conecte-se conosco


Política Nacional

‘Nada contra os civis’, diz Bolsonaro após Planalto ficar só com militares

Publicado


source
Jair Bolsonaro arrow-options
Alan Santos/PR

Presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro comentou nesta quinta-feira (13) o fato de que, com ida do general Walter Braga Netto para a Casa Civil , todos os ministros que despacham no Palácio do Planalto passarão a ser de origem militar. Bolsonaro reconheceu que o Planalto ficou “militarizado”, mas disse que não tem “nada contra os civis”. Os outros ministros com assento no Planalto são o general da ativa Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), o general da reserve Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e o major da reserva da Polícia Militar Jorge Oliveira (Secretaria-Geral).

Bolsonaro fez referência ao “terceiro andar” do Planalto, onde fica seu gabinete, mas nem todos os ministros despacham de lá. Além disso, falou equivocadamente em “quatro generais”. O presidente ainda brincou sobre a origem do ministro Tarcísio Oliveira, que tem formação militar, mas depois seguiu carreira como civil. O comentário foi feito durante uma visita de alunos ao Palácio da Alvorada, transmitida ao vivo pelo Facebook.

Leia também: Augusto Heleno recusou Casa Civil antes de convite feito a Braga Netto

“Trocamos hoje dois ministros. Ficou completamente militarizado o meu terceiro andar. São quatro generais ministros agora. Nada contra os civis. Tem civis excepcionais trabalhando (comigo). O Sergio Moro, por exemplo. O Tarcísio, é civil ou militar? É militar. Ele fez academia, fez o IME, depois passou em concurso para a Câmara. Agora é o nosso ministro”, disse Bolsonaro.

O presidente elogiou outros ministros, como André Mendonça (Advocacia-Geral da União), Ricardo Salles (Meio Ambiente) e Fernando Azevedo e Silva (Defesa), e disse que é preciso colocar quem “entende do assunto” em cada ministério.

Leia também: Discreto e moderado, general convidado para a Casa Civil foi interventor no Rio

“O André Mendonça é pastor evangélico, o Ricardo Salles, do Meio Ambiente, também é muito bom. Você vai pegando os ministérios aí e lógico que pode ter problema, né? Mas, como regra, estão indo bem. Na Defesa temos um general, antigamente tivemos gente do PT, PCdoB e não tem cabimento isso. Cada área a gente coloca um ministro que entende do assunto sem aquela jogada que vocês sabiam que existia.”

A visita ocorreu minutos após Bolsonaro anunciar, pelas suas redes sociais, a ida de Braga Netto para a Casa Civil. O atual titular da pasta, Onyx Lorenzoni, será deslocado para o Ministério da Cidadania. Já Osmar Terra, que estava na Cidadania, reassumirá seu mandato de deputado federal.

Comentários Facebook
publicidade

Política Nacional

Mais cheques: Queiroz transferiu R$ 89 mil para Michelle Bolsonaro, diz jornal

Publicado


source
jair bolsonaro
Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

A conta da  primeira-dama Michelle Bolsonaro recebeu entre 2011 e 2016 um repasse de até R$ 89 mil feitos pelo ex-assessor de Flávio Bolsonaro , Fabrício Queiroz e a esposa, Márcia Aguiar . As informações são da F olha de São Paulo .

Uma quantia de R$ 72 mil de Queiroz para Michelle havia sido revelada na manhã desta sexta-feira (7), com um total de 21 cheques. Agora, a informação é que mais cheques tenham sido transferidos entre a família Queiroz e a primeira-dama e a soma subiu de 21 para 27 cheques.

Foram depositados por Queiroz entre outubro de 2011 e abril de 2013 R$ 36 mil em vários cheques na conta de Michelle Bolsonaro . De abril até dezembro de 2016, foram transferidos mais R$ 40 mil em cheques de R$ 4 mil.

Márcia Aguiar , esposa de Queiroz , transferiu para Michelle de janeiro a julho de 2011 um total de R$ 17 mil. Os valores foram repassados em cinco cheques de R$ 3 mil e um de R$ 2 mil. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Mais cheques: Queiroz transferiu R$ 93 mil para Michelle Bolsonaro, diz jornal

Publicado


source
jair bolsonaro
Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

A conta da  primeira-dama Michelle Bolsonaro recebeu entre 2011 e 2016 um repasse de até R$ 93 mil feitos pelo ex-assessor de Flávio Bolsonaro , Fabrício Queiroz e a esposa, Márcia Aguiar . As informações são da Folha de São Paulo.

Uma quantia de R$ 72 mil de Queiroz para Michelle havia sido revelada na manhã desta sexta-feira (7), com um total de 21 cheques. Agora, a informação é que mais cheques tenham sido transferidos entre a família Queiroz e a primeira-dama e a soma subiu de 21 para 27 cheques.

Foram depositados por Queiroz entre outubro de 2011 e abril de 2013 R$ 36 mil em 12 cheques na conta de Michelle Bolsonaro . De abril até dezembro de 2016, foram transferidos mais R$ 40 mil em cheques de R$ 4 mil.

Márcia Aguiar , esposa de Queiroz , transferiu para Michelle de janeiro a julho de 2011 um total de R$ 17 mil. Os valores foram repassados em cinco cheques de R$ 3 mil e um de R$ 2 mil. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Política Nacional

Aos 80, avó de Michelle Bolsonaro deixa UTI após 37 dias internada por Covid-19

Publicado


source
Primeira-dama Michelle Bolsonaro
Marcos Corrêa/PR

Primeira-dama Michelle Bolsonaro

A avó maternal de 80 anos da primeira-dama Michelle Bolsonaro , Maria Aparecida Firmo Ferreira, deixou a unidade de terapia intensiva (UTI) nesta sexta-feira (7), após 37 dias internada devido à Covid-19, segundo informou a coluna Janela Indiscreta, do portal Metrópoles .

A avó de Michelle Bolsonaro foi encaminhada ao Hospital Regional de Santa Maria, em Brasília, no dia 1º de julho. O caso dela foi considerado gravíssimo pela equipe médica – sua capacidade pulmonar chegou a ficar 78% comprometida.

A idosa continuará em observação em uma unidade pública de saúde da região. Ela ainda está com dificuldade respiratória e faz uso de máscara de oxigênio, mas está consciente. 

Michelle Bolsonaro , também foi diagnosticada com Covid-19 no último dia 30. A primeira-dama, no entanto, não é próxima de sua família materna.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana