conecte-se conosco


Política MT

Henrique faz apelo para que votação do PLC nº 36 faça justiça aos aposentados

Publicado


Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O deputado estadual Henrique Lopes (PT) usou a tribuna durante sessão desta quarta-feira (18), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, para fazer um apelo de que a votação do Projeto de Lei Complementar nº 36/2020, que acaba com a cobrança de alíquota previdenciária para os aposentados do Estado com teto do INSS de até R$ 6,1 mil, faça Justiça aos aposentados. Henrique ressaltou que muitos passam por dificuldades de sobrevivência, chegando a ter R$ 1 mil confiscados pelos descontos. 

“Parabenizo os aposentados pela luta constante. Estão comparecendo nas sessões da ALMT para acompanhar a votação do PLC 36/2020. Estão fazendo uma verdadeira maratona nesta Casa. São trabalhadores que dedicaram uma vida inteira e que contribuíram durante suas vidas para o Estado, que estão sendo confiscados e tendo a sobrevivência comprometida. Precisamos de um desfecho justo”, afirmou. 

O parlamentar ainda ressaltou que o tema não é de interesse apenas dos aposentados, já que todos os servidores devem ocupar a categoria no futuro. Para ele, todos deveriam acompanhar a tramitação do PLC 36/2020 na ALMT, assim como os servidores aposentados. 

“Minha preocupação é com possíveis manobras do governo para engavetar o Projeto de Lei Complementar, precisamos que todos os servidores façam parte dessa mobilização. Todos serão aposentados um dia”, alertou. 

Educação 

Durante fala, Henrique também ressaltou a necessidade de convocação do secretário estadual de Educação, Alan Porto, para prestar esclarecimentos na ALMT. Na segunda (17), o parlamentar esteve na Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), ocasião em que questionou Porto sobre o fechamento de escolas e Centros de Educação de Jovens e Adultos (CEJAs). 

“Precisamos ter muito cuidado com a situação da Educação em Mato Grosso. O secretário falou em ‘fake news’, mas temos unidades que já foram notificadas sobre a desativação. Precisamos sanar dúvidas importantes, entre elas a necessidade de um Plano Estadual de Educação porque, desde 2017, Mato Grosso não tem. É preciso que o Estado esteja nesta Casa de Leis, precisamos dos devidos esclarecimentos”, disse. 

O deputado chamou atenção para o processo de eleição de diretores das unidades escolares e questionou o motivo do Governo não aceitar que os mesmos sejam eleitos pela comunidade escolar. “Quero pedir que os companheiros da ALMT visitem as unidades escolares, como fiz durante mandato itinerante, para verificar que em determinados eixos, inclusive de municípios ricos, nossas crianças estão sendo recebidas em unidades não apropriadas. Chama atenção a situação de Barra do Garças, conhecida como ‘princesinha do Araguaia’, que tem escola sem reforma a mais de 40 anos”.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

Política MT

Durante entrega de maquinário, Bezerra cobra cargo e irrita Mauro: “vai romper por causa de um carguinho?”

Publicado

Presidente regional do MDB, o deputado federal Carlos Bezerra aproveitou evento para a entrega de máquinas e equipamentos rodoviários para cobrar do governador Mauro Mendes (DEM) o cumprimento de compromisso, segundo ele, feito pela gestão. Assim que chegou ao evento realizado no estacionamento do Ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá, o parlamentar abordou o democrata, que se irritou com a cobrança.

O barulho no local e a música tocada pela banda da Polícia Militar atrapalharam o entendimento completo do diálogo, mas quem estava próximo aos dois conseguiu ouvir quando Mauro, em tom irritado, reagiu a possível ameaça de rompimento do MDB por causa de um cargo no município de Confresa (1.173 Km de Cuiabá). “Bezerra, você vai romper conosco por causa de um cargo? Para, né?! Você já foi governador”.

Bezerra, você vai romper conosco por causa de um cargo? Para, né?! Você já foi governador

Bezerra nega que poderia romper, mas disparou: “Não, o seu chefe da Casa Civil me deu a palavra”. Ainda irritado, Mauro completa: “Pelo amor de Deus, por causa de um carguinho lá em Confresa? Ai não!”.

Logo após o entrevero, Mauro conversou com a imprensa que acompanhou de perto o diálogo dos políticos. Questionado sobre o motivo da briga, Mauro, em tom irônico, desconversou, mas reclamou de ter sido cobrado durante evento público do governo. “Não é briga. Bezerra nunca deixou de ser atendido, toda vez que ele vai [no Palácio Paiaguás], é atendido”.

O MDB faz parte da base de Mauro desde o início do mandato, em 2019. Além do apoio dos quatro deputados estaduais, o MDB ocupa a secretaria de Agricultura Familiar, com Silvano Amaral.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Mauro não desiste de comprar as 1,2 mi de doses da Sputnik e provoca Anvisa por prorrogar validade da Janssen: “com boa vontade dá um jeitinho”

Publicado

O governado Mauro Mendes (DEM) voltou a demonstrar insatisfação com a atuação da Anvisa, que liberou a importação excepcional de apenas 71 mil doses da Sputink V para Mato Grosso.

O democrata afirma que a agência federal criou dificuldades, mas garantiu que apesar das poucas vacinas que poderão ser adquiridas agora, o estado não irá desistir de realizar a aquisição das 1,2 milhão de doses acordadas com o Fundo Russo.

“É muito pouco, mas não desistimos. Dificuldades existem, é lamentável que a Anvisa tenha adotado essas medidas, mas vamos seguir, não vamos mais ficar discutindo essa celeuma. Vamos arrumar uma forma de vencer essas dificuldades colocadas, comprar esse 1% e depois comprar mais, para ter a população rapidamente vacinada”, disse, logo após entrega do novo mirante do Parque Mãe Bonifácia, em Cuiabá, nesta quarta-feira (16).

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Governador Mauro Mendes deve anunciar hoje (16) se Hospital Regional será construído em Confresa ou Porto Alegre do Norte

Publicado

O Governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) deve anunciar na quarta-feira (16), se o Hospital Regional do Norte Araguaia será construído na cidade de Confresa ou Porto Alegre do Norte, as informações são do Semana7.

Segundo informações, os gestores municipais, bem como a população, aguarda a decisão desde o mês passado, quando o Governador visitou as cidades e os terrenos oferecidos para a construção. Na oportunidade, ele afirmou que escolheria ‘tecnicamente’ onde seria estruturada a unidade.

Segundo o portal Semana7, o Secretário de Saúde Gilberto Figueiredo afirmou que Mendes anunciaria na data de hoje o local.

Após a decisão de Mauro Mendes, uma empresa será escolhida por meio de licitação para construir o hospital que contará com 141 leitos de enfermaria de 40 Unidades de Terapia Intensiva (UTI)  para atendimentos de média e alta complexidade. A expectativa é que a obra seja concluída em 24 meses.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana