conecte-se conosco


Economia

Governo teme proposta do PT sobre volta de aposentadoria para cargos de risco

Publicado

Paulo Paim arrow-options
Moreira Mariz/Agência Senado – 7.3.17

O senador petista Paulo Paim defende a volta das aposentadorias especiais por categorias de trabalhadores em caso de atividades de risco à saúde

Vencida a votação do texto final da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) , o governo se prepara para enfrentar a batalha no plenário da Casa, onde os partidos da oposição vão apresentar destaques para retirar pontos da proposta, que podem reduzir o seus impacto fiscal.

Um deles, defendido pelo senador Paulo Paim (PT-RS), preocupa os técnicos da equipe econômica porque permitiria a volta das aposentadorias especiais por categorias de trabalhadores em caso de atividades de risco à saúde. Isso não é mais permitido desde 1995.

“A gente está trabalhando para que haja o menor número possível de alterações. Qualquer emenda que altere o texto preocupa a gente. Mas essa em especial deixa em aberto uma situação que já foi revertida em 1995. Ela é supressiva e permite voltar ao status quo anterior que, antigamente você tinha as categorias de periculosidade, por exemplo um engenheiro, podia se aposentar como periculoso, um jornalista”, disse o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, após a votação na CCJ.

Ele destacou que a votação na comissão foi rápida porque havia acordo entre os líderes dos partidos e além disso, não cabia emendas de mérito, apenas de redação. Já no plenário, destacou Marinho, tudo pode acontecer, pois é possível que os destaques supressivos somem dez, conforme ocorreu na votação em primeiro turno. Nela, o governo foi derrotado na questão do abono salarial (Pis/Pasep), que foi retirado da reforma.

“O nosso trabalho agora é conversar com os líderes ligados ao nosso campo político que tem identidade com a pauta para que não apresente emendas porque já está de bom tom”, disse Marinho, acrescentando que o governo só vai apurar o impacto final da reforma depois da conclusão da votação.

Leia também: Não tenha o pedido de aposentadoria negado: veja os 5 erros mais comuns

O relator da reforma no Senado, Tasso Jereissati (PSDB-CE), disse que a expectativa é que o plenário preserve 99% do texto — o que resultaria em uma economia de R$ 800 bilhões em dez anos. Contudo, ele disse que não espera uma votação tranquila, sobretudo dos destaques:

“A questão da Previdência é muito sensível, mexe com a vida de todas as pessoas, e nunca é tranquilo. É sempre um tema que leva para o lado emocional, mas esperamos manter a economia fiscal intacta”.

Comentários Facebook
publicidade

Economia

No Brasil, Hackers clonam cartão e movimentam valores em Bitcoin

Publicado


source

Hackers clonam cartão e movimentam valores em Bitcoin no Brasil, revela documentário

No dia 23 de março, o TecMundo lançou o documentário “Realidade Violada”. O documentário foca os crimes de clonagem de cartão por hackers, conhecidos como “carders”.

Abordando o cenário dos carders e as consequências dos seus atos, o repórter pergunta a um hacker como ele movimenta dinheiro. Rindo da pergunta, o carder explica que ele declara o dinheiro como Bitcoins comprados entre 2010 e 2011.

Leia:  App se passa por antivírus para limpar conta bancária de vítimas

Mais de 9 milhões de brasileiros

Em 2018, mais de 9 milhões de brasileiros foram vítimas de fraudes com cartões. Quase 50% deles sofreram, especificamente, com clonagem de cartão de crédito.

O documentário revela ainda um espantoso dado. No Brasil, uma fraude em e-commerce é tentada a cada 6,5 segundos.

O especialista Fidel Beraldi explica como os crimes de clonagem são comumente praticados. Hackers vazam dados de cartões e vendem na internet, por valores que variam entre R$ 80 e R$ 150.

Os carders então utilizam esses dados para compras online. O hacker Gods, que também é carder, falou no documentário. Ele afirma que “peixes grandes” auferem de R$ 10 milhões a R$ 20 milhões mensalmente.

Bitcoin para movimentações

Mesmo assim, o dinheiro obtido com este tipo de crime chamaria atenção ao ser utilizado. O repórter pergunta o que Gods faz com o dinheiro que ele ganha, “já que não pode declarar”.

Gods ri e explica:

“Quem disse que eu não posso declarar? Hoje em dia o Bitcoin tem uma falha, podem falar que você comprou tipo 100, 200 Bitcoins em 2011 e hoje você tem uma renda entre 10, 20 milhões guardados por aí. Então você tem dinheiro limpo, você pode fazer recibos falsos, você pode fazer… Com o dinheiro você faz tudo, mas o meu dinheiro eu guardo em Bitcoins e vivo uma vida normal.”

As vítimas

São abordadas as realidades de duas vítimas de fraudes. Marieta Pereira, dona de casa, foi vítima de um golpe que está se popularizando. Chamado de “golpe do motoboy”, uma pessoa se passou por funcionária de seu banco e falou que Pereira foi vítima de fraude.

Após, o suposto funcionário pede que a vítima escreva uma carta com suas informações. Juntamente com a carta, pede-se que a vítima entregue seu cartão a um motoboy supostamente do banco.

É desnecessário esclarecer que o motoboy não é do banco. Os fraudadores roubaram R$ 13 mil de Pereira. A dona de casa recuperou somente R$ 10 mil, metade do valor roubado acrescidos de R$ 4 mil como indenização por danos morais.

Além dela, o advogado Rogê Ferraz também foi vítima de fraude com cartão. No caso dele, seu cartão foi clonado e utilizado para uma compra online. A compra foi efetuada por alguém localizado no Oriente Médio.

Quando perguntado se tem pena da pessoas, Gods responde:

“Não. Pena é relativo, porque ninguém nunca sai prejudicado com isso, sabe. Quem sai são os banqueiros, e os banqueiros são milionários. Eu não dou bola pra eles. (sic)”

Veja:  Dólar cai e inicia a semana em R$ 5,51

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Homem ganha R$ 10 mil após achar porca em pacote de rosquinhas

Publicado


source

O juiz Eduardo Walmory Sanches , da 1ª Vara Cível de Anápolis (GO) condenou a empresa Café Rancheiro a pagar uma indenização de R$ 10 mil a um cliente que encontrou uma porca de metal em um pacote de rosquinhas da marca. O objeto de metal teria se soltado das máquinas e parado dentro da embalagem.

Lançamentos de imóveis caem 14,8% no primeiro trimestre, diz CBIC

No dia 21 de novembro de 2019, Edson Gomes Peixoto estava em sua casa com sua neta de 4 anos quando decidiram lanchar um pacote de rosquinhas de coco da Café Rancheiro .

Rosquinhas de coco da Café Rancheiro
Reprodução

Rosquinhas de coco da Café Rancheiro


Após terem consumido diversas bolachas do pacote, Peixoto notou que havia um “corpo estranho” em uma das unidades. Ao analisar o objeto, tratava-se de uma porca de metal presa a uma das rosquinhas.

O senhor então entrou em contato com o SAC da empresa que, em resposta, afirmou que “uma das peças de seu maquinário se soltou, logo, tal porca de metal veio a ser processada em meios às bolachas”. Logo após, Peixoto decidiu entrar com um processo contra a empresa.

O juiz Eduardo Walmory Sanches afirmou que existe um dano moral já que o alimento foi consumido, ainda que parcialmente, em condições impróprias, apresentando risco à saúde do consumidor.

Luciano Hang, dono da Havan, perde processo contra reitor da Unicamp

“Ademais, o próprio fato em si e a confissão do réu revelam descaso com a saúde do consumidor. Consoante se observa a ré confessa o defeito do produto vendido ao consumidor. A ré confessa e reconhece a existência do corpo estranho (porca metálica) no interior da bolacha. A mera leitura do Whatsapp enviado pelo SAC da empresa confirma tal situação fática”, declaoru o juiz do caso.

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

Instituto Êxito doará 5 toneladas de alimentos para barraqueiros em Recife

Publicado


source

O Instituto Êxito de Empreendedorismo, instituição sem fins lucrativos, com apoio do Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau), realiza a partir desta segunda-feira (25) a entrega de cinco toneladas de cestas básicas para barraqueiros da praia de Boa Viagem, em Recife (PE). 

Janguiê Diniz
Instituto Êxito/Divulgação

Presidente do Instituto Êxito, o empresário Janguiê Diniz é responsável pela campanha Êxito Solidário

A distribuição das cestas básicas será feita a partir das 8h, na sede da Uninassau Boa Viagem, nos dias 25, 26 e 27 de maio. Ação faz parte da campanha Êxito Solidário, que está arrecadando cestas básicas para ajudar micro e pequenos empreendedores impactados pela pandemia da Covid-19 .

Nos três dias de entrega, 500 famílias serão beneficiadas com cestas básicas de 10 quilos, totalizando 5 toneladas de alimentos.

“Nós não poderíamos fechar os olhos para o que está acontecendo com quem mais precisa. É nossa obrigação ajudar e faremos isso com muita determinação. Não vamos parar por aqui. A campanha Êxito Solidário tem objetivo de arrecadar e distribuir 50 mil cestas básicas e faremos isso”, relata o presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo, Janguiê Diniz.

“É com muita alegria que vamos conseguir proporcionar esse momento de alento para os barraqueiros da praia de Boa Viagem. Desde quando começou a pandemia e a população teve que se isolar socialmente para se proteger do contágio do coronavírus, esses profissionais tiveram que parar as suas atividades e ficaram sem fonte de renda “, finaliza o CEO da Ser Educacional, mantenedora da Uninassau, Jânyo Diniz.

Como ajudar

A campanha Êxito Solidário pretende arrecadar 50 mil cestas básicas por meio de doações que podem ser feitas neste site . No endereço, o doador escolhe com quantas cestas quer contribuir – cada kit custa R$ 50 – e realiza o pagamento online, por meio de cartão de crédito ou boleto bancário.

A medida visa dar apoio a profissionais e famílias que estão com a renda comprometida devido às medidas de isolamento social adotadas no combate ao novo coronavírus. Além de Pernambuco, o Estado de São Paulo também já recebeu diversas doações por meio da Fundação Amor Horizontal e do movimento Transforma Brasil.

Sobre o Instituto Êxito

O Instituto Êxito de Empreendedorismo é uma instituição sem fins lucrativos e seu principal plano de ação está em oferecer uma plataforma de cursos on-line e gratuitos , além de realizar diversas ações voltadas para o fomento ao empreendedorismo.

Segundo seu fundador, o empresário Janguiê Diniz, o instituto tem a filosofia de que, independente da classe social e econômica, qualquer pessoa pode transformar suas ideias em ações que mudem e melhorem a realidade e a comunidade na qual vive.

“Por isso, nasceu com o objetivo de estimular o dom empreendedor dos jovens, especialmente os de escolas públicas, onde há muitos talentos escondidos e boas ideias a serem impulsionadas”, declara por nota. 

“É o resultado de um sonho que envolve empreendedores visionários dos mais variados segmentos do Brasil. Hoje, já conta mais com mais de 400 sócios que compactuam de um mesmo propósito: fazer do empreendedorismo a turbina para impulsionar vidas e histórias”, conclui.

Serviço:

Entrega de cestas básicas Êxito Solidário
Data: 25, 26 e 27 maio
Horário: 08h às 12h
Local: R. Jonatas de Vasconcelos, 316 – Boa Viagem, Recife (UNINASSAU Boa Viagem)
Beneficiados: barraqueiros da orla de Boa viagem cadastrados pela prefeitura
Doação/iniciativa: Instituto Êxito de Empreendedorismo
Apoio: Uninassau

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana