conecte-se conosco


Agro News

Campanha da Aprosoja cobra reforma administrativa antes da tributária

Publicado


.

Fortalecimento Institucional

Campanha da Aprosoja cobra reforma administrativa antes da tributária

Caso contrário sobrará aumento de carga tributária para todos setores e sociedade

11/09/2020

“É hora de redução da máquina pública, Já! Reforma administrativa primeiro”. É o que cobra a campanha publicitária de iniciativa da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), lançada nesta sexta-feira (11.09). Produtores afirmam que não são contra a Reforma Tributária, mas acreditam que antes é preciso enxugar os gastos do governo para tornar o país mais eficiente e econômico. Caso contrário sobrará aumento de carga tributária para todos setores e sociedade.

Dados apresentados pela campanha fazem um comparativo entre os gastos públicos com folha de pagamento, saneamento básico, saúde e educação. “Em 2019, o país gastou com a folha de pagamentos o dobro do que investiu na educação e três vezes e meia mais do que investiu na saúde. E gasta vinte vezes mais com folha de pagamento do que com saneamento”, evidencia.

Vice-presidente da Aprosoja Mato Grosso, Fernando Cadore, explica que a iniciativa busca chamar atenção da sociedade ao que há muito tempo precisa ser mudado. Além disso, o diretor afirma que não adianta falar em impostos sem antes enxugar os gastos públicos, já que reduzir a máquina pública é urgente para tornar o país mais eficiente e econômico.

“Passamos por uma das maiores crises fiscais da nossa história, fruto dos desgovernos anteriores, mas principalmente de uma máquina pública ineficiente e inchada. Por isso, Aprosoja defende uma reforma administrativa irrestrita, urgente e que de fato corte na carne. Porque direito adquirido é aquilo que foi incorporado ao patrimônio do servidor e não a vulgar perpetuação de benesses que causam indignação na sociedade”, destacou Cadore.

Fonte: Ascom

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
publicidade

Agro News

NOTA DE PESAR – EUCLIDES ÂNGELO OSSANI

Publicado


.

Fortalecimento Institucional

NOTA DE PESAR – EUCLIDES ÂNGELO OSSANI

Era associado desde 2013 e pertencia ao núcleo de Campo Novo do Parecis

21/09/2020

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) comunica e lamenta o falecimento do senhor Euclides Ângelo Ossani, 67 anos, vítima de um infarto, ocorrido no domingo (20.09) em Tangará da Serra.

 

Euclides era associado à Aprosoja desde 2013, exercia suas atividades agrícolas no município de Campo Novo do Parecis e região desde 1987, quando chegou em Sapezal. Ele deixa esposa, 4 filhos e 3 netas.

 

A diretoria e todos os colaboradores da Aprosoja Mato Grosso se solidarizam com a dor dos familiares, amigos e dos que com ele conviveram na esfera profissional.

 

Fonte: Ascom

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
Continue lendo

Agro News

Diretoria da Aprosoja realiza agenda positiva em Brasília

Publicado


.

Fortalecimento Institucional

Diretoria da Aprosoja realiza agenda positiva em Brasília

Os encontros ocorreram na semana passada

17/09/2020

Em extensa agenda em Brasília, presidente, vice-presidente e o diretor-executivo da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) realizaram visitas e reuniões em Ministérios e órgão do Distrito Federal. Os encontros ocorreram na última segunda-feira (14.09).

Presidente Antonio Galvan, vice-presidente Fernando Cadore e diretor-executivo, Wellington Andrade, trataram sobre desmatamento e queimadas em reunião com o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão. Com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, os representantes da Aprosoja discutiram assuntos de interesse dos produtores de soja e milho.

A coordenadora-geral de Sementes, Mudas e Proteção de Cultivares da Secretaria de Defesa Agropecuária do Mapa, Virginia Arantes, também recebeu a comitiva da Aprosoja e tratou sobre cultivares e biotecnologia.

Já o secretário Especial de Assuntos Fundiários do Mapa, Nabhan Garcia, recebeu demandas do setor produtivo relacionadas à regularização fundiária para Mato Grosso.

Os representantes da Aprosoja Mato Grosso também tinham reunião com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, mas por conta de conflito de agendas, o encontro foi reagendado. A comitiva mato-grossense foi acompanhada pelo presidente e diretor-executivo da Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), Bartolomeu Braz e Fabricio Rosa, respectivamente.

 

Fonte: Ascom

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
Continue lendo

Agro News

Fim do Vazio Sanitário: produtor deve ter cautela para iniciar o plantio, orienta Aprosoja

Publicado


.

Fim do Vazio Sanitário: produtor deve ter cautela para iniciar o plantio, orienta Aprosoja

A partir de agora os produtores rurais estão autorizados a plantar os grãos

15/09/2020

A partir de amanhã (16.09), produtores rurais estão autorizados a plantar soja em Mato Grosso. É que nesta terça-feira (15.09), termina o Vazio Sanitário da Soja no Estado, após três meses de vigência. Para Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) mesmo com a liberação, produtores precisam ser cautelosos para iniciar o plantio devido as atuais condições climáticas. O período proibitivo existe há 14 anos e é uma das medidas fitossanitárias mais importantes para a prevenção e controle da ferrugem asiática na oleaginosa.

Presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Antonio Galvan, ressalta a importância de o produtor estar atento ao iniciar o plantio, já que o Estado passa por um longo período de estiagem. Conforme as previsões do Projeto AproClima, as chuvas só devem acontecer na última semana de setembro, em Mato Grosso. Cautela é o melhor caminho, conforme o presidente.

“Se tem uma coisa que o produtor rural tem é otimismo, mas nossa orientação se baseia na cautela, já que meteorologistas falam do período um pouco tardio das chuvas, principalmente este mês de setembro. Não coloque agora as duas culturas em risco (soja e milho), é preciso cautela e esperar a chegada das chuvas”, orientou.

Galvan lembra que a entidade tem lutado e apoia integralmente o Vazio Sanitário da soja. “Incansavelmente temos lutado para manter esse período e o apoiamos, inclusive, livre de qualquer tipo de pesquisa que tenha soja. O defendemos desde a criação em 2006 e continuaremos lutando para que o vazio exista em sua totalidade”, reforçou.

Ferrugem Asiática – A ferrugem asiática da soja ocasiona perdas em torno de 20% ao ano, provocando a desfolha precoce da planta e impedindo a completa formação dos grãos, o que gera redução na produtividade, sendo considerada uma doença de importância econômica.

Vazio Sanitário – O Vazio Sanitário foi instituído pela Instrução Normativa conjunta nº 002/2015, entre a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e o Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT).

Clima safra 20/21 – De acordo com o professor PhD em Meteorologia pela Universidade de Wisconsin (USA), Luiz Carlos Molion, as chuvas na safra 2020/2021 devem ficar dentro da média. “Produtores rurais não precisam ter pressa para o plantio da safra 2020/2021, embora as chuvas possam atrasar um pouco, pode-se esperar um volume maior de água para o início de 2021, mas no geral estará na média. Não precisa se preocupar com chuvas nessa safra”, pontuou durante palestra online promovida pela Aprosoja.

 

 

Fonte:

Assessoria de Comunicação

Contatos: Telefone: 65 3644-4215 Email: [email protected]

Fonte: APROSOJA

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana