conecte-se conosco


Policial

Delegacia de Entorpecentes aumenta em 38,4% o número de inquéritos instaurados em investigações de tráfico

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Com a atuação cada vez mais forte no combate ao tráfico de drogas, a Delegacia Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Civil, aumentou em mais de 38% o número de inquéritos instaurados na unidade em relação aos anos de 2019/2020.  Neste ano, já são mais de mil inquéritos instaurados que resultaram em grandes apreensões, prisões e outros procedimentos relacionados ao comércio de entorpecentes.

Os números de investigações e instauração de inquéritos policiais na especializada tiveram um aumento significativo, sendo na quinta-feira (19,11) instaurado o inquérito policial nº. 1.005, do ano de 2020. Na mesma data de 2019, foram instaurados 726 inquéritos policiais, havendo, portando, um aumento de 38,4%.

Em relação à conclusão de inquéritos policiais, a especializada também apresentou números expressivos, concluindo mais inquéritos do que instaurou no ano de 2020, sendo concluídos até o momento 1.062 inquéritos policiais. No ano de 2019 foram concluídos no mesmo período 767 inquéritos policiais, resultando em um aumento de 40,9 %.

A metodologia de trabalho da DRE é dividida em duas vertentes de combate ao tráfico de drogas, uma que objetiva o enfrentamento ao tráfico interestadual, envolvendo grandes carregamentos de entorpecentes vindos do Estado de Mato Grosso do Sul (MS) e da fronteira com a Bolívia.

O segundo foco visa o combate ao “tráfico formiguinha” que abastece as bocas de fumo enraizadas nos bairros da baixada cuiabana e Várzea Grande, o qual também fomenta outros tipos de delitos como roubo, homicídio, furto e latrocínio, e traz a sensação de insegurança às comunidades.

De acordo com o delegado titular da DRE, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, a unidade recebe todas as ocorrências relacionadas ao porte e ao tráfico de substâncias entorpecentes de Cuiabá e Várzea Grande e ainda possui circunscrição concorrente em todo o Estado de Mato Grosso, realizando investigações nas mais diversas regiões do nosso Estado.

‘Durante o período de pandemia do coronavírus (Covid-19) foi percebida uma redução em grande parte das incidências criminais, porém este fato não ocorreu em relação ao tráfico de drogas, que tem aumentado consideravelmente”, destacou o delegado.

O delegado ressaltou ainda que todo resultado da delegacia se deve a união e empenho dos policiais civis, escrivães e investigadores, da especializada. “Mesmo nesse período de isolamento, e com o efetivo reduzido, as equipes não mediram esforços para estar nas ruas, investigando, identificando e prendendo envolvidos com o tráfico de drogas”, disse o delegado.

Aumento da produção

A Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes foi reativada em 19 de dezembro de 2018, mas passou a atuar de fato no início de 2009 com intuito de fortalecer as ações repressivas, de combate ao tráfico de drogas, considerado uma das bases da criminalidade.

Desde a reativação da Especializada até hoje o número de procedimentos policiais vem gradativamente crescendo. Atualmente, a DRE está adaptada a integração do Geia com o sistema PJe,  fazendo 100% dos procedimentos de forma digital, o que trouxe grandes benefícios aos trabalhos desenvolvidos na unidade.

ANO

IP INSTAURADOS

2009

480

2010

493

2011

663

2012

859

2013

761

2014

560

2015

778

2016

718

2017

841

2018

785

2019

809

2020

1.005 (até 19/11/2020) *

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil prende jovem suspeita de chefiar tráfico em Nova Xavantina

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Uma mulher procurada pela Justiça por suspeita de chefiar uma associação criminosa foi presa pela Polícia Civil do município de Nova Xavantina (645 km a leste de Cuiabá), no domingo (29.11), em ação para cumprimento de mandado. A jovem de 24 anos estava com a ordem de prisão preventiva decretada pela 1ª vara Criminal da Comarca local, por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

A atuação da suspeita foi identificada em investigação da Polícia Civil, que resultou na prisão em flagrante da traficante, por envolvimento com o comércio de entorpecentes na região. Na ocasião, a jovem conseguiu liberdade provisória para cuidar de sua filha pequena.

Mesmo com o benefício  judicial, a suspeita foi novmente presa no mês de agosto, em Mato Grosso do Sul, transportando cerca de 24 quilos de maconha que seriam levados para as cidades de Barra do Garças e Nova Xavantina..

Em razão do descumprimento das condições impostas pelo Poder Judiciário, a jovem teve a prisão preventiva expedida pela Justiça. Diante da nova ordem de prisão, os policiais civis de Nova Xavantina conseguiram localizar a suspeita em uma residência no bairro União. No momento da abordagem os investigadores encontraram vestígios que indicavam que ela se preparava para fugir.

Após cumprimento do mandado de prisão, a mulher foi conduzida para Delegacia de Polícia para as providências cabíveis e posteriormente encaminhada para uma unidade prisional, à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Motorista que jogou veículo em cima de motocicleta é preso em flagrante em Várzea Grande

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

O condutor de veículo Fiat Siena responsável por um acidente entre carro em motocicleta foi preso em flagrante, na tarde de domingo (29.11), em ação conjunta da Polícia Civil e Polícia Militar, durante atendimento realizada pela Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran).

O acidente ocorreu no bairro Paiaguás, em Várzea Grande, quando os veículos Fiat Siena e a motocicleta Honda POP seguiam pela Avenida Felinto Muller sentido bairro/centro. Segundo as informações, o carro tentava ultrapassar a moto e não estava conseguindo.

Nas proximidades de um motel da Avenida, os veículos ficaram lado a lado momento em que o suspeito jogou o carro intencionalmente para cima da motocicleta, causando a colisão e queda dos dois ocupantes e em seguida foragindo do local. As vítimas foram socorridas pelo Samu, sendo encaminhadas ao Pronto Socorro de Várzea Grande.

Ao entrar no bairro, o suspeito foi contido por populares e logo em seguida a equipe da Polícia Militar chegou ao fazendo a detenção do suspeito, que apresentava sinais de embriaguez, como olhos avermelhados, hálito etílico, descoordenação e fala desconexa. No veículo do suspeito, foram encontrados cascos de cerveja, porém questionado o condutor se recusou o exame do etilômetro.

Os policiais da Deletran estiveram no local do acidente e solicitaram as imagens da câmera de segurança do motel constatando que a veracidade das informações passadas pelos populares, de que o suspeito jogou o carro em cima da vítima. Segundo o delegado, Christian Alessandro Cabral, o condutor da motocicleta não possuía licença para dirigir, mas esse fato não influenciou o acidente.

Diante das evidências, o suspeito foi conduzido à Central de Flagrantes de Várzea Grande onde foi confeccionado o auto de constatação de embriaguez e ele foi autuado pelos crimes de direção perigosa de veículo em via pública, lesão corporal culposa em direção de veículo qualificada, e omissão de socorro.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Ação integrada prende nove pessoas envolvidas em roubo de mineradora em Nova Lacerda

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Nove pessoas envolvidas no roubo de uma mineradora, ocorrido na noite de sábado (28.11), no município de Nova Lacerda (644 km a oeste de Cuiabá) foram presas em flagrante em ação rápida das forças de segurança da região de fronteira, realizada menos de 24 horas do crime. Na ação foram apreendidos veículos, armas de fogo e dinheiro.

Os suspeitos foram autuados em flagrante pelos crimes de latrocínio tentado e associação criminosa.

 

Participaram dos trabalhos, as equipes da Policia Civil da Delegacia de Pontes e Lacerda, Comodoro, Vila Bela da Santíssima Trindade, Gerência de Operações Especiais (GOE), Polícia Militar, Grupo Especial de Fronteira (Gefron), com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

O crime ocorreu por volta das 22 horas, quando aproximadamente 15 homens chegaram à mineradora, a pé pela mata  e renderam os seguranças. Durante a ação, os criminosos agiram com estrema violência, efetuaram disparos de arma de arma de fogo e subtraíram uma caminhonete Toyota Hilux além de objetos das pessoas que trabalham no local.

Assim que foi acionada do roubo, a equipe da plantonista da Polícia Civil sob o comando do delegado João Paulo Berté acionou as demais Forças de Segurança que iniciaram as diligências e com bases em informações colhidas conseguiram identificar e prender alguns dos envolvidos nos crime.

 

Com os suspeitos foram localizados três veículos,  um Fiat Uno, um Fiat Palio e um Hiunday Santa Fé, além da caminhonete Toyota Hilux roubada da mineradora. Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Pontes e Lacerda e confessaram a participação no crime, autorizando posteriormente buscas em suas residências.

Em continuidade as diligências foram realizadas as buscas nas casas, onde foram apreendidas armas de fogo, material para refino de ouro e R$ 6,9 mil em dinheiro, além de outros objetos de origem ilícita.

Segundo o delegado, João Paulo Berté, mesmo tentando ocultar suas identidades utilizando apetrechos como bala clavas no momento do crime, os suspeitos foram reconhecidos pelas vítimas por outros aspectos fiscos diversos dos rostos.

 

Ainda de acordo com o delegado, há cerca de 60 dias ocorreu um furto na mineradora, fato que teria sido praticado pelo mesmo grupo criminoso, demonstrando que os suspeitos tinham conhecimento do local.

“Em ação rápida e integrada das forças de segurança, foi possível identificar e prender parte do grupo envolvido no crime, que confessou que estava planejando o roubo há aproximadamente um mês. As investigações estão em andamento para prender os outros envolvidos no crime”, disse o delegado.

O secretario de Segurança Pública, Alexandre Bustamente, destacou que a ação integrada demonstrou mais uma vez que o crime organizado está perdendo espaço em Mato Grosso. “É mais uma mostra da eficiência da área de segurança no combate a crimes de grande monta procurando dar a resposta cada vez mais rápida, resultando na recuperação do patrimônio roubado e desarticulação do grupo envolvido na ação criminosa”, destacou.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana