conecte-se conosco


Entretenimento

“O Peso do Passado” deve mudar o status de Karyn Kusama em Hollywood

Publicado

 Com estreia prevista para a próxima quinta-feira (17), “O Peso do Passado” traz consigo uma Nicole Kidman como jamais se viu na pele da detetive Erin Bell, que trabalhou infiltrada anos antes em um gangue e que, depois daquela experiência traumática e por ela perenemente transformada, se lança em uma caçada obsessiva pelo líder daquele grupo.

Leia também: Vossa majestade, Nicole Kidman! Aos 50 anos, atriz vive melhor fase da carreira


Karyn Kusama e Nicole Kidman durante as filmagens de O Peso do Passado, que estreia nesta quinta-feira (17) no Brasil
Divulgação

Karyn Kusama e Nicole Kidman durante as filmagens de O Peso do Passado, que estreia nesta quinta-feira (17) no Brasil

O filme rendeu a Nicole Kidman
uma indicação como atriz dramática no último Globo de Ouro e suscita expectativas de nomeação ao Oscar. Se concretizada, seria a quinta da australiana e a terceira nesta década. Mas há outra força da natureza por trás de “O Peso do Passado”
. Trata-se da cineasta nova-iorquina Karyn Kusama
.

Aos 50 anos, Kusama finalmente está sendo descoberta por sua prodigiosa habilidade de dirigir. Há dez anos ela lançava “Garota Infernal”, um filme que foi vendido erroneamente pelo marketing e que tinha como principais estrelas a roteirista Diablo Cody com seus ideiais feministas em alta e a grande it girl da época Megan Fox. Uma década depois, “Garota Infernal” parece mais um filme de Kusama do que de Cody e sustenta algumas ideias pós-feministas que à época pareciam fora do esquadro.


Karyn Kusama no set de
Divulgação

Karyn Kusama no set de “Garota Infernal”

Além de dirigir alguns dos melhores episódios de boas séries como “Billions”, “Masters of Sex”, “Casual”, “The L World” e “The Man in the High Castle”, Kusama lançou em 2015 “O Convite”, um suspense diferente de tudo o que o cinema independente americano habituou-se a produzir. O vigor de sua direção, a maneira capciosa com que desvela a trama e seu olhar aguçado para a arquitetura visual, de uma cena, mas também de todo o filme, rapidamente se tornaram o principal predicado dessa obra cheia de bons momentos e extremamente intrigante. A produção foi lançada no Brasil diretamente na Netflix, onde está disponível.

Leia também: “Lion – Uma Jornada para Casa” parte de mazelas sociais para falar de amor

Os outros dois filmes comandados pela americana foram “Boa de Briga” (2003), estrelado por Michelle Rodriguez, um bom drama que também se resolve como um filme de ação com pujante protagonismo feminino, e “Aeon Flux”, adaptação de um game estrelado por Charlize Theron. Este último é o filme mais malsucedido artística e comercialmente de Kusama. Há boas ideias, mas elas são mal ventiladas narrativamente.

“O Peso do Passado”


Nicole Kidman em O Peso do Passado
Divulgação

Nicole Kidman em O Peso do Passado

Elogiado pela crítica e com boa média de público nos cinemas americanos, tudo indica que o longa-metragem deve ajudar a cineasta a mudar de panorama na indústria. Em material de imprensa, ela cita “Taxi Driver” (1976), “O Abutre” (2014) e o francês “O Profeta” (2009) como referências para a produção estrelada por Nicole Kidman.

“Em sua essência, este é um filme sobre confrontar seus erros e fazer a brava escolha de se responsabilizar por suas ações. Dentro das características de um thriller e um filme policial, este é também um insistente estudo de personagem”, observa a diretora que também sustenta que a abordagem visual da obra é inegavelmente “crua” e “visceral”, mas que há momentos de “beleza” e “lirismo”.

Leia também: Globo de Ouro radicaliza tendência e deve influenciar menos o Oscar em 2019

“Os momentos de redenção em ‘ O Peso do Passado
’ , visual e moralmente, devem ser raros, mas significativos”, arrematou Karyn Kusama.

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Monica Benini, esposa de Júnior Lima, passa por cirurgia de emergência

Publicado

Monica Benini e Junior Lima estão juntos desde 2013
Reprodução/Instagram

Monica Benini e Junior Lima estão juntos desde 2013

Monica Benini, esposa de Júnior Lima, contou que foi operada às pressas neste fim de semana após sofrer com fortes dores abdominais. A influenciadora contou nesta terça-feira (5) que passou mal e precisou ir às pressas ao pronto-socorro. 

“Para servir de alerta para a gente nunca camuflar as dores que sentimos, sempre checar e nunca se automedicar”, disse no texto, que explica o acontecido. Segundo Monica, os sintomas começaram leves e se agravaram. 

“De domingo para segunda, comecei a sentir uma sensação de azia. Ontem a dor começou a aumentar e estava brincando com o Otto e não consegui caminhar direito. Quase desmaiei. Liguei por Junior e ele veio correndo… Pensei: se estou sentindo dores que nunca senti é porque está acontecendo alguma coisa”, disse.

Após bateria de exames, ela descobriu que estava com apendicite. “Não ando só. Obrigada, anjo da guarda”, afirmou ela. 


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

David Harbour diz ter passado fome em preparação de ‘Stranger Things’

Publicado

Ator perdeu 36 quilos para a mudança do personagem
Reprodução 05.07.2022

Ator perdeu 36 quilos para a mudança do personagem

David Harbour, intérprete de Jim Hopper em “Stranger Things”, admitiu que passou fome para perder 36 quilos entre a terceira e quarta temporadas da série da Netflix. 

Em entrevista ao “BBC Breakafast”, David contou que o processo foi difícil para ele. “Não é fácil. É [necessário] muito tempo sem comer para perder tanto peso, passar fome”, contou o ator de 47 anos.

“Esse é o segredo. Se você ficou curioso sobre o segredo da dieta, é só não comer comida”, brincou. Apesar da brincadeira, qualquer dieta deve ser recomendada por um profissional. O ator detalhou que pesava 122 quilos e na temporada atual, 86. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Ex-empresária de Britney Spears é acusada de envolvimento em tutela

Publicado

Britney Spears em casamento com Sam Asghari
Reprodução/Instagram 29.06.2022

Britney Spears em casamento com Sam Asghari

Britney Spears está processando a ex-empresária Lou Taylor, alegando que ela teve envolvimento no processo de tutela que durou 13 anos e acabou ano passado. Nesta terça-feira (5), documentos divulgados por Liz Day, do New York Times, mostram que a empresa de Lou, Tri Star, ganhou US$ 18 milhões com a tutela, quase R$ 100 milhões. 

Em documentos judiciais divulgados pela repórter, advogados de Britney acusam Tri Star de mentir ao afirmar que não desempenharam nenhum papel na criação da conservadoria, comandada pelo pai de Britney, Jamie Spears. 

Mathew Rosengart, advogado da cantora, alega que Lou Taylor  “auxiliou na criação da tutela, ajudou a facilitar a tutela e procurou ter a Tri Star instalada como co-conservadora”. Ele mostra trocas de e-mail Lou para Jamie e outros advogados do pai da cantora, duas semanas antes da aplicação da conservadoria, datados de janeiro de 2008. 

“Eu falei com as meninas sobre Andrew Wallet, ele e a Tri Star cooperarão com você”, diz o e-mail. Dois dias antes do início da tutela, o advogado de Jamie Spears mandou um e-mail para Lou Taylor.

“Encontramos um problema com nossa seleção de juízes… aquele [juiz] que não dará a Jamie o poder de administrar drogas psicotrópicas a Britney”, diz o e-mail, sugerindo que a ideia era de drogar a cantora. 

Para o portal Page Six, um dos advogados da Tri Star afirma que os e-mails são “materialmente enganosos”. “Como todas as evidências deixam bastante claro, a tutela foi criada por recomendação do advogado, não Tri Star, e aprovado pelo tribunal há mais de 12 anos”, afirmou. 

“Na verdade, a Tri Star nem era a gerente de negócios da tutela quando foi criada (…) Excertos de e-mails escolhidos a dedo não podem mudar os fatos, e é por isso que esse absurdo terminará de uma vez por todas quando os registros forem abertos”, apontou.

Britney prometeu processar a empresa em fevereiro, acrescentando na publicação do Instagram que o pai “adorava” Lou Taylor. A tri Star deixou de ser gerente dos negócios da cantora em novembro de 2020. O advogado de Britney alega que a empresa enriqueceu às custas da cantora. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana