conecte-se conosco


Nacional

Bolsonaro libera plantio de cana-de-açúcar na Amazônia e no Pantanal

Publicado

Bolsonaro arrow-options
Agência Brasil

Governo Bolsonaro revogou ação contrariando parecer feito por pesquisadores que mostraram haver área suficiente em outras partes do país.

O governo Bolsonaro revogou, nesta quarta-feira (6), o decreto que estabelecia o zoneamento agroecológico da cana-de-açúcar e impedia a expansão do cultivo por áreas sensíveis do País, como Amazônia e Pantanal . O decreto 6.961, de 2009, foi um dos principais fatores que tornou o etanol brasileiro em um diferencial para as exportações, justamente por proteger os biomas de desmatamento. O zoneamento da cana foi formalmente defendido até mesmo pela Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar) no ano passado.

Em março de 2018, quando chegou a ser colocado em discussão no Congresso um projeto de lei do senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) para liberar o plantio na Amazônia , a Unica se manifestou contra a proposta por considerar que ela traz riscos aos biocombustíveis e ao açúcar brasileiros no mercado internacional O projeto acabou engavetado, mas a ideia voltou a ser aventada no governo atual. O Fórum Sucroenergético também se manifestou nesse sentido no ano passado.

Leia mais: Augusto Nunes agride Glenn Greenwald ao vivo durante entrevista

A revogação publicada nesta quarta foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina. A medida contraria também um parecer feito por pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais, que encaminharam um estudo à ministra mostrando que há no Brasil área suficiente para a expansão da cana sem precisar avançar sobre os dois biomas.

“O etanol é o único biocombustível de primeira geração aceito pela União Europeia, Japão e outros países como medida de redução das emissões de efeito estufa”, comenta o pesquisador Raoni Rajão, que liderou a análise enviada ao Mapa. “O etanol de milho, por ter um balanço energético menos vantajoso, ou seja, emite gases de efeito estufa em proporção maior do que remove durante o crescimento, é excluído. Isso significa que o Brasil tem uma vantagem competitiva importante perante a seus concorrentes, contato que possa garantir que a cana-de-açúcar não gere desmatamento”, diz.

Leia também: Com hashtag #LulaCorrePerigo, apoiadores dizem que ele está em risco na prisão

“A manutenção desse zoneamento é condição necessária para que a União Europeia mantenha a cota de importações de 850 milhões de litros do Mercosul”, continua o pesquisador. Ele fez um outro estudo, encomendado pela Comissão Europeia, que apontou que a cana só é de baixo impacto justamente por causa do zoneamento mais restritivo.

Na análise para o Mapa, ele demonstrou também que o bioma amazônico é pouco favorável ao plantio de cana. O Brasil possui cerca de 10 milhões de hectares de área plantada com cana-de-açúcar – 5 milhões estão na Mata Atlântica, 4.8 milhões no Cerrado (em ambos os casos, principalmente em São Paulo e Minas Gerais). A Amazônia abriga apenas 144 mil hectares, cerca de 1.5% do total da área plantada no Brasil, com as plantações concentradas no sul do Mato Grosso.

“Tendo em vista a pouca representatividade das lavouras de cana-de-açúcar no bioma Amazônia, da baixa favorabilidade, da disponibilidade de áreas para expansão dessa cultura em outros biomas e do grande risco econômico da mudança do zoneamento é fortemente recomendado que seja mantido o atual zoneamento estabelecido pelo Decreto 6.971/2009”, concluiu a análise.

Em março do ano passado, a Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura, grupo que reúne o setor produtivo e organizações ambientalistas, também havia divulgado um documento criticando a ideia de expansão pela Amazônia que, para a entidade, “contraria os esforços feitos pelo governo federal, setor produtivo e sociedade rumo à produção sustentável de cana-de-açúcar no país” Para o grupo, a mudança poderia causar uma pressão por mais desmatamento e afetar a imagem da cana para o mercado externo.

Na época, o Museu Paraense Emílio Goeldi também divulgou uma nota técnica reforçando que a permissão pode aumentar a pressão sobre o desmatamento e ainda afetar a oferta de água.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Mega-Sena paga hoje R$ 36 milhões a quem acertar as seis dezenas

Publicado


O Concurso 2.448 da Mega-Sena, que será sorteado hoje (29) à noite em São Paulo, pagará o prêmio de R$ 36 milhões a quem acertar as seis dezenas. O sorteio será às 20h, no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê.

No último concurso, realizado quinta-feira (27), ninguém acertou as seis dezenas. Esta foi a Mega-Semana de Verão, que oferece chance extra ao apostador, com sorteios terça, quinta e sábado.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.

Edição: Graça Adjuto

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Brasil: tempo quente na região Norte marca a previsão deste sábado

Publicado


source
Previsão do tempo em São Paulo
Governo do Estado de São Paulo

Previsão do tempo em São Paulo

Tempo mais úmido e com chuvas intensas na região sudeste e calor extremo na região norte marcam a previsão deste sábado (29). Uma frente fria avança pelos três estados do sul do Brasil, encerrando o período da onda de calor que se espalhou pela América Central e principalmente pelo estado do Rio Grande do Sul nas duas últimas semanas. Desse modo, as chuvas diminuem a intensidade na maioria das capitais.

Segundo informações do portal Climatempo, deve chover em todas as regiões do país.

Confira a previsão deste sábado em cada capital:


Região Sudeste 

São Paulo (SP)   –  Mínima de 18ºC e máxima de 22ºC

Tempo chuvoso durante o dia e a noite.

Rio de Janeiro (RJ) – Mínima de 22ºC e máxima de 31ºC

Previsão de sol e períodos de chuva a qualquer hora.

Belo Horizonte (MG) – Mínima de 19ºC e máxima de 32ºC

Tempo ensolarado pela manhã e previsão de pancadas de chuva à tarde e à noite.

Vitória (ES) – Mínima de 23ºC e máxima de 35ºC

Previsão de sol com algumas nuvens e chuva durante à tarde.


Região Sul

Curitiba (PR) – Mínima de 15ºC e máxima de 22ºC

Tempo chuvoso durante o dia e a noite.

Florianópolis (SC) – Mínima de 19ºC e máxima de 26ºC

Sol entre as nuvens e previsão de chuva a qualquer hora.

Porto Alegre (RS) – Mínima de 19ºC e máxima de 28ºC

Céu nublado e noite com muitas nuvens. Não há previsão de chuva.


Região Centro-Oeste

Goiânia (GO) – Mínima de 19ºC e máxima de 32ºC

Previsão de sol e pancadas de chuva durante à tarde e à noite.

Brasília (DF) – Mínima de 16ºC e máxima de 29ºC

Sol com algumas nuvens durante o dia e chuva passageira durante à tarde e à noite. 

Campo Grande (MS) – Mínima de 21ºC e máxima de 27ºC

Previsão de sol entre as nuvens e períodos de chuva a qualquer hora.

Cuiabá (MT) – Mínima de 23ºC e máxima de 29ºC

Sol pela manhã e previsão de chuvas rápidas à tarde e à noite.

Região Nordeste

Salvador (BA) – Mínima de 23ºC e máxima de 32ºC

Céu nublado e previsão de chuva a qualquer hora.

Maceió (AL) – Mínima de 22ºC e máxima de 33ºC

Sol entre as nuvens durante o dia. Previsão de pancadas chuva à tarde e à noite.

Leia Também

Leia Também

Fortaleza (CE) – Mínima de 23ºC e máxima de 31ºC

Sol entre as nuvens e previsão de chuva a qualquer hora.

Aracaju (SE) – Mínima de 24ºC e máxima de 33ºC

Sol entre as nuvens e pancadas de chuva à tarde e à noite. 

Natal (RN) – Mínima de 24ºC e máxima de 31ºC

Céu nublado e pancadas de chuva à tarde e à noite.

Teresina (PI) – Mínima de 22ºC e máxima de 32ºC

Sol pela manhã e pancadas de chuva à tarde e à noite.

São Luís (MA) – Mínima de 23ºC e máxima de 30ºC

Previsão de sol pela manhã e pancadas de chuva à tarde e à noite.


Recife (PE) – Mínima de 24ºC e máxima de 32ºC

Sol entre as nuvens durante o dia e pancadas de chuva à tarde e à noite.

João Pessoa (PB) – Mínima de 24ºC e máxima de 32ºC

Sol entre as nuvens pela manhã e previsão de pancadas de chuva à tarde e à noite. 


Região Norte

Rio Branco (AC) – Mínima de 23ºC e máxima de 31ºC

Previsão de sol entre as nuvens e chuva a qualquer hora.

Macapá (AP) – Mínima de 24ºC e máxima de 32ºC

Sol entre as nuvens e pancadas de chuva à tarde e à noite.

Manaus (AM) – Mínima de 24ºC e máxima de 29ºC

Sol pela manhã e previsão de chuva a qualquer hora.

Belém (PA) – Mínima de 22ºC e máxima de 30ºC

Previsão de sol entre as nuvens e pancadas de chuva à tarde e à noite.

Porto Velho (RO) – Mínima de 23ºC e máxima de 30ºC

Sol entre as nuvens e pancadas de chuva durante à tarde e à noite.

Boa Vista (RR) – Mínima de 23ºC e máxima de 36ºC

Previsão de sol entre as nuvens. Não chove neste sábado.

Palmas (TO) – Mínima de 21ºC e máxima de 29ºC

Previsão de sol entre as nuvens e chuva rápida a qualquer hora.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Céu rosado em São Paulo se deve a partículas do vulcão de Tonga

Publicado


Nesta última semana, o céu de São Paulo adquiriu um tom mais rosado, principalmente nas primeiras horas do dia. E isso não foi efeito da poluição tão característica da capital paulistana. Segundo Marcia Yamasoe, professora e pesquisadora do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (USP), essa coloração no céu de São Paulo e percebida principalmente no amanhecer do dia 26 de janeiro, foi resultado da erupção do vulcão submarino Hunga-Tonga-Hunga-Ha’apai, que devastou o arquipélago de Tonga, no Pacífico Sul, e lançou partículas para a alta atmosfera.

Em entrevista à Agência Brasil, Marcia Yamasoe disse que é possível confirmar que as partículas expelidas pelo vulcão de fato chegaram ao Brasil. “As imagens de satélite mostraram quando a pluma [que consiste em cinza vulcânica] chegou e tem um pesquisador do Ipem [Instituto de Pesos e Medidas] que tem uma instrumentação e identificou claramente a chegada dessa pluma no dia 26 de janeiro, por volta das 4h da manhã”, disse ela.

Isso ocorreu porque a atividade vulcânica em Tonga foi muito intensa, permitindo com que o material fosse lançado para a estratosfera. Estando nessa camada, o material pôde ser transportado mais facilmente e viajar longas distâncias, chegando ao Brasil.

“A primeira coisa é que esse material, os gases dessa erupção vulcânica, conseguiu chegar na estratosfera, que é uma camada que fica acima da troposfera, que é onde a gente fica”, explicou a professora. “Nessa camada da atmosfera, a troca, o processo de deposição, é muito mais lento. Então, se conseguir chegar lá em cima, a probabilidade desse material ficar por mais tempo lá é bem grande. Aqui embaixo [na troposfera], a chuva e as nuvens, conseguem remover muito mais facilmente”, disse.

De acordo com a professora, ainda não é possível afirmar quanto tempo vá durar esse fenômeno. Essa pluma continua circulando e deve dar a volta ao mundo. E, quando ela voltar ao Brasil, possivelmente já estará mais diluída. “Ela vai ficar circulando, até ela se depositar. Mas acredito que quando ela voltar, ela já vai estar bem mais diluída”, disse ela. “Mas se ela voltar, é acordar bem cedinho para tentar detectar e tirar fotos”, falou.

Esses gases, segundo ela, não trazem riscos para a população brasileira. “Como está há 26 km, muito alto, antes de se depositar e chegar aqui embaixo, essa pluma vai se dissolvendo, vai se espalhando cada vez mais. Então, quando começar a depositar, vai ficar em quantidades tão pequena que, realmente, para a população não há risco”.

Tonga está localizada no chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma das áreas de maior atividade sísmica do planeta. No dia 15 de janeiro, a erupção do vulcão Hunga-Tonga-Hunga-Ha`apai desencadeou tsunami com ondas até 15 metros, que devastaram a nação.

Edição: Claudia Felczak

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana