conecte-se conosco


Entretenimento

Com Miley Cyrus, Netflix divulga trailer da nova temporada de “Black Mirror”

Publicado

A série da Netflix que nasceu com a missão de angustiar a todos com suas previsões apocalípticas do futuro está prestes a retornar para a próxima temporada. Com estreia marcada para 5 de junho, a Netflix
divulgou o primeiro trailer da quinta temporada, que tem um elenco estrelado.


miley cyrus em cena de black mirror
Reprodução

Miley Cyrus é uma das estrelas da nova temporada de “Black Mirror”, que estreia em junho

Leia também: Spike Lee, volta de “Lucifer” e série do criador de “Revenge” em maio na Netflix

Miley Cyrus
, Anthony Mackie, Andrew Scott e Topher Grace são algumas das estrelas presentes no trailer de “ Black Mirror
”, que terá apenas três episódios, assim como em seu primeiro ano.


anthony mackie e Yahya Abdul-Mateen II jogam videogame em cena de black mirror
Divulgação

Nova temporada de “Black Mirror” terá três episódios e estreia em junho na Netflix

A quarta temporada da produção foi lançada no final de 2017 e, até a chegada do novo ano, a produção apostou em uma nova experiência com “ Bandersnatch
”, um filme interativo onde o espectador controla os personagens.

Leia também: Netflix lança superprodução campeã de bilheteria sem avisar ninguém

Black Mirror
” foi lançada em 2011 e conta com episódios independentes, sempre contando histórias em um futuro distópico, onde a tecnologia é ainda mais presente na vida das pessoas, e como isso afeta a personalidade e o convívio das pessoas individualmente, e em sociedade.

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Black Out Tuesday: gravadoras e artistas se unem em protesto

Publicado


source

Nesta terça-feira (2), o movimento ” Black Out Tuesday ” tomou conta das redes sociais. A iniciativa é para as pessoas postarem uma foto preta em seus perfis e se manifestarem em apoio aos protestos que estão ocorrendo após a morte de Geroge Floyd, homem negro assassinado por um policial branco nos Estados Unidos . Além disso, as gravadoras de música também liberaram seus funcionários para irem aos protestos.

Artistas como o músico Nick Cannon aderem aos protestos
Reprodução/Instagram

Artistas e gravdores se unem aos protestos por George Floyd


Desde a morte de George, os protestos anti-racistas e contra à violência policial tomaram conta dos Estados Unidos.  Famosos foram às ruas se manifestar e começou uma iniciativa para as empresas permitirem que os funcionários não trabalhem hoje para poderem ir às manifestações. Essa ideia foi acatada por gigantes da área da música, como Capitol Records, Warner Music e muito mais.

A Columbia é um braço da Sony Music e cuida da carreira de artistas como Beyoncé. A gravadora foi uma das primeiras a aderir o movimento e escreveu nas redes sociais: “Esse não é um dia de folga. Na verdade, esse é um dia para refletir e pensar em maneiras para avançar na solidariedade. Nós continuamos a aopiar a comunidade negra, nossa equipe, artistas e colegas na indústria da música. Quem sabe se com a música desligada nós conseguimos verdadeiramente escutar”.

Ver essa foto no Instagram

BLACK LIVES MATTER. #THESHOWMUSTBEPAUSED

Uma publicação compartilhada por Capitol Records (@capitolrecords) em 30 de Mai, 2020 às 7:25 PDT

A Capitol Records, que tem artistas como Katy Perry e Sam Smith em seu time, também anunciou apoio o movimento. Além de pausar os trabalhos no dia de hoje, a gravadora também fará uma doação para uma organização que ajuda na luta contra o racismo.

A Warner Music e a Atlantic Records, um braço da empresa, aderiram ao movimento de pausar os negócios nesta terça-feira. “Nós vamos usar esse dia para refletir coletivamente no que nós como empresa podemos fazer para promover ações de mudança”, além disso, a gravadora anunciou que também fará doações.

No Brasil, a Som Livre decidiu aderir ao movimento da maneira possível. A gravadora cancelou todos os anúncios e posts nas redes sociais hoje e postou e declarou apoio às causas anti-racistas.

O Spotify, um dos maiores streamings de música do mundo, também resolveu fazer algumas ações. A plataforma digital colocou uma foto preta na capa de algumas playlists e ainda acrescentou uma faixa de 8 minutos e 43 segundos em silêncio em algumas playlists e podcasts, em referência ao tempo em que o policial ficou ajoelhado sobre George Floyd.

Além das gravadoras e empresas do mundo da música, muitas celebridades aderiram ao movimento de postar fotos pretas nas redes sociais . A atriz Tessa Thompson, por exemplo, além de ir aos protestos compartilhou uma imagem preta. Veja abaixo outras celebridades que fizeram questão de se manifestar.


Ver essa foto no Instagram

“The Invisible Man” by Kerry James Marshall

Uma publicação compartilhada por Tessa Thompson (@tessamaethompson) em 1 de Jun, 2020 às 10:44 PDT



Ver essa foto no Instagram

#BLACKOUTTUESDAY

Uma publicação compartilhada por I AM NOT JAY-Z (@jayz.co) em 2 de Jun, 2020 às 7:19 PDT



Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Gravadoras e artistas se unem aos protestos por George Floyd

Publicado


source

Nesta terça-feira (2), o movimento ” Black Out Tuesday ” tomou conta das redes sociais. A iniciativa é para as pessoas postaram uma foto preta em seus perfis e se manifestarem em apoio aos protestos que estão ocorrendo após a morte de Geroge Floyd, homem negro assassinado por um policial branco nos Estados Unidos . Além disso, as gravadoras de música também liberaram seus funcionários para irem aos protestos.

Artistas como o músico Nick Cannon aderem aos protestos
Reprodução/Instagram

Artistas e gravdores se unem aos protestos por George Floyd


Desde a morte de George, os protestos anti-racistas e contra à violência policial tomaram conta dos Estados Unidos.  Famosos foram às ruas se manifestar e começou uma iniciativa para as empresas permitirem que os funcionários não trabalhem hoje para poderem ir às manifestações. Essa ideia foi acatada por gigantes da área da música, como Capitol Records, Warner Music e muito mais.

A Columbia é um braço da Sony Music e cuida da carreira de artistas como Beyoncé. A gravadora foi uma das primeiras a aderir o movimento e escreveu nas redes sociais: “Esse não é um dia de folga. Na verdade, esse é um dia para refletir e pensar em maneiras para avançar na solidariedade. Nós continuamos a aopiar a comunidade negra, nossa equipe, artistas e colegas na indústria da música. Quem sabe se com a música desligada nós conseguimos verdadeiramente escutar”.

Ver essa foto no Instagram

BLACK LIVES MATTER. #THESHOWMUSTBEPAUSED

Uma publicação compartilhada por Capitol Records (@capitolrecords) em 30 de Mai, 2020 às 7:25 PDT

A Capitol Records, que tem artistas como Katy Perry e Sam Smith em seu time, também anunciou apoio o movimento. Além de pausar os trabalhos no dia de hoje, a gravadora também fará uma doação para uma organização que ajuda na luta contra o racismo.

A Warner Music e a Atlantic Records, um braço da empresa, aderiram ao movimento de pausar os negócios nesta terça-feira. “Nós vamos usar esse dia para refletir coletivamente no que nós como empresa podemos fazer para promover ações de mudança”, além disso, a gravadora anunciou que também fará doações.

No Brasil, a Som Livre decidiu aderir ao movimento da maneira possível. A gravadora cancelou todos os anúncios e posts nas redes sociais hoje e postou e declarou apoio às causas anti-racistas.

O Spotify, um dos maiores streamings de música do mundo, também resolveu fazer algumas ações. A plataforma digital colocou uma foto preta na capa de algumas playlists e ainda acrescentou uma faixa de 8 minutos e 43 segundos em silêncio em algumas playlists e podcasts, em referência ao tempo em que o policial ficou ajoelhado sobre George Floyd.

Além das gravadoras e empresas do mundo da música, muitas celebridades aderiram ao movimento de postar fotos pretas nas redes sociais . A atriz Tessa Thompson, por exemplo, além de ir aos protestos compartilhou uma imagem preta. Veja abaixo outras celebridades que fizeram questão de se manifestar.


Ver essa foto no Instagram

“The Invisible Man” by Kerry James Marshall

Uma publicação compartilhada por Tessa Thompson (@tessamaethompson) em 1 de Jun, 2020 às 10:44 PDT



Ver essa foto no Instagram

#BLACKOUTTUESDAY

Uma publicação compartilhada por I AM NOT JAY-Z (@jayz.co) em 2 de Jun, 2020 às 7:19 PDT



Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Perícia revela causa da morte de ator de “Crepúsculo” e namorada

Publicado


source

Foi revelado o motivo da morte de Gregory Tyree Boyce , famoso por ter atuado na saga “Crepúsculo”, e da namorada dele, Natalie Adepoju . No dia 13 de maio, o casal foi encontrado morto em um apartamento em Las Vegas , nos Estados Unidos. Segundo a revista Time, a perícia confirmou que a causa da morte foi overdose. 

Gregory Tyree Boyce e a namorada Natalie Adepoju
Reprodução

Gregory Tyree Boyce e a namorada morreram por overdose


Quando os corpos foram achados havia a presença de um pó branco no local. Após análises, foi confirmado que o ator e a namorada sofreram uma morte acidental . O coronel John Fudenberg explica que os óbitos foram causados pelos efeitos de cocaína e fentanil.

Gregory ficou famoso por ter interpretado  Tyler Crowley em ” Eclipse “, o terceiro filma da saga estrelada por Kristen Stewart e Robert Pattinson . O ator deixa uma filha de 10 anos e Natalie era mãe de um menino.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana