conecte-se conosco


Nacional

Juíza diz que feminismo colaborou para degradação da sociedade

Publicado

Trote arrow-options
Reprodução/Instagram

As estudantes tiveram que “jurar” que nunca entregaram o corpo “a nenhum invejoso, burro, brocha, filho da puta da odonto ou da Facef”.

Uma juíza de São Paulo criticou o feminismo , afirmando que o movimento ‘apenas colaborou para a degradação moral que vivemos. A declaração foi feita em uma decisão que absolveu um ex-aluno do curso de medicina da Universidade de Franca (Unifran), envolvido em um trote de cunho sexual

O caso aconteceu em fevereiro deste ano, no qual universitárias estavam ajoelhadas e com o corpo pintado. As estudantes tiveram que “jurar” que nunca entregaram o corpo “a nenhum invejoso, burro, brocha, filho da puta da odonto ou da Facef (Centro Universitário de Franca)” e “sempre atender aos desejos sexuais” e “nunca recusar a uma tentativa de coito” dos veteranos. 

Leia mais: Toffoli vota contra prisão após condenação em segunda instância

O Ministério Público de São Paulo ajuizou uma ação civil pública contra o médico Matheus Gabriel Braia em junho deste ano. Braia é ex-aluno da instituição e compareceu ao trote dos universitários. A condenação solicitada à Justiça contra Braia foi de R$ 39.920 de multa por danos morais coletivos. 

Os advogados do médico alegaram que o trote não passou de “um teatro e brincadeira”, segundo informações apuradas pela Folha de São Paulo. 

Os advogados do médico alegaram que o trote não passou de “um teatro e brincadeira”, segundo informações apuradas pela Folha de São Paulo. O ‘clima de descontração e riso’ alegado pela defesa foi apresentado em um vídeo do momento em que o trote aconteceu. 

Leia também: Augusto Nunes diz não se arrepender da agressão: “reagi como qualquer homem”

A juíza Adriana Gatto Martins Bonemer, da 3ª Vara Cível de Franca, a ação do Ministério Público de São Paulo retrata a panfletagem feminista, recheada de chavões que dominam, além da esfera cultural, as universidades brasileiras. “É bom ressaltar que o movimento feminista apenas colaborou para a degradação moral que vivemos, bem exemplificada pelo ‘discurso/juramento’ que ora se combate”, escreveu. 

A magistrada considerou ofensivo o discurso e que seria, “no mínimo, hipocrisia” por parte das mulheres. Gatto disse ainda que a verdadeira identidade do movimento feminista “é de engenharia social e subversão cultural e não de reconhecimento dos direitos civis femininos.

A decisão saiu nesta terça-feira (5). O Ministério Público de São Paulo afirmou por meio de nota que a Promotoria de Justiça de Franca ainda não tomou ciência da decisão. 

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Brasil tem 904 mortes por Covid-19 e 27.075 novos casos

Publicado


source
Covid-19
PM/Divulgação

Brasil tem 904 mortes por Covid-19 em 24 horas segundo o Ministério da Saúde

Os dados divulgados pelo Ministério da Saúde na noite deste sábado (6) mostram que Brasil registrou 904 óbitos causados pela  Covid-19  nas últimas 24 horas. É o quarto dia consecutivo em que o país registra mais de mil mortos. O total de mortes agora é de 35.930.

O País tem atualmente 672.846 pessoas contaminadas pelo  novo coronavírus  (Sars-CoV-2), sendo que 27.075 foram registrados nas últimas 24 horas. 

Desde a última quarta-feira, o Ministério da Saúde  tem atrasado a divulgação dos dados oficiais da Covid-19 em seu portal. Jair Bolsonaro confirmou neste sábado a nova forma de divulgação da informação.

Desde a última sexta-feira, o formato do boletim epidemiológido também mudou. Ele não apresenta mais a soma de óbitos e casos da Covid-19 , apenas os dados consolidados do dia.

A mudança gerou críticas de entidades e políticos. O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta foi um deles. O portal da pasta que divulga os números da pandemia também ficou fora do ar até a tarde deste sábado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Sem dados oficiais, levantamento aponta 965 mortes por Covid-19 em 24h

Publicado


source

Segundo levantamento do G1 junto às secretarias estaduais de saúde, o número de casos confirmados de coronavírus (Covid-19) nas últimas 24 horas é de 35.919 no total.

Já o número de mortes nas últimas 24 horas foi de 965.

O número total de infectados saltou para 671.464 casos no total.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Governo Bolsonaro retira dados acumulados do site da Covid-19

Publicado


source
bolsonaro
reprodução

Governo Bolsonaro está mudando protocolo de divulgação sobre a pandemia de coronavírus no Brasil

O Ministério da Saúde retirou do site oficial sobre a pandemia de coronavírus no Brasil os dados acumulados da doença desde que ela começou no país.

Leia também


Desde a tarde deste sábado (06), o site mostra apenas os resultados referentes às últimas 24 horas.

A mudança segue o mesmo protocolo que foi adotado pelo governo federal para o boletim diário sobre os números da pandemia. O documento, que trazia a atualização das últimas 24 horas e os números oficiais, foi divulgado nesta sexta-feira (05) com menos informações.

Pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro disse que apenas que “o Ministério da Saúde adequou a divulgação dos dados sobre casos e mortes relacionados ao covid-19.”

Mudanças na divulgação

Além de reduzir o número de informações no boletim diário, o governo Bolsonaro passou a divulgar o balanço diário com a evolução dos casos mais tarde.

Até então, os números consolidados eram entregues à imprensa por volta das 18 horas. A divulgação, inclusive, contava com coletivas técnicas do Ministério da Saúde.

Porém, na última semana, os dados passaram a ser divulgados entre 21:30h e 22h, com menos dados e sem coletivas explicativas.

Quando questionado sobre a mudança na divulgação nos números, o presidente afirmou: “Acabou matéria do Jornal Nacional”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana