conecte-se conosco


Política Nacional

Arthur Weintraub deixa governo e vai assumir cargo na OEA

Publicado


source
Bolsonaro ao lado de Arthur Weintraub
reprodução / Twitter

“Conversei com o presidente desde o começo”, afirma Arthur Weintraub

Arthur Weintraub deixará o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para assumir novo posto na Organização dos Estados Americanos (OEA). O irmão de  Abraham Weintrab  ocupava o cargo de assessor-chefe adjunto da Assessoria Especial da Presidência.

Weintraub se despediu de Bolsonaro em um vídeo publicado em suas redes sociais: “Foi uma honra ter trabalhado com o senhor. Estou indo para a OEA, um cargo na área do Direito, conversei com o presidente desde o começo”, afirma.

Segundo Arthur Weintraub, não é um adeus, e sim, um até logo. O presidente Jair Bolsonaro garantiu que as portas do governo estarão sempre abertas para ele.

“Dois anos antes das eleições, o Arthur e seu irmão acreditaram na gente, fizeram uma viagem ao Japão, Coréia do Sul e Taiwan e também conversamos muito. Num momento em que quase ninguém acreditava na gente”, relembrou o presidente.

“Quando quiser retornar, as portas estão abertas”, reiterou.

Abraham Weintraub, seu irmão, também deixou o cargo no governo federal para ocupar um posto em uma instituição internacional. Antes ministro da Educação, Weintraub está agora no Banco Mundial.

Comentários Facebook
publicidade

Política Nacional

Senado aprova novo nome para embaixador do Brasil nos EUA; veja

Publicado


source
homem de terno e gravata
Divulgação Itamaraty

Nestor Forster foi aprovado pelo Senado

O Senado aprovou nesta terça-feira (22) o nome de Nestor Forster para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos , durante sessão semipresencial.

A aprovação foi feita na primeira sessão em plenário desde o início da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2). Foster havia sido sabatinado na Comissão de Relações Exteriores (CRE) da Casa em fevereiro, mas a pandemia atrasou a votação de seu nome.

A vaga de embaixador do Brasil nos Estados Unidos estava em aberto desde o ano passado. Inicialmente, o presidente Jair Bolsonaro queria indicar seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro, para o cargo, mas a indicação sofreu forte resistência no Congresso. Com a desistência de Eduardo, o mandatário brasileiro indicou o nome de Forster.

Nestor José Forster Junior é gaúcho de Porto Alegre, tem 56 anos e ingressou na carreira diplomática em 1986. Ele já foi chefe do Setor de Política Comercial da Embaixada nos Estados Unidos (1992-1995); chefe do Setor Econômico na representação brasileira no Canadá (1995-1998); e chefe do Setor Financeiro em Washington (2003-2006). Mais recentemente, Forster passou a ser o encarregado de Negócios da mesma embaixada.

Votação

A escolha de embaixadores precisa ocorrer presencialmente, com voto secreto e verificação de biometria. Isso provocou, inclusive, um acúmulo de indicações pendentes de aprovação do Senado.

A CRE sabatinou e aprovou vários nomes na segunda-feira (21) e essas indicações também seguiram para o plenário.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

“Se a mídia está criticando, é porque discurso na ONU foi bom”, diz Bolsonaro

Publicado


source
bolsonaro
Marcos Corrêa/Agência Brasil

Bolsonaro na ONU

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse a apoiadores, nesta terça-feira (22), no Palácio da Alvorada, que “se a mídia está criticando”  seu discurso durante a 75ª Assembleia das Nações Unidas (ONU), é porque “o discurso foi bom”.

No discurso, Bolsonaro disse que o Brasil é “vítima” de uma “campanha brutal de desinformação” sobre a Amazônia e o Pantanal, se referindo aos incêndios florestais que atingem os locais. A crítica velada a imprensa brasileira repercutiu negativamente nos veículos de imprensa. 

“Somos vítimas de uma das mais brutais campanhas de desinformação sobre a Amazônia e o Pantanal. A Amazônia brasileira é sabidamente riquíssima”.

E completou: “Isso explica o apoio de instituições internacionais a essa campanha escorada em interesses escusos que se unem a associações brasileiras, aproveitadoras e impatrióticas, com o objetivo de prejudicar o governo e o próprio Brasil”, disse Bolsonaro durante seu discurso”.

Em outro momento, Bolsonaro também se referiu a imprensa com relação à cobertura da pandemia de Covid-19 (Sars-Cov-2). 

“Como aconteceu em grande parte do mundo, parcela da imprensa brasileira também politizou o vírus, disseminando o pânico entre a população. Sob o lema “fique em casa” e “a economia a gente vê depois”, quase trouxeram o caos social ao país”, disse o presidente.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Presidente da Fundação Palmares chama deputado de ‘preto fake’ e ‘fraude racial’

Publicado


source
Sérgio Camargo
Renato Costa/FramePhoto/Folhapress

“Tinha que ser do PSOL” afirmou Sérgio Camargo em rede social.

Em rede social, o jornalista e atual Presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo , chamou o deputado David Miranda de “preto fake” e “fraude racial ambulante”.

O deputado do PSOL fez uma publicação no Twitter referente ao discurso de Jair Bolsonaro (Sem Partido) na Assembleia da ONU , criticando algumas de suas falas e pedindo o impeachment do presidente.

Incomodado, Sérgio Camargo escreveu em seu perfil: “Esse preto fake tenta dar lição de moral ao nosso presidente. Não passaria no programa da Magazine Luiza, pois na verdade é branco! Portanto, uma fraude racial ambulante. Mas ameaça o homem mais íntegro que já exerceu a Presidência do Brasil. Tinha que ser do PSOL!”.


Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana