conecte-se conosco


Nacional

MP vai à Justiça para Cedae apresentar laudos de qualidade da água no Rio

Publicado

Torneira arrow-options
Agência Brasil/EBC

Crise hídrica no Rio foi provocada pelo Cedae

O Grupo de Atuação Especializada em Meio Ambiente (GAEMA), do Ministério Público do Rio (MP), entrou na Justiça pedindo para que a Cedae apresente laudos que comprove qualidade da água no Rio.

O Gaema pede para que a Cedae disponibilize mais de 70 laudos comprobatórios da qualidade da água disponibilizada à população do Estado do Rio. Segundo o MP a medida é necessária para “comprovar o adequado monitoramento e avaliação da potabilidade da água distribuída aos consumidores”.

Polícia abre inquérito para investigar o superfaturamento de água vendida no Rio

A Delegacia do Consumidor (Decon) acaba de instaurar diversos inquéritos contra comércios e empresas que estão superfaturamento o preço da água no município do Rio após a crise hídrica provocada pela Cedae. Uma das investigações é contra um comerciante de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, que aumentou em mais de 400% o valor cobrando por um litro de água. O homem já foi intimado e deverá prestar esclarecimentos na segunda-feira.

Leia também: Especialistas respondem perguntas de moradores sobre a crise da água no Rio

Também nesta sexta, o delegado Mário Jorge Ribeiro, titular da Decon, entrou em contato com o presidente do Procon estadual, Cássio da Conceição Coelho, solicitando os inquéritos e autuações feitas pela autarquia nos últimos dias de locais que estão com os preços abusivos.

“Não justifica esse preço abusivo. A instabilidade hídrica não pode ser um protesto para que os comerciantes e empresários aumentem o preço. Infelizmente, tem comerciantes que estão se valendo desse momento para lucrarem injustamente”, disse Mário Jorge.

O delegado orientou a população a denunciar locais que estejam repassando a água acima do valor.

Aumento na procura por água

A crise no abastecimento de água da Cedae na Região Metropolitana do Rio, com a presença de pelo menos uma substância, identificada como geosmina, tem causado um aumento instantâneo na procura por água mineral. Enquanto nos mercados as prateleiras do produto tem esvaziado acima do comum, o mesmo também acontece onde são distribuídos os galões. Na quarta-feira, pelo menos 38 caminhões parados em frente à fábrica da Cascataí, em Cachoeiras do Macacu, uma das principais fornecedoras do Rio.

O Procon-RJ começou uma operação de fiscalização para verificar denúncias sobre o aumento desproporcional do valor da água mineral devido à crise no abastecimento da Cedae. Uma destas denúncias relata um aumento de 400%.

Leia também: Crise da água: Diretor de saneamento da Cedae é afastado

O presidente do órgão, Cássio Coelho, determinou que o setor de Estudos e Pesquisas realize um levantamento dos preços praticados em 2019 e após a crise que se instaurou na cidade. O objetivo da pesquisa é servir de referência quando o consumidor realizar a compra.

Apenas no primeiro dia, o Procon informou que fiscais encontraram aumento de 40,62% no galão de 20 litros (água e vasilhame) em um estabelecimento localizado em Jacarepaguá, na Zona Oeste. O produto era vendido por R$ 32 em dezembro e foi vendido por R$ 45 nesta quarta. Já em uma distribuidora em Botafogo, o galão de 5 litros da marca Passa Quatro aumentou 42,85%.

A água era comercializada por R$ 7 em 2019 e passou para R$ 10. A fiscalização vai continuar atuando para verificar as denúncias recebidas. Após a constatação dos fiscais, foi instaurado um processo administrativo e as empresas poderão ser multadas, com fundamento no Instituto da Lesão e Código de Defesa do Consumidor.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Aloysio Nunes é nomeado para cargo de confiança de Bruno Covas

Publicado


source
Aloysio Nunes arrow-options
Gerdan Wesley

Aloysio Nunes será diretor-presidente da SP Negócios


O ex-senador Aloysio Nunes (PSDB) foi nomeado pelo prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) como novo diretor-presidente da SP Negócios. O experiente político será responsável por comandar a empresa que cuida da promoção de investimentos da cidade.

Leia também: Aloysio Nunes é apontado como coordenador de propinas no PSDB

Aloysio Nunes estava sem um cargo público desde fevereiro do ano passado, quando pediu para deixar o cargo de presidente da Investe SP após se tornar alvo de busca e apreensão na 60ª fase da Lava Jato. Na época, o ex-senador era acusado de ter recebido um cartão de crédito para receber propinas do ex-diretor da Dersa, Paulo Vieira de Souza, mais conhecido como Paulo Preto. Ele negou as acusações.

Leia também: E-mails comprovam que Paulo Preto pediu cartões em nome de Aloysio Nunes

O Ministério Público de São Paulo ainda não deu as investigações como concluídas e, por isso, o tucano ainda é um dos alvos da operação, ainda nque não seja réu.

Não foi o primeiro convite recebido por Aloysio Nunes para a prefeitura de São Paulo. Em agosto do ano passado, Bruno Covas o convidou para ser secretário da Casa Civil, sem sucesso.

Filiado ao PSDB desde 1997, Aloysio Nunes foi senador, deputado, vice-governador e ministros nos governos FHC e Temer. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Ceará tem recorde de 29 assassinatos em 24 horas, em meio a motim de militares

Publicado


source


a arrow-options
Twitter/Reprodução

Ceará tem 29 assassinatos em 24h

Em 24 horas, o estado do Ceará registrou 29 assassinatos . Foi o período mais violento do ano. O recorde de mortes acontece em meio ao motim realizado por policiais e bombeiros militares, que reivindicam aumento salarial acima do oferecido pelo governo.

Entre 1º de janeiro e 18 de fevereiro, a média no Ceará foi de seis homicídios por dia. A data mais violenta até então havia sido 18 de janeiro, com 17 crimes violentos letais.

Leia também: Polícia Rodoviária Federal inicia Operação Carnaval nesta sexta-feira

Durante a madrugada desta sexta-feira foram registrados pelo menos dois assassinatos. No Bairro Vicente Pinzón, em Fortaleza, um adolescente de 16 anos foi surpreendido por cerca de sete homens que estavam a bordo de várias motocicletas e foi morto a tiros. No Bairro José Walter, um tiroteio em uma praça deixou uma pessoa morta e outra ferida.

Cid Gomes tem quadro clínico estável, diz boletim médico

O senador licenciado Cid Gomes (PDT-CE) foi atingido por disparos de arma de fogo ao tentar romper com uma retroescavadeira um bloqueio de policiais amotinados da Polícia Militar cearense.

Cid tem quadro clínico estável e não há complicações respiratórias ou infecciosas, diz boletim médico divulgado no final da noite desta quinta-feira, 20, pelo Hospital Monte Klinikum, de Fortaleza, para onde ele foi transferido.

Leia também: PRF encontra maconha com GPS em fronteira: “traficantes monitoravam”

O boletim é assinado pelo médico Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho. Nesta quinta-feira, Cid foi liberado da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Coração de Sobral (CE), de onde foi transferido depois para a capital cearense.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

IML libera corpo do miliciano Adriano da Nóbrega para sepultamento

Publicado


source
Adriano Nóbrega morreu durante um confronto com a polícia no dia 9 de fevereiro arrow-options
Reprodução / Polícia Civil

Miliciano Adriano da Nóbrega morreu durante um confronto com a polícia no dia 9 de fevereiro


A Polícia Civil do Rio confirmou que o corpo de Adriano Magalhães da Nóbrega , ex-capitão do Batalhão de Operações Especiais ( Bope ) do Rio de Janeiro, foi liberado do Instituto Médico Legal (IML ), onde passou, na quinta-feira, por um exame cadavérico complementar. O corpo deixou o IML no início da tarde desta sexta-feira.

O corpo do miliciano deve seguir ainda hoje para o Cemitério São Francisco Xavier, no Caju, para ser sepultado.

Leia também:Vereador afirma que Flávio Bolsonaro visitou Adriano da Nóbrega na prisão

A necrópsia complementar foi acompanhada por representantes do Ministério Público da Bahia, do Ministério Público do Rio, parentes de Adriano, além de assistentes técnicos contratados pelos familiares. Inicialmente, os laudos ficarão prontos em 15 dias.

Esclarecimentos

Entre as questões que poderão ser esclarecidas estão a distância aproximada que os atiradores estariam de Adriano quando os disparos foram feitos, direção que os projéteis percorreram no interior do cadáver e calibre das armas utilizadas na morte do ex-capitão. De acordo com a Secretaria de Segurança da Bahia, Adriano morreu, no último dia 9, em Esplanada, no Norte da Bahia, após um cerco seguido de uma troca de tiros com homens do Bope baiano.

O exame complementar atendeu decisão do juiz Augusto Yuzo Jouti, que responde pelas comarcas dos municípios de Esplanada e Alagoinhas. De acordo com a ordem judicial, que foi expedida no último dia 18 de fevereiro, a perícia poderá ser acompanhada por médicos assistentes técnicos. Eles poderão ser indicados pela família de Adriano e pelo Ministério Público da Bahia (MP).

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana