira faixa do concurso.

Para apostar, é preciso escolher de seis a 15 números nas lotéricas credenciais pela Caixa, ou no site especial de loterias do banco. Participam do próximo concurso todas as apostas registradas até 19h de sábado.

Bolsonaro defende que governadores e prefeitos paguem encargos trabalhistas

O prêmio da Mega-Sena está acumulado há somente uma extração, um alívio para os brasileiros que passaram um longo período de jejum em relação aos montantes principais da loteria mais famosa do país.

Isso porque a Mega-Sena ficou 16 concursos sem vencedores na primeira faixa, desde que 2020 começou. Após esse período, a Mega teve apenas quatro sorteios com ganhadores, o que representa 15,3% dos 26 das extrações já realizadas este ano.

Como apostar de casa

Para concorrer ao prêmio sem sair de casa, não é possível optar pela aposta mínima, de R$ 4,50. No site da Caixa , o valor mínimo para apostar na Mega-Sena é de R$ 30, seja com uma única aposta ou mais de uma.

Uma aposta com 7 números, e não 6, que te dá mais chance de ganhar, custa R$ 31,50. Outra opção para atingir o preço mínimo é fazer sete apostas simples, que juntas têm o mesmo valor, R$ 31,50. Além disso, os bolões são uma boa opção.

Como funciona a Mega-Sena

O concurso é realizado pela Caixa Econômica Federal e pode pagar milhões ao sortudo que acertar as seis dezenas. Os sorteios ocorrem ao menos duas vezes por semana – normalmente, às quartas-feiras e aos sábados. O apostador também pode ganhar prêmios com valor mais baixo caso acerte quatro ou cinco números, as chamadas Quadra e Quina , respectivamente.

Na hora de jogar, o apostador pode escolher os números ou tentar a sorte com a Surpresinha – nesse modelo, o sistema escolhe automaticamente as dezenas que serão jogadas. Outra opção é manter a mesma aposta por dois, quatro ou até oito sorteios consecutivos, a chamada Teimosinha.

Premiação

Os prêmios iniciais costumam ser de aproximadamente R$ 3 milhões para quem acerta as seis dezenas. O valor vai acumulando a cada concurso sem vencedor. Também é possível ganhar prêmios ao acertar quatro ou cinco números dentre os 60 disponíveis no volante de apostas. Para isso, é preciso marcar de seis a 15 números do volante.

O prêmio bruto da Mega-Sena corresponde a 43,35% da arrecadação. Deste valor:

35% são distribuídos entre os acertadores dos seis números sorteados;
19% entre os acertadores de cinco números (Quina);
19% entre os acertadores de quatro números (Quadra);
22% ficam acumulados e distribuídos aos acertadores dos seis números nos concursos de final zero ou cinco; e
5% ficam acumulado para a primeira faixa (Sena) do último concurso do ano de final zero ou cinco.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana