conecte-se conosco


Esportes

Egídio fala de chance de rebaixamento do Cruzeiro: “Não vamos deixar”

Publicado

Sem vencer há seis rodadas, o Cruzeiro vem passando por uma fase delicada no Campeonato Brasileiro, ocupando a 18ª posição na tabela. Apesar do risco, Egídio garantiu que o time não vai cair para a segunda divisão durante coletiva de imprensa na Toca da Raposa.

Leia também: Em jogo polêmico, Cruzeiro empata com Inter em BH e segue com a corda no pescoço

Egídio arrow-options
Reprodução/Instagram

Egídio

O lateral-direito disse que o elenco não vai deixar “de maneira alguma” acontecer o rebaixamento, inédito na história do Cruzeiro . “Nós já nos comprometemos ali, nos fechamos sobre isso. De tantas glórias e conquistas que tivemos no Cruzeiro, nós não vamos deixar, de jeito nenhum, isso acontecer. O Cruzeiro nunca caiu, e não vai ser com a gente que vai cair. Tenho certeza disso. Não vamos deixar essa imagem do Cruzeiro, que resplandece, se apagar na Série A”, disse Egídio .

Leia também: Cruzeiro levaria 200 anos para pagar todas as suas dívidas, revela estudo

Contra o Fluminense, o lateral falou que o elenco jogará como se fosse uma decisão. “Estamos jogando, em casa, nossa vida no Brasileiro. O Cruzeiro sempre se mostrou forte em Série A, tanto é que tem quatro títulos. Então, nós vamos nos dedicar ao máximo. É decisão. Já mostramos, por diversas vezes ao longo dos anos, que o Cruzeiro é muito forte em decisões. Brigar lá em baixo também é muita responsabilidade. É a mesma (que brigar em cima), e pode ser até maior”, continuou.

O Cruzeiro enfrenta o Fluminense hoje, às 21:30, no Mineirão. Se vencer, o time chega aos 23 pontos e se iguala com o Ceará, primeiro time fora da zona de rebaixamento .

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Sesc São Paulo coordena via online mobilização contra sedentarismo

Publicado


.

Mobilização mundial de combate ao sedentarismo, o Dia do Desafio chega hoje (27) à sua 26ª edição, em formato online, pela primeira vez, em virtude da pandemia da covid-19. Coordenadora do evento na América, a regional de São Paulo do Serviço Social do Comércio (Sesc São Paulo) compartilha, ao longo do dia, postagens sobre os benefícios da prática regular de exercícios físicos, convidando usuários das redes sociais a também dividir experiências, com fotos e vídeos, por meio das hashtags #DiaDoDesafio e #JuntosNoDiaDoDesafio. 

O conteúdo está sendo divulgado pelo Facebook do evento e pelo Instagram da divisão de esporte do Sesc São Paulo. Neste último, podem ser encontrados, ainda, vídeos recentes de aulas de diversas modalidades, como escalada, pilates de solo e consciência corporal, ministradas por instrutores da rede Sesc. Além das instruções, serão veiculados bate-papos e relatos sobre o impacto do esporte no cotidiano. 

No Brasil, a articulação conta com o apoio da International Sport and Culture Association (Isca) e da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Em outros pontos do globo, as atividades são organizadas pela The Association For International Sport for All (Tafisa). 

Para este ano, estava prevista a continuidade do Desafio Trienal, competição entre duplas do Brasil e outros 13 países (Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Guatemala, México, Honduras, Nicarágua, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela). Porém, com a pandemia, os jogos, iniciados em 2018, tiveram de ser cancelados. 

Mesmo com a adaptação para o ambiente digital, a campanha corre bem, na avaliação da assistente da Gerência de Desenvolvimento Físico-Esportivo do Sesc São Paulo, Claudia Campos. O propósito, disse, consiste em estruturar uma cadeia de parceiros, sejam gestores públicos ou entidades, que estimulem localmente as comunidades a adotar hábitos mais saudáveis, como acontece com a capital paulista, em que escolas da rede municipal de ensino aderem à causa.

Ao comentar os ajustes de rotina impostos pelo contexto da pandemia, como a própria intensificação do uso de celulares e computadores, Claudia disse que os profissionais da área desportiva da instituição surpreenderam-se com o alcance das apresentações por vídeo que têm feito regularmente. Segundo ela, algumas transmissões ao vivo – ou live, como são mais comumente chamadas – já atingem um público de cerca de 2 mil pessoas. “As pessoas interagem, compartilham. É uma nova forma de ver a atividade física”, disse. 

“Sobre essas iniciativas de estimular práticas, falo do Sesc aqui de São Paulo e também de outros estados, a gente tem tido um feedback muito positivo. É uma característica nossa [dos brasileiros] estar junto com as pessoas, ainda que seja por meio de uma tela, com alguém estimulando você a realizar uma atividade. Teve uma senhora que disse que estava com muita dor no ombro, fez uma aula de mobilidade e agradeceu pelo fato de estarmos perto nesse momento. É um aspecto muito positivo como a gente consegue se aproximar das pessoas por meio de uma fala que faz por vídeo, de um exercício que a gente veicula”.

De acordo com o Conselho Regional de Educação Física da 4ª Região, com sede na capital paulista, manter uma rotina de exercícios físicos pode auxiliar na amenização de quadros de estresse, ansiedade e depressão. Outro benefício é o gasto energético proporcionado, que pode contribuir para a resposta do sistema imunológico do corpo, o que, por sua vez, contribui para a prevenção e o tratamento de doenças, inclusive as crônicas não transmissíveis. O conselho cita, ainda, como efeitos da incorporação de exercícios físicos ao dia a dia melhoras cardiorrespiratória e óssea, resistência muscular e flexibilidade articular.

Edição: Fernando Fraga

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Covid-19: Associação Uruguaia de Futebol prevê retorno em 15 de agosto

Publicado


.

O presidente da Associação Uruguaia de Futebol (AUF), Ignacio Alonso, entregou nesta terça-feira (26), à Secretaria Nacional de Esportes (SNE), um protocolo que propõe o retorno das atividades, interrompidas no dia 13 de março, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19).  O documento estabelece quatro fases gradativas de diminuição do distanciamento social, sendo a última delas a retomada das competições no 15 de agosto, sem a presença de público. Até a noite de ontem (26), o Uruguai registrava 789 casos confirmados de covid-19 e 22 mortes.

Em entrevista coletiva, o mandatário uruguaio justificou o planejamento. “Nós seguimos mantendo o nosso objetivo, sempre atendendo a realidade sanitária do país. Se a realidade do país permitir um encurtamento dos termos, em consulta com as a mesmas, vamos moldá-lo. Se, pelo contrário, exigir esperar um pouco mais, esperaremos. Certamente o financiamento dos testes não vai ser problema para iniciar as atividades. Estamos procurando maneiras de torná-lo um mecanismo eficiente e não planejamos transferir o ônus do financiamento para o país, algo que faz parte do esporte profissional”.

O documento entregue por Alonso à SNE ainda terá de ser aprovado pelo Ministério da Saúde do Uruguai. A publicação propõe a liberação dos treinamentos coletivos a partir de 22 de junho. Após os testes médicos iniciais, as equipes terão que cumprir quatro fases gradativas de afrouxamento das medidas de distanciamento. A última será o retorno dos jogos, que não poderão contar com a presença de público.

A AUF trabalha para não transferir partidas do calendário de 2020 para o próximo ano. O Torneio Apertura, primeira divisão do futebol uruguaio, foi paralisado na terceira rodada, com o Rentistas na liderança, tendo conquistado nove pontos.

 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Messi revela preocupações com o futebol na temporada de 2020

Publicado


.
O melhor jogador do mundo também sofre. Em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19), Lionel Messi revelou suas maiores preocupações no ano de 2020, e quando o argentino fala, o mundo quer saber.  Em entrevista pubicada hoje (27), no site da Adidas – patrocinador oficial do atleta – o craque do Barcelona falou sobre a suspensão do Campeonato Espanhol e o adiamento da Copa América, que seria disputada neste ano na Argentina e na Colômbia, além de também comentou a possibilidade de vir a atuar sem torcida no estádio.

O atacante admitiu que viver ou trabalhar com tanta incerteza nunca é fácil, especialmente em uma situação inédita como a atual. “Todos nos perguntamos quando voltaremos ao trabalho, quando começaremos a treinar e competir novamente. Para qualquer jogador de futebol, é crucial manter o foco quando você entra em campo”.

Sobre o retorno das partidas sem torcida, Messi acredita que será um novo desafio. “A preparação do grupo é a mesma de qualquer outro jogo, mas individualmente cada pessoa precisa se preparar para o jogo sem torcedores, porque é muito estranho. Eu passei por isso em uma partida e foi absolutamente assustador. Mas é normal que a Liga seja retomada assim. Com tudo o que está acontecendo no mundo, é perfeitamente compreensível”.

Ouça na Rádio Nacional

 

Messi treina diariamente em casa com o programa passado pelo Barcelona. Mesmo distante do cenário ideal, ele acredita que o pior é não ter jogos, portanto, as equipes vão precisar de um tempo a mais de trabalho conjunto para voltar a competir.

No Barcelona, Messi é campeão de tudo. Na Seleção Argentina principal, só bateu na trave. Após a eliminação para o Brasil na semifinal da Copa América de 2019, o craque foi um dos mais revoltados com possíveis erros de arbitragem, dizendo que o torneio estava armado para a seleção de Tite. A chance de levantar um caneco com a alviceleste seria na Copa América de 2020, que seria na Argentina e na Colômbia. O adiamento do evento para o ano que vem foi uma grande decepção para o camisa 10.

“A Copa América seria muito importante pra mim neste ano e eu estava extremamente animado para competir novamente. Foi um golpe duro quando soube que seria adiado, mas entendi completamente”.

A Copa América será disputada de 11 de junho a 11 de julho de 2021. O Campeonato Espanhol deve retornar na primeira quinzena de junho deste ano. Faltando 11 rodadas para o fim, o Barcelona é o líder da competição, com 58 pontos, dois a mais que o Real Madrid, segundo colocado.

Edição: Cláudia Rodrigues

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana