conecte-se conosco


Política Nacional

Bebianno rebate acusações de Eduardo e dispara: “só contei 3% do que eu sei”

Publicado

Bebbiano arrow-options
Rafael Carvalho/Governo de Transição

Gustavo Bebbiano é ex-ministro do governo Bolsonaro

Gustavo Bebianno, ex-ministro do presidente Jair Bolsonaro, rebateu as críticas feitas por Eduardo Bolsonaro de que ele teria sido desleal.

Leia também: Expulso por filmar colegas no banho, ex-aspirante da PM fala em ‘infantilidade’

“Só contei 3% do que eu sei. Meu objetivo não é destruir o governo, mas sim proteger o Brasil e sua democracia. Estou de olho o tempo todo no governo e na família Bolsonaro. Quero que o presidente pare de gerar crises, administre o país da melhor forma possível e conclua o seu mandato. É hora de os ânimos arrefecerem, em benefício do povo brasileiro. Não obstante, percebendo a existência de algo capaz de comprometer a nossa democracia, agirei”, disse Bebbiano , segundo a revista Época.

O comentário de Eduardo veio em uma sequência de tuítes explicando a escolha do general Hamilton Mourão para ser vice de Bolsonaro . Ele explicou porque o deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança, conhecido como “príncipe”, não foi escolhido para o posto.

Eduardo Bolsonaro afirmou que Bebianno “pressionou para ser ministro, queria poder. Mas rapidamente ele caiu, pois ele seria o vazador oficial da presidência”.

Leia também: Flordelis pediu para filho mudar versão sobre morte do pastor, diz testemunha

Comentários Facebook
publicidade

Política Nacional

Mais cheques: Queiroz transferiu R$ 89 mil para Michelle Bolsonaro, diz jornal

Publicado


source
jair bolsonaro
Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

A conta da  primeira-dama Michelle Bolsonaro recebeu entre 2011 e 2016 um repasse de até R$ 89 mil feitos pelo ex-assessor de Flávio Bolsonaro , Fabrício Queiroz e a esposa, Márcia Aguiar . As informações são da F olha de São Paulo .

Uma quantia de R$ 72 mil de Queiroz para Michelle havia sido revelada na manhã desta sexta-feira (7), com um total de 21 cheques. Agora, a informação é que mais cheques tenham sido transferidos entre a família Queiroz e a primeira-dama e a soma subiu de 21 para 27 cheques.

Foram depositados por Queiroz entre outubro de 2011 e abril de 2013 R$ 36 mil em vários cheques na conta de Michelle Bolsonaro . De abril até dezembro de 2016, foram transferidos mais R$ 40 mil em cheques de R$ 4 mil.

Márcia Aguiar , esposa de Queiroz , transferiu para Michelle de janeiro a julho de 2011 um total de R$ 17 mil. Os valores foram repassados em cinco cheques de R$ 3 mil e um de R$ 2 mil. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Mais cheques: Queiroz transferiu R$ 93 mil para Michelle Bolsonaro, diz jornal

Publicado


source
jair bolsonaro
Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

A conta da  primeira-dama Michelle Bolsonaro recebeu entre 2011 e 2016 um repasse de até R$ 93 mil feitos pelo ex-assessor de Flávio Bolsonaro , Fabrício Queiroz e a esposa, Márcia Aguiar . As informações são da Folha de São Paulo.

Uma quantia de R$ 72 mil de Queiroz para Michelle havia sido revelada na manhã desta sexta-feira (7), com um total de 21 cheques. Agora, a informação é que mais cheques tenham sido transferidos entre a família Queiroz e a primeira-dama e a soma subiu de 21 para 27 cheques.

Foram depositados por Queiroz entre outubro de 2011 e abril de 2013 R$ 36 mil em 12 cheques na conta de Michelle Bolsonaro . De abril até dezembro de 2016, foram transferidos mais R$ 40 mil em cheques de R$ 4 mil.

Márcia Aguiar , esposa de Queiroz , transferiu para Michelle de janeiro a julho de 2011 um total de R$ 17 mil. Os valores foram repassados em cinco cheques de R$ 3 mil e um de R$ 2 mil. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Aos 80, avó de Michelle Bolsonaro deixa UTI após 37 dias internada por Covid-19

Publicado


source
Primeira-dama Michelle Bolsonaro
Marcos Corrêa/PR

Primeira-dama Michelle Bolsonaro

A avó maternal de 80 anos da primeira-dama Michelle Bolsonaro , Maria Aparecida Firmo Ferreira, deixou a unidade de terapia intensiva (UTI) nesta sexta-feira (7), após 37 dias internada devido à Covid-19, segundo informou a coluna Janela Indiscreta, do portal Metrópoles .

A avó de Michelle Bolsonaro foi encaminhada ao Hospital Regional de Santa Maria, em Brasília, no dia 1º de julho. O caso dela foi considerado gravíssimo pela equipe médica – sua capacidade pulmonar chegou a ficar 78% comprometida.

A idosa continuará em observação em uma unidade pública de saúde da região. Ela ainda está com dificuldade respiratória e faz uso de máscara de oxigênio, mas está consciente. 

Michelle Bolsonaro , também foi diagnosticada com Covid-19 no último dia 30. A primeira-dama, no entanto, não é próxima de sua família materna.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana