conecte-se conosco


Nacional

Defensoria do Rio pede que operações policiais perto de escolas sejam proibidas

Publicado


source

Agência Brasil

tiroteio escola arrow-options
Pexels / Pixabay

Houve 700 episódios em que escolas municipais precisaram ser fechadas no ano passado

A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro pediu hoje (13) à 1ª Vara da Infância e Juventude e do Idoso da Capital que proíba a realização de operações das forças de segurança no entorno das creches e escolas públicas estaduais e municipais. A Ação Civil Pública prevê multa de R$ 1 mil por dia de aula perdido em razão de tiroteios causados por operações.

Leia também: Em metade dos massacres em escolas no Brasil, armas tiveram origem doméstica

O pedido foi elaborado por defensores da Coordenadoria de Defesa da Criança e do Adolescente (Cdedica) e inclui ainda a condenação do Estado a pagar R$ 1 milhão por danos morais coletivos, pela exposição de crianças e adolescentes a situações de violência nas portas das escolas .

Se confirmados pela Justiça, os valores arrecadados com multas e condenações deverão ser revertidos para o Fundo para a Infância e Adolescência e usados em projetos que reduzam danos causados a estudantes impactados pela violência institucional.

Também fazem parte da ação pedidos de liminar para obrigar os órgãos de segurança a seguirem uma instrução normativa elaborada pela antiga Secretaria Estadual de Segurança que proíbe operações policiais próximas a unidades de ensino e creches, nos horários de maior fluxo de entrada e saída de pessoas. A instrução também veta a utilização desses locais como bases das forças de segurança.

Leia também: Atirador e dois estudantes morrem após tiroteio em escola do Novo México

Outros pedidos liminares são a proibição de voos de helicópteros sobre as escolas, a criação de um comitê para monitorar a educação em áreas com alto índice de violência, e a elaboração de um calendário de reposição para as aulas perdidas em razão da violência .

Segundo a defensoria, houve 700 episódios em que escolas municipais precisaram ser fechadas no ano passado. No caso das escolas estaduais, a perda de dias letivos chega a 59 apenas nos bairros de Acari, Penha e Irajá.

Leia também: Paquistanesa de 17 anos está entre os oito alunos mortos em escola no Texas

Os defendores também pedem que sejam criados grupos de suporte em cada escola para a orientação de pessoas durante a ocorrência de um tiroteio. Além disso, o pedido inclui uma reparação simbólica para o reconhecimento das vítimas letais da violência, com a renomeação de escolas com seus nomes.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Brasileira de 22 anos morre após fazer procedimento estético no Paraguai

Publicado


source
jovem
Sheiza Ayala / Instagram

Sheiza foi internada no domingo (13)

Uma jovem de 22 anos identificada como Sheiza Ayala morreu nesta quinta-feira (17) em um hospital da cidade de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul , após realizar um procedimento estético em um hospital do Paraguai.

Segundo a TV Morena, Sheiza teria atravessado a fronteira entre Brasil e Paraguai – que está fechada por causa da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) – para fazer uma cirurgia nos glúteos em uma clínica que poderia ser clandestina em Pedro Juan Caballero.

Sheiza foi submetida ao procedimento no sábado (12) e deu entrada na unidade de saúde brasileira com falta de ar e dores no corpo no domingo (13). Ela passou quatro dias internada e morreu com uma hemorragia no pulmão.

Por causa da dificuldade de respirar, a jovem foi submetida a um exame para detectar contaminação por Covid-19, mas ele deu negativo. A polícia do Paraguai investiga o caso.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Acidente gravíssimo deixa pelo menos um morto e nove feridos em Minas Gerais

Publicado


source
carros
CORPO DE BOMBEIROS DE MINAS GERAIS/DIVULGAÇÃO

Acidente ocorreu na manhã desta sexta-feira

Pelo menos uma pessoa morreu e outras nove ficaram gravemente feridas após uma carreta carregada de melancias bater em cinco veículos e pegar fogo na BR-381, na cidade de Nova Aparecida, em Minas Gerais , na manhã desta sexta-feira (18). De acordo com o Corpo de Bombeiros, a morte foi de um homem que ocupava um dos veículos envolvidos no acidente e não conseguiu sair dele porque estava preso às ferragens. Como a carreta envolvida na colisão incendiou, essa vítima, ainda não identificada, morreu carbonizada.

Pelo menos três helicópteros foram enviados ao local para ajudar no socorro das vítimas. Um dos feridos sofreu uma parada cardiorrespiratória, mas foi reanimado pelos bombeiros. As identidades dos feridos não foram divulgadas até o momento.

A via está completamente interditada no sentido de Vitória e os motoristas que precisam ir até a cidade devem fazer um desvio de cerca de cem quilômetros. A perícia está no local e não há previsão para que o tráfego seja liberado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Líder indígena João Lira morre da Covid-19 em São Paulo

Publicado


source
João Lira
Reprodução/redes sociais

João Lira faleceu aos 42 anos

O líder indígena João Lira, da Aldeia Itapuã, no litoral paulista, faleceu após complicações da Covid-19. Aos 42 anos, João foi um dos pioneiros da educação escolar indígena no estado e era graduado em letras pela Universidade de São Paulo.

A morte do líder gerou reações de lamento nas redes sociais. “João Lira foi um grande líder. Sua luta incansável em prol da causa indígena nos faz lembrar de que somos muito mais plurais do que singulares, muito mais coletivos do que individuais, muito mais ‘nós’ do que ‘eu'”, escreveu a Diretoria de Ensino Regional de Miracatu em nota de falecimento.

João Lira estava hospitalizado desde o dia 1º de setembro no Hospital Regional de Pariquera-Açu, sendo transferido ao hospital São João, em Registro, no dia 3.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana