conecte-se conosco


Nova Xavantina

DESCASO – Pequeno produtor que sofreu fratura grave no braço usou tala de bambu e abraçadeira de metal

Publicado

O senhor Antônio, pequeno produtor da Gleba Araés, no município de Nova Xavantina, sofreu uma grave fratura no antebraço esquerdo e não recebeu o tratamento correto no Hospital Municipal de Nova Xavantina. Tonzinho, como é conhecido, usou uma tala de bambu segura por uma abraçadeira de metal.

Toinzinho falou a reportagem de O Roncador que no dia 25 de agosto, no início da tarde, estava cortando tábuas do curral em seu sítio, usando uma serra portátil e em determinado momento a serra travou na tábua e deu um soco batendo em seu braço esquerdo, provocando a fratura no antebraço, partindo o osso em vários pedaços. Foi socorrido por seu filho que o levou ao hospital. “Chegamos no hospital, fiquei aguardando no hospital o atendimento, demorou mas fui atendido pelo médico plantonista, um médico moreno, que olhou o meu braço, pediu uma radiografia e quando viu a gravidade, falou que era caso para o ortopedista mas ele só estaria na cidade na terça-feira. Pediu para enfaixar o meu braço, ouvi quando uma pessoa disse para o médico que a enfermeira que faz este trabalho tinha ido pra casa porque estava grávida e não tinha outra no lugar. Apareceu um moço que nem é funcionário e colocou uma faixa no meu braço”. Disse o senhor Toinzinho, muito emocionado, quase chorando.

“Minha mulher foi no hospital na segunda-feira e conseguiu uma consulta com o ortopedista para terça-feira. Quando chegou minha hora, ele olhou o raio X e mandou eu embora. Vá com Deus, aqui não faz isso, me disse o médico. Fui pra casa e minha mulher preparou uma tala de taboca e colocou no meu braço, apertou com uma abraçadeira de metal e assim ficou até o dia 07/09. Senti muita dor, mas a dor maior foi a emocional, por não ter sido atendido. Me senti um nada, um ninguém. Acho que não fui atendido direito porque sou pobre”. Desabafou o senhor Antônio.

Passados duas semanas o advogado Wande Diniz, amigo de Toinzinho tomou conhecimento da situação e mandou um áudio para o prefeito João Cebola relatando o fato e no dia seguinte um funcionário da prefeitura entrou em contato com o advogado dizendo que não tinha como regular o senhor Antônio para ser tratado pelo SUS porque o Cartão do SUS do Toinzinho era de Minas Gerais. “No dia 07 o doutor Wande Diniz me procurou e como tenho uma irmã que mora no projeto de assentamento Santa Maria, ele me levou no Hospital Regional de Água Boa onde fui muito bem atendido, Colocaram os ossos no lugar e engessou o meu braço”. Concluiu Toinzinho

 

Comentários Facebook
publicidade

Nova Xavantina

Prefeito Cebola sofre derrota, Vereadores derrubam veto e favorecem TODOS profissionais que estão trabalhando no combate ao novo COVID-19

Publicado

Por Layrana Araújo

A Câmara Municipal de Vereadores de Nova Xavantina derrubou o veto do Prefeito na emenda modificativa do Projeto de Lei nº 037/2020, que daria gratificação especial temporária com adicional de insalubridade no percentual de 20%  EXCLUSIVO Á EQUIPE DE ÁREA DE ISOLAMENTO DO COVID-19 DO HOSPITAL MUNICIPAL DR. DAÉRCIO OLIVEIRA DE MORAIS,  possuindo como causa e motivo a exposição permanente e direta dos citados aos riscos de contaminação pelo coronavírus.

A emenda modificada apresentada pelos vereadores Valterí Araújo (Valtinho) e Elias Bueno, 003 de 20 de junho de 2020 ao Projeto de Lei n° 37/2020 da  direito ao pagamento de gratificação salarial a TODOS os  servidores municipais que atuam na linha de frente do combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). No entanto a emenda foi vetada pelo Prefeito Municipal  pela justificativa que a gratificação não é somente pela existência do perigo de contaminação, mas também de um estudo orçamentário.

Dado isso, a Câmara Municipal de Nova Xavantina realizou  nesta segunda-feira (27), às 13 horas, sessão extraordinária onde  o VETO foi posto em votação e, por 9 votos contra e 1  a favor, o veto foi derrubado.

Confira os votos!

Votaram contra O VETO DO PREFEITO:

Jubio Carlos Montel de Moraes

Eduardo Ribeiro da Silva

Elias Bueno de Souza

Fernando Nicanor de Souza

João Machado Neto

Pedro Luís Breitenbach

Rosemeire Aparecida Pazeto

Sávio Luís Farias Rodrigues

Valterí Araújo da Silva

Elias Bueno

Votaram á favor do VETO DO PREFEITO:

Luismar Bernardes da Silva

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Ambientalistas denunciam incêndios florestais criminosos no norte de Mato Grosso

Publicado

Flagrantes foram feitos por ambientalistas do Greenpeace no estado, que proibiu as queimadas desde o início de julho. Mesmo assim, o fogo continua e vai abrindo grandes clarões.

Ambientalistas denunciaram incêndios florestais criminosos no norte de Mato Grosso.

No chão é possível ver grandes extensões já desmatadas e prontas para o plantio e pastagem. Mais à frente, a fumaça mais forte e uma imagem chocante: um área de proporções gigantescas queimando. Os tratores vão juntando milhares de árvores derrubadas, misturadas às cinzas. Em outro trecho, as madeiras cortadas e empilhadas mostram a ação de madeireiros na região.

Os flagrantes foram feitos por ambientalistas do Greenpeace no Norte de Mato Grosso. O estado proibiu as queimadas desde o início de julho. Mesmo assim, o fogo continua e vai abrindo grandes clarões na floresta amazônica.

“Vimos desmatamentos de tamanho muito grande: 1 mil,1.400 mil, 3 mil hectares desmatados e a gente viu também muito fogo – tanto fogo na floresta sendo usado para desmatar essa floresta, como o uso do fogo para preparar o solo. Então, foi derrubada a floresta, foi deixada para secar no sol e depois eles fizeram com o que a gente chama de ‘leiras’, que são amontoados de árvores mortas, secas e foi tocado o fogo”, relatou Rômulo Batista, porta-voz do Greenpeace Brasil.

O Greenpeace sobrevoou uma região considerada crítica por causa do grande número de focos de calor. A medição é feita pelos sistemas Deter e Prodes, usados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais para fiscalização e controle do desmatamento no país. Das dez cidades que mais queimam hoje no Brasil, seis estão em Mato Grosso. O número de queimadas no estado é o maior em 13 anos.

Segundo o Greenpeace, de janeiro de 2020 até o dia 21 de julho foram identificados dez mil focos de queimadas na Amazônia do lado brasileiro.

Para o pesquisador da Universidade Estadual de Mato Grosso, Ben Hur Marimon Júnior, a destruição da floresta está chegando em um ponto sem volta.

“A gente não vai mais ter floresta, a gente vai ter uma vegetação parecendo uma savana, com árvores espalhadas na paisagem, mas bastante degradada e que não cumpre a função de produção de chuva, de regulação de temperatura. A Amazônia é um ar-condicionado do continente, do mundo, provavelmente, porque ela reduz a temperatura local. Tudo isso a gente perde”, alertou Ben Hur Marimon Júnior, pós-doutor em Ecologia de Florestas Tropicaiso pesquisador.

O governo de Mato Grosso reafirmou o compromisso de fiscalizar e multar os responsáveis por incêndios criminosos. O Ministério da Defesa declarou que está trabalhando em conjunto com órgãos ambientais no combate às queimadas.

A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso afirmou que a maioria dos produtores rurais atua de acordo com a legislação ambiental.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Vereador Valtinho e família cumprem isolamento domiciliar após suspeita de COVID-19

Publicado

O vereador Valterí Araújo (Podemos) confirmou ao site de notícias ‘O Roncador’ que ele e sua família estão isolados em casa, após dois dos seus filhos apresentarem sintomas da COVID-19.

O caçula da família, Thariston Francis (16), deu entrada no Hospital Municipal, após apresentar alguns sintomas.  Recebeu todos os cuidados necessários, e sob orientação médica retornou para casa. Na última quarta-feira (22) os sintomas persistiram, aparecendo também em sua irmã Juliana Maia (26).

A equipe médica de combate ao Coronavírus esteve na casa do vereador, determinando que os residentes permanecessem em isolamento durante 7 dias.

Em entrevista ao site O Roncador, Valtinho informou que ele e esposa estão assintomáticos, ou seja, não apresentaram nenhum sintoma da COVID-19, afirmando que somente seus filhos apresentaram sintomas, Juliana Maia Araújo da Silva (27) e Thariston Francy (16).

Segundo vereador Valtinho, eles seguirão todas as recomendações da equipe de apoio ao combate ao novo coronavírus.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana