conecte-se conosco


Nova Xavantina

Nova Xavantina continua perdendo empresas importantes

Publicado

Na década de 80 Nova Xavantina, bem no início de sua emancipação, vivia o auge do garimpo de ouro na mina Araés, onde milhares de garimpeiros se aventuravam em buracos artesanais em busca do filão do ouro. Na época inúmeras empresas formais e informais se instalaram na Cidade em razão do grande movimento gerado pelo garimpo. Em 1985 o município contava com quase 30 mil habitantes em razão de Campinápolis ainda não ter sido emancipado.

O movimento pela cidade era muito grande, pessoas se dirigiam as agências bancárias levando o dinheiro em sacos de linhagem e despejavam sobre a mesa do gerente para que fossem conferidos e contados, além de ter na cidade vários comércios grandes e até mesmo indústrias de moinhos para o garimpo.

Tínhamos em Nova Xavantina uma agência da Caixa Econômica Federal, uma do Bradesco, uma do Banco do Brasil, uma do Banco Real, uma do Banco Bemat e uma do Banco Bamerindus que mais tarde passou a ser o banco HSBC.  Com o fechamento do garimpo e com a redução do movimento, a maioria dos bancos fecharam suas portas e na mesma época o distrito de Campinápolis foi elevado a categoria de município e Nova Xavantina perdeu população e renda, passando a ter menos de 19 mil habitantes.

Nova Xavantina já foi sede da Delegacia Regional de Policia Judiciária que foi transferida para Água Boa; O IBGE que tinha um posto de serviço em Nova Xavantina na década de 80 que também foi para Água Boa.

O frigorifico que não firma, parece que tem uma cabeça de jumento enterrada embaixo da construção. No inicio era o matadouro Cachoeira que nem funcionou e foi vendido para o IFC Company. Este funcionou pouco tempo e faliu, permanecendo fechado por vários anos. Outras empresas se aventuram mas não deu certo, até a chegada do Marfrig que também fechou e por último o New Bife Company comprou a planta mas já se tem notícias que também irá fechar.

Ontem, 23, foi veiculada a noticia da apreensão da histórica Rádio Comunitária Roncador FM e a prisão do diretor presidente da associação, senhor Antônio Pinheiro, e, em ato contínuo, o anuncio do encerramento das atividades feito pelas redes sociais por uma colaboradora da empresa. A rádio Roncador FM, em que pese os questionamentos quanto a forma de sua administração por parte da família Pinheiro, sempre prestou um relevante serviço social a comunidade, mantendo no ar vários programas com grande audiência. Infelizmente viu-se publicações comemorando o encerramento das atividades da Rádio Roncador. Uma pena, pois quem está perdendo é Nova Xavantina.

 

Comentários Facebook
publicidade

Nova Xavantina

Decreto de nº 4.078 de 13 de Abril – Com novas prevenções contra o Covid 19

Publicado

Novo Decreto Municipal, dispõe sobre novas prevenções contra o Covid 19.

Alguns dos principais pontos:

– DECRETO ENTRARÁ EM VIGÊNCIA AMANHÃ AS 5 HORAS DA MANHÃ.

– Liberação da pesca profissional condicionada a apresentação de Declaração de Responsabilidade na Secretaria Municipal de Turismo, Meio Ambiente e Agricultura Familiar.

– Voltas às aulas na rede privada regular e extracurricular (cursos de inglês, violão e etc), mediante protocolo específico;

– PROIBIÇÃO DE CONSUMO DE BEBIDA EM QUALQUER ESTABELECIMENTO COMERCIAL ATÉ MESMO NOS PONTOS TURÍSTICOS PRIVADOS;- FERIADO FUNCIONAMENTO DAS 05H AS 12 HS PARA O COMERCIO VAREJISTA E ATACADISTA EM GERAL;

– PROIBIÇÃO DE FILAS NA HORA DE REALIZAR O PAGAMENTO NOS RESTAURANTES E SIMILARES – DEVENDO SER EFETUADO O PAGAMENTO NA MESA, PREFERENCIALMENTE ATRAVÉS DE CARTÃO MAGNÉTICO.

– PARA TODOS QUE DESCUMPRIREM A INTERDIÇÃO É IMEDIATA PELO PRAZO MINIMO DE 10 DIAS.

DECRETO NA INTEGRA;

decr4078-medidas-preventivas-13-04-2021-nivel-alto-12-04-2021-ok-11618341839

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

LUTO: Professora Teresa Cristina Anacleto morre vítima de câncer

Publicado

Layrana Araújo

É com pesar que comunicamos o falecimento da Professora Dr. Teresa Cristina Anacleto, a discente ministrou por muitos anos a docente de Zoologia e Biologia da Conservação na Universidade do Estado de Mato Grosso- UNEMAT de Nova Xavantina. Uma vida dedicada a Fauna nativa do Cerrado.

Teresa estava em coma desde sábado em decorrência do agravamento do câncer, contra o qual ela vinha lutando há alguns anos.  Teresa  nos deixou nesta terça-feira no final da manhã e será cremada hoje, no final da tarde em Uberlândia.

Ela escolheu com muita ética, profissionalismo e dedicação a missão de ser, por mais de 15 anos, Curadora da Coleção Zoológica do Campus de Nova Xavantina. Nada mais justo  que este espaço leve o nome dela agora em diante. Que saibamos honrar seus ensinamentos e o seu legado como conservacionistas’. Escreveu  a professora Elaine Dutra em sua conta pessoal no Instagram.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Ex vereador Valtinho entra com pedido de indenização por danos morais contra o ex prefeito Cebola

Publicado

O ex vereador Valterí Araújo da Silva, carinhosamente conhecido por Valtinho, ajuizou na manhã desta terça-feira processo com pedido de indenização por danos morais contra o ex prefeito João Batista Vaz da Silva – Cebola e solidariamente contra o Município de Nova Xavantina.

Segundo o ex vereador Valtinho o advogado João Cebola, usou do cargo de prefeito para lhe perseguir, ao ponto de lhe demitir do serviço público em um processo disciplinar por um ato que não cometeu. “O ex prefeito cebola me demitiu pela no PAD alegando que eu beneficiei uma empresa distribuidora de bebidas na licitação do evento réveillon 2014, só que não foi a secretaria de turismo que eu era o secretário que organizou o evento, foi a secretaria de cultura e nem teve participante na licitação”. Disse Valtinho a reportagem.

No processo o ex vereador pede uma indenização de R$ 250.000,00 pelos danos morais causados a sua imagem. “Esse valor de duzentos e cinquenta mil não paga o sofrimento que o Cebola causou pra mim e pra minha família. Nós passamos muitas noites sem dormir, muitas vezes chorando, com depressão e medo do futuro”. Acrescentou Valtinho.

Valtinho disse que Cebola lhe perseguiu da forma mais cruel, lhe acusando até mesmo de ladrão e lhe chamando de negro safado, o que prejudicou a sua campanha a reeleição. “Durante a campanha fiquei ‘mocosado’ em casa porque o Cebola falava mal de mim pra todo mundo, inclusive nas reuniões da campanha eleitoral e pedia para os eleitores não votar em mim.” Disse Valtinho.

“Tudo começou quando descobri as coisas erradas que Cebola fazia na administração e denunciei na Câmara Municipal e para o Promotor de Justiça, os casos do superfaturamento na merenda escolar, por exemplo, entre outros”. Finalizou Valtinho.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana