conecte-se conosco


Mulher

Depressão afastou Giulia Gam da TV e atriz fala sobre tratamento

Publicado


source
Giulia Gam
Divulgação

Giulia Gam


Giulia Gam falou pela primeira vez sobre a depressão que fez com que se afastasse da TV após deixar o elenco de “Novo Mundo”, em 2017. Em entrevista a Patrícia Kogut, a atriz disse que foi diagnosticada com depressão e precisou de um período isolada para poder se recuperar.

“Eu tive uma depressão muito profunda. Achei melhor me recolher. Não tinha segurança para aceitar um trabalho e eventualmente não conseguir levar a cabo. Às vezes é difícil perceber, diagnosticar… Acabei me afastando. Quando fui fazer Novo Mundo, não consegui gravar num dia. Isso nunca tinha acontecido na minha vida. Fiquei muito assustada. Era um papel maravilhoso, a Carlota Joaquina. Eu tenho que saber lidar com isso para poder trabalhar”, contou.

“Agora, já estou mais segura, tendo mais perspectiva. Acho que estou sabendo elaborar melhor o que aconteceu. Me sinto mais estruturada, com terapia, medicação, essas coisas todas. É a primeira vez que falo da depressão. Sempre falaram por mim. Estou bem, me voltando ao máximo para os amigos e para a família. Fui recentemente para um sítio em Cotia para um piquenique bem reduzido com familiares. Foi bem importante. O Theo fica feliz porque estou bem”, continuou.

Giulia emendou dois trabalhos no período de 2013 a 2015 e o ritmo de trabalho pode ter servido como gatilho para todo o problema. “Senti muita ansiedade e fiquei insegura. Os 50 e poucos são um momento de questionamentos também. E eu vinha do estresse de fazer duas novelas seguidas. Foi um conjunto. Não sei dizer exatamente o quê. Agora, pequenas coisas que eu já não conseguia apreciar voltam a ter um valor incrível. Acho que o que as pessoas viveram na pandemia talvez tenha a ver com o que vivi antes: a instabilidade, a insegurança, o medo”, finalizou a atriz, que tem um novo trabalho previsto para o Globoplay.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Cosméticos antienvelhecimento: conheça quais os melhores produtos para sua pele

Publicado


source

Com o passar do tempo e com a ação do estresse e outros fatores externos, a pele começa a apresentar sinais de envelhecimento, como rugas, marcas de expressão, manchas e olheiras. Para retardar esse processo ao máximo – e evitar o envelhecimento precoce  – é preciso ter hábitos saudáveis e também ter uma boa rotina de  cuidados com a pele , com a ajuda de alguns produtinhos.

rosto
Reprodução: Alto Astral

Alguns cosméticos podem ajudar a prevenir o envelhecimento

Segundo o dermatologista e esteticista Franklin Veríssimo, os  cosméticos podem ajudar a retardar o envelhecimento. “Os tratamentos visam realçar a beleza natural de cada paciente. Ajudam a retardar os efeitos do envelhecimento na pele”, afirma.


O dermatologista a seguir dá algumas dicas de cosméticos para você que quer melhorar a saúde da pele. 

Use produtos com ácido hialurônico

Franklin aponta que o ácido hialurônico é uma peça chave na prevenção do envelhecimento. “O ácido hialurônico é macromolécula naturalmente presente em nosso organismo e desempenha diferentes funções, tais como lubrificação, hidratação e manutenção da estrutura dos tecidos. É também um dos principais componentes da pele humana sendo fundamental para a sua sustentação, hidratação e elasticidade”, conta.

Mantenha a pele hidratada

Componente super importante na rotina de skincare, utilizar hidratantes com ácido hialurônico pode ajudar na hora de evitar o envelhecimento da pele. “Dentro da rotina, ele deve ser usado, com ou sem o ácido”, diz

Botox e preenchimento pode ajudar

Franklin também indica tratamentos com toxina botulínica, o famoso Botox. “Os tratamentos para prevenção e redução dos sinais de envelhecimento que recomendo e são bem conhecidos são o preenchimento facial com ácido hialurônico e o uso da toxina botulínica. O preenchimento pode ser feito usando géis estéreis para uso injetável”, conta.

Aplicações de gel de ácido hialurônico também podem ajudar na hora de preencher a pele. “Esses géis de ácido hialurônico são usados para repor e preencher os déficits de volume no rosto e no corpo, sendo usado para o tratamento olheiras, lábios, sulco nasogeniano (bigode chinês), cicatrizes profundas de acne, além de celulites e depressões corporais. Pode ser usado também para dar sustentação em protocolos de embelezamento e rejuvenescimento facial”, afirma.

Mas antes de partir para a clínica, o dermatologista lembra que a aplicação tem seus riscos. “Este tipo de aplicação não deve ser feita em indivíduos com hipersensibilidade conhecida ao composto. Cabe destacar que tanto os cremes e séruns, quanto os géis injetáveis, não devem ser aplicados em locais onde há doença ativa na pele”, aponta.

Franklin lembra que cada pele é única. “O melhor creme e tratamento para cada paciente demanda uma avaliação personalizada do dermatologista. É preciso avaliar tipo de pele e necessidade de cada um”, aponta. Então, na dúvida, consulte um médico dermatologista.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

5 dicas para usar rasteirinhas com estilo e em diferentes ocasiões

Publicado


source

Quando a gente pensa em verão e primavera, não tem como não lembrar das rasteirinhas. Entra ano e sai ano, mas elas nunca saem de moda, sempre dando um “up” no look de qualquer pessoa com estilo e conforto. 

Para todos os gostos e estilos sem sair de moda
Reprodução/Pinterest

Para todos os gostos e estilos sem sair de moda


Nada melhor que se sentir radiante e não ficar com os pés doendo, não é mesmo? Então, para inspirar novos looks e mostrar como escolher o modelo ideal de acordo com sua personalidade, selecionamos cinco dicas especiais feitas por Karen Furtado, consultora de imagem e estilo parceira da Piccadilly

1- Do simples ao glamour 

Ao contrário do que pensamos, as rasteirinhas não são apenas adequadas para situações informais. O calçado pode cair muito bem também em looks mais glamourosos. Pedrarias, detalhes dourados e estampas são ótimas opções para uma produção interessante e também para fugir do salto alto. 

“Os looks com rasteirinhas transitam com facilidade nos mais diversos ambientes e se adaptam para diferentes momentos, como jantares e festas. Para isso, é importantíssimo se atentar aos detalhes e à sofisticação do calçado quando quiser combinar com looks mais arrumadinhos, como por exemplo um barzinho com as amigas”, diz.


2- Um toque de formalidade

De acordo com Karen, as rasteirinhas também podem compor looks super confortáveis e estilosos para o trabalho. Uma sugestão de look com toque formal, e que se encaixa perfeitamente com o uso das rasteirinhas, é a combinação de uma calça jeans de lavagem neutra e modelagem reta, a uma camisa em tecido leve e acessórios mais cleans e atemporais.

“Para ocasiões que pedem mais formalidade, como ambientes de trabalho, a dica é optar por rasteirinhas neutras em tons de nude, pretas ou brancas, e sem muitos detalhes. A preferência deve ser dada aos modelos que ficam ajustados aos pés na parte do calcanhar, como uma sandália”, sugere.

Rasteirinhas Piccadilly
Reprodução/Piccadilly

Rasteirinhas Piccadilly



3- Básico e versátil 

Se você prefere um estilo mais clássico, esse tópico é pra você. A aposta certa são os tons neutros. 

“Sempre indico o nude como cor coringa para compor looks mais basiquinhos, mas que tragam charme na medida certa. Uma proposta bacana para mulheres donas desse estilo, é misturar uma rasteirinha nude com uma pantacourt jeans e uma camisa de linho. Dessa forma se terá um look fresquinho e atemporal que vai te acompanhar do trabalho aos compromissos com a família e amigos”..


4- Criatividade, cor e estampas 

Para quem não ama uma cor e uma estampa, a dica é usar criatividade. “Para mulheres do estilo criativo, a mistura de cores, tecidos e estampas é o que torna o look mais interessante e fashion. Detalhes que fogem do óbvio e que tem tudo a ver com esse tipo de personalidade, são mix de peças oversizeds, combinações em cores vibrantes, como o vermelho e laranja. Para os pés, rasteirinhas estampadas, incluindo a estampa do momento, o tie dye, e o queridinho animal print”.

5- Toque de romantismo 

Para Karen, as tendências da estação tem tudo a ver com as pessoas românticas. É aquele toque especial para você brilhar e sair leve para um encontro. 

“Além de tons neutros, como o nude e o branco, mulheres com estilo predominantemente romântico podem apostar sem medo em trends da estação, incluindo estampas florais e a paleta de candy colors. Um look fluído em tecidos leves, harmonizado com peças em tons pastéis, é uma opção certeira para imprimir o romantismo na medida certa”, diz Karen. 

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Será que você é uma pessoa cisgênera? Descubra aqui

Publicado


source

Você já ouviu falar de pessoas trans, certo? Mas e das pessoas cis? Pra quem não sabe, do mesmo modo que trans é a forma abreviada de se referir às pessoas transgênero, a palavra cis serve para se referir às pessoas cisgêneras. Ficou confuso demais e gostaria de saber mais? Então você está no lugar certo.

Pode parecer confuso, mas não é!
Reprodução/Pinterest/Atualizamei.com

Pode parecer confuso, mas não é!


Antes de tudo, é importante dizer que “cis” ou “cisgênero” não tem nada a ver com sexualidade. Logo, você pode ser hétero e cis ao mesmo tempo. 

Conforme explica o Manual da Comunicação LGBTI+ , elaborado pela Aliança Nacional LGBTI, cisgênero está dentro do campo da identidade de gênero, que é a maneira como você se reconhece e quer ser visto no mundo. Todos nós, ao nascer, fomos designados a um sexo/gênero de acordo com a genital que carregamos. Ou seja, se o bebê possui vagina é registrado como do sexo feminino dentro do gênero mulher. Essa imposição foi feita para a grande maioria da população.

O que acontece é que se você se identifica com o gênero que escolheram para você no nascimento e você se sente confortável dentro desse gênero, você é uma pessoa cis. Na origem da palavra, cis quer dizer “do mesmo lado”. Então, uma pessoa cis é o oposto de uma pessoa trans, por exemplo. 

Vale destacar que sexo,  identidade de gênero e orientação sexual são coisas diferentes. 

  1. O sexo biológico é: masculino, feminino e intersexo.
  2. A identidade de gênero se refere a maneira que você se apresenta para o mundo: mulher cis, mulher trans, homem cis, homem trans, travesti e pessoa não-binária. 
  3. E a orientação sexual descreve sua relação afetiva com outras pessoas: hétero, gay, lésbica, bissexual, panssexual e assexual. 


No fim, cada um de nós possui um sexo biológico, um gênero, uma orientação sexual, uma raça e uma forma de corpo. Tudo ao mesmo tempo. Cada uma delas é válida e merece respeito. 

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana