conecte-se conosco


Política MT

Henrique participa de reunião sobre CEJAs e ressalta importância de diálogo

Publicado


Foto: Bruna Barbosa / Assessoria de Gabinete

O deputado estadual Henrique Lopes (PT) participou de uma reunião com o novo secretário estadual de Educação, Alan Porto, sobre o fechamento de escolas e Centros de Ensino de Jovens e Adultos (CEJAs) de Mato Grosso, o segunda-feira (16), na Secretaria estadual de Educação (Seduc). Porto afirmou que o que está acontecendo é um “espalhamento de fake news” e realizará uma nova reunião em 27 de novembro. De acordo com ele, apenas após conclusão de um estudo interno poderá definir novos passos. 

“Estão falando que vai acabar a EJA, mas isso em nenhum momento foi discutido aqui na Seduc. Pelo contrário, estamos discutindo ampliar a oferta e fortalecer a EJA. A evasão é muito grande e, em alguns casos, o estudante perdeu o interesse por conta da localização do CEJA, então o que queremos aqui é ampliar essa oferta e otimizar espaços”, explicou. 

O parlamentar questionou o secretário sobre o fechamento do CEJA Anísio Spínola Teixeira, em Diamantino, que já foi, inclusive, notificado. Henrique ainda ressaltou que é importante a Seduc dialogar com os profissionais da Educação sobre tomadas de decisão, para que publicações de Portarias e Instruções Normativas não gerem o “espalhamento de boatos”. 

“Mesmo com um mandato curto, percorremos o estado para fiscalizar presencialmente as condições da Educação. Temos um Fórum Estadual de Educação, mas as vezes as informações chegam por Portarias e Instruções Normativas, como a 009/2020, publicada em 26 de outubro. Em Nova Xavantina, Sorriso, Colíder e no assentamento Vila Sadia, em Cáceres, temos reordenamento de matrículas extinguindo escolas de educação básica. Então isso não é um boato, é um fato. Os companheiros foram notificados”, afirmou Henrique. 

O deputado complementou que a falta de diálogo geram questionamentos de “quando será a minha vez”, que precisam ser respondidos pelo Estado.

Identidade – A professora Keila Alves explicou que a palavra “ampliação” deixa os profissionais angustiados, já que para ampliar, na prática, unidades serão desativadas. Para Keila, parte da identidade do ambiente escolar dos CEJAs podem ser perdidas neste processo, já que os estudantes serão transferidos para outras escolas.

“Somos aplaudidos porque somos o único Estado que tem essa organização e acolhida aos jovens e adultos na Educação. É aquela mãe que os filhos estudam durante o dia e ela vai de noite; temos os ribeirinhos, em Pontes e Lacerda; os tralhadores da mineração ficam quatro dias na serra e descem seis para estudar. Juína com atendimento muito forte de indígenas no CEJA. Então, são realidades e identidades. E o Ceja consegue abraçar isso com muita responsabilidade e naturalidade, respeitando cada um desses sujeitos”, explica a professora.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

Política MT

Durante entrega de maquinário, Bezerra cobra cargo e irrita Mauro: “vai romper por causa de um carguinho?”

Publicado

Presidente regional do MDB, o deputado federal Carlos Bezerra aproveitou evento para a entrega de máquinas e equipamentos rodoviários para cobrar do governador Mauro Mendes (DEM) o cumprimento de compromisso, segundo ele, feito pela gestão. Assim que chegou ao evento realizado no estacionamento do Ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá, o parlamentar abordou o democrata, que se irritou com a cobrança.

O barulho no local e a música tocada pela banda da Polícia Militar atrapalharam o entendimento completo do diálogo, mas quem estava próximo aos dois conseguiu ouvir quando Mauro, em tom irritado, reagiu a possível ameaça de rompimento do MDB por causa de um cargo no município de Confresa (1.173 Km de Cuiabá). “Bezerra, você vai romper conosco por causa de um cargo? Para, né?! Você já foi governador”.

Bezerra, você vai romper conosco por causa de um cargo? Para, né?! Você já foi governador

Bezerra nega que poderia romper, mas disparou: “Não, o seu chefe da Casa Civil me deu a palavra”. Ainda irritado, Mauro completa: “Pelo amor de Deus, por causa de um carguinho lá em Confresa? Ai não!”.

Logo após o entrevero, Mauro conversou com a imprensa que acompanhou de perto o diálogo dos políticos. Questionado sobre o motivo da briga, Mauro, em tom irônico, desconversou, mas reclamou de ter sido cobrado durante evento público do governo. “Não é briga. Bezerra nunca deixou de ser atendido, toda vez que ele vai [no Palácio Paiaguás], é atendido”.

O MDB faz parte da base de Mauro desde o início do mandato, em 2019. Além do apoio dos quatro deputados estaduais, o MDB ocupa a secretaria de Agricultura Familiar, com Silvano Amaral.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política MT

Mauro não desiste de comprar as 1,2 mi de doses da Sputnik e provoca Anvisa por prorrogar validade da Janssen: “com boa vontade dá um jeitinho”

Publicado

O governado Mauro Mendes (DEM) voltou a demonstrar insatisfação com a atuação da Anvisa, que liberou a importação excepcional de apenas 71 mil doses da Sputink V para Mato Grosso.

O democrata afirma que a agência federal criou dificuldades, mas garantiu que apesar das poucas vacinas que poderão ser adquiridas agora, o estado não irá desistir de realizar a aquisição das 1,2 milhão de doses acordadas com o Fundo Russo.

“É muito pouco, mas não desistimos. Dificuldades existem, é lamentável que a Anvisa tenha adotado essas medidas, mas vamos seguir, não vamos mais ficar discutindo essa celeuma. Vamos arrumar uma forma de vencer essas dificuldades colocadas, comprar esse 1% e depois comprar mais, para ter a população rapidamente vacinada”, disse, logo após entrega do novo mirante do Parque Mãe Bonifácia, em Cuiabá, nesta quarta-feira (16).

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Governador Mauro Mendes deve anunciar hoje (16) se Hospital Regional será construído em Confresa ou Porto Alegre do Norte

Publicado

O Governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) deve anunciar na quarta-feira (16), se o Hospital Regional do Norte Araguaia será construído na cidade de Confresa ou Porto Alegre do Norte, as informações são do Semana7.

Segundo informações, os gestores municipais, bem como a população, aguarda a decisão desde o mês passado, quando o Governador visitou as cidades e os terrenos oferecidos para a construção. Na oportunidade, ele afirmou que escolheria ‘tecnicamente’ onde seria estruturada a unidade.

Segundo o portal Semana7, o Secretário de Saúde Gilberto Figueiredo afirmou que Mendes anunciaria na data de hoje o local.

Após a decisão de Mauro Mendes, uma empresa será escolhida por meio de licitação para construir o hospital que contará com 141 leitos de enfermaria de 40 Unidades de Terapia Intensiva (UTI)  para atendimentos de média e alta complexidade. A expectativa é que a obra seja concluída em 24 meses.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana