conecte-se conosco


Mato Grosso

Companhia de PM do Centro Histórico aumenta efetivo e cria policiamento ciclístico

Publicado


A 21ª Companhia Independente de Polícia Milita do Centro Histórico de Cuiabá, ativada no final da tarde de quinta-feira (13.02), começa a operar com mais policiais, viaturas e novas modalidade de policiamento. Inicialmente são 80 policiais, com meta de ampliação gradativa e possibilidade de chegar a 150.

Durante a solenidade de ativação, o comandante geral da Polícia Militar coronel Jonildo José de Assis deu total autonomia ao comandante da unidade, tenente-coronel José Corrêa da Costa Junior, para implantar escalas de plantão e modalidades de policiamento de acordo com as necessidades da região atendida.

“Apresente proposta de policiamento diferenciado, conciliando a necessidade do comércio, dos bancos e moradores”, sugeriu. O coronel Assis explicou que a elevação da unidade anterior ao padrão de ‘Companhia Independente’ demandou investimentos e representa um grande salto à segurança do Centro Histórico e seu entorno.

Assis assinalou que desde o início da gestão do Governo Mauro Mendes os índices criminais da área central vinham sendo analisados e debatidos com o objetivo de embasar uma nova proposta de policiamento, capaz de atender as demandas. Todavia, observou, as ações de segurança na área central não podem se limitar às modalidades de policiamento preventivo e de repressão, será necessária a atuação permanente de outros órgãos públicos, das áreas  de assistência social, saúde, entre outros.

O secretário de Segurança Pública Alexandre Bustamante pontuou que os índices criminais do Centro de Cuiabá refletem mais que indicadores, também a sensação de segurança. Bustamante disse que freqüenta o comércio da área central e quer ter segurança para que ele e todos que trabalham, fazem compras ou passeiam pela região façam isso em segurança. “Os projetos e ações de segurança daqui têm o meio apoio, podem contar com isso”, disse, durante a ativação da nova Companhia.

O secretário de Segurança Alexandre Bustamente foi homenageado pelo apoio à elevação da unidade central para Companhia Independente (foto: Sd Luiz/PMMT)

Dezenas de empresários e representantes de entidades de segmentos comerciais participaram da solenidade. O presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL) Ozair Nunes Bezerra declarou que a criação de uma Companhia Independente no Centro Histórico é a realização de um grande sonho do comércio em geral. “Estamos gratos pelo Governo e a Polícia Militar terem acolhido nosso sonho”, completou.

Ozair disse ainda que a próxima meta e implantar na unidade um modelo de segurança que possa atender as necessidades dos consumidores, do comércio, trabalhadores do setor e servir de exemplo para outras regiões.

Comandante

Um pouco antes da ativação do prédio o comandante do 1º CR, coronel Esnaldo Moreira, empossou o tenente-coronel José Corrêa da Costa Junior, 36 anos, na função de comandante da 21ª Cia. Corrêa Junior está na PMMT há 20 anos e já desempenhou funções de comando em diversas regiões, entre as quais Ribeirão Cascalheira, Canarana e Barra do Garças.

Ele também atuou na Força Nacional de Segurança, especialmente em ações de apoio à Polícia Federal na repressão às drogas em Estados como Santa Catarina, Paraná e Pará. No 1º e 9º Batalhões, serviu como comandante-adjunto e trabalhou como oficial do Batalhão Especializado Rotam, em Cuiabá.

Mudança

Enquadrada em uma nova categoria dentro da estrutura operacional da PMMT, a Companhia Independente deixa de ser subordinada ao 1º Batalhão do Porto e agora tem sua própria área de atuação e torna-se autônoma, ligada diretamente ao 1º Comando Regional.

Localização

A 21ª Cia está instalada em um prédio da Rua Pedro Celestino, na frente da Praça Alencastro, onde já funcionaram agências do extinto Bemat e da Procuradoria Fiscal de Prefeitura de Cuiabá. Entretanto, o acesso atual da unidade militar é pelo calçadão da Rua Ricardo Franco. O prédio é um sobrado com acesso pelas duas ruas, mas ainda está passando por obras de reforma e adequação para atender as demandas de unidade militar.  

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Justiça concede posse do Bairro Renascer ao Governo do Estado

Publicado


As mais de 1.200 famílias residentes no Bairro Renascer, localizado entre a Estrada do Moinho e a Avenida das Torres, que aguardam pela legalização de suas moradias há cerca de duas décadas, já têm um motivo para comemorar.

O juiz Carlos Roberto Barros de Campos, da 4ª Vara Especializada da Fazenda Pública de Cuiabá, determinou em caráter liminar, na tarde de quarta-feira (12), a imediata imissão de posse da área pelo Governo do Estado de Mato Grosso.

A informação é do procurador geral do Estado, Francisco Lopes. Segundo ele, com esta decisão, o Estado poderá dar início à regularização fundiária do bairro, “resolvendo uma questão social que se arrasta desde o governo de Dante de Oliveira”.

Em seu despacho, o juiz Carlos Roberto Barros de Campos afirma que ” (…) a área demandada resta habitada por centenas de famílias que se encontram em situação precária; pois, restam desprovidos de documentos que assegurem o direito fundamental de moradia digna, excluídas de crédito imobiliário e desprovidas de acesso a serviços essenciais”.

Conforme a ação, reivindicando a tutela de urgência da área, impetrada pela Procuradoria Geral do Estado (PGE), em junho de 2014 foi editado o Decreto 2.488 declarando a área, onde se localiza o Bairro Renascer, de utilidade pública, para fins de desapropriação, para a devida regularização fundiária, “bem como a legalização de projeto urbanístico, a melhor adequação social e preservação ambiental”.

Diz ainda a ação, que antes da edição do decreto, técnicos do Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat) avaliaram a área em R$ 33,208 milhões, cujo montante foi aceito pelo antigo proprietário, com a finalidade de resolver amigavelmente a desapropriação. “Tais valores foram devidamente pagos pelo requerente”, no caso o Governo do Estado.

“Contudo, o Estado de Mato Grosso não recebeu a propriedade do imóvel regularmente desapropriado e pago. Tal situação tem causado apreensão e angústia a centenas de famílias, que estão sendo privadas do direito à moradia digna, já que a transferência do domínio é condição sine qua non (necessária) para a regularização fundiária da área pelo Intermat”.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo oferece 375 vagas em cursos gratuitos na região de Sinop

Publicado


A partir da próxima segunda-feira (17.02), a Escola Técnica de Sinop e as Unidades Remotas de Novo Horizonte do Norte e Marcelândia vão oferecer 375 vagas gratuitas para os cursos de Formação Inicial Continuada.

Os interessados devem procurar as unidades escolares para fazer as inscrições que vão até o dia 21 de fevereiro.

Na Unidade Remota de Novo Horizonte do Norte, as inscrições serão feitas na Escola Municipal Ulisses Guimarães, que fica localizada na Rua Augusto de Souza, nº 395, no centro. No horário das 7h às 11h e das 13h às 17h.

Na Unidade Remota de Marcelândia as inscrições serão na Escola Municipal Castro Alves, na Rua Vanusa de Sousa Barcelos, nº 30, Vila Esperança, no horário das 7h às 11h e das 13h às 17h.

Em Sinop, as inscrições serão na Escola Técnica que fica localizada na Avenida das Sibipirunas, esq. com Av. dos Flamboyants, nº 1.681, Jardim Jacarandás. No horário das 7h às 11h, das 13h às 17h e das 19h às 21h.

Com foco na empregabilidade dos alunos, os cursos, com carga horária de 50 e 160 horas, são oferecidos de acordo com a demanda de cada município.

O grande diferencial da iniciativa é que, no fim das aulas, já com o certificado, o aluno é encaminhado diretamente para o processo seletivo das empresas parceiras, aumentando a chance de ser empregado.

Os documentos necessários para a inscrição são:

a) Carteira de Identidade (RG)

b) Cadastro de Pessoa Física – CPF

c) Comprovante de endereço atualizado.

Para mais informações acessar os editais nos links abaixo:

ETE SINOP

Unidade Remota Novo Horizonte do Norte

Unidade Remota de Marcelândia

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

MT Gás ofertará gás natural para indústrias da Baixada Cuiabana

Publicado


A Companhia Mato-Grossense de Gás (MT Gás) apresentou aos municípios da Baixada Cuiabana a oportunidade de abastecimento de Gás Natural Comprimido (GNC), de acordo como a demanda, para as indústrias interessadas. Representantes dos municípios de Nobres, Rondonópolis, Primavera, e Cáceres conheceram as vantagens do uso do gás natural nesta quinta-feira (13.02), na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), em Cuiabá.

As cidades de Juscimeira, Jaciara, Campo Verde, Chapada dos Guimarães, Rosário, Jangada, Santo Antônio do Leverger e Poconé também possuem alta viabilidade para empreendimentos aderirem ao uso do gás natural. Na prática, o combustível apresenta uma rentabilidade até 50% maior.

“O gás natural é hoje o combustível mais econômico, e com menor custo de manutenção para indústrias. Estamos prontos para ir até as cidades, nos reunirmos para apresentar para os empresários da região o potencial do gás natural”, afirma o presidente da MT Gás, Rafael Reis.

Após restabelecer o fornecimento de gás natural para Mato Grosso por meio de um contrato firme, sem interrupção, com a estatal da Bolívia, a Companhia pretende ampliar o uso do gás natural no estado. Até o momento, veículos estão sendo abastecidos com Gás Natural Veicular (GNV) na Capital, e indústrias de Cuiabá, principalmente do Distrito Industrial, têm acesso ao gás com os custos baixos para operar.

O GNC é utilizado por indústrias que possuem equipamentos que produzem altas temperaturas, e substitui outras queimas menos vantajosas como a queima de carvão, de matéria orgânica, ou a opções ainda mais onerosas, como a energia elétrica.

A MT Gás elaborou um plano estratégico para expandir a cadeia do gás para atender inclusive veículos de transporte de cargas, por meio do Gás Natural Liquefeito (GNL), que pode substituir o Diesel no transporte rodoviário.

Além dos representantes dos municípios, estiveram presentes na agenda o Francisco Jammal de Almeida, engenheiro da GNC Brasil; o diretor Comercial da MT Gás, Juliano Calçada; Leandro Reyes Teixeira de Souza, superintendente de Política Industrial, Minas e Energia da Sedec; Gilberto Lemes do Nascimento, coordenador de Competitividade Industrial e Zona de Processamento de Exportação (ZPE); e os secretários de Industria, Comércio, Turismo e Desenvolvimento dos municípios.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana