conecte-se conosco


Nacional

Mais da metade dos brasileiros é contra reabertura do comércio, diz Datafolha

Publicado


source
Pessoas andando em shopping
Agência Brasil

Comércio foi retomado em meio à pandemia do novo coronavírus

Mais da metade dos brasileiros vêm como negativa a reabertura do comércio anunciada por governadores e prefeitos em meio à pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), mostra pesquisa Datafolha desta segunda-feira (29). De acordo com a pesquisa, 52% avaliaram que as autoridades agem mal ao determinar a retomada das atividades econômicas, enquanto 42% acham que elas agem mal. Não souberam responder à pergunta 6% dos entrevistados.

A reabertura dos comércios começou a ser realizada em meio a um cenário em que o Brasil ainda não apresenta estabilização das mortes e casos confirmados da Covid-19 em nenhum estado.

Na cidade de São Paulo, os comércios já estavam abertos e esta semana o município comecou a retomar o atendimento presencial em bares e restaurantes, além da reabertura de parques.

Ao verificar os dados da Covid-19, no entanto, é possível observar que o número de casos ainda não foi controlado. No dia 11 de junho, quando shoppings foram reabertos, a cidade registrou 125 mortes. Desde então, essa quantidade já foi superada cinco vezes.

Nesse cenário de descontrole, a pesquisa ainda mostra que 65% da população acredita que a pandemia está piorando no país. Essa é a avaliação de maior parte das pessoas em todos os segmentos que a pesquisa tem. Os casos que mais chamam atenção são o das mulheres, no qual 70% têm essa opinião, além de moradores do Sul do país (73%) e os mais jovens (74%).

A piora é vista também pelos próprios eleitores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que tem minimizado a gravidade da pandemia desde o seu início. Segundo a pesquisa, 52% disseram que a situação está piorando.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Tempo seco e ensolarado nesta sexta em São Paulo

Publicado


source
Sol entre nuvens.
Reprodução/CreativeCommons/Spraf

Não há previsão de chuva.

Predomínio de sol entre nuvens durante o dia marca a previsão do tempo desta sexta-feira (25), na capital paulista. As temperaturas devem entrar em elevação. O Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas ( CGE ) divulgou que a mínima será de 16ºC e a máxima de 28ºC.

Não há previsão de chuva. A umidade do ar em São Paulo oscila entre 33% e 90%.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Dirigir alcoolizado aumenta mais de três vezes a chance de morte

Publicado


source

Agência Brasil

a
Arquivo/Agência Brasil

O número de óbitos ocorreu em 10% dos 5.150 acidentes registrados em que há, pelo menos, um motorista suspeito de dirigir bêbado


O número de mortes causadas por acidentes de trânsito em que há suspeita de embriaguez chegou a 551 no estado de São Paulo, no período de janeiro de 2019 a julho de 2020. O número de óbitos ocorreu em 10% dos 5.150 acidentes registrados em que há, pelo menos, um motorista suspeito de dirigir bêbado.


A taxa geral de mortalidade em acidentes de trânsito no estado é de 3%, ou seja, dirigir sob efeito de álcool aumenta em mais de três vezes a chance de morte. Os dados, divulgados hoje (24), são do programa Respeito à Vida, da Secretaria de Governo do Estado de São Paulo.

O levantamento abrange os acidentes de trânsito registrados pela Polícia Militar com infrações aos artigos 306 e 307 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que referem-se a dirigir sob a influência de álcool e recusar-se a fazer o teste do bafômetro.

“A embriaguez no volante é um problema sério, que triplica os riscos e coloca muitas vidas em jogo . Ampliaremos nossos esforços no sentido de levar ainda mais informação e conscientização para a população. Só a mudança efetiva de comportamento pode mudar esse cenário”, afirma o diretor-presidente do Detran de São Paulo, Ernesto Mascellani Neto. 

O levantamento mostra ainda que, de janeiro de 2019 a julho de 2020, houve mais registros de mortes causadas por acidentes de trânsito nas vias municipais (275) do que nas rodovias (267). A maioria das vítimas fatais são os jovens de 18 a 24 anos (55%), seguidos pelo público entre 50 e 59 anos (19%).

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Dirigir alcoolizado aumenta mais de três vezes a chance de morte

Publicado


source

Agência Brasil

a
Arquivo/Agência Brasil

O número de óbitos ocorreu em 10% dos 5.150 acidentes registrados em que há, pelo menos, um motorista suspeito de dirigir bêbado


O número de mortes causadas por acidentes de trânsito em que há suspeita de embriaguez chegou a 551 no estado de São Paulo, no período de janeiro de 2019 a julho de 2020. O número de óbitos ocorreu em 10% dos 5.150 acidentes registrados em que há, pelo menos, um motorista suspeito de dirigir bêbado.


A taxa geral de mortalidade em acidentes de trânsito no estado é de 3%, ou seja, dirigir sob efeito de álcool aumenta em mais de três vezes a chance de morte. Os dados, divulgados hoje (24), são do programa Respeito à Vida, da Secretaria de Governo do Estado de São Paulo.

O levantamento abrange os acidentes de trânsito registrados pela Polícia Militar com infrações aos artigos 306 e 307 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que referem-se a dirigir sob a influência de álcool e recusar-se a fazer o teste do bafômetro.

“A embriaguez no volante é um problema sério, que triplica os riscos e coloca muitas vidas em jogo . Ampliaremos nossos esforços no sentido de levar ainda mais informação e conscientização para a população. Só a mudança efetiva de comportamento pode mudar esse cenário”, afirma o diretor-presidente do Detran de São Paulo, Ernesto Mascellani Neto. 

O levantamento mostra ainda que, de janeiro de 2019 a julho de 2020, houve mais registros de mortes causadas por acidentes de trânsito nas vias municipais (275) do que nas rodovias (267). A maioria das vítimas fatais são os jovens de 18 a 24 anos (55%), seguidos pelo público entre 50 e 59 anos (19%).

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana