conecte-se conosco


Mulher

“Não posso ser reduzida a ‘uma sapatão'”, diz Bruna Linzmeyer

Publicado


source

Bruna Linzmeyer não tem tabus quando o assunto é sexualidade. A atriz, que namora a DJ Marta Supernova , fala sem problemas que é uma mulher que se relaciona com outras mulheres. Recentemente, ela também refletiu sobre a importância da representatividade de pessoas LGBTQ+ para o público. 

Bruna Linzmeyer
Reprodução/Instagram

Bruna Linzmeyer fala sobre representatividade e identificação com a sigla LGBTQ+

“Eu sou uma das referências para essas pessoas que me seguem, acompanham, não sou única, nunca serei. Somos muitas. Eu me identifico como sapatão, mas não é a única coisa que eu sou. É também. Não existe só um jeito de ser sapatão, de amar mulheres. Não podemos universalizar esse termo, esse jeito de ser”, Bruna disse em entrevista à revista Glamour. 

A global também falou que se interessa muito pelo sinal de + na sigla. “É tudo o que vai além, o que ainda pode ser. É sobre todas as possibilidades, e essas caixinhas que às vezes as letras reproduzem não podem nos reduzir a mais caixinhas. Não posso ser reduzida a ‘uma sapatão’. Isso não é tudo o que sou. Minha caixinha tem furos, pertenço a outras coisas”, ela continuou. 

Bruna também ressaltou a importância de falar sobre a comunidade LGBTQ+ de maneiras que não tratem apenas de violência e sofrimento. A atriz argumenta que é necessário mostrar notícias boas e personalidades que estão crescendo e conquistando frutos de seus trabalhos, para que as pessoas “sejam capazes de recusar essas dores e terem autonomia para dar a volta nelas, seguindo a vida”.

“Ainda tem muita gente morrendo, física e simbolicamente. É muito grave e sofrível. Eu já morri simbolicamente pelo o que eu sou, e isso dói muito. Falar desses assuntos, trocar é para que menos pessoas sejam assassinadas emocionalmente, intelectualmente, fisicamente. Tem muita dor atravessando nossos corpos, e considerando a interseccionalidade, essas dores são diferentes para casa pessoa”, ela falou. 

Sobre ser representatividade, Bruna contou que um caso que viveu antes do isolamento social. Ela lembrou de quando estava no cinema e foi abordada por um casal de meninas jovens. “Vieram me agradecer porque elas conseguiram falar para os pais, que estavam ali com elas. Me contaram a história delas e pediram uma foto. Eu só disse: ‘Agora quem também quer a foto sou eu!’. Óbvio que eu sei que tem muitas pedras no caminho, retaliações, mas saber que a minha postura faz sentido para alguém, me dá carinho no meu íntimo. Se faz sentido para alguém, faz sentido para mim também”, reflete. 

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Ex-BBB revela ter sido xingada por causa de religião: “Macumbeira desgraçada”

Publicado


source
Amanda Djehdian
Reprodução

Amanda Djehdian


Amanda Djehdian resolveu revelar o motivo de não mais falar sobre religião. A ex-BBB, que entrou na 14ª edição falando abertamente que seguia a religião Umbanda, sofreu vários ataques nas redes sociais e por conta da intolerância religiosa vem evitando falar sobre sua crença. Durante o jogo de perguntas e respostas no Instagram, ela fez um desabafo.

“Evito ficar falando porque infelizmente minha religião (tão linda) sofre muito preconceito, e falo que é o preconceito seletivo. É minha religião, minha fé, onde aprendi e aprendo diariamente, onde nunca daria as costas por conta da ignorância de algumas pessoas, que não entendem que nenhuma religião prega maldade. Quem faz maldade são as pessoas, que usam a religião para fazer isso como desculpa, para ser ruim”, explicou a empresária que já foi chamada de ‘macumbeira desgraçada’.

“No ‘BBB’, eu era chamada de macumbeira desgraçada para baixo. Mas se você pega uma cantora, atriz mega famosa, ninguém xinga. Não acho que religião, caridade, etc, tem que ficar noticiando. Mas se alguém quiser saber sobre a Umbanda, procure uma casa séria, alguém que te ensine os fundamentos, te mostre o caminho certo”

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Após Safadão acusar ex-esposa de expor filho em festa, Mileide pronuncia

Publicado


source
Mileide Mihaile e Yhudy
Reprodução/Instagram

Mileide Mihaile e Yhudy


Depois que a coluna de Fábia Oliveira noticiou que o cantor  Wesley Safadão está acusando sua ex-esposa, Mileide Mihaile, de ter exposto o filho do ex-casal, Yhudy, de 9 anos, a uma festa de Halloween imprópria para a idade dele, em outubro do ano passado, a influenciadora emitiu um comunicado para se pronunciar e rebater as acusações do artista. Mileide diz não ter imaginado que uma festa tão tradicional entre crianças e adultos do mundo todo causaria algo tão negativo na visão do pai de seu filho

“Mileide afirma nunca ter imaginado que uma festa com o tema Halloween, tão popular entre crianças e jovens, pudesse ser convertida em uma situação negativa. Sobre as bebidas, ponto destacado no processo, Mileide esclarece que, no ambiente, também estavam presentes os pais das crianças, por isso a oferta desses itens, que aconteceu, claro, de forma monitorada e limitada aos adultos”, diz trecho do comunicado.

Mileide ainda afirma já ter prestado dos os esclarecimentos necessários às autoridades competentes, no que diz respeito ao assunto. Ela ainda classificou as acusações de ex como descabidas e esdrúxula. “Sobre as informações que estão circulando na imprensa, informamos que a influenciadora e empresária Mileide Mihaile já prestou os necessários esclarecimentos no início deste ano e confia que a justiça, a quem cabe o pronunciamento final, entenderá pela total improcedência da descabida e esdrúxula acusação.

Wesley Safadão
Reprodução/Instagram

Wesley Safadão


A influencer também questionou o fato do cantor repudiar as ‘músicas inapropriadas’ em sua festa de Halloween, uma vez Safadão também promove eventos em sua casa com canções direcionadas ao público adulto. “Sobre as músicas, a mãe de Yhudy ressalta o estranhamento sobre esse questionamento, tendo em vista que, em vários momentos da família do pai, a criança também participa de comemorações com músicas que não são apenas as infantis e Mileide nunca se colocou em oposição, por entender que não existe qualquer prejuízo à integridade física ou psicológica do filho e de qualquer criança ou adulto participante.”

Por fim, Mileide afirma ter sido surpreendida com o posicionamento da família do ex-marido. “Trazendo para a seara litigiosa algo tão banal e que apenas traz prejuízos para a relação entre as famílias envolvidas, causando um estremecimento na relação que estava apaziguada e equilibrada. Mileide corrobora que sempre esteve e continua aberta ao diálogo com a família do pai de Yhudy e que monitora todas as brincadeiras e atividades da criança, estimulando-a dentro do universo lúdico, educativo e saudável, propício para a sua faixa etária.”

Confira o comunicado de Mileide na íntegra:
Sobre as informações que estão circulando na imprensa, informamos que a influenciadora e empresária Mileide Mihaile já prestou os necessários esclarecimentos no início deste ano e confia que a justiça, a quem cabe o pronunciamento final, entenderá pela total improcedência da descabida e esdrúxula acusação.

Mileide afirma nunca ter imaginado que uma festa com o tema Halloween, tão popular entre crianças e jovens, pudesse ser convertida em uma situação negativa. Sobre as bebidas, ponto destacado no processo, Mileide esclarece que, no ambiente, também estavam presentes os pais das crianças, por isso a oferta desses itens, que aconteceu, claro, de forma monitorada e limitada aos adultos.

Sobre as músicas, a mãe de Yhudy ressalta o estranhamento sobre esse questionamento, tendo em vista que, em vários momentos da família do pai, a criança também participa de comemorações com músicas que não são apenas as infantis e Mileide nunca se colocou em oposição, por entender que não existe qualquer prejuízo à integridade física ou psicológica do filho e de qualquer criança ou adulto participante.

Mileide afirma ter sido surpreendida com o posicionamento da família do ex-marido, trazendo para a seara litigiosa algo tão banal e que apenas traz prejuízos para a relação entre as famílias envolvidas, causando um estremecimento na relação que estava apaziguada e equilibrada. Mileide corrobora que sempre esteve e continua aberta ao diálogo com a família do pai de Yhudy e que monitora todas as brincadeiras e atividades da criança, estimulando-a dentro do universo lúdico, educativo e saudável, propício para a sua faixa etária.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Mulher recebe salário do marido pelo trabalho como mãe

Publicado


source

Já é um fato conhecido que as mulheres fazem mais tarefas domésticas que os homens , algumas inclusive deixam seus trabalhos para poderem se dedicar ao lar. Esse foi o caso da britânica Alexandra Jakeman, que preferiu parar de trabalhar e cuidar dos filhos para não ter que arcar com o alto custo das creches no Reino Unido. Ao fazer isso, ela combinou com o marido Matt que receberia um salário mensal dele. 

mulher segurando dinheiro
Pexels

Mulher recebe salário pelo trabalho que tem cuidando dos filhos

Alexandra e Matt são pais de uma menina de 6 anos e de um menino de 3. Em entrevista ao tabloide The Sun, ela contou que conheceu o marido quando eles trabalhavam juntos em uma empresa de contabilidade, mas deixou o emprego ao engravidar. “Não era financeiramente viável eu voltar a trabalhar, já que as creches são muito caras”, explica.

A mãe de dois filhos disse que o acordo inicial era que o marido depositaria 600 libras, 4200 reais, na conta dela todos os meses. Com esse dinheiro, Alexandra pagava seus gastos pessoais, como conta de telefone, academia, dias de lazer e também atividades extracurriculares para as crianças. No começo, ela conta que estranhou essa mudança. “Foi estranho ir de ter o seu próprio salário para ganhar um abono. Até mesmo agora, dois anos depois, eu gostaria de contribuir mais com as contas da casa. Em 2017, nosso filho Henry nasceu e fez ainda mais sentido para mim ficar em casa do que pagar duas creches”, disse. 

Atualmente, ela recebe 1 mil libras todo mês, cerca de 7 mil reais, e diz que gostaria de voltar a trabalhar. Alexandra planeja voltar a estudar em breve, já que as crianças estão mais velhas, para com o tempo se reinserir no mercado de trabalho. “Minhas amigas todas trabalham, mas nenhuma delas me critica. Porém, algumas vezes, eu mesma me critico. Eu não me sinto independente e fico envergonhada por isso”, conta.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana