conecte-se conosco


Cuiabá

Flavio Taques afirma que chefe da Semob mandou seguir com contratação dos semáforos mesmo sem sanar dúvidas da Procuradoria Geral do Município

Publicado


.

Flávio Taques, que esteve à frente da Diretoria de Licitação e Contratos (Delc) na época da contratação dos semáforos inteligentes, afirmou durante oitiva da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Semob que o secretário de mobilidade, Antenor Figueiredo pediu para dar continuidade na elaboração do contrato, mesmo sem esclarecer todas as dúvidas da Procuradoria Geral do Município (PGM).

“Fizemos alguns questionamentos para inserir no sistema do Tribunal de Contas e outros. A Delc é muito criteriosa e tinha algumas dúvidas sempre fomos muito rígidos. Mas tem um ofício aonde o secretario pede para dar continuidade do processo, isso é público e ai seguimos conforme está no ofício”, explicou Flávio.

Taques já foi ouvido porque a Delegacia Especializada de Crimes Fazendários que investiga contratos da Prefeitura de Cuiabá sobre a aquisição dos semáforos chegaram à Diretoria de Licitação e Contratos (Delc), administrada por Taques na época. Ele foi ouvido em novembro de 2019 pela Defaz e disse que acrescentou observações aos contratos para a aquisição dos semáforos.

Ele explicou na oitiva á CPI que o contrato dos semáforos chegou a Delc como uma ata de adesão de preços e serviços e que foi feito um processo de pré-análise técnica e remeteu o relatório a Procuradoria Geral do Município. “A PGM posteriormente faz um parecer jurídico opinativo já que ela nunca dá um parecer conclusivo, para que o gestor decida que passo vai dar. Nós damos um parecer geral como qualquer outro”.

De acordo com ele, a Delc faz alguns apontamentos e encaminha para a pasta para que alguém na secretaria esclareça as dúvidas e que a função da diretoria é apenas confeccionar os contratos.&nbsp “A Quem faz a escolha de quem foi contratado, orçamento e outras coisas é a pasta, a diretoria só faz&nbsp a checagem e montagem do processo”.

Assessoria Vereador Diego Guimarães

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Secretarias implantarão plano de trabalho para redução miníma de 20% nas despesas

Publicado


.

O prefeito Emanuel Pinheiro determinou às secretarias da gestão municipal a implantação de medidas que resultem em uma redução mínima de 20% nas despesas. O procedimento tem como base o decreto nº 7.900, assinado em maio, que estabelece a adoção de providências administrativas voltadas para a otimização dos recursos, com o objetivo de garantir o equilíbrio financeiro do Município. 

Para auxiliar os órgãos municipais no cumprimento da meta, o Comitê de Ajuste Fiscal (COTAF), elaborou um Plano de Trabalho, que foi compartilhados com todos os secretários nesta sexta-feira (10). Com o documento em mãos, os titulares de cada Pastas têm até a próxima quinta-feira (16) para fazer a avaliação e, de imediato, iniciar a implementação das ações de contenção. 

“Desenvolvemos uma gestão realizadora e com um programa de governo muito amplo, pelo qual impomos um ritmo extremamente intenso. Cada secretário fez a sua parte e conseguimos resultados internos e externos. Paralelo a isso, sempre buscamos a economicidade e a transparência nos atos administrativos, abastecendo a Controladoria Geral do Município de dados e fortalecendo a harmonia com os órgãos de controle”, comenta Pinheiro. 

O plano montado pelo COTAF tem como base a repactuação de todas as despesas de caráter continuado com contrato em vigência. Encaixam-se dentro desse critério, por exemplo, os contratos de prestação de serviços, entrega de bens ou serviços, manutenção e conservação de bens, manutenção de sistemas informatizados e outros não essenciais ao momento de situação de emergência decretada.

Além da repactuação, também está suspensa a realização de novas despesas de caráter ordinárias, não contratadas, não continuadas e não definidas como essenciais para o enfrentamento da Covid-19. O chefe do Executivo determinou ainda que seja vedada a efetivação de aditivos de contratos, referente gastos não enquadrados como emergenciais, que resultem na ampliação dos serviços ou majoração dos valores inicialmente contratados. 

“Agora, estamos nos últimos seis meses de governo e o ritmo intenso tem que, obrigatoriamente, ser reduzido. Se fosse possível, sou a pessoa que mais gostaria de continuar a lançar mais obras. Mas, neste momento, é importante cumprirmos com as metas e prioridades estabelecidas. Nosso compromisso é concluir aquilo que já foi iniciado”, finaliza o gestor. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Salões de beleza e barbearias lideram ranking dos estabelecimentos mais denunciados na quarentena

Publicado


.

Entre os dias 23 de março e 26 de junho, o Disque-denúncia da Secretaria Municipal de Ordem Pública registrou 837 denúncias contra estabelecimentos comerciais. No topo do ranking aparecem os salões de beleza/barbearias, com 181 denúncias; os supermercados, com 106; e as academias, com 67 denúncias.

Das 14 semanas registradas no balanço da Operação Integrada de Prevenção à Covid-19, os salões de beleza e barbearias não foram denunciados em apenas uma. Os supermercados ficaram de fora das denúncias em apenas quatro semanas e as academias em sete semanas ficaram de fora da lista.

Outros segmentos comerciais com alto índice de denúncias são: cursos e educação (62), bares (61), comércio de rua/ambulantes (53), distribuidoras de bebidas (48), restaurantes (40), lojas de eletrodomésticos (37), lojas de roupas (37), lanchonetes (26), utilidades (26), condomínios (24), auto peças (22) e óticas (21).

Esses tipos de comércio somam mais de 96% das denúncias, 811 em números absolutos. O levantamento leva em consideração apenas as denúncias feitas em horário comercial, de segundas às sextas-feiras entre 23 de março e 26 de junho. (Confira gráfico com a evolução das denúncias ao longo do período na galeria de imagens abaixo)

Além dos setores já citados, mais categorias foram denunciadas ao longo de 14 semanas de isolamento social. São elas: padarias, motéis, indústrias, lojas variadas, refrigeração, pet shops, concessionárias de veículos, lojas de embalagens, lojas de móveis, garagens de venda de automóveis, lojas de calçados, clínicas de pilates, setor de alimentos e bebidas, esporte e lazer, campos de futebol, condomínios, serviços de saúde, telefonia e internet, espaços públicos, moda e acessórios, papelarias, madeireiras, prédios comerciais, shopping centers.

Avaliação

Conforme relatório da Secretaria de Ordem Pública, houve maior resistência de acatamento dos decretos municipais por parte de muitos proprietários de bares e lanchonetes, especialmente nos bairros mais afastados do centro da cidade. O mesmo foi observado junto aos vendedores ambulantes, principalmente aqueles que trabalham com trailer de lanches, barracas de frutas, verduras e assados, aos finais de semana. Os fiscais também encontraram dificuldade em fazer cumprir os decretos junto aos camelôs que ficam na área central de Cuiabá, por se tratar de local com grande fluxo de pessoas.

Conforme o secretário de Ordem Pública, coronel Leovaldo Sales, os agentes de regulação e fiscalização não estão insensíveis à situação financeira delicada na qual a maioria da população se encontra, tanto é que focam no trabalho de conscientização e não punitivo. No entanto, precisam seguir as determinações e fazer valer os decretos municipais, que visam conter o avanço do novo coronavírus, causador da Covid-19, e mitigar o colapso no sistema público de Saúde. 

“Procuramos ter sempre o bom senso de tolerar e entender certos conflitos e não penalizar ainda mais as pessoas. Todavia, não deixando escapar de nós a certeza de que a saúde e a vida são os maiores bens que possuímos”, afirma.

Denuncie

A população pode ajudar a fiscalização da Secretaria de Ordem Pública pelo Disque-denúncia (65) 3616–9614, que atende de segunda a sexta-feira, em horário comercial. Nos demais horários, finais de semana e feriado, as denúncias devem ser feitas pelo 190.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Do ping pong ao tênis de mesa: aprenda em casa técnicas para iniciar no esporte

Publicado


.

A Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer promove, no período de 25 de julho a 28 de agosto, o curso de iniciação ao tênis de mesa, que será realizado via live em sua página no facebook. Com inscrições abertas e gratuitas, as aulas serão ministradas pelo professor Sandro José Abrão, presidente da Federação Mato-grossense de Tênis de Mesa. Será entregue certificado aos inscritos ao final da formação.

Ping pong ou tênis de mesa? Se você está se perguntando qual a diferença, eis aqui a resposta! De acordo com Sandro José Abrão, professor da modalidade há mais de 20 anos, a diferença está nas regras e no material técnico. Enquanto o ping pong é uma prática lúdica, para momentos de descontração, o tênis de mesa vem como um esporte olímpico desde 1988, que exige respeito as regras e material técnico específico para que o chamado “efeito” seja executado durante o jogo.

“O tênis de mesa é uma modalidade onde o raciocínio logico é muito desenvolvido, as tomadas decisões são em frações de segundo, acompanhando a velocidade da bola. Além disso, da coordenação motora, visão sistêmica e concentração também são muito trabalhadas no tênis de mesa”, explica o professor Sandro.

Dividido em oito módulos, o curso busca formar novos atletas do tênis de mesa, com aulas teóricas e de prática online. Os participantes irão aprender a história do esporte, as diferenças das duas modalidades, técnicas de desenvolvimento motor. Além disso, ele também é voltado pra formar educadores físicos. O módulo 5 se dedica a contextualizar o tênis de mesa na educação Física Escolar.

“Você começa um processo de adaptação das crianças para elas aprenderem primeiro a controlar a raquete e a bolinha, trabalhando a concentração de forma lúdica. Em um próximo passo é que vamos lapidando os movimentos, respeitando o ciclo do desenvolvimento motor. E temos também os valores do esporte que, apesar de ser uma modalidade individual, necessita do outro para treinar, então trabalhamos a cooperação, a determinação, a superação e o fair play”, pontua o professor.

Para realizar sua inscrição e/ou saber mais informações, basta entrar em contato pelo telefone (65) 9 9603–5737 ou enviar um e-mail para [email protected]. O curso será transmitido via live na página da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo facebook/SMCELCBA. O curso tem o apoio da Federação Mato-grossense de Tênis de Mesa e da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa.

Confira conteúdo programático, datas e horários:

Módulo 01 — Data 25/07 — das 15:00 as 17:00h — Iniciação a Modalidade (Diferença do Material, Regras, Histórico)

Módulo 02 — Data 01/08 — das 15:00 as 17:00h — Principais Fundamentos do Tênis de Mesa;

Módulo 03 — Data 08/08 — das 15:00 as 17:00h — Noções de Efeito;

Módulo 04 — Data 15/08 — Tênis de Mesa e os Estágios de Desenvolvimento Motor;

Módulo 05- Data 22/08 — O Tênis de Mesa na Educação Física Escolar;

Módulo 08- Data 22/08 — Iniciação ao Treinamento pra o rendimento.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana