conecte-se conosco


Policial

Carga de soja roubada na região de Campo Verde é recuperada pela Polícia Civil

Publicado

Uma carga de soja avaliada em R$ 180 mil foi recuperada pela Polícia Civil nesta sexta-feira (13.05), em Campo Verde. O produto foi roubado na Serra de São Vicente, conforme registro da ocorrência feito pela Polícia Rodoviária Federal.

A equipe da Delegacia de Campo Verde fez diligências e localizou a soja em uma empresa algodoeira do município.

Os investigadores apuraram que o veículo seguiu até Campo Verde e ficou um período parado próximo da algodoeira. Em checagem na empresa, a equipe policial percebeu rastros dos grãos no local e nos fundos da algodoeira foi localizada a carga.

Os responsáveis pela empresa foram encaminhados à delegacia para prestar esclarecimento. Na quinta-feira, um dos funcionários da algodoeira declarou que recebeu o pedido de uma pessoa por telefone informando se poderia deixar uma carga de soja na empresa, que depois iria ao local para apresentar a nota fiscal e dar a destinação.

A Delegacia de Campo Verde instaurou investigação para apurar o roubo.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Adolescente é apreendido em flagrante com porções de maconha em Lucas do Rio Verde

Publicado

A equipe de investigação da Delegacia de Lucas do Rio Verde apreendeu nesta terça-feira (24) um adolescente de 14 anos flagrado em ato infracional ao tráfico de drogas.

Ele foi apreendido em flagrante no bairro Primavera II com uma balança de precisão e 15 porções de maconha.

De acordo com a mãe do adolescente, o menor estava sem fazer uso de medicamento controlado e há dois dias não retornava para casa.

Após a apresentação do adolescente na delegacia e o registro do ato infracional, o procedimento será encaminhado ao Poder Judiciário e Ministério Público.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Homem de 61 anos é preso pela Polícia Civil após abusar sexualmente de enteada de 12 anos

Publicado

A Delegacia da Polícia Civil de São José do Xingú, na região nordeste de Mato Grosso, cumpriu na segunda-feira (23.05) a prisão preventiva de um homem de 61 anos investigado por estupro de vulnerável contra uma adolescente de 12 anos.

De acordo com o delegado Gustavo Ataíde Fernandes, a prisão foi representada à Justiça após a investigação instaurada apontar que a menor de idade sofreu abusos sexuais do padrasto. O mandado de prisão foi deferido pela 3º Vara Criminal da Comarca de Porto Alegre do Norte.

A Polícia Civil apurou que ele tocou as partes íntimas da adolescente em troca de presentes que prometeu à menor. Os fatos ocorreram entre os meses de fevereiro e março deste ano.

A investigação apontou ainda que ele ficava observando a menina tomar banho e ainda teria incentivado os outros dois irmãos da vítima, ambos menores, a manterem relações sexuais entre si, enquanto ele abusava da adolescente. Os irmãos se recusaram a fazer o que o investigado havia pedido.

A mãe dos menores procurou a Polícia depois que pediu que o suspeito saísse de casa. Apesar disso, ele ficava rondando a residência, causando temor na família.

“Além do crime cometido, esse comportamento motivou também a representação pela prisão preventiva, haja vista a gravidade dos fatos e para preservação das vítimas”, destacou o delegado Gustavo Fernandes, acrescentando que o autor do crime se aproveitou da situação de vulnerabilidade econômica da família, que veio do Maranhão sem recursos, para praticar os atos.

A investigação está em fase final e será remetida ao Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Animal vítima de maus tratos é resgatado e mulher detida em flagrante pela Polícia Civil

Publicado

A Delegacia da Polícia Civil de Alta Floresta prendeu na tarde de segunda-feira (23) uma moradora do bairro São José Operário pelo crime de maus tratos a animais.

Após denúncia, a equipe de investigação deslocou ao local, uma chácara e constatou a situação de maus tratos. O cachorro foi capturado e entregue a uma clínica veterinária sob responsabilidade da Associação Amamos Animais da cidade de Alta Floresta. O animal estava amarrado a uma cerca, sem comida e água, em estado de aparente desnutrição.

A mulher de 33 anos foi conduzida à delegacia e autuada em flagrante.

O crime de maus tratos está previsto no artigo 32, da Lei Federal n° 9.605/98. Contudo, a lei 14.064/2020 aumentou a pena para quem maltratar cães e gatos, com punição de 2 a 5 anos de reclusão, multa e proibição da guarda. Caso o crime resulte na morte do animal, a pena pode ser aumentada em até 1/3.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana