conecte-se conosco


Mato Grosso

Em 8 meses, mais de 1,1 mil pessoas desapareceram em MT

Publicado

Aline Borges desapareceu da cidade de Canarana

Entre os desaparecidos, 754 são homens e 419 são mulheres. Não há registros de quantas pessoas foram encontradas.

De janeiro até agosto deste ano, 1.173 pessoas já desapareceram em todo o estado. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (Sesp), entre os desaparecidos, 754 são homens e 419 são mulheres. Não há registros de quantas pessoas foram encontradas.
De janeiro a dezembro de 2019, a Sesp registrou 2.112 casos de desaparecimento. Em 2020 foram 1.712.
Já faz quase um ano que o Wuederson Carneiro de Souza, de 33 anos, desapareceu. Ele foi trabalhar em um garimpo no estado do Pará e desde outubro do ano passado não entrou mais em contato com a família.
A mãe de Wuederson, Neuza Maria Souza, encontra na fé a esperança de reencontrar o filho vivo.
“Tenho esperança de encontrar ele em algum lugar, mas com vida. Que ele volte. Sempre que o celular toca, eu corro para ver, na esparança que um dia ele retorne a ligação.
A família já levou o caso à Polícia Civil em Cuiabá, que investiga o caso.
A Aline Borges Guimarães, de 41 anos, também está desaparecida. Ela sumiu na cidade de Canarana, amigos e parentes estão há três meses sem notícias dela.
“Ninguém tem mais notícias, se ela se encontra viva ou morta, de uma forma ou de outra queremos saber o que aconteceu com ela”, diz o amigo Jocasta Porto.
Segundo o Roberto Amorim, delegado do Núcleo de Pessoas Desaparecidas da DHPP de Cuiabá, há uma média de 92% das pessoas localizadas.
“Isso em virtude das próprias informações que a vítima dá e das investigações”, afirma.
O delegado alerta: quando uma pessoa desaparece, a família deve avisar logo à polícia. Ele afirma que as pessoas têm demorado para decidir fazer o boletim.
“Não importa o tempo, não há necessidade de esperar 48 horas, justamente para beneficiar a celeridade das investigações. Trabalhamos 24 horas para entregar as vítimas com vida aos seus familiares”, diz.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Menina de oito anos morre após ser picada por jararaca na perna

Publicado

Uma menina identificada como Melissa de Oliveira Gude, de oito anos, faleceu em decorrência da picada de uma cobra jararaca, na zona rural da cidade de Colniza (1.065 quilômetros de Cuiabá).

A criança estaria junto com o pai perto de um córrego quando teria sido picada na perna pela jararaca. Melissa deu entrada no Hospital Municipal André Maggi, nesta quarta-feira (17), sonolenta e letárgica.

Foram aplicadas oito ampolas de soro antibotrópico, porém, seu quadro de saúde se agravou. A perna picada pela serpente chegou a necrosar por causa do veneno e ela não resistiu e faleceu na madrugada desta quinta-feira (18).

A unidade de saúde chegou a solicitar transporte aéreo para Cuiabá, mas as condições de voo não estavam favoráveis.

A jararaca é uma serpente venenosa muito comum no Brasil, vive no cerrado, bosques e em campos, especialmente onde há plantações que atraem os ratos, sua comida predileta. O veneno da cobra é muito forte, mata pessoas e até animais.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo nomeia mais 26 delegados para a Polícia Civil de Mato Grosso

Publicado

Depois de formados na Academia, os profissionais serão lotados em unidades do interior do estado, conforme definição do Conselho Superior da Polícia.

O Governo de Mato Grosso nomeou mais 26 delegados para a Polícia Civil. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 16 de novembro, pelo governador Mauro Mendes, no Palácio Paiaguás, junto com secretários de estado, gestores e o deputado estadual João Batista.

Os novos 26 profissionais se juntarão aos 19 delegados que já estão em formação técnica na Academia da Polícia Civil e irão, a partir do próximo, reforçar as delegacias no interior de Mato Grosso.

As novas nomeações foram possíveis, de acordo com a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão, após um intenso trabalho de gestão e busca pelo reequilíbrio das contas públicas, o que possibilitou o chamamento para a recomposição do quadro de delegados na Polícia Civil, que vem sofrendo redução crescente nos últimos seis anos.

“Esses policiais penais terão papel importante para a gestão das nossas unidades prisionais, principalmente no interior do estado, assim como os novos delegados que vão repor a necessidade em muitas delegacias que precisam desses profissionais. De igual maneira os novos auditores que atuarão na Controladoria. Que todos sejam muito bem-vindos”, afirmou o governador, ao assinar as nomeações que incluem também as categorias de policiais penais e auditores.

O delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval, informa que nas próximas semanas, a instituição dará a posse aos novos delegados, que depois ingressarão no curso de formação técnica.

“A Academia focará bastante na parte prática, na investigação aliada às peculiaridades que temos em nosso estado. Os novos profissionais também terão conhecimento e treinamento das novas tecnologias, como o inquérito policial eletrônico e outras ferramentas de inteligência artificial que vem sendo agregadas ao sistema para ampliar o escopo de investigação e de modernização da Polícia Civil. Esses profissionais vão ocupar espaços em cidades que estão sem titular, mas que a partir de 2022 receberão um delegado, além daquelas que vão ter um reforço”, pontuou o delegado-geral.

Conforme a Secretaria de Planejamento e Gestão, os nomeados têm 30 dias para tomar posse. A relação dos documentos e exames necessários para a posse estão disponíveis aqui e as declarações a serem preenchidas aqui.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Mais MT – Governo investe R$ 24,2 milhões e entrega helicóptero, viaturas e fardamento para as forças de segurança de MT

Publicado

Em Cuiabá, as viaturas serão utilizadas pela Rotam e pelo Batalhão Ambiental

O Governo de Mato Grosso entregou, nesta quarta-feira (17.11), o novo helicóptero ao Centro Integrado de Operações Aéreas (Cioaper) adquirido por R$ 20,8 milhões, além de cerca de R$ 3,4 milhões na aquisição de 32 novas caminhonetes e fardamento para a Polícia Militar, que vai atender o policiamento ordinário e especializado em 27 municípios.

“Este é um momento de muita satisfação por entregar estes equipamentos para as forças de segurança de Mato Grosso. Neste ano, a segurança pública recebeu investimentos em tecnologia e infraestrutura que contribuem para garantir a segurança do cidadão”, destacou o governador.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, ressaltou que os investimentos são fundamentais para melhorar toda a logística de segurança no Estado.

“É um grande investimento que o Estado está recebendo na área de segurança para mais patrulhamento aéreo. Temos três helicópteros, dois na Capital e um no Nortão. Agora, podemos atender outras regiões como as de fronteira ou áreas de difícil acesso”, disse Bustamante.

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Jonildo Assis, também enafatizou a revolução na segurança pública que beneficia não apenas a corporação, mas todas as instituições que compõem a pasta.

“Parabéns ao Governo do Estado de Mato Grosso que está mudando a cara da segurança pública do Estado e hoje vivemos uma nova realidade”.

Em Cuiabá, as viaturas serão utilizadas pela Rotam e pelo Batalhão Ambiental. Também serão beneficiados com os veículos os municípios de Barão de Melgaço, Nobres, Jangada, União do Sul, Santa Carmem, Vera, Cláudia, Tesouro, Pedra Preta, Guiratinga, Itiquira, Araguaiana, Glória D´Oeste, Lambari D´Oeste, São José dos Quatro Marcos, Denise, Novo Horizonte do Norte, Paranaíta, Campo Verde, Figueirópolis D´Oeste, Santo Afonso, Tapurah, Arenápolis, Alto Paraguai, Diamantino e Matupá.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana