conecte-se conosco


Mato Grosso

Bezerra pode ter o mandato cassado; Deputado é acusado de ter se aproveitado de entrega de títulos feita pelo Incra no P.A. Safra em Nova Xavantina

Publicado

O deputado federal Carlos Bezerra (MDB) pode ter seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) pelo suposto cometimento de crime eleitoral. O político é acusado de ter se aproveitado da entrega de títulos definitivos de propriedade feita pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), na cidade de Nova Xavantina, para promover sua candidatura em 2018.

A denúncia foi feita pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) que afirma que no dia 2 de setembro de 2018, durante a solenidade de entrega do título de domínio do P.A. Safra, zona rural de Nova Xavantina, o prefeito João Batista Vaz (PSD), teria feito um discurso em que salientava que o registro das matrículas dos novos imóveis rurais seria gratuito e teria elogiado Bezerra, “vinculando o mandato parlamentar à obtenção daqueles títulos por aquelas pessoas e pedindo expressamente voto para Bezerra, sob o argumento de que deveriam ajudar quem os ajuda”, de acordo com a acusação.

Todo o ocorrido teria sido filmado por um dos presentes e o vídeo faz parte do processo, que pode resultar na cassação do mandato de Bezerra. A defesa do eterno cacique emedebista ainda tentou uma manobra protelatória arrolando novas testemunhas.

O pedido de oitiva argumentava que a apresentação de novas testemunhas poderia complementar a elucidação dos fatos. O objetivo era ouvir Anísio Aparecido Mariano, Engenheiro Agrimensor responsável pela elaboração do georreferenciamento; Marcelino Ferreira da Paixão, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Gilvan Ribeiro Gomes, mas o juiz Bruno D’Oliveira Marques, do TRE, negou o recurso, alegando que isso teria que ser pedido no início do processo.

“O embargante sequer fundamentou a utilidade da produção dessa prova, bem como ainda o motivo por que não foi requerida na fase respectiva do rito próprio”, escreveu o magistrado em sua decisão.
Anteriormente, o juiz eleitoral Antônio Veloso Peleja Júnior já havia rejeitado um pedido para anular a prova, no caso o vídeo do evento em que o crime teria sido cometido, no último dia 6 de agosto, afirmando que se tratava de prova obtida de forma ilícita, mas esse pedido também foi negado.

OUTRA ACUSAÇÃO

Entre outras acusações, Bezerra também é acusado de fazer parte do grupo de 14 políticos que são investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na apuração sobre compra de votos por Eduardo Cunha (MDB) para ser eleito presidente da Câmara em 2015.

De acordo com a Procuradoria Geral da República (PGR), esse grupo teria recebido R$ 30 milhões no ano de 2014 para que Cunha fosse eleito “para fazer contraponto à então presidente Dilma Rousseff (PT)” e o dinheiro teria sido repassado por meio de doações oficiais, entregas em dinheiro vivo e emissão de notas fiscais frias, sem a prestação do serviço.

Fonte: Água Boa News

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Guiratinga comemora 87 anos com antigo sonho realizado

Publicado


.

A população de Guiratinga (237 km ao sudeste de Cuiabá), que completa neste domingo (02.08) 87 anos de emancipação política, poderá comemorar o aniversário do município com realização de um antigo sonho.

No final do ano passado, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), concluiu a pavimentação de 41,4 quilômetros da MT-100, entre o município e Tesouro, e restaurou o asfalto de outros 62,74 quilômetros da MT-270, que liga a cidade até Rondonópolis. Um investimento superior a R$ 90 milhões.

“Esta obra representa muito para estas duas cidades irmãs (Guiratinga e Tesouro). É um sonho para o nosso povo. Ao governador Mauro Mendes, nossa eterna gratidão por tornar este sonho realidade”, agradeceu, no dia da inauguração, o prefeito Humberto Bolinha.

Obra fundamental para o escoamento da produção agropecuária do município, entre soja (227,7 mil toneladas avaliadas em R$ 248,573 milhões em 2018, de acordo com o IBGE), milho (154,5 mil toneladas, R$ 59,3 milhões) e algodão herbáceo em caroço (24,63 mil toneladas, R$ 63,97 milhões), além de um rebanho bovino de 180 mil cabeças.

Com 15.141 habitantes estimados pelo IBGE em 2019, Guiratinga produz ainda um pouco de banana (120 toneladas), feijão (450 toneladas), mandioca (450 toneladas), melancia (100 toneladas) e sorgo (3.750 toneladas).

O setor que mais pesa na composição de seu Produto Interno Bruto (em 2017, segundo o IBGE) de R$ 326,045 milhões, é a agropecuária, responsável por 43,07% deste total. É seguido por administração pública (24,97%), Serviços (22,48%), indústria (3,68%) e impostos (5,8%). O PIB per capita é de R$ 22.308,98.

História

Começa no final do século XIX (1890), com a chegada dos primeiros migrantes ao leste mato-grossense. Logo em seguida, a Missão Salesiana no Brasil, em 1894, estabeleceu a Colônia Indígena Sagrado Coração de Jesus, na localidade de Merure, dos índios bororos.

Em 1895, chegam os nortistas e nordestinos, em busca de seringueiras e das mangabeiras, cujas árvores proliferam na região e eram ricas em látex. Com a escassez da borracha, muitos migrantes não regressaram ao seu local de origem. Também vieram migrantes de Minas e Goiás, que criavam gado bovino e a agricultura de subsistência.

Um desses migrantes começou a investigar existência de diamantes na região. Diz-se que um índio bororo informou que, na confluência dos rios Cassununga e Garças, havia grande quantidade de pedrinhas brilhantes, que chamavam de toricuiêgo. Daí pra frente, vários povoados surgiram.

A fundação de Guiratinga é creditada ao mineiro Augusto Alves, que em 1920 se instalou com sua família na região, em um rancho de sapé. Pouco tempo depois, conta-se, sua bonita casa, às margens do córrego Seminário, seria o ponto de partida para a futura Lageado (1938), que pouco tempo depois (1943) passaria a se chamar Guiratinga.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Detran-MT reabre mais unidades no Estado a partir de segunda (03)

Publicado


.

A partir da próxima segunda-feira (03.08), unidades do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) em mais 12 municípios de Mato Grosso voltarão a atender ao público, com serviços presenciais por agendamento. Com isso, o Detran-MT soma 41 cidades com unidades em funcionamento de um total de 63 municípios que contam com unidades da Autarquia no Estado. CONFIRA AQUI AS UNIDADES QUE JÁ ESTÃO ABERTAS E AS QUE IRÃO REABRIR

Na primeira semana de reabertura, as 12 unidades irão atender somente os cidadãos que já estavam com atendimento agendado e tinham sido suspensos, em razão do fechamento temporário de tais unidades.

Novos horários para agendamentos pelo site do Detran-MT serão liberados apenas após as unidades atenderem todas as demandas dos cidadãos já agendados.

Os 12 municípios que irão retomar o atendimento ao público do Detran-MT são: Guiratinga, Poxoréo, Arenápolis, Poconé, Nortelândia, Rio Branco, Nova Olímpia, Sapezal, Vila Bela da Santíssima Trindade, Colniza, Nova Xavantina  e Pedra Preta.

Esses municípios foram classificados com risco moderado e baixo de contágio do novo coronavírus, conforme o Boletim Informativo n° 144 da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), divulgado na quinta-feira (30.07), com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso.

Já as unidades do Detran-MT nos municípios de Paranatinga, Nova Mutum, Tapurah e Brasnorte estarão com o atendimento ao público suspensos, a partir de segunda-feira (03.08), por esses municípios terem sido classificados como alto risco de contágio do vírus.

Em Cuiabá e Várzea Grande, todas as unidades da Autarquia permanecem com o atendimento presencial suspenso temporariamente, por continuarem na classificação de risco alto de contágio do novo coronavírus, conforme o boletim informativo da SES-MT. 

Continuam fechados a sede, em Cuiabá, os Núcleos de Atendimento do Shopping Estação, Goiabeiras Shopping e Galeria Itália. Também segue fechada a unidade do Detran localizada no Várzea Grande Shopping.

O prazo de suspensão do atendimento nas unidades será atualizado semanalmente, conforme a divulgação do Boletim Informativo da Secretaria de Estado de Saúde com a classificação de risco de contágio do novo coronavírus nos municípios mato-grossenses.

Em razão disso o Detran-MT informa que não irá realizar novos agendamentos para atendimento nessas cidades, até a reabertura dessas unidades.

Agendamento

Nas unidades que estarão com o atendimento ao público retomado, o cidadão será atendido somente por agendamento, para evitar aglomeração. Para isso, deve acessar o site do Detran-MT (www.detran.mt.gov.br) e clicar na mensagem de tela (pop up), que irá direcionar à página de agendamento.

Ao entrar na página, deve preencher o formulário com os seus dados pessoais, escolher qual das 41 unidades deseja ser atendido e agendar a data e o horário para o atendimento presencial.

Canal para informações

Durante o período de suspensão do atendimento presencial em unidades do Detran no Estado, o cidadão pode obter informações e esclarecer dúvidas sobre os procedimentos e serviços da Autarquia através do e-mail: [email protected]  

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Obras entram na reta final e escola no Pedra 90 será entregue neste ano

Publicado


.

A obra de construção do novo prédio da Escola Estadual Doutor Mário de Castro, no bairro Pedra 90 em Cuiabá, está chegando na reta final e será concluída ainda este ano. Com um investimento de R$ 8,1 milhões, recursos próprios do Governo do Estado, a escola contará com 16 salas de aula, garantindo o atendimento a 1,5 mil alunos do ensino fundamental e médio.

A nova escola, cuja obra ficou paralisada por um bom tempo e foi retomada em agosto de 2019, contempla também laboratórios de física, química, informática e biblioteca, refeitório, cozinha, parte administrativa (sala dos professores, coordenadoria, diretoria, secretaria, arquivo, copa e sanitários), além de uma quadra poliesportiva com vestiários. A escola será toda adaptada para atender alunos com deficiências.

A secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, que visitou a obra nesta quinta-feira (30.07), destacou que a escola terá um espaço moderno, amplo e atraente, com padrão de qualidade diferenciado. “Além da parte de infraestrutura a escola também terá mobiliários e equipamentos novos”.

Segundo Marioneide Kliemaschewsk, o número de alunos matriculados na escola Mário de Castro é muito grande e o prédio atual, além de não ter uma infraestrutura adequada, é pequeno e não comporta toda essa demanda. Atualmente, existe uma extensão da escola em outros três espaços para distribuir e atender todos os alunos, alguns deles compartilham o espaço na escola Rafael Rueda, que fica localizada no mesmo bairro.

“Essa escola precisava urgente de substituição. Essa nova escola terá toda uma infraestrutura adequada, o que vai favorecer muito a educação nessa região”, destacou a secretária.

Conforme o diretor da escola, Divino Amauri de campos, há muitos anos que a comunidade almejava por esta obra e agora aguarda com grande expectativa por sua entrega. “Nesse momento de pandemia, a entrega dessa escola será como um presente para a nossa comunidade. Ela vai contribuir para desenvolvermos um trabalho de excelência, pois vai estimular e motivar os alunos e profissionais da educação”.

O diretor destacou ainda que a escola está localizada em um bairro de periferia e a comunidade tem ela como referência não só educacional, mas também social. “A escola é a ferramenta de maior importância para que os alunos possam fazer diferente em suas vidas. Aqui, nesse prédio moderno e equipado com laboratórios e uma quadra poliesportiva, poderemos desenvolver vários projetos e dar uma ocupação a esses alunos”.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana