conecte-se conosco


ARAGUAIA

Onças-pintadas abatem mais de 1,8 mil bezerros em uma das maiores fazendas do Brasil

Publicado

Dono da propriedade, que é certificada pela preservação das onças, diz que registros terem dobrado de 2019 para 2020 indica qualidade da biodiversidade das matas

No ano passado, onças-pintadas (Panthera Onca) abateram 1.831 bezerros de uma das maiores fazendas agropecuárias do país, a Roncador, que fica em Querência (MT). Em 2019, haviam sido abatidos mais de 900 animais.

Pelerson Penido Dalla Vechia, o dono da fazenda de 147 mil hectares, sendo 72 mil hectares de mata nativa ou área de preservação, diz que o aumento de mortes de bezerros é um indicador da qualidade da biodiversidade das matas da propriedade porque a onça está no topo da cadeia alimentar.

Penido diz com orgulho que a Roncador, que tem mais de 70 mil cabeças de gado, foi a primeira do país a receber a certificação do Instituto Onça Pintada.

O agropecuarista conta que faz testes com cercas elétricas para tentar barrar o acesso das onças às áreas de maternidade visando minimizar as perdas, mas os bezerros nascem em todas as partes da fazenda e não existe abate de onças em represália à predação.

O fazendeiro que produz grãos e pecuária de corte no sistema ILP (Integração Lavoura-Pecuária) diz que já avistou muitas onças na propriedade. “No ano passado, estava percorrendo uma parte da fazenda de canoa com meus filhos e uma onça passou tranquilamente nadando ao nosso lado. É uma sensação incrível ver o animal tão perto. Dá medo, é claro, mas você não vai mexer com ela.

Neste ano, funcionários da Roncador fotografaram uma onça na beira da mata com seu filhote. Detalhe: a mãe era preta e o filhote, pintado.

O biólogo Leandro Silveira, que está à frente da ONG Instituto Onça Pintada, explica que a cor preta é uma variação da pigmentação da espécie pelo excesso de melanina e que em uma ninhada podem nascer tanto filhotes pretos quanto pintados.

Silveira confirma que a Roncador possui o Certificado Onça Pintada (IOP) número 1. Outras fazendas foram certificadas depois, totalizando uma área de 341.340 hectares. Segundo o instituto, o IOP foi criado para promover o reconhecimento isento, científico e legítimo, criando um elo direto entre o produtor que adota práticas conservacionistas e o consumidor final.

A certificação é direcionada a produtores rurais, empreendimentos ou prestadores de serviço que estejam estabelecidos em áreas de ocorrência da onça-pintada e que mantenham práticas sustentáveis para a conservação da pintada e também da onça parda e de suas presas naturais, como queixadas, veados e tamanduá-bandeira.

O uso de cercas elétricas, diz Silveira, é uma forma de agregar técnicas e minimizar o prejuízo da predação. “É preciso cumprir vários requisitos da norma e adotar práticas que proporcionem a conservação do maior símbolo da biodiversidade brasileira que é a onça-pintada.” A aplicação das normas é verificada por auditores do IOP.

Segundo a ONG, a onça-pintada foi extinta em mais de 50% de sua distribuição geográfica original, que atualmente se restringe a países da América Central e do Sul. Em El Salvador e no Uruguai, o animal já é considerado extinto. Quase metade da população está em território brasileiro, sendo 75% em terras privadas.

Eliane Silva

Globo Rural

Comentários Facebook
publicidade

ARAGUAIA

Médicos de Água Boa são denunciados por exercer medicina sem autorização legal no Hospital Regional

Publicado

Três médicos não habilitados pelas autoridades brasileiras foram denunciados pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso por exercício ilegal da medicina no município de Água Boa. V. B. O., J. da V. C. S. e L. da V. C. S. vão responder também por expor a vida ou a saúde de outras pessoas a perigo, associação criminosa e falsidade ideológica. Além deles, foram acionados o médico S. S. de C. J. e R. G. G., sócios e administradores da empresa Cure Tratamento em Saúde Ltda, que era responsável até então pela prestação dos serviços de saúde na Unidade de Terapia Intensiva de Covid-19 do hospital onde os fatos ocorreram.

De acordo com o MPMT, várias reclamações relacionadas à atuação dos denunciados chegaram ao Ministério Público e os fatos estão sendo apurados na esfera cível e criminal. Existe, inclusive, inquérito policial instaurado para apurar possíveis consequências criminais envolvendo a morte de duas pessoas.

Consta na denúncia, que o grupo atuou entre os meses de abril e maio deste ano no Hospital Regional Paulo Alemão. Além de exercer a profissão de médico sem autorização legal, as investigações revelaram que eles inseriram declaração falsa com o fim de alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante.

O MPMT destaca ainda que por várias vezes o grupo atuou sem a supervisão do médico responsável local, prescrevendo medicamentos, avaliando pacientes e exames clínicos, bem como realizando procedimentos médicos, como dreno de tórax, acesso central, intubação e até massagem cardíaca.

Os administradores da unidade hospitalar na ocasião são acusados de substituir os medicamentos de primeira linha por outros que não tinham a mesma eficácia de sedação. Segundo o MPMT, existem relatos de pacientes que teriam passado pela experiência de acordar durante o período em que se encontravam intubados.

Para poupar gastos com materiais, insumos descartáveis como seringas, agulhas, frascos utilizados para as dietas e frascos de soro teriam sido reutilizados pela unidade hospitalar. Há registros, inclusive, de que um paciente da UTI chegou a ficar sem receber alimentação por até três dias.

A denúncia foi oferecida nesta sexta-feira (19.11) pelo promotor de Justiça Luis Alexandre Lima Lentisco.

Olhar Alerta

Comentários Facebook
Continue lendo

ARAGUAIA

Motociclista morre em grave acidente na MT-326 em Canarana

Publicado

Um grave acidente ocorreu por volta das 04h da madrugada do último domingo (21.11) na MT-326, no setor industrial próximo a entrada de Canarana – MT. Um motociclista, Sanderson dos Reis Oliveira, de 27 anos, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local.

Conforme o boletim de ocorrência, a Policia Militar foi acionada com relato de que havia ocorrido um acidente próximo a entrada do bairro Alto do Cerrado envolvendo uma motocicleta Honda CG 125 Titan, e que havia um vítima desacordada sangrando. No local, após a chegada da ambulância, foi constado o óbito.

A vítima sofreu um profundo corte na cabeça e uma fratura exposta na perna esquerda. O corpo estava a cerca de 200 metros do local do acidente. A Policia Civil e a Politec foram acionadas e o caso será investigado para entender melhor os detalhes do acidente.

O Pioneiro

Comentários Facebook
Continue lendo

ARAGUAIA

Grave acidente na Br-158 deixa 2 mortos

Publicado

Um acidente gravíssimo, tirou a vida de duas pessoas, na BR 158, ha cerca de 9 km da cidade de Vila Rica, na tarde desse domingo(21).

De acordo um informações obtidas , uma Camionete L-200 Triton, branca, com placas  OGL-6069 de Barra do Garças, seguia sentido a Confresa, quando bateu de frente com uma carreta que vinha sentido contrário na BR-158.

Uma das vítimas que estava na  Camionete foi identificado como José Wellington Batista Sampaio de 48 anos, a outra vítima era uma mulher, mas não havia sido identificada. Os dois corpos com o impacto da batida, foram arremessados para fora do veículo. Ainda segundo a Polícia, após a colisão contra a carreta, a camionete saiu da pista e desceu num barranco.

A carreta ficou atravessada na pista, e impediu o tráfego no trecho. O motorista foi encaminhado para o Pronto Atendimento na cidade Vila Rica, para receber os cuidados médicos.

As Polícias Civil é Militar estiveram no local do acidente. A Politec foi acionada para fazer a perícia no local e avaliar as causas do acidente.

Agência da Notícia

Comentários Facebook
Continue lendo

Nova Xavantina

Policial

Política MT

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana