conecte-se conosco


Esportes

Florida Cup divulga datas e horários de jogos de Corinthians e Palmeiras

Publicado

Lance

Corinthians jogará a Florida Cup de 2020 arrow-options
Reprodução/Corinthians

Corinthians jogará a Florida Cup de 2020

A Florida Cup definiu, nesta sexta-feira, os confrontos da edição de 2020 do torneio. Corinthians e Palmeiras estreiam no dia 15 de janeiro, respectivamente contra Spartak Moscow, da Rússia, e Atlético Nacional, da Colômbia. As duas partidas acontecerão no Exploria Stadium, a casa de Orlando City e Orlando Pride, em Orlando, nos Estados Unidos.

Leia também: Caso Daniel: Justiça ordena que assassino pague pensão para filha do jogador

No dia 18, acontecem confrontos cruzados: o Corinthians enfrenta o atual campeão colombiano, enquanto o  Palmeiras encara os russos. O Flamengo é o atual detentor da Florida Cup .

REGULAMENTO

O campeão de 2020 será definido por pontos corridos. Vitórias valem três pontos aos clubes, enquanto empates valem e levam a decisão direta nos pênaltis, que rendem um ponto extra ao vencedor. O primeiro critério de desempate, caso seja necessário, é o número de vitórias, seguido do saldo de gols, confronto direto, gols marcados e fair play, seguindo regras da FIFA.

Flórida Cup - Tabela

Florida Cup 2020 (Foto: Divulgação)

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Botafogo e Fluminense querem impugnação do arbitral da Ferj

Publicado


.

A bola segue dividida entre os grandes clubes cariocas. Seguindo diversos protocolos de segurança para evitar o novo coronavírus (covid-19), Vasco e Flamengo defendem a volta do futebol. Do outro lado, Botafogo e Fluminense se mantêm contrários e pedem agora o cancelamento do arbitral da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), que tinha o aval da Prefeitura do Rio de Janeiro para voltar aos treinos na próxima terça (26) e prevê o reinício do campeonato estadual em 14 de junho.

Em coletiva nesta segunda (25), o prefeito do Rio, Marcello Crivella explicou que o retorno da competição vai depender da curva de casos da doença no próximo mês: “Nós propusemos jogos em julho sem torcida, mas os clubes pediram para verificar a curva em meados de junho. Se será na segunda quinzena de junho a volta do Carioca, ainda não podemos prometer”.

Alvinegros e tricolores não estiveram presentes na reunião da Ferj com a Prefeitura e agora pedem o cancelamento das decisões tomadas pelo Arbitral. O documento, assinado pelos presidentes Nelson Mufarrej e Mário Bittencourt (Botafogo e Fluminense), traz 30 itens e considera precoce o retorno do futebol, indicando como desnecessário colocar em risco a saúde de atletas, funcionários e familiares deles neste momento.

Uma saída apontada pelo arbitral seria realizar jogos em locais menos afetados pela pandemia. Segundo o boletim divulgado na noite desta segunda pela Secretaria Estadual de Saúde, o Rio tem 39.298 casos e covid-19 e 4105 óbitos. Deste número, 22.466 casos se concentram na capital, que registra 2.831 mortes.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Crivella diz ter acordo para retorno de treinos, mas Fluminense nega

Publicado


.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou nesta segunda (25) um plano de retorno do futebol na cidade. Assim, os treinamentos coletivos, como os trabalhos táticos e físicos, serão permitidos a partir de junho. Levando em consideração decreto municipal em vigor, que estabelece as regras de isolamento social de combate ao novo coronavírus (covid-19), atualmente estão liberadas somente atividades médicas e de fisioterapia.

“Volta ao gramado! Em comum acordo, ficou estabelecido que os treinos e rachões serão permitidos a partir de junho, respeitando o protocolo de segurança para atletas e outros profissionais envolvidos. Já conseguimos ver no horizonte um retorno, mas que não é agora. Quero agradecer aos clubes que aceitaram o acordo para a volta dos treinamentos no mês de junho. Dependendo das curvas, marcaremos então as datas para os últimos jogos do campeonato que ficou por terminar”, declarou Crivella.

Esta foi a primeira entrevista coletiva concedida pelo chefe do executivo municipal após reunião neste domingo (24) com os clubes da Série A do Carioca e a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj). O prefeito diz que Botafogo e Fluminense, os únicos ausentes de ontem, concordaram em conversa por telefone com a sinalização de retorno. Porém, em nota, o tricolor nega qualquer contato do prefeito: “O Fluminense vem a público esclarecer que não fez nenhum contato telefônico com a Prefeitura e tampouco com o prefeito, seja para tratar da reunião em que se discutiu a volta do futebol ou para qualquer outro assunto”.

Já o Alvinegro se manifestou através de sua conta no Twitter, confirmando o diálogo com Crivella: “O Botafogo confirma contatos telefônicos com o prefeito Marcelo Crivella, onde reforçou seu posicionamento e pontuou que o momento não é de retomar os treinamentos presenciais, sugerindo que seja realizado em oportunidade futura, dependendo do estágio da covid-19. Com a sugestão para os treinos ocorrerem somente a partir de 1/6 e volta dos jogos no período entre 28/6 e 4/7”.

O Flamengo, que emitiu nota na semana passada ratificando a retomada dos treinamentos na última quarta (20) no Centro de Treinamento George Helal (Ninho do Urubu), o que ainda não é permitido por decreto municipal, disse que mantém as atividades no CT hoje, mas não explicou como serão os trabalhos: “O Clube de Regatas do Flamengo informa que todos os atletas e colaboradores da comissão técnica testaram negativo no exame semanal de coronavírus, realizado nesta segunda (25), no CT. O clube reforça que trabalha em acordo com o protocolo da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) para conceder a biossegurança necessária no Departamento de Futebol”.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Morre Vadão, ex-técnico da seleção feminina de futebol, aos 63 anos

Publicado


.

Aos 63 anos, Oswaldo Fumeiro Alvarez, mais conhecido como Vadão, faleceu na tarde de hoje (26), em São Paulo (SP). A causa da morte foi um câncer no fígado, que evoluiu para outros órgãos. Vadão treinou a seleção brasileira feminina de futebol por duas vezes: a primeira de 2014 a 2016, quando as brasileiras disputaram a Olimpíada Rio 2016 – terminando na quarta posição geral  -, e a segunda delas no ano passado, para a disputa da Copa do Mundo. A equipe foi desclassificada nas oitavas de final, ao perder para as anfitriãs francesas.

No Twitter a CBF lamentou e se despediu do treinador com a mensagem: “Profissional leal, nunca mediu esforços no exercício da função e trouxe resultados fundamentais para a Seleção Feminina. O Futebol Brasileiro agradece sua contribuição!”.

Oswaldo Alvarez, o Vadão Oswaldo Alvarez, o Vadão

CBF/Direitos reservados

 

O treinador teve passagem por grandes clubes brasileiros que prestaram homenagens ao técnico pelas redes sociais. Entre eles, o Corinthians, time que Vadão comandou na temporada de 2000. 

A Portuguesa e a Ponte Preta também se manifestaram, assim como o São Paulo. “Campeão por nossa instituição e com enormes serviços prestados, será eternamente lembrado pelo caráter, pela competência e pelo profissionalismo”, lembrou o tricolor paulista.

Oswaldo Alvarez, o Vadão Oswaldo Alvarez, o Vadão

Corinthians Futebol Feminino/Direitos reservados

 

A carreira de Vadão no futebol começou na meia-esquerda das categorias de base do Guarani. Ele também jogaria por por Noroeste, Catanduvense e Botafogo-SP. Após se formar em Educação Física, foi preparador da Portuguesa e teve o primeiro trabalho como técnico no Mogi Mirim, ficando conhecido por montar, no início dos anos 90, o Carrossel Caipira.

Oswaldo Alvarez, o Vadão Oswaldo Alvarez, o Vadão

São Paulo FC/Direitos reservados

 

O corpo de Vadão segue para a cidade natal do treinador, Monte Azul Paulista, onde será velado e sepultado em cerimônia reservada aos amigos mais próximos e familiares. Vadão deixa a esposa e dois filhos.

 

 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana