conecte-se conosco


Mato Grosso

Estudo revela que falta de acesso a esporte e lazer é fator de risco para atos infracionais

Publicado


.

A falta de acesso ao esporte e ao lazer é um dos fatores de risco para início dos atos infracionais cometidos por adolescentes. Conclusão da dissertação de mestrado do servidor público Ueliton Peres de Oliveira, apresentada na quinta-feira (28.05) na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O estudo abordou as condições em que um adolescente adentra a uma unidade socioeducativa.

Concursado desde 2010 no cargo de Analista do Sistema Socioeducativo, o profissional com graduação em educação física, buscou na vivência com os adolescentes em conflito com a lei basear sua pesquisa.

Outro resultado obtido por meio do estudo foi que a medida socioeducativa de internação conseguiu propiciar maior acesso às práticas de esporte e lazer aos adolescentes, se comparado com suas vivências anteriores à aplicação dessa medida. A pesquisa foi realizada a partir do Plano Individual de Atendimento dos adolescentes que passaram pelas unidades socioeducativas em 2017 e 2018.

O pesquisador ainda fez trabalho de campo em oito bairros de Cuiabá, cidade do Estado onde há maior incidência de jovens infratores, para detectar outros fatores que somam aos riscos de cometimentos de infrações às leis brasileiras. O objetivo foi identificar os espaços, equipamentos e conteúdo de esporte e lazer disponíveis a essas comunidades.

“O perfil desses adolescentes, em sua maioria, evidencia histórico de uso de drogas, significativa defasagem escolar e evasão, reincidência, falta de acesso aos meios culturais públicos, falta de cursos profissionalizantes e baixa inserção no mercado de trabalho. Além de observar que são advindos de famílias monoparentais (convívio com apenas um genitor), de baixa renda, não assistidos por Programas assistenciais do governo e histórico de envolvimento com a criminalidade”, argumenta.

Ainda segundo o servidor, a pesquisa mostrou que há opções de esporte nas unidades de ensino públicas, mas muitos dos jovens deixam de frequentar a escola e ficam sem acesso à oportunidade recreativa e de inserção.

A pesquisa

A dissertação do servidor público com o título “Medidas Socioeducativas de Internação e suas Interfaces com o Esporte e Lazer”, foi apresentado na tarde de quinta-feira (28.05), na UFMT, por videoconferência, e foi aprovado por unanimidade pele banca composta por três professores doutores. O orientador do trabalho foi o professor doutor Riller Silva Reverdito.

Ueliton começou a atividade funcional no Centro de Atendimento Socioeducativo de Cáceres (214 km a Oeste de Cuiabá). Posteriormente, compôs o quadro de profissionais da Superintendência Socioeducativa, em Cuiabá e, atualmente, trabalha no setor de Gestão de Pessoas da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

“Esta pesquisa demonstrou que cada vez mais a inserção de políticas públicas nos vários níveis econômicos da sociedade traz bons resultados”, frisa.

Mato Grosso dispõe de sete unidades socioeducativas, masculinas e femininas, sendo duas em Cuiabá, Barra do Garças, Rondonópolis, Sinop, Cáceres e Lucas do Rio Verde.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Sexta-feira (10): Mato Grosso registra 27.636 casos e 1.026 óbitos por Covid-19

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (10.07), 27.636 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 1.026 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado e 65 mortes nas últimas 24 horas. 

Nesta edição do Boletim foi esclarecido que, em razão da atualização e migração do sistema, os números relativos aos casos em monitoramento e recuperados só serão atualizados a partir da próxima segunda-feira (13). Portanto, até o restabelecimento do banco de dados, serão atualizados diariamente apenas o total de casos confirmados, óbitos, exames realizados e as taxas de ocupação. 

Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (6.101), Rondonópolis (2.165), Várzea Grande (2.069), Sorriso (1.195), Lucas do Rio Verde (1.254),  Tangará da Serra (1.053), Primavera do Leste (1.033), Sinop (806), Nova Mutum (674), Pontes e Lacerda (650), Campo Verde (505), Cáceres (465), Colíder (402), Peixoto de Azevedo (364), Barra do Garças (360), Sapezal (353), Campo Novo do Parecis (351),  Querência (304), Confresa (350) e Matupá (274). 

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada no Boletim anexado ao final desta matéria. 

Nas últimas 24 horas, surgiram 1.240 novas confirmações no Estado. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 240 internações em UTI e 366 em enfermaria. Isto é, a taxa de ocupação está em 90,5% para UTIs e em 53,7% para enfermarias.

O documento ainda aponta que um total de 28.275 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.623 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES.

Cenário nacional

Nesta sexta-feira (10), o Governo Federal confirmou 1.800.827 casos da Covid-19 no Brasil e 45.048 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 69.184 óbitos e 1.755.779 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. 

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Governo coloca 19 UTIs em funcionamento e reduz lotação de leitos

Publicado


.

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Saúde, colocou em funcionamento, nesta sexta-feira (10), 19 leitos novos de UTIs em hospitais estaduais para o tratamento de pacientes com Covid-19. 

Com a medida, esta foi a primeira vez na semana que houve redução na taxa de ocupação de UTI’s públicas no Estado.

Ontem, quinta-feira (9), a taxa de ocupação registrada foi de 98,4% e hoje, de acordo com o boletim epidemiológico, a taxa caiu para 90.5%. A tendência, para a próxima semana, é que esse percentual caia ainda mais, pois há previsão de abertura de mais leitos de UTIs em cidades do interior.

Com esse incremento, o Estado passa a contar em seus hospitais com 138 leitos de UTIs.

Os novos leitos, que já foram colocados em funcionamento, nesta sexta-feira, estão localizados no Hospital Estadual Santa Casa (10 leitos) e no Hospital Regional de Sinop (9 leitos).

Outros 10 leitos de UTIs da Santa Casa entram em funcionamento neste sábado (11), de acordo com a diretora da unidade, Patrícia Dourado. “Estamos com tudo pronto e já neste sábado eles irão para a regulação”, destacou.

Confira as unidades que deverão receber novas UTIs, além dos novos leitos abertos na Santa Casa e Regional de Sinop:
Segundo o plano de trabalho da SES serão 30 no Hospital Metropolitano,  mais 10 no Hospital Regional de Sinop e 10 no Hospital Regional de Cáceres.   Além disso, serão abertos leitos nos municípios Cuiabá (30), Alta Floresta (10), Água Boa (10), Confresa (10), Campo Verde (10), Pontes e Lacerda (10), Cáceres (5 leitos contratualizados com o Hospital São Luiz), Nova Mutum (20) e Peixoto de Azevedo (10).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Base do pelotão do Corpo de Bombeiros é inaugurada no Complexo Paiaguás

Publicado


.

Foi inaugurada no Complexo Paiaguás, nesta sexta-feira (11.07), a 4ª Companhia do 1º Pelotão Bombeiro Militar do Batalhão Cacique (1º BBM) de Cuiabá, chamada de Bravo 9.

O Bravo 9 está localizado no Complexo Paiaguás, no Centro Político Administrativo, em Cuiabá, próximo ao prédio da Superintendência da Escola de Governo. A unidade contará com uma viatura Auto Salvamento Avançado, com guarnição disponível 24 horas para o atendimento de diversas ocorrências.

O espaço para a instalação da base foi cedido e reformado pela Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag). A estrutura onde antes funcionava uma guarita passou por adequações e, além da pintura, recebeu novos contornos com a construção de uma garagem coberta, quarto para descanso dos militares, banheiro e copa, melhorias executadas com recursos da própria Seplag.

Participaram da inauguração o titular da Seplag, Basílio Bezerra, o secretário de Segurança Pública (Sesp), Alexandre Bustamante, o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT), Alessandro Borges Ferreira, o comandante do 1° BBM, João Paulo Nunes de Queiroz, secretários adjuntos da Sesp e Seplag, representante da MTI e militares do Bombeiros. Na oportunidade, foi entregue simbolicamente a chave da estrutura ao CBM-MT, força de segurança ligada à Sesp.

O secretário da Seplag, Basílio Bezerra, destacou a importância da unidade estar situada nas dependências do Palácio Paiaguás. “A instalação deste espaço no Complexo Paiaguás trará ainda mais segurança aos servidores e demonstra as ações de melhorias implementadas pelo governo junto ao Corpo de Bombeiros do Estado”.

“Essa é uma iniciativa para trazer o Corpo de Bombeiros para mais próximo da região do CPA. Além da região do Centro Político e Administrativo, essa unidade irá atender mais rapidamente as necessidades da grande Morada da Serra”, disse o secretário de Segurança Pública. “A inauguração da base é resultado do esforço da Seplag, capitaneado pelo secretário Basílio, assim como da Sesp com o Corpo de Bombeiros do Estado”, afirmou Bustamante que ainda acrescentou “no futuro próximo, essa unidade pode atender até o Samu”.

Para o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar, Alessandro Borges Ferreira, “a expansão de unidades no CBMMT faz parte da Política de Comando e possibilitará a redução no tempo-resposta para o atendimento de ocorrências na capital sendo a população cuiabana a maior beneficiada.”

De acordo com o comandante do 1BBM, João Paulo Nunes de Queiroz, o Corpo de Bombeiros passa por um momento histórico de expansão, no qual o 1º Batalhão de Bombeiros Militar constitui uma peça chave nesse processo.

“A região da grande CPA, Morada do Ouro e adjacências demandam ao Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) uma média anual de 3.500 ocorrências de natureza bombeiro militar, assim sendo o 1 Pelotão implantado no Centro Político possui a finalidade de restringir demandas reprimidas, levar um serviço mais rápido para a sociedade com a diminuição do tempo-resposta e, consequentemente, a melhoria na prestação do atendimento à população”, comentou.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana