conecte-se conosco


Economia

Dólar segue trajetória de alta após frustrações com pré-sal e opera a R$ 4,13

Publicado

dolar arrow-options
Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Dólar segue tendência de alta e opera a R$ 4,13 nesta sexta-feira (8)

O dólar comercial volta a subir nesta sexta-feira (8), após resultados fracos dos leilões de petróleo desta semana. Às 10h30, a modea americana subia 0,88%, a R$ 4,136. O Ibovespa, principal indicador da Bolsa brasileira, recua 1,17%, chegando a 108.297 pontos.

Leia também: Governo realiza novo leilão do pré-sal e arrecadação volta a decepcionar; veja

Na véspera, o dólar subiu 0,25% ante o real e terminou o dia cotado a R$ 4,09. A valorização foi incluenciada pela frustração dos investidores em relação à participação de empresas estrangeiras nos leilões do pré-sal. Na quarta-feira, a moeda norte-americana fechou com a maior alta em sete meses, de 2,22%.

Especialistas avaliam que a pressão por recursos levou o governo a cometer um erro estratégico no calendário de leilões , o que teria contribuído para o encalhe das áreas.

Leia também: Novos servidores não terão estabilidade automática, assegura Guedes

No megaleilão de quarta, a arrecadação foi de R$ 69,9 bilhões, ante os mais de R$ 106 bilhões esperados. Na quinta, mesmo com expectativas menores, a frustração voltou: expectativa de R$ 7,8 bilhões, realidade de R$ 5,5 bilhões.

Comentários Facebook
publicidade

Economia

Carnaval no Rio deve movimentar R$ 2,6 bilhões neste ano

Publicado


source

Agência Brasil

A Unidade da Federação com maior expectativa de movimentação financeira neste carnaval, estimada em R$ 2,6 bilhões, o estado do Rio de Janeiro lidera também o ranking nacional de criação de vagas de trabalho no período. Do total de 25,4 mil contratações previstas para todo o Brasil no carnaval, 8,5 mil estão concentradas no estado.

Dólar encerra a R$ 4,3657 e renova alta histórica

O economista Fabio Bentes , da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo ( CNC ), cita estudo da entidade, segundo o qual a arrecadação gerada pelo turismo no carnaval alcança R$ 8 bilhões no país, com aumento de 1% em relação ao resultado do ano passado, já descontada a inflação .

Bloco Sargento Pimenta agita a região central do Rio de Janeiro arrow-options
Divulgação / RioTur

Bloco Sargento Pimenta agita a região central do Rio de Janeiro


“Considerando os últimos dois anos em que tivemos também crescimento no carnaval , este é o terceiro crescimento anual, se confirmada a nossa previsão”, afirmou Bentes .

Ele diz que isso faz com que a receita de 2020 seja a maior dos últimos cinco anos, mas ressaltou que uma expansão de 1% não é motivo para muita comemoração, apesar de ser um indício de que uma atividade que presta serviços não essenciais está conseguindo se recuperar.

Depois do Rio de Janeiro , as maiores arrecadações durante o carnaval são projetadas para os estados de São Paulo , com R$ 1,9 bilhão, e Bahia, com R$ 1,3 bilhão. “O carnaval é o natal do turismo. Já tem a alta temporada do verão , e você tem um apelo maior, por conta do maior feriado do calendário nacional e do que representa o carnaval em termos históricos e culturais”, afirma Bentes .

Para o comércio, porém, o economista diz que o carnaval não é um grande negócio. “Porque, se as famílias vão gastar um pouco mais com serviços, elas deixam de consumir produtos”. Isso não significa, porém, que determinados segmentos do comércio deixem de tirar proveito também do carnaval, como vestuário, supermercados.

O economista destaca que, na maioria das atividades do comércio, particularmente móveis, eletrodomésticos, automotivo, o carnaval não tem muito impacto. “O impacto, até historicamente, costuma ser negativo devido ao feriado, ao mês mais curto”. Bentes acrescenta que, do ponto de vista do comércio, há produtos que saem mais no carnaval. “Mas, olhando o comércio como atividade econômica de forma mais ampla, o impacto não é positivo, não. Porque o consumidor acaba alocando a renda com serviços turísticos.”

Emprego

De acordo com o economista, o emprego é outro ponto importante do carnaval. As maiores contratações formais são esperadas nas atividades de hospedagem , bares , restaurantes , transporte aéreo e rodoviário .

Comissão da reforma tributária será instalada hoje, informa presidente do Senado

Bentes afirmou que, se for confirmada a expectativa da CNC de geração de 25,4 mil vagas formais no Brasil , este será o melhor resultado desde 2014, que foi “um ponto fora da curva”. Em 2014, o setor de turismo empregou no período de carnaval mais de 55 mil pessoas e estendeu os contratos temporários por mais três meses, visando à Copa do Mundo , que ocorreu em junho.

Ele acrescentou que alguns fatores vão impulsionar o crescimento do carnaval vai crescer pelo terceiro ano consecutivo. O primeiro é o dólar alto, que Bentes considera ótimo para o turismo , porque inibe as viagens internacionais e mostra que o Brasil é um destino mais barato.

O economista destacou que, ao acompanhar cerca de 30 bens ou serviços mais demandados nessa época do ano, a CNC verificou que a inflação deles nos últimos 12 meses está em 4,2%, menor taxa de variação desses itens desde 2007. “Você tem um efeito de preço interno favorável e os preços dolarizados direcionando o gasto das famílias mais para o turismo interno.”

Município do Rio

Na capital, o presidente do Clube dos Diretores Lojistas (CDL-Rio), Aldo Gonçalves , afirmou que a situação negativa do comércio impede contratações no carnaval. “Ninguém está contratando para o carnaval. É um período curto, e ninguém está conseguindo contratar.”

Gonçalves explicou que, no carnaval, as vendas concentram-se em alguns artigos. “As pessoas não vão comprar geladeira , fogão ou vestido novo .” Elas buscam artigos mais ligados ao carnaval, como bermudas , camisetas , sandálias , chinelos , adereços . “Os artigos mais esportivos são o forte do Rio por conta dos blocos de rua. São mais de 500 blocos.”

De qualquer forma, o CDL Rio projeta aumento de faturamento de 1,5% a 2% em relação ao carnaval do ano passado,. “Não vai aquecer mais do que isso, porque nós temos um histórico do ano ruim”. Aldo Gonçalves citou, entre outros problemas enfrentados pelo comércio no município o desemprego, a questão da segurança e a desordem urbana. “Os camelôs prejudicam muito o comércio formal”, afirmou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

BC lança sistema de pagamento instantâneo no Brasil

Publicado


source

Agência Brasil

O Banco Central lançou, nesta quarta-feira (19), na capital paulista, um sistema de pagamentos e transferências instantâneos que poderão ser feitos pelo usuário de forma rápida e segura, em qualquer dia do ano, sem limite de horário, e com o dinheiro imediatamente disponível ao recebedor. Batizado de PIX, o sistema estará disponível para toda a população a partir de novembro .

Carnaval no Rio deve movimentar R$ 2,6 bilhões neste ano

Segundo o chefe adjunto no Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do BC ( Decem ), Carlos Eduardo Brandt , com o PIX será possível enviar e receber quantias instantaneamente a partir de diversos meios, inclusive aplicativos em smartphones. Ou seja, ao efetuar um pagamento ou transferência, o dinheiro já entrará imediatamente na conta do recebedor.

Roberto Campos Neto arrow-options
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Roberto Campos Neto


“Além das funcionalidades que estarão disponíveis em novembro, já estão no radar evoluções importantes como o pagamento por aproximação”, disse.

De acordo com o Banco Central , o objetivo é facilitar e agilizar os pagamentos e transferências entre pessoas, empresas e entes governamentais. Com a implantação do PIX , o país ganha mais uma alternativa para efetuar transações, além dos modelos tradicionais já existentes, como TED , DOC , boleto , cheque e cartões . As transações poderão ser feitas por meio de QR Code ou a partir da inserção de informações simples como número de celular , e-mail , CPF ou CNPJ .

Para usar o PIX, será preciso que pagador e recebedor tenham conta em banco, em uma instituição de pagamento ou em uma fintech. A conta não precisa ser apenas corrente, já que as transações poderão ser feitas usando uma conta de pagamento ou de poupança. O dia e a hora da transação não terá importância, nem se o solicitante e o recebedor da operação têm relacionamento com o mesmo banco ou instituição. A liquidação será imediata, ou seja, o recebedor ter á em poucos segundos os recursos disponíveis em sua conta.

QR Code

Serão definidos dois tipos de QR Code para as transações. O primeiro é o estático que poderá ser usado em múltiplas transações, permitindo a definição de um valor fixo para um produto ou a inserção do valor pelo pagador. Poderá ser usado para uma transferência entre duas pessoas, por exemplo.

Dólar encerra a R$ 4,3657 e renova alta histórica

O QR Code dinâmico será de uso exclusivo para cada transação e permitirá a inserção de informações adicionais, o que facilita a conciliação e automação comercial. Ele servirá para o pagamento de uma compra em um supermercado ou em um restaurante, entre outras possibilidades.

Competição de mercado

De acordo com o diretor de Organização do Sistema Financeiro e de Resolução do BC , João Manoel Pinho de Mello , além da rapidez e praticidade dos pagamentos instantâneos, o PIX provocará maior competição no mercado de pagamentos, com a redução dos custos e melhoria na qualidade dos serviços.

“Além disso, essa iniciativa, em linha com a revolução tecnológica em curso, possibilita a inovação e o surgimento de novos modelos de negócio e promove a eletronização dos pagamentos, reduzindo o risco operacional e as dificuldades relacionadas ao uso do dinheiro em espécie”, ressaltou.

O chefe adjunto no Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do BC ( Decem ), Carlos Eduardo Brandt , destacou ainda que o BC não está colocando restrições para a cobrança de tarifas para as transações e disse que PIX está sendo estruturado de forma aberta a fim de estimular a competição, a fim de que a disputa de mercado resulte em uma boa formação de preços para o usuário final.

“Há liberdade para que os agentes econômicos, que precisam ter seus negócios viabilizados, cobrem dos seus clientes naquilo que agregar valor. Se houver qualquer tipo de situação em que a formação de preço seja distorcida ou não bem realizada, nada impede que o BC, com seu papel de regulador, interferira nessa falha de mercado especifica”, disse Brandt.

Instrumento seguro

O presidente do BC , Roberto Campos Neto , afirmou que este é um dos projetos mais importantes da instituição para este ano. Ele disse que a ideia partiu de uma demanda das pessoas, que vem sendo bastante discutida pelos bancos centrais como instrumento de pagamento barato , rápido , transparente e seguro .

“O projeto vai ser o embrião do que eu acredito que seja uma transformação total na intermediação financeira futura do país e vai unir o que a gente entende como a nova forma de meios de pagamento, com a nova indústria de fintech e com o open banking. É ter um sistema totalmente interoperável e que vai se encontrar com um sistema que permite que todo mundo consiga abrir seus dados e sua conta para serviços financeiros específicos “, disse Campos Neto .

Neto destacou que o sistema vai baratear o custo das transferências financeiras e vai eliminar a necessidade de as pessoas portarem dinheiro físico, o que representa um custo, principalmente para as empresas. “Acreditamos que a intermediação financeira vai transformar o mundo de pagamentos no Brasil e, com esse sistema, junto com outros que estão por vir, se unificando ao longo de 2021, vamos ter uma diferenciação na forma de fazer as transações financeiras no país.”

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Mega-Sena: confira os números sorteados nesta quarta-feira

Publicado


source
volante da mega-sena arrow-options
Rafael Neddermeyer/fotos públicas

Mega-Sena tem prêmio estimado em R$ 170 milhões para quem acertar as seis dezenas nesta quarta-feira

Apostadores de todo o Brasil esperam que a Mega-Sena faça o seu primeiro milionário de 2020  com um prêmio estimado em R$ 170 milhões. O concurso 2.235 foi sorteado na noite desta quarta-feira (19) e as dezenas são:

14, 18, 30, 35, 55, 57

A Caixa ainda divulgou os ganhadores neste sorteio. A Mega-Sena não vê uma aposta acertar suas seis dezenas há 14 concursos , desde a Mega da Virada, realizada no dia 31 de dezembro de 2019.

Dinheiro da aposta não serve só para premiar: quem ganha com recurso da loteria?

 No último sorteio, realizado no sábado (15), o prêmio estimado era de R$ 120 milhões e os números sorteados foram 04 – 21 – 27 – 29 – 42 – 47, mas ninguém acertou as seis dezenas. Já na Quina, 216 apostas foram premiadas e cada uma delas levou R$ 36 mil para casa.

Como funciona

O concurso é realizado pela Caixa Econômica Federal e pode pagar milhões ao sortudo que acertar as seis dezenas. Os sorteios ocorrem ao menos duas vezes por semana – normalmente, às quartas-feiras e aos sábados.

O apostador também pode ganhar prêmios com valor mais baixo caso acerte quatro ou cinco números, as chamadas Quadra e Quina , respectivamente.

Na hora de jogar, o apostador pode escolher os números ou tentar a sorte com a Surpresinha – nesse modelo, o sistema escolhe automaticamente as dezenas que serão jogadas.

Outra opção é manter a mesma aposta por dois, quatro ou até oito sorteios consecutivos, a chamada Teimosinha .

Premiação

Os prêmios iniciais costumam ser de aproximadamente R$ 3 milhões para quem acerta as seis dezenas. O valor vai acumulando a cada concurso sem vencedor.

Bolão vale a pena? Matemático dá dicas para ter mais chances na Mega-Sena

 O prêmio bruto da Mega-Sena corresponde a 43,35% da arrecadação . Deste valor:

  • 35% são distribuídos entre os acertadores dos seis números sorteados;
  • 19% entre os acertadores de cinco números (Quina),
  • 19% entre os acertadores de quatro números (Quadra),
  • 22% ficam acumulados e distribuídos aos acertadores dos seis números nos concursos de final zero ou cinco,
  • 5% ficam acumulado para a primeira faixa (Sena) do último concurso do ano de final zero ou cinco.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana